The once peaceful Kingdom of Gorudo is threatened by an evil presence. The only hope for salvation is Cyrus!
Análises de usuários:
Todas:
Ligeiramente positivas (616 análises) - 71% das 616 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 14/mar/2012

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Wizorb

 

Steam Big Picture

Sobre este jogo

The once peaceful Kingdom of Gorudo is threatened by an evil presence. The only hope for salvation is Cyrus, a wizard versed in a secret magic art called Wizorb! Explore many strange places from the derelict monster infested town of Clover to Gorudo Castle atop Cauldron Peak. Danger lurks around every corner so you'll need to keep your wits about you and have quick reflexes in order to survive.

Key features:


  • An all-new block-breaking game set in a fantasy world.
  • Use your magic wand to bounce the orb and cast various magic spells.
  • Over 60 levels in 5 different Worlds.
  • Earn gold to buy charms or to help the citizens rebuild their homes.
  • Epic boss fights.
  • Multiple endings.
  • Character animation by Paul Robertson.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    • OS:Windows XP or later
    • Processor:Dual-core processor (Intel Dual Core 2.0 GHz or AMD Athlon X2 5200+ 2.6 GHz)
    • Memory:1 GB RAM
    • DirectX®:9.0c
    • Hard Drive:250 MB HD space
    • Sound: DirectX 9.0c compatible sound card
    • OS:Mac OS X v10.6 or later
    • Processor:Intel Core™ Duo or faster
    • Memory:1 GB RAM
    • Hard Drive:250 MB HD space
    • Graphics:128 MB space
    • OS:glibc 2.15+, 32/64-bit. S3TC support is NOT required.
    • Processor:Dual-core processor (Intel Dual Core 2.0 GHz or AMD Athlon X2 5200+ 2.6 GHz)
    • Memory:1 GB RAM
    • Graphics:OpenGL 3.0+ support (2.1 with ARB extensions acceptable)
    • Hard Drive:250 MB HD space
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado em setembro de 2016! Saiba mais
Todas:
Ligeiramente positivas (616 análises)
Tipo de análise


Forma de aquisição


Idioma


Exibir como:


(o que é isso?)
20 análises correspondem aos filtros acima ( Positivas)
Análises mais úteis  No geral
19 de 23 pessoas (83%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Não recomendado
4.3 horas registradas
Publicada: 28 de novembro de 2013
O meu celular atual foi o meu primeiro celular com joguinho. É um Motorola ancião do qual não consigo me livrar, mas veio com um passatempo interessante. Monocromático, é um jogo que lembra Pong, onde você controla uma barrinha na parte de baixo que rebate uma bolinha para cima para quebrar blocos. Tenho certeza de que existe um nome para este tipo de jogabilidade. Apesar de simples ou por ser simples, ele me salvou do tédio em filas de banco e salas de espera. Nunca fui além do sexto ou sétimo nível, não apenas porque o casual se transforma em um infernal exercício de concentração e reflexo mas também porque minha hora chegava.

Meu primeiro erro foi acreditar que meu filho poderia ter algum interesse em algo baseado em calcular ricochetes e em agilidade. Meu segundo erro foi acreditar que eu poderia curtir este gênero em um jogo completo.

Wizorb é uma boa tentativa de dourar a pílula, com uma historinha meia boca, gráficos retrô que lembram a geração DOS, música viciante e power-ups. Teoricamente, você encarna um feiticeiro que precisa livrar o reino de um terrível mal. Tem até vila de aldeões e mapa para andar, mas depois que o jogo engrena (meros minutos depois da abertura), o que você irá fazer em 99% do tempo é rebater bolinha pra cima. Mesmo os power-ups não são de muita valia se lhe falta jeito para manter a bola (ou Orb) na tela.

Coloquei meu filho em frente do teclado e expliquei a mecânica. Não há muito o que entender. Mas o pequeno prodígio dos jogos de plataforma teve dificuldades em movimentar a barrinha e não se animou para continuar tentando. O que não significa que sua curiosidade infantil não desejasse ver o pai jogando e acertando os ocasionais monstros que apareciam em cena. Algo que deveria ter sido um jogo para ele, ou pelo menos dividido, se tornou um desafio para mim.

Tardiamente, percebi que o que funciona por dez minutos se torna entediante depois de quinze, vinte minutos. Isso se refletia no meu filho indo para o sofá ver desenho ou sumindo no quarto para brincar. Wizorb tem várias fases diferentes, cada uma com DOZE níveis e, somente ao final de cada fase, aparecia um chefe final mais eletrizante. Pressuponho que não seja mesmo interessante observar a trajetória de uma bola que quica. Se daqui a vinte anos, ele se tornar fã de tênis, arranjar ingressos para um torneio e me chamar, irei jogar isso na cara dele.

Como minhas habilidades não são isso tudo também, gastava todo meu dinheiro comprando "continues". Wizorb se tornou uma obsessiva busca pelo próximo chefe, pela próxima fase, com urros de frustração a cada queda de bolinha (traduzindo, a cada quatro minutos). Não comprava mais poderes novos para economizar dinheiro. O garoto já reclamava quando eu carregava o título e dizia: "só uma fase, pra gente avançar, depois eu coloco outro jogo!". Tinha medo do que poderia acontecer se não tivesse mais moedas para pagar para continuar. Até que aconteceu: no décimo nível da quarta fase, o dinheiro acabou, a bola caiu e o jogo voltou para o nível um da fase. Com quatro horas marcadas no Steam, caiu também a ficha: não foram as melhores horas divididas entre pai e filho dos últimos meses. Desisti depois de ter alcançado o mapa 46 de 60, sem arrependimentos.

Isso significa que Wizorb é um jogo ruim? Longe disso. Para o que ele se propõe ele é perfeito! Era o jogo que eu queria que meu celular jurássico tivesse. Mas no PC? Com tantas outras opções? Sem chance. Adeus, bolinha.

Originalmente publicado em: http://blog.retinadesgastada.com.br/2013/05/nao-jogando-wizorb.html#ixzz2lyXk2V7D
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
2.2 horas registradas
Publicada: 2 de maio de 2015
Um bom joguinho de arcade estilo retro, serve muito para passar o tempo, costumo jogar ele quando tenho que esperar algum outro jogo terminar de baixar.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 5 pessoas (80%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.4 horas registradas
Publicada: 20 de junho de 2015
Variação de Arkanoid muito bacana, mas para alguns pode ser frustrante...
Pelo nível exagerado de dificuldade somente quem gosta muito deste tipo de jogo vai conseguir concluí-lo...

* Rodou perfeitamente no Ubuntu 15.04
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 3 pessoas (33%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Não recomendado
11.7 horas registradas
Publicada: 2 de março de 2014
Comprei só pq tava 2,50 e me arrependi !
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Não recomendado
0.4 horas registradas
Publicada: 12 de junho de 2015
Não comprem esse jogo...eu me arrependi profundamente!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
1.1 horas registradas
Publicada: 6 de novembro de 2014
Graficos pixelads, com um charme só. O jogo é uma versão de mundo de fantasia medieval do clássico Arkanoid, onde você joga com um mago que tem que ir lutando contra uma invasão de monstros. É possivel juntar $ para reconstruir sua vila e ajudar as pessoas entre as missões. Muito bom, recomendado
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
2.8 horas registradas
Publicada: 17 de dezembro de 2014
me faz lembrar dos velhos tempos de arkanoid
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
7.9 horas registradas
Publicada: 4 de julho
*** JOGUE COM MOUSE. CONTROLAR COM O JOYSTICK É LENTO DEMAIS.***

O preço baixíssimo (especialmente em promoções) justifica recomendar esse jogo. É bem simples - exatamente o que os screenshots indicam, um jogo estilo Arkanoid/Breakout/etc que você já deve conhecer, apenas com a adição de algumas magias simples e ocasionais power-ups que ajudam a compensar o fardo que costuma ser quebrar aquele último bloco perdido no canto da tela atrás de alguns blocos indestrutíveis. Cada um dos 5 mundos também tem um chefe próprio, adicionando um pouquinho de variedade.

Tinha potencial pra ser melhor. Os elementos de RPG são quase inexistentes, se resumindo a uma cidadezinha com meia dúzia de npcs. Mas é legalzinho dentro do que se propõe.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
26.7 horas registradas
Publicada: 22 de maio de 2014
Uma boa pedida para os fãs de Arkanoid. Faltou algo inovador, mas super recomendado !
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
6.4 horas registradas
Publicada: 3 de agosto de 2014
Wizorb é um jogo bem incomum.
Pessoalmente eu gosto muito do estilo visual de "pixel art" e ainda mais da empresa Tribute, que são os mesmos desenvolvedores de Mercenary Kings além de incluir alguns devs do Scott Pilgrim vs The World: The Game.

O jogo basicamente mistura a mecânica de jogos como Breakout com habilidades de um feiticeiro. Ele pode ser bem divertido mas acaba sendo meio repetitivo acabando em 5h que são o suficiente pra experienciar tudo. Além disso ele é excelente pra se jogar enquanto escuta podcasts (ouça a trilha sonora antes).

Pelo preço do jogo de R$5 eu recomendo esse jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Últimas análises
Leto
0.6 h
Publicada: 25 de novembro de 2015
Um divertido jogo do tipo Brick Break (Quebrar Tijolos).
Traaaab
9.5 h
Publicada: 7 de novembro de 2015
Clássico estilo de jogo "Arkanoid" com elementos de RPG, com aquela velha história clichê: "O Reino está em perigo e você tem que ajudar". Tendo uma certa dificuldade, mas isso só aumenta sua vontade de passar pro próximo nivel, sendo um jogo um tanto retro não era de se esperar muito mas pelo seu preço com certeza vale a pena ser comprado. Não é um jogo tão grande pra ter uma análise tão grande, mas foi boa a ideia de inovar o estilo "Arkanoid" e colocar na steam. 8/10
Gabriel
6.6 h
Publicada: 18 de junho de 2014
Jogo simples porém criativo, bom para passar o tempo as vezes. Mesmo tendo um conceito simples no qual você tem que destruir bocos e não deixar a bola cair, inova quando te dá a opotunidade de poder usar poderes que lhe ajudam a prosseguir nas fases. A dificuldade é mediana para dificinha, em alguns momentos, e a duração é de algumas poucas horas.
Não decepciona para um jogo desse preço, principalmente se estiver em promoção. Se você achar pelo video que não gostaria ou acharia monotono não compre pois o jogo não é nada mais do que é mostrado.