X²: The Threat é de uma nova geração de jogos de simulação espacial, você joga no papel de Julian Gardna que continua a história iniciada em X: Beyond The Frontier. A engine gráfica atualizada dá um aspecto mais realista com naves e estações recém-projetadas, adicionando à complexidade do universo.
Análises de usuários:
Todas:
Ligeiramente positivas (182 análises) - 77% das 182 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 3/dez/2003

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar X2: The Threat

Pacotes que incluem este jogo

Comprar X-SuperBox

Inclui 6 itens: X3: Albion Prelude, X3: Terran Conflict, X3: Reunion, X2: The Threat, X: Tension, X: Beyond the Frontier

Comprar Egosoft Collection

Inclui 9 itens: X Rebirth, X Rebirth: Home of Light, X Rebirth: The Teladi Outpost, X2: The Threat, X3: Albion Prelude, X3: Reunion, X3: Terran Conflict, X: Beyond the Frontier, X: Tension

 

Sobre este jogo

X²: The Threat é de uma nova geração de jogos de simulação espacial, você joga no papel de Julian Gardna que continua a história iniciada em X: Beyond The Frontier. A engine gráfica atualizada dá um aspecto mais realista com naves e estações recém-projetadas, adicionando à complexidade do universo.
  • Explore: Você pode explorar mais de 130 setores impressionantes, ocupados por nebulosas, que afetam suas naves e estações, e asteroides nos quais você pode minerar para obter materiais que mais tarde poderão ser vendidos para obter lucro.
  • Novas Naves: Descubra mais de 60 naves de diversos tamanhos, desde naves de reconhecimento até gigantes naves de guerra.
  • Novos Melhoramentos: Incremente o sistema de sua nave com muito mais atualizações e baixe novas atualizações que fazem o uso do novo motor de script desenvolvido especialmente para X².
  • Novas Armas:Adicione novas armas à sua nave, incluindo o Destruidor de Íons e a Catapulta Eletromagnética, mas também construa fábricas que irão desenvolver e vender essas armas com lucro, expandindo seu próprio império no universo.
  • Novas Missões: Aceite missões que são oferecidas a você no quadro informativo de cada estação, faça dinheiro protegendo comboios de naves e destruindo frotas Xenon que pretendem destruir tudo em seu caminho.
    Mas acima de tudo ajude a proteger o universo contra os Khaak, antes que eles matem tudo e todos que cruzem seu caminho.

Requisitos de sistema

    • OS: Windows 10 / 8 / 7 / Vista / XP / 2000 / ME / 98SE
    • Processor: Pentium III 800MHz or same grade
    • Memory: 256MB RAM
    • Graphics: 32MB 3D card compatible with Direct X 8.1
    • DirectX®: 8.1
    • Hard Drive: 1200MB available space
    • Sound:
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Todas:
Ligeiramente positivas (182 análises)
Últimas análises
Peter_Grosskopf
1.1 hrs
Publicada: 30 de novembro de 2015
A sensação de realidade que se tem jogando é muito boa! Os controles mesmo se utilizando mouse e teclado respondem bem! Vale a pena !
Babilonia
13.7 hrs
Publicada: 5 de abril de 2015
Primeiro jogo da série que eu efetivamente consegui jogar por ser bem mais inteligível que seus antecessores, mas isso não quer dizer que não apresenta controles ridiculamente confusos.

O jogo demasiadamente complexo espanta no início, mas felizmente há uma lista com os comandos disponíveis além de uma pequena explicação via cutscene acerca de cada missão, sendo que os detalhes podem ser revistos a qualquer momento durante o voo.

A trama se inicia quando o protagonista é capturado após tentar realizar um roubo de uma nave espacial. No entanto, suas habilidades se destacam entre os outros detentos de forma que lhe é dado um emprego em uma influente corporação como uma segunda chance de seguir sua vida como homem livre. Ocorre que com o desenrolar da trama, descobre-se que os motivos de sua libertação não são exatamente estes, e o interesse existente vai muito além dos meros serviços de transporte para o qual foi contratado.

No transcorrer da história, há a possibilidade de fazer diferentes escolhas nos diálogos, porém, independente da resposta escolhida, o desfecho da conversa sempre seguirá para o mesmo final, mudando apenas as frases intermediárias.

O universo para se explorar é gigantesco, dinâmico e dotado de inúmeros sistemas com peculiaridades diferentes e vários objetos interativos. Há também a possibilidade de fazer comercio entre as várias raças ou até mesmo caçar piratas para aumentar seu nível de prestígio em determinada região, mas tais atividades tem pouca influencia no desenrolar do jogo.

Apesar de melhoras significativas em relação aos anteriores, continua sendo um jogo um tanto quanto cansativo, principalmente devido a sua dificuldade acentuada e sua monotonia. Os controles são realmente um terror, principalmente quando em combate e qualquer erro cobrará o preço da repetição de um longo trecho desde o último salvamento.

Enfim, X2: The Threat pode até cumprir bem seu papel de ser um simulador espacial, com emprego bastante adequado das tecnologias da época de seu lançamento, no entanto, deixa a desejar no que tange à diversão, sendo por várias vezes maçante e enjoativo. FRACO(5/10).
Estergal
0.2 hrs
Publicada: 13 de março de 2015
LIXO! NÃO JOGUEM!
Análises mais úteis  No geral
5 de 8 pessoas (63%) acharam esta análise útil
Não recomendado
13.7 horas registradas
Publicada: 5 de abril de 2015
Primeiro jogo da série que eu efetivamente consegui jogar por ser bem mais inteligível que seus antecessores, mas isso não quer dizer que não apresenta controles ridiculamente confusos.

O jogo demasiadamente complexo espanta no início, mas felizmente há uma lista com os comandos disponíveis além de uma pequena explicação via cutscene acerca de cada missão, sendo que os detalhes podem ser revistos a qualquer momento durante o voo.

A trama se inicia quando o protagonista é capturado após tentar realizar um roubo de uma nave espacial. No entanto, suas habilidades se destacam entre os outros detentos de forma que lhe é dado um emprego em uma influente corporação como uma segunda chance de seguir sua vida como homem livre. Ocorre que com o desenrolar da trama, descobre-se que os motivos de sua libertação não são exatamente estes, e o interesse existente vai muito além dos meros serviços de transporte para o qual foi contratado.

No transcorrer da história, há a possibilidade de fazer diferentes escolhas nos diálogos, porém, independente da resposta escolhida, o desfecho da conversa sempre seguirá para o mesmo final, mudando apenas as frases intermediárias.

O universo para se explorar é gigantesco, dinâmico e dotado de inúmeros sistemas com peculiaridades diferentes e vários objetos interativos. Há também a possibilidade de fazer comercio entre as várias raças ou até mesmo caçar piratas para aumentar seu nível de prestígio em determinada região, mas tais atividades tem pouca influencia no desenrolar do jogo.

Apesar de melhoras significativas em relação aos anteriores, continua sendo um jogo um tanto quanto cansativo, principalmente devido a sua dificuldade acentuada e sua monotonia. Os controles são realmente um terror, principalmente quando em combate e qualquer erro cobrará o preço da repetição de um longo trecho desde o último salvamento.

Enfim, X2: The Threat pode até cumprir bem seu papel de ser um simulador espacial, com emprego bastante adequado das tecnologias da época de seu lançamento, no entanto, deixa a desejar no que tange à diversão, sendo por várias vezes maçante e enjoativo. FRACO(5/10).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Não recomendado
0.2 horas registradas
Publicada: 13 de março de 2015
LIXO! NÃO JOGUEM!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
1.1 horas registradas
Publicada: 30 de novembro de 2015
A sensação de realidade que se tem jogando é muito boa! Os controles mesmo se utilizando mouse e teclado respondem bem! Vale a pena !
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada