Uma presença sombria persegue a pequena cidade de Bright Falls, empurrando Alan Wake à beira do bom-senso na sua batalha para revelar o mistério e salvar o seu amor.
Análises de utilizadores: Muito positivas (8,563 análises)
Data de lançamento: 16 Fev, 2012

Inicia a sessão para adicionares este jogo à tua lista de desejos ou dispensá-lo.

Aviso: A Latin American Spanish localization is also available. Click here to activate this content.

Comprar Alan Wake

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Alan Wake Collector's Edition

Inclui 2 itens: Alan Wake, Alan Wake Collector's Edition Extras

Comprar Alan Wake Franchise

Inclui 3 itens: Alan Wake's American Nightmare, Alan Wake, Alan Wake Collector's Edition Extras

 

Recomendações de Curadores

"Oozing style, with some lovely Twin Peaks inspiration and a smart story that doesn't take itself too seriously. Some really awesome setpieces, too."

Análises

“Remedy's done a great job of mixing elements of written work, television, and video games to create an experience full of scares, laughs, and thrills that's just as fun to play as it is to watch.”
9/10 – http://pc.ign.com/articles/121/1218682p1.html

Steam Big Picture

Acerca deste jogo

Quando a mulher de Alan Wake, o escritor de best-sellers, desaparece durante as suas férias, a sua procura desvenda páginas de um thriller que nem mesmo ele se recorda de ter escrito. Uma Presença Negra assombra a pequena cidade de Bright Falls, levando Wake até ao limite da sua sanidade na luta para desvendar o mistério e salvar o seu amor.

Apresentado num estilo semelhante a uma série de TV, Alan Wake conta com o estilo narrativo e sequências de cortar a respiração que só o estúdio Remedy sabe fazer. À medida que os jogadores se deixam envolver cada vez mais no mistério, são confrontados com enormes adversidades, reviravoltas e revelações chocantes. Apenas dominando a técnica da "Luta com Luz" é que é possível estar um passo à frente da escuridão que se espalha por Bright Falls.

Com o corpo de um jogo de ação e a mente de um thriller psicológico, a atmosfera de Alan Wake, a sua história intensa e multifacetada, e sequências de combate excecionalmente tensas fornecem os jogadores com uma experiência divertida e original.

Melhorado para o PC

  • Inclui episódios especiais de Alan Wake como "The Signal" (O Sinal) e "The Writer" (O Escritor).
  • Experiencia o Noroeste Pacífico do jogo Alan Wake numa maior resolução e maior fidelidade do que aquelas apresentadas na versão para a Xbox 360.
  • Suporte para rato e teclado totalmente configurável, ou se preferires jogar com o comando da Xbox ligado ao teu PC, também podes fazê-lo!
  • Várias opções gráficas personalizáveis e suporte para formatos 4:3, 16:9 e 16:10!
  • Motor multi-núcleo que aproveita as vantagens dos CPUs quad core.
  • Opções adicionais que os nossos fãs têm pedido, como ajustamento do campo de visão bem como a opção de "esconder o HUD".
  • Funciona no modo de 3 ecrãs Eyefinity 3D da AMD

Requisitos do Sistema

    Minimum:
    • OS: Windows XP SP2
    • Processor: Dual Core 2GHz Intel or 2.8GHz AMD
    • Memory: 2 GB RAM
    • Graphics: DirectX 10 compatible with 512MB RAM
    • DirectX®: 9.0c
    • Hard Drive: 8 GB HD space
    • Sound: DirectX 9.0c compatible
    Recommended:
    • OS: Windows 7
    • Processor: Quad Core 2.66GHz Intel or 3.2GHz AMD
    • Memory: 4 GB RAM
    • Graphics: DirectX 10 compatible or later with 1GB RAM
    • DirectX®: 10
    • Hard Drive: 8 GB HD space
    • Sound: DirectX 9.0c compatible
Análises úteis de clientes
8 de 8 pessoas (100%) acharam esta análise útil
36.3 hrs em registo
Alan é um famoso escritor de livros de horror psicológico que vai com sua esposa passar férias em Washington, mais precisamente em uma pequena cidade chamada Bright Falls. Neste local o protagonista começa a vivenciar episódios de seu último livro publicado e sobre o qual ele não lembra de tê-lo escrito. Entretanto, todos os acontecimentos atuais em sua vida estão direta e indiretamente relacionados a este livro. Poderia aqui ser dito muito mais, porém seriam spoilers do jogo.

Os gráficos de Alan Wake são muito bonitos, bem renderizados e polidos. Os níveis de detalhes de vários objetos são bastante altos. Os efeitos de luz e sombra são excepcionais e as texturas são muito bem trabalhadas. Detalhes como os reflexos da luz sobre as águas e da luz da lanterna iluminando o cenário ou até mesmo incidindo sobre objetos através de um vidro são excelentes. Sem sombra de dúvida graficamente o jogo é muito bem feito. A fictícia e montanhosa cidade de Bright Falls com suas florestas nativas, abandonados e antigos moinhos, vazias casas e galpões feitos de madeira e judiados pelo tempo são excepcionalmente bem retratados. Quando se está dirigindo um carro, uma pick up ou um jipe muito rápido os pop-ins se fazem presente, porém não chegam a incomodar.

Os efeitos sonoros são muito bem aplicados às circunstâncias as quais o jogador se encontra. Os ruídos dos atritos entre os objetos são muitos convincentes. O barulho das águas dos riachos, dos passos do protagonistas sobre o chão feito de tábuas, dos disparos das armas, dos veículos e muito mais, são muito bem feitos e nos convencem. As vozes dos personagens combinam com seus tipos físicos e personalidade, e os diálogos também são bem bacanas. Ao final de cada episódio toca uma música cuja letra faz certa referência ao que foi vivido pelo protagonista no episódio em questão, além de que as músicas são muito boas.

Jogabilidade: aqui, sem sombra de dúvida, está um dos grandes pontos a ressaltar no game. Alan é uma pessoa comum, ou seja, não tem nenhum poder especial, não é um soldado, não é um atleta, não possui nenhuma espécie de treinamento militar, nem sequer chegou a vestir uma faixa branca em Judo. Isso quer dizer que Alan ao sair correndo em disparada em poucos metros ele vai cansar e sua marcha irá diminuir consideravelmente, seu pulo é o da média dos seres humanos bem como sua força e resistência. Para enfrentar os inimigos (os Taken, principalmente) Alan conta com um significativo arsenal, mas não espere por armas sofisticadas nem lança-foguetes, Alan se utiliza bastante de uma lanterna, além de sinalizadores, bombas de efeito moral que ao explodirem emitem um clarão, um revolver sinalizador, um revolver comum, ou uma espingarda, ou uma doze de dois canos ou uma doze de oito disparos. Além deste arsenal ele conta com uma esquiva e seu maior trunfo que é atirar bem, pois ele sempre irá atirar na exata direção na qual sua lanterna estiver iluminando. Enfim, os movimentos de Alan são bastante realistas (para uma pessoa sedentária), seja caminhando, seja correndo ou recarregando as armas ou ainda saltando sobre algum objeto.

Alan Wake é um jogo que pegou um recorte de Alone in the Dark the New Nightmare e combinou com a atmosfera de Silent Hill (principalmente o SH 2 e o 3), ou seja, não inovou, porém soube aproveitar bem a ideia de outros, e esse talvez seja seu maior mérito. É um jogo que certamente causa um tanto de ansiedade, visto que a ausência de mapas pode, em determinados momentos, nos deixar um pouco desorientados principalmente quando estamos enfrentando os Taken nas florestas. Tem uma história intrigante e complexa, pois há momentos em que não sabemos se o que Alan está vivendo é real ou não, além é claro de outros elementos que atravessam a história e aumentam sua complexidade.

Prós:
- Leva-se entre 15 à 20 para se fechar o jogo;
- História boa;
- Gráficos muito bons.
- Já vem com as DLCs.

Contras:
- O personagem poderia percorrer uma distância maior antes de cansar.
-

09/10
Publicada: 20 Junho
Achaste esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
10.3 hrs em registo
O jogo é fantástico, o que realmente ganha a cena aqui é a história e a forma com que o jogo é apresentado. A trama segue um escritor um pouco atormentado e cada parte do jogo é dividida em capítulos como um seriado, com direito até mesmo a uma seção de "Anteriormente...". Com uma ótima trilha e uma jogabilidade interessante vale a pena ser jogado.
Publicada: 20 Junho
Achaste esta análise útil? Sim Não
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
16.2 hrs em registo
Jogabilidade, enredo, gráficos muito bons!
Publicada: 1 Julho
Achaste esta análise útil? Sim Não
0 de 1 pessoas (0%) acharam esta análise útil
5.3 hrs em registo
I love this game, have action and adventure! 80/100
Publicada: 7 Julho
Achaste esta análise útil? Sim Não
83 de 95 pessoas (87%) acharam esta análise útil
17.1 hrs em registo
INTRODUCTION:
Alan Wake is a survival horror third person shooter developed by Remedy Entertainment on the Xbox 360 in 2010 which slowly made its way to the PC 2 years later. It only took 48 hours for the game to surpass the development cost after their PC release.

You play as (duh) Alan Wake, a writer who channels Stephen King, who, while on vacation with his wife in a sleepy mountain town, soon find themselves in the center of a supernatural phenomenon that threatens to engulf the town in darkness.

PROS:
+ Combat: - The combat in itself is not original since it plays like your regular Resident Evil third person shooter, however, it does spice things up by making all the enemies invulnerable until you strip away the 'darkness' that protects them using any source of light (flashlight, torch, flares etc.)

+ Atmosphere: - The town and the surrounding mountains and forest are dark, mysterious, foreboding and generally hostile. Not a great place for a vacation but a great place for a survival horror action game. Great lighting is what really made the atmosphere stand out.

+ Story: - (Also a CON, see below) The game boast a good story line that keeps players wondering what's going to happen next with its unique story telling mechanic. The mystery is deep and the characters within it are well written.

+ Sound: - This would normally go to Atmosphere but I think it deserve its own bullet point. Voice Acting is great, sound effects are well implemented and the musical score are suited to the general theme.

CONS:
- Horrendous Facial Animations: - The character models are good, textures are nice, but the lip syncing and general facial animations are awkward and painful to look at.

- Story: - (Also a PRO, see above) If the player has ever read a Stephen King book or seen a movie with a Stephen King book as its basis, then you can easily see where this game HEAVILY takes its inspiration. So heavy in fact that it can be seen as unoriginal.

- Too Much Forest: - This is kind of a personal gripe I have with the game. It has way too much forest sequences that makes me kinda hate nature. The forest sequences are nicely done, but if repeated way to many times, it looses its charm.

CONCLUSION:
GREAT GAME. If you're looking for a third person Survival Horror experience and you're one of the disappointed Resident Evil fans, then Alan Wake is a good alternative. It delivers a clever new mechanic to the third person shooting aspect that does not involve chest high walls or massive explosions. Though the re-playability might not be great, Alan Wake still brings a lengthy adventure that makes your money's worth.
Publicada: 25 Junho
Achaste esta análise útil? Sim Não