Verdun is the first multiplayer FPS set in a realistic First World War setting. The merciless trench warfare offers a unique battlefield experience, immersing you and your squad into intense battles of attack and defense.
Análises de usuários: Muito positivas (10,008 análises) - 86% das 10,008 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 28/abr/2015

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Verdun

Comprar Verdun 4 Pack


Recomendado por curadores

"TRENCH SNIPER! - Verdun (War Stories)"
Veja a análise completa aqui.

Atualizações recentes Ver todos (50)

25 de novembro

“The Commission”

Welcome back to another installment of Verdun’s “Weapon Wednesday”, we use these media updates to tease upcoming content and provide you with an update on the overall state of the games development. This week we keep it short as we are all hands on deck for the upcoming performances patches and the rendering pipeline overhaul.

Gewehr 88/05
The German army adopted the Gewehr 1888 to replace it’s out-dated Mauser 1871 rifle. This was common among many of the European powers, as the transition from smoked to smokeless powder was taking place ( The adoption of the Lebel 1886 kick started this trend) Used in many of the early colonial conflicts prior to the Great War, the Gewehr 88 was recommissioned by the German army in 1905 (and 1914) with a new model that used stripper clips instead of a 5 round enbloc. The Gewehr 88 has a near identical barrel to the Lebel 1886, however looks notably different due to the addition of a barrel sleeve (design to increased accuracy, but often led to problems with rust) It is one of a very few rifle designs used by the German army not to be designed by Mauser, infact the Mauser factory didn’t produce any throughout it’s production run.

Karabiner 88/05
Developed alongside the Gewehr 88, the Kar 88 was designed for use with cavalry units. With a shorter barrel, lighter weight and reshaped bolt handle, it fulfilled its role well - it did however retain the barrel sleeve. With several carbine variants being produced later on (for use with artillery units etc) it often saw its way to the frontlines of the Great War, appearing often with sentry and reserve units. With the Gewehr 88, it would see use well into the 20th Century.

The Gewehr 88/05 and Kar 88 rifles will be used by German sentry squads as well as Jaeger units. Offering similar accuracy and rate of fire to the Gew98, the rifle's main advantage will be the sights - which should allow for much easier targeting.

FN Browning M1900
The FN1900 was design by John Browning in 1896, presented for production in 1898, it was the first production handgun to use a slide and was one of the most important weapon designs of the late late 19th century. With mass-production starting in 1900, it quickly became a popular pistol for both military use and civilian use. With a relatively short production span of 11 years, some 700,000 were produced. Belgium used the FN1900 primarily - alongside the Ruby and other pistols including the Nagant revolver.

The FN1900 will boast reasonable accuracy, a fair reload speed and will be common among Belgian forces.

Development status
Development continues this week on the animations, nearly all have been completed now! Here’s another example of their work:

Work in Progress M1909 hotchkiss sprint animation

Game Update Status
As said it is all hands on deck with performance improvements. Several elements have been improved included the loading of characters. We are also trialing a new technique in the render pipeline which so far has yielded excellent results. To test this further I’d like to invite everybody (especially the more active community members) to join the beta testing team! As we update the beta to test performance as well as the graphics, you will be able to get early access experience with the gore system in the days to come. here

Screenshot of the Week
“Wet warfare on Ypres salient!, 1917”

And another one, because we can: “Assault in the Douaumont sector”

That will be all for this week. See you on the battlefield!

39 comentários Leia mais

22 de novembro

Douaumont Update V236

Players of Verdun!

Today we are pleased to officially launch a new map "Fort Douaumont". For many months our level designers have worked on this map. In addition we are rolling out one of the many forthcoming performance updates: V236.


Join the Assault Today

The location
The French Second Army made a first attempt to recapture the fort in late May 1916. They occupied the western end of the fort for 36 hours but were dislodged after suffering heavy losses, mostly from German artillery and trench mortars that had been brought at proximity. The Germans stubbornly held onto the fort, as it provided shelter for troops and served as first aid station and logistics centre. Afterwards, French artillery continued to shell the fort, turning the area into a pockmarked moonscape, traces of which are still visible today.

Loading imagary

One of the many awesomely crafted trenches leading up to the fort. The Trenches in douaumont are the best we have made so far, great care has been given to making them look as destroyed as possible, as the trenches in front of the fort (under German occupation) were shelled relentlessly during the French Assault.

V236 - Performance

Next to launching the long-awaited map we have made some steps in rolling out performance updates required to deal with the Unity Engine update as well as the detail increase of the levels since september. V236 will be the first in the series.

  • Included fort Douaumont
  • Loadingscreen text updated
  • New Character LOD system
  • "Ambient Quality" on low will remove all detail objects from the scene, requires restart or map change to bring back after setting to high.
  • Low terrain quality now ultra low terrain texture
  • Fixed stuttering loading characters
  • Fixed players jumping up while colling with eachother
  • Fixed Bayonet damage
  • Fixed being unable to deploy or go prone on some surfaces
  • Fixed mouse flickering
  • Fixed console setnextmap

As we prioritize optimization above all other features, at this stage the gore system (which is pretty much complete) will not go live just yet. We are first going to focus on furthering the performance optimizations. Teasers very soon!

To insure a more rapid approach we'd like to invite all people who care for the game and community to apply for the beta testing team here and join our ranks to gain first access to experimental new builds.

Hope to see you on the battlefield, god speed!

52 comentários Leia mais


“Generously stuffed with player-made emergent moments on the battlefield and an incredible sense of place, Verdun is not just a great take on one of history’s more marginalised wars, it also happens to be a resoundingly solid shooter in its own right too.”
9.0 – Gamewatchers - John-Paul Jones

“I became immersed in its careful pacing and focus on squad movement.”
Gamespot - Cameron Woolsey

“Verdun's given me an excellent understanding of what a mess World War I was. Verdun's Frontlines mode really is sort of ingenious—and I think this is definitely one worth checking out, especially if you're already interested in the subject matter.”
PCWorld - Hayden Dingman

Sobre este jogo

Verdun is the first multiplayer FPS set in a realistic First World War setting. The merciless trench warfare offers a unique battlefield experience, immersing you and your squad into intense battles of attack and defense.
The game takes place on the western front between 1914 and 1918, in one of the bloodiest conflicts in world history. The developers were inspired by the infamous Battle of Verdun France in 1916. The game offers 3 distinct game-modes; Frontlines, Attrition and Rifle Deathmatch. Also many historically accurate features are included such as realistic WW1 weaponry, authentic uniforms and maps based on the real battlefields of France and Belgium.

The Frontlines game mode is unique in its tactical complexity. The realistic trenches are challenging to fight in and require tactical cunning to capture and defend. The Entente and Central Powers strive to gain control of frontline sectors. One battle you’re rushing the enemy trenches during an offensive battle in order to gain ground. In another battle you might be defending your recently conquered ground against an enemy counter-attack.

Players can choose to be part of one of the many squad-types in the game, each of whom have their own distinct tactical role. By working together with your friends, you can earn experience that improves the power and versatility of your squad. As you gain more experience fighting and get promoted in rank, you also earn Career Points which you can use to unlock specializations, weapons and equipment.

In the Attrition game mode, the Entente and the Central Powers are pitted against each other in a single battle. Each side has a number of tickets which represents the amount of manpower they have. When a player is killed and respawns, a ticket is deducted from the side who the player belonged to. When a side has no more tickets, players of that side cannot respawn.

The Rifle Deathmatch is a free-for-all game mode, where all players are pitted against each other in a thrilling contest of skill using only bolt-action rifles.

Verdun key features include:
Realistic World War 1 gameplay: Authentic weaponry with realistic bullet physics, skill based weapon handling, poisonous gas with a claustrophobic gas mask experience and artillery barrages
Tactical squad-based FPS: Unique squad leveling system, distinct squad types and roles, voice chat
True trench warfare: Real-time dynamic frontline with momentum-based attack and counter-attack gameplay
Authentic World War 1 setting: Typical WW1 music and style, historical battlefields set on the Western Front
Challenging game modes: Team-based Frontline, tactical Attrition and skill-based Rifle Deathmatch

The gameplay is as realistic and gritty as it gets. The authentic weapons need to be handled with skill, as they each feel differently and there are no floating crosshairs to aid your aim. Also, the realistic bullet physics require you to lead your shots when firing on a moving target at long range. In the event of a gas attack, you need to put on your gas mask, which impairs your view and gives you a very claustrophobic experience. And if getting shot or gassed isn’t enough sudden artillery barrages, called in by NCO’s, can pin you down if caught in the open and obliterate your entire squad. This unforgiving war isn’t for the faint hearted!

Team play is what lies at the heart of Verdun. When you start a game, your first choice is to fight for either the Entente or the Central Powers. You and up to three other players, can form one of the different squad types available to that side. Each squad has a specific tactic based on the historical units of that time. Depending on your squad’s type, players can choose a specific role within the squad, complete with historically accurate attire, weapons and special abilities. The more Co-op experience you and your squad mates earn together, the more powerful your squad will become and better abilities will be unlocked. This progression is also shown visually as you and your squad get more advanced uniforms. You will also earn Career Points, which can be spent to unlock specializations, weapons and equipment.

The true WW1 battlefield experience has been captured in a real-time dynamic frontline, set in an historically accurate section of the Western Front. These frontline maps are comprised out of multiple sectors that can be captured by either side. Staying true to the typical attrition warfare of that time, both sides attack and counter-attack each other in turn, compelling you to defend each captured sector of trenches!

The development team has done extensive field research at Verdun and has been advised by knowledgeable historians to make sure Verdun is as historically accurate as it gets. Uniforms have been recreated to the tiniest details, the weapons are modeled to exact references and the maps use realistic World War 1 props and terrain layouts. Also, everything in the game has been tailored to recreate the grim atmosphere so typical of WW1; Gloomy clouded skies, an immersive interface combined with realistic sounds, accurate native voices that evoke the feeling of actually being there in the trenches, mud covered - trenches whilst peering over your rifle to spot the enemy.

Requisitos de sistema

Mac OS X
SteamOS + Linux
    • SO: Windows Vista/7/8
    • Processador: Intel Core2 Duo 2.4Ghz or Higher / AMD 3Ghz or Higher
    • Memória: 3 GB de RAM
    • Placa de vídeo: Geforce GTX 960M / Radeon HD 7750 or higher, 1GB video card memory
    • DirectX: Versão 9.0c
    • Rede: Conexão de internet banda larga
    • Armazenamento: 12 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Multiplayer only, make sure you have a stable and fast internet connection.
    • Memória: 4 GB de RAM
    • Placa de vídeo: 2GB video card memory
    • SO: 10.8
    • Processador: Intel Core2 Duo 2.4Ghz or Higher / AMD 3Ghz or Higher
    • Memória: 3 GB de RAM
    • Placa de vídeo: Geforce GTX 960M / Radeon HD 7750 or higher, 1GB video card memory
    • Rede: Conexão de internet banda larga
    • Armazenamento: 12 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Multiplayer only, make sure you have a stable and fast internet connection.
    • Memória: 4 GB de RAM
    • Placa de vídeo: 2GB video card memory
    • SO: Ubuntu 12.04 or later
    • Processador: Intel Core2 Duo 2.4Ghz or Higher / AMD 3Ghz or Higher
    • Memória: 3 GB de RAM
    • Placa de vídeo: Geforce GTX 960M / Radeon HD 7750 or higher, 1GB video card memory
    • Rede: Conexão de internet banda larga
    • Armazenamento: 12 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Multiplayer only, make sure you have a stable and fast internet connection.
    • Memória: 4 GB de RAM
    • Placa de vídeo: 2GB video card memory
Análises úteis de usuários
65 de 67 pessoas (97%) acharam esta análise útil
5 pessoas acharam esta análise engraçada
35.2 hrs registradas
Publicada: 2 de julho


No começo esse jogo é uma merdis, você fica morrendo e não faz ideia da onde, se você põe a cabeça pra fora da trincheira você morre, se você fica escondido os morteiros te explodem, é dificil de entender o mapa, pra onde ir, em quem atirar, onde se esconder. Esse é um jogo dificil porque é um jogo único, as experiências em outros fps's não vão te transformar em MVP da partida logo nas primeiras horas (ta certo que tem muito player novato). Mas com o tempo da pra ir entendendo o que esta acontecendo, aprender a diferencias as classes, os squads e os times.

Lembrando que o jogo está em Early Access e recebe updates constantemente.

Pontos Positivos:

* Sistema de Squads: Cada partida são 16vs16, 4 squads de 4 players pra cada lado. Existem 4 tipos de squads para a Entente ( duas francesas, uma canadense e uma britanica) e 3 para as Potências Centrais (todos alemães). Cada squad possiu armas e classes unicas, tudo historicamente fiel representado. Cada classe ainda tem a opção de 3 loadouts que vão sendo liberados com pontos que você ganha conforme você vai subindo de nivel. Apesar de terem armas completamente diferentes de acordo com a evolução tecnológica da época, em que os alemães já tinham metralhadoras com frequencia de tiro alta e com 100 balas de capacidade enquanto os franceses ainda utilizavam fuzis com apenas 3 balas de capacidade, os squads até que são bem balanceados. Se você ficar a uma certa distância do seu NCO (lider do squad), você ganha algumas habilidades passivas dependendo de qual tipo de squad vocês são, como velocidade um pouco maior, habilidade de saber se existem inimigos proximos, etc. Você ganha pontos confome sobe de nivel que podem liberam opções para cada classe, e você também precisa upar de nivel com cada squad, o que é bem mais lento mas vai liberando habilidades passivas melhores.

* Movimentação: Por ser um jogo que tenta ser mais realista, a movimentação propositalmente não é tão rapida quanto um jogo mais arcade, porem ela não chega a ser irritante ou atrapalhar. Usando Red Orchestra 2 como base, ela cumpre a sua função em simular bem o realismo mas não chega a ser tão "pesada" e travada como RO2. Uma coisa que eu senti falta foi a opção de dar uma inclinada com o corpo, que é comum em jogos realistas.

* Dano: O dano das armas e das explosões é muito justo, não tem aquela escrotisse de queda de dano em relação a distancia do alvo, se você consegue um headshot de revolver a uns 100 metros de distancia, é kill na hora. Os rifles são 90% das vezes morte com um tiro, pistolas e revolveres precisam de mais tiros no corpo para matar; baioneta, pá e trench club (melees) ´são um hit apenas, coronhada são 2 hits pra matar; com as metralhadoras geralmente precisa de mais hits para matar, até por questões de balanceamento.

Pontos neutros (positivos que precisam de complementos):

*Mapas: Existem mapas excelentes e outros em que é quase impossivel cumprir os objetivos, que só não acabam em empate se um dos times for muito superior ao outro. O esquema de atacar e defender trincheiras no geral funciona muito bem, é bem dinamico e balanceado. Em resumo, um time começa defendendo uma trincheira enquanto o outro ataca, se o time atacante consegue capturar a trincheira dentro do tempo, ele tem que defender ela do contra-ataque do time adversario. Se o time falha no contra ataque, ele tem que recuar e defender outra linha de trincheiras. A cada trincheira tomada, o time ganha 1 ponto.

*Hitbox: A area de hitbox dos personagens é boa, o problema é que a do solo as vezes não corresponde ao desenho, você tem visão do inimigo mas seus tiros não tem angulo para pegar ele. O modo de usar o bipod das metralhadoras também sofre com isso, as vezes você coloca a mg em cima de um saco de areia e não consegue movimentar ela na vertical e nem na horizontal. Existem paredes de trincheiras em que você consegue olhar por ela mas não tem angulo vertical suficiente para atirar. É irritante também quando os tiros param no arame farpado.

*Tradução: O jogo possui a opção de linguagem Português-BR, porém ela ainda é incompleta e em muitos trechos parece que foi apenas jogado no google translator, com muitos termos incomuns e frases sem sentido.

*Som: A dublagem em diversas linguas ficou excelente, alemães falam somente alemão, nas trincheiras do time das Potencias Ententes da pra se escutar frances, ingles com sotaque canadense e com sotaque ingles. O som das armas é bom, cada arma tem o seu som bem caracteristico. O que pode melhorar é o som dos passos e da movimentação do personagem. Quando você esta deitado e se movimenta um pouco, as vezes da a impressão que o barulho que você faz está a alguns metros de distância, no começo isso me causava bastante confusão. O som dos passos nos diversos solos, como lama, chão de tabua e grama me pareceram um pouco falsos demais, principalmente o de tabua que é bem alto.

Pontos Negativos:

*Servidores: Esse jogo conta com um esquema de lobby diferente. Você pode escolher uma squad que tenha vaga ou escolher um mapa e entrar numa squad aleatoria nesse mapa. É legal que passa uma impressão de que a guerra esta acontecendo em varios locais ao mesmo tempo. Não existem servidores nacionais, porém o ping não chega a ser um problema na grande maioria das vezes. Mas o principal problema é não existem servidores dedicados, o que é frustante pois não se pode usar uma configuração personalizada, como ativar friendly-fire, mudar a quantidade de players por partida, selecionar alguns mapas para a rotação, etc. Um medo que eu tenho é de que existe a possibilidade de os desenvolvedores decidirem parar de hostear os servidores, assim como eles podem ser vulneraveis a hackers e ataques.

RESUMÃO: No geral esse é um jogo muito bom e que se seguir o caminho em que ele está, promete ficar ainda melhor com o tempo. O que mais me chamou a atenção mesmo foi o otimo equilibrio entre realismo e balanceamento quando necessário. Quem gosta de jogos mais realistas e com tematicas de guerra vai conseguir achar seu lugar aqui. No começo é dificil saber o que ta acontecendo, mas com algumas horas de jogo você ja começa a se achar no jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
14 de 14 pessoas (100%) acharam esta análise útil
13.0 hrs registradas
Publicada: 18 de junho
Eu não sou muito de fazer análises, porém esse jogo merece. Muito bom mesmo, claro, pra quem gosta de guerra. Uma boa mistura de realismo com jogablidade. O único problema, são os servidores que (obvio) são todos fora da america do sul, fazendo assim com que o jogo fique algumas vezes lento para a gente, o que faz toda a diferença nesse jogo. Mas vale a compra, ainda mais nessa promoção! Por isso quanto mais brasileiros, melhor! =)
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
18.9 hrs registradas
Publicada: 15 de julho
Bom, vamos a análise do Verdun, já que eles pediram.

"Minha análise curta do game:
Primeiro você vai e pega uma arma
E então procura por um huno
E vai correr atrás do filho da arma
Você pode capturá-los com facilidade
Tudo que você precisa é apenas um pouco de queijo Limburger
Dê-lhes um pouco desse cheiro
Eles irão sair um grito
Então seu trabalho, foi feito
Quando eles começam a avançar
Atire nas calças deles
Esse é o jogo chamado de caça ao Huno!"

Análise longa:
Verdun é um jogo do gênero FPS (First Person Shooter/Tiro em Primeira Pessoa) lançado em 2015 (saiu do BETA) exclusivo de PC. É um jogo que se passa na época da Primeira Guerra Mundial, especificamente na época da guerra das trincheiras, com vários elementos de simulação, chegando a ter um combate bem realista. É um jogo bem díficil com multiplayer bem divertido.

Primeira Guerra Mundial para leigos: A Primeira Guerra Mundial (também conhecida com "A Grande Guerra" ou "Guerra das Guerras" até o início da Segunda Guerra Mundial) foi uma guerra que afetou, mas não envolveu diretamente, todo o mundo. Ela começou em 1914 e terminou em 1918. O mundo se dividiu em duas alianças opostas - os aliados (com base na Tríplice Entente, mas também com outros países) e e os Impérios Centrais (originalmente Tríplice Aliança e seus aliados).

"Em última análise, mais de 70 milhões de militares, incluindo 60 milhões de europeus, foram mobilizados em uma das maiores guerras da história. Mais de 9 milhões de combatentes foram mortos, em grande parte por causa de avanços tecnológicos que determinaram um crescimento enorme na letalidade de armas, mas sem melhorias correspondentes em proteção ou mobilidade. Foi o sexto conflito mais mortal na história da humanidade e que posteriormente abriu caminho para várias mudanças políticas, como revoluções em muitas das nações envolvidas." - Wikipédia

Ler mais:

Campanha: o jogo não apresenta campanha.

Jogabilidade: o jogo em si é bem simples e não muito complexo. Na hora que o jogo mandar você avançar, você avança ou tenta avançar e na hora que ele mandar você defender, você defende. Uma das coisas que mais diferencia ele de outros fps é a ação simples dele, mas difícil de se executar. Essa ação é, acredite ou não, matar. A mira do jogo foi propositalmente e cuidadosamente desenvolvida para dificultar a defesa/o ataque do jogador, tornando o jogo mais interessante. Ela balança bastante e é extremamente imprecisa se você não atirar com calma. Você vai demorar para se acostumar mas vai valer a pena. E para piorar, você usa 90% do seu tempo armas com ação de culatra (puxar o ferolho). É bastante interessante. Outra coisa bem característica é que você sempre irá morrer/matar somente com um tiro, em caso de fuzis, ou dois tiros. Em relação a movimentação e outros, o resto é o mesmo de sempre. O jogo também tem uma mecânica bem interessante de cooperação. Existe cerca de 7 esquadrões diferentes, cada um com classes únicas, que você pode melhorá-las, que funcionam de forma excepcional se trabalharem juntas.
Dica: para jogar em esquadrão, chame seus amigos. Comunicação por voz funciona muito bem nesse jogo caso jogado cooperativamente.

Esse jogo em jogabilidade é único: dou um (9,5/10)

Trilha sonora: a trilha sonora está mais presente no menu e de vez em quando aparece nas trincheiras nos rádios. Apesar disso, ela é ÓTIMA. Elas são canções de saudade, amor, etc. no contexto da guerra. Um soldado apaixonado por uma mulher que não é de seu país, soldados com saudades... Esse tipo de coisa. Ela é tão boa que fiz um guia dedicado totalmente a ela. Segue o link:

Gráficos, animações e otimização: bom, aqui tem coisa. Vamos avaliar o jogo como um indie, certo? O gráfico é bem bonito e bem feito. Cheio de detalhes. Os soldados foram bem caracterizados e seguem perfeitamente o padrão da época. Agora vamos a parte ruim... As animações do jogo são bem robóticas e todas duras, como se os bonecos fossem robôs, principalmente as em primeira pessoa. Além das animações serem zoadas a otimização do jogo é meio fraca. Se você não tiver um PC com características atuais, como um processador i3 ou 4gb de ddr2, ele não vai rodar tão bem. Além disso a resolução é meio bugada (pelo menos aqui). Falo isso, em relação a otimização, porque jogos como MaxPayne 3 rodam a 60 fps no medium-high no meu pc.

Pra a nota não cair tanto, vou dar notas separadas dessa vez:
Gráficos (indie): (10/10)
Animações (6/10)
Otimização (5/10)

Som: é bom. Só faltava mais diversificação para o mesmo tipo de som. Armas tem sons diferentes mais nem todas. É algo que não é enjoativo e não é ruim. (7/10)

DLCs: o jogo não apresenta DLCs e o jogo é atualizado com certa frequência!!! :)

"Facções" do jogo: Tríplice Entente (aliados), com 4 esquadrões, e Potências Centrais, com 3 esquadrões.

Modos de jogo: só possui dois, mas os dois já valem por serem únicos. Um é o modo clássico em que você avança e defende sua trincheira, as duas coisas em momentos determinados. O outro é algo mais casual e menos competitivo, que é o rifle deathmatch, nada mais que um deathmatch com fuzis e unicamente fuzis, com suas variações e vários tipos.

Servidores: Apresenta servidores nos EUA, Japão e Europa. Vai lagar e acostume-se com isso.

Jogo tem suporte para Cross-Plataform Multiplayer (você joga com jogadores non-steam), conquistas, Cards, Suporte parcial para o controle (não recomendo jogá-lo com controle), nuvem (todo jogo atual que se prese tem nuvem), e até highscores e Leaderbords.

Conclusão: Inovador, interessante, único e divertido. Quatro palavras que descrevem VERDUN. Vale cada centavo, mas, como eu disse na review anterior, espere a promoção pois vivemos no Brasil e aqui tudo é caro. Comprei por 20 reais com um cupom que dropei.

Ah, esqueci de falar uma coisa: você não encontrará muitos BRs nesse jogo e os gringos daqui são bem receptivos e comunicativos.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
9 pessoas acharam esta análise engraçada
7.3 hrs registradas
Publicada: 21 de junho
Trincheira Simulator

Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
211.3 hrs registradas
Publicada: 16 de junho
Excelente jogo, recomendo a todos
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada