Download RIFT and enter the vast, magical world of Telara. Experience an unprecedented class system, massive dynamic battles, and player housing like you’ve never seen before – all for free.
Análises de usuários:
Neutras (78 análises) - 61% das 78 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Ligeiramente positivas (8,076 análises) - 78% das 8,076 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 24/out/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Jogar RIFT

Free to Play

Comprar RIFT - Starfall Prophecy Standard Edition na pré-venda

Purchase the RIFT: Starfall Prophecy Standard Edition today!

Este produto não pode ser reembolsado. Saiba mais

Comprar RIFT - Starfall Prophecy Deluxe Edition na pré-venda

Purchase the RIFT: Starfall Prophecy Deluxe Edition today!

Este produto não pode ser reembolsado. Saiba mais

Atualizações recentes Ver todos (127)

21 de outubro

RIFT Starfall Prophecy Launches November 16. Log in to the Beta today!

We’re excited to announce that the Starfall Prophecy expansion will go live on November 16. Why wait? Log in to the Beta and experience it now!

Starfall Prophecy is rapidly approaching! Here is your chance to see it all for yourself - test alongside our Devs and help make the next chapter for RIFT absolutely amazing! Simply log on to the Public Test Server (PTS) to experience our expansion AND the technical advancement of true 64-bit support in RIFT!

Once in Starfall Prophecy, our first priorities for testing are:

  • Scatherran Forest
  • Legendary Powers
  • Planar Fragments

Post your feedback to the Beta Forums!

There is NO NDA for this Open Beta take screenshots, livestream, blog, and tweet all you like!

Starfall Prophecy Open Beta is free for all – if you love it as much as we think you will, it’s available for pre-order!

1 comentários Leia mais

20 de outubro

Starfall Prophecy: Tuath’de Coven

Dark and dangerous, filled with the most powerful witchery yet seen by any Ascended... that's what you'll find when you enter the Tuath'de Coven. We bring you this preview in two sections. First, the information critical to your mission, and then a longer tale of the Coven and Una. Read on according to your preference...

Ascended, it is your duty to stop the Ritual of Asklepian. This is indeed but one of the many threats carried by the Comet of Ankhet. Shoud Queen Una prevail, we will face the embodiment of the great Green Mother, cruel and harsh as nature itself can be, but under Queen Una's control, devoid of any softness, mercy and nurture common to the*true*spirit of nature.

Our studies have revealed just a little of this Coven's protectors, and at great cost to our ranks. Many of our finest have perished already, and the reports of the survivors are limited in scope. Heed them well, nonetheless. Knowledge is the edge you need as you enter the Coven.

The Tuath'de themselves are fierce adversaries. This you already know. Their allies are worse.

First among these, Hollowood, the gnarled remains of an ancient and powerful treant. The Coven has reanimated it through darkest magic, and has imbued it with an unnatural ability to withstand assaults. Surely there is some way to bypass its defenses, but our dearly departed allies have thus far failed.

Watch also for Mossclaw, a massive alpha bear, the strongest and most valorous of its kind. He is already doomed, a sacrifice to Una's plans. He is guarded by the fungus-witch Marsi'etha, and she will work to keep him alive by means of her well-honed magics. That is to say, by any means possible. If you can, put him out of his misery.

We are also saddened to report that the Coven has captured Lanaria, Queen of all unicorns. That Una plans to sacrifice her is certain, and we must do all we can to save her from this terrible fate. If she falls, one of the greatest beauties of all Telara will be no more, for who among us possesses the skill to bring one of such innate, pure magic back?

We have also seized a few scrolls, a few scraps of parchment, a few dying utterances, all of which detail the aim of Una's great plan. By all the gods, it is horrific: to bring a twisted version of the Green Mother to this very place. It is an affront to all creation, but it would appear that the mad Queen has the knowledge and will to do so.* Should she succeed, we expect the Simulacrum to have power equivalent to the great Dragons, and further, if summoned, she will be under the utter sway of the depraved Queen, Una. Who knows where the madness will stop then?

Let us hope that you can halt the ritual. The alternative does not bear consideration.

Go forth, Ascended. We send our prayers and hopes with you.

The Dwarf rises, a little stiffly, and looks up at the night sky. Battle wounds never fully heal, and they ache a little in the cool night air. She knows that you're up against incredible odds, and it's late; your own wounds will come soon enough. She motions toward you with her cracked drinking horn.

You'll want to rest overnight, no doubt? Certainly; build your strength, you'll need it.

Perhaps you'd like to hear a little more of the history of these twisted Elven-kind, the Tuath'de? Good. Pour mead and draw closer to the fire...

Long ago, the ancestors of Telaran elves were separated from their kin and evolved along a different line in the Plane of Life. They remained more primal, and more corrupt in their desire for power in their domain of Life. Without the influence of other sentient races, such as the Telaran Kelari and High Elves had, they became increasingly insular and xenophobic. Anything not of them was an enemy to be conquered or destroyed.

Over time, the Tuath'de became witches, in the true, deep, wild sense of those steeped in Life forces so redolent of terror and twisted in power that they ensure not life, but death, for all who opposed them. All in the Plane of Life lived in fear, far out of keeping with the beauty surrounding them.

The Tuath'de ruled the Plane of Life uncontested, until the dragon Greenscale appeared. A gigantic, ungainly, toad-like beast, at first engendering mockery and taunts among the Elven-kind. Soon, however, his immense power and unsatiable appetite struck fear into all hearts. As he began his conquest of the Plane, he found the most unlikely of allies amongst all those whom the Tuath'de had so cruelly oppressed.* Once they saw that he was not only immensely powerful, but also resistant to the previously unassailable magics of the Tuath'de, tribes and beasts flooded in to support the great green beast.

The battles that followed were brutal and vicious, but inexorably, Greenscale and his army pushed the Tuath'de back. The fateful day that Greenscale devoured King Dach brought an end to their reign. The Planar inhabitants settled down to a somewhat nervous, but happier life under the giant frog-lizard-dragon, who was largely content to leave them be, aside from his unfortunate habit of snacking on the occasional supplicant. They came to consider it a final tax of sorts, and accepted it in the general way of death and taxes coming hand in hand.

Opposition did not end there, however - it merely went undergound, with the Tuath'de. They were crushed but far from defeated. Loudest among the disposssed was Dach's youngest daughter, Una. She was considered quite mad. Just mad enough, perhaps to seize the throne through the sacrifice of her siblings. Her grasp of witchcraft was unmatched, and she harnessed it to sink the skull of the great beast Xarth into the mire that bore his name. There, she created a refuge for her people, where they plotted and rebuilt their power, dreaming of the day they would emerge and retake the Plane.

For much of Telara's history, the Tuath'de have thus lived in secret, within the mist-shrouded swamps and deep forests of the Plane of Life. The Court of Queen Una held sway over great swaths of the Scatherran Forest and the nearby swamps, and were curiously unmolested. Even the powerful lackeys of Greenscale could not penetrate the cunning, glamor and fear of the collected and growing power of the Court. And so they remained for some time, present but hidden, save for sudden forays to terrorize other beings and seize materials.

It is rumored that the mad Queen dreamt of the Ritual of Asklepian, an unspeakable work that would reanimate the great Green Mother, but under her will. With this Simulacrum, she could encircle an entirely new world with a forever tree, under Una's sharp-clawed control. Such an act requires relics of ancient, sacred power, perhaps found only in the concentrated glens of the forest of Wyredode.

When the Comet of Ankhet tore through their plane, several things happened at once. Una's favorite consort, Prince Fionn, was leading a raiding party in the western marches, against Blackthorn refugees. It is widely assumed that he was killed in the massive impact, but woe be to any fae who so much as whispers it in passing.

The Tuath'de suddenly found themselves ripped from their ancestral homelands, trapped on a celestial object with denizens of the Fire Plane, their sworn enemies. One imagines the screams of rage and frustration as they came to fully grasp their situation. Cut off from the other forests of Aevintyr, her conquest thwarted and her love taken from her, Una's madness threw off its last ties to rationality. Her only comfort is embodied within her sole child and heir, Tristane, and the certainty that all of her sacrifices will soon come to fruition as she realized she had a nearby source of even greater power than the relics of Wyrderode... Ankhet.

The Tuath'de have only ever feared the dragon Greenscale. WIthout his ceaseless hunger to constrain them, they felt strangely liberated. The Tuath'de certainly had no need to hide on the Comet, and were easily the equals to their hated rivals from the Plane of Fire, with whom they shared this strange new land. They worked ceaselessly to increase their skill and magic, bleeding innumerable new thralls on their madstones, creating ever more powerful foci with which to grow their witchcraft.

Most Tuath'de, if you looked beneath the brittle, arrogant surface, were secretly intimidated by Ankhet, in awe of the inherent power of the Tenebrean force that had both freed and continued to held them. Una alone was undaunted by the being, and, whether driven by her madness or fate, soon resolved to seize the Tenebrean as a brilliant tool to achieve her own ends.* Hurtling through space and desperate to seize this new opportunity for freedom and their own dominion, the Tuath'de began to focus upon their Queen's goal with a fanatical and manic devotion. Together, they seek to bend the will of Ankhet herself and bring about the return of the Green Mother.

The Queen, Una, restless and malevolent in power and intent, stalks about her domain, preparing the rituals to bind Ankhet. Everything must be perfect. Everything must be laid forth with care and executed in unmatched order, for the forces of great magic to be brought to bear. Una heard the news of Ascended arriving on the comet with both anger and contempt; she rages at the thought of lesser beings and the ruin they could bring to her plans.

"Leave not one standing. Butcher them with tooth and claw, with rending power and reeking desolation," she ordered, and her followers rushed forth to obey. One tends to grow a little mad and fanatical when inspired by such a leader. Her very insanity had a way of seeping into the surrounding environs.

All of the Tuath'de forces have been summoned, and the beasts of the marsh itself are alert and rage-filled in response to her disturbed state. All are focused on protecting the Coven until the ritual is completed and Ankhet is hers. After that, Una mused in anticipated triumph, nothing else would matter and all would be laid forth beneath her sole command. Once she had the Simulacrum. Yes, the Great Green Mother, glorious in her growth, so close at hand now, ready to wreak revenge and tear life from the very corpses of the enemy. And everyone not a full-blooded Tuath'de was her enemy.

"Soon Fionn," she breathed, "Soon, my love. Our domain is imminent. Our son's birthright is assured." She laughed and nodded coquettishly, as if sharing a private joke, but she was alone in the room, save for the corpses of a few foolhardy Ascended.
An ever-increasing number of flies provided a song of joy to complement her reverie.

0 comentários Leia mais

Pre-order Starfall Prophecy Today

Pre-order the Starfall Prophecy Deluxe Edition today and get the ferocious Ethereal Drake mount, the Asha Catari costume, and a Ring of Ahnket character portrait instantly!

Looking to just get the Starfall Prophecy content? Then pre-order the Starfall Prophecy Standard Edition.

Pre-ordering either version of Starfall Prophecy will also qualify you to start collecting daily Starfall Prophecy Tokens that can be traded for awesome rewards, including a 40-slot bag and the squirrely Opie mount.

Sobre este jogo

Download RIFT and enter the vast, magical world of Telara. Experience an unprecedented class system, massive dynamic battles, and player housing like you’ve never seen before – all for free.


Create a character and class to fit the way you play. Start by choosing from six races and dozens of unique Souls, each with hundreds of traits and abilities. Mix and match on the fly and re-specialize anytime you like.


Telara is a living, dynamic world where chaos can erupt at any moment. Whether you’re battling planar invasions or ancient titans alongside scores of your fellow Ascended, the next adventure is always near!


In the deep, dark places of Telara, foul creatures breed, scheme, and hoard the treasures of ages. Gather your friends and delve into dozens of dungeons and raids for groups of 2, 5, 10, and 20 players.

Requisitos de sistema

    • OS: Windows XP, Vista or 7
    • Processor: Dual Core 2.0 GHz or better
    • Memory: 2 GB
    • Graphics: Nvidia GeForce FX 5900, ATI/AMD Radeon X300, Intel GMA X4500 or better.
    • DirectX®: 9.0c, June 2010 update
    • Hard Drive: 15.0 GB available
    • Sound: DirectX 8.1 compliant card
    • Other: Broadband internet connection (DSL, cable modem or other high speed connection)
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado em setembro de 2016! Saiba mais
Neutras (78 análises)
Ligeiramente positivas (8,076 análises)
Tipo de análise

Forma de aquisição


Exibir como:

(o que é isso?)
267 análises correspondem aos filtros acima ( Muito positivas)
Análises mais úteis  No geral
150 de 155 pessoas (97%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
1,574.3 horas registradas
Publicada: 11 de junho de 2014
Depois de 1400hrs de jogo já dá pra falar um pouquinho sobre esse jogo (rsrs):


- Não é P2W (pay to win). Ao contrário do que disseram aí, você não precisa das souls pagas (SL Souls e agora as novas Dream Souls) pra atingir o último nível de conteúdo do jogo (T3). São legaizinhas e mudam um pouco a experiência no gameplay, mas não existe isso de "pra ficar igual aos outros precisa delas".

- Os itens vendidos na RIFT store são apenas cosméticos e boosts. Digo comésticos porque servem apenas pra mudar a aparência do personagem, então eles não vão interferir no gameplay e colocar alguém que não tenha em desvantagem comparado com quem tem. E os boosts, como o próprio nome sugere, apenas dão bônus ao que você consegue, por exemplo: os boots de experiência fazem você coletar experiência mais rápido, mas quem não tem esse boost não fica em desvantagem; apenas vai demorar um pouco mais pra chegar no level 60. Ou seja, se quer chegar ao 60 rápido pague por um boost, se não faz questão então jogue tranquilo. No fim das contas você vai chegar no level 60 de qualquer maneira.

- O REX foi uma maneira genial que criaram para que o jogador que não quer gastar dinheiro real consiga itens premiuns e vice versa. Atualmente, por cerca de 1.1k platinum (dinheiro do jogo) você consegue um REX que, além de outras regalias como boosts, te dá 1250 créditos. Esses 1.1k são perfeitamente possíveis de serem conseguidos no jogo e nem de longe é uma quantia absurda de dinheiro dentro do jogo. Coisa de uma semana farmando alguma profissão você já consegue esse dinheiro. Então quem disse aí que com mais de 400 horas não conseguiu 1.1k platinum vai me desculpar, mas ou essa pessoa joga MUITO mal ou então passou 90% desse tempo a toa passeando no jogo.

- Em relação ao PvP (não sei pq mas BR é especialmente interessado em PvP), se for jogar este jogo PURAMENTE PELO PVP então fique longe! O PvP é apenas um "bônus", é algo pra se fazer naquela terça-feira quando você já está locked em todas as instances, não tem mais charge pra fazer random dungeon... Aí você entra num warfront pra dar umas risadas e passar o tempo. Se dedicar apenas ao PvP significa perder mais de 80% do conteúdo do jogo, já que warfronts, conquests e pvp dailies são atividades extremamente repetitivas. Pra ajudar, depois da expansão Nightmare Tide (3.0) não existe mais diferença entre gear PvP e PvE. Ou seja, nem terá mais benefício por se dedicar apenas ao PvP. Se quiser um jogo estilo RIFT mas voltado pra PvP, melhor ir jogar ArcheAge (da Trion, mesma distribuidora do RIFT).

- Por último: se faz questão de jogar apenas com BRs, esqueça esse jogo também. A comunidade de brasileiros é muito pequena e estão todos espalhados pelas inúmeras guilds e servers. De vez em quando encontra-se algum brasileiro perdido, mas não somos suficientes pra montar uma guild nem sequer um time pra raid. Pra aproveitar o jogo tem que saber se comunicar o mínimo com os gringos, pois eles são maioria absoluta nos servidores.

Resumindo, é um excelente jogo que por milagre encontra-se F2P. Aproveitem a oportunidade pra curtir um jogo muito bem feito, com atualizações semanais, com uma empresa preocupada com os jogadores e com conteúdo pra MUITO tempo de diversão. Eu mesmo com mais de 1400hrs no jogo ainda falta muita coisa a ser feita.

Qualquer dúvida sobre o jogo, por favor fiquem a vontade pra me mandar uma mensagem.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
39 de 42 pessoas (93%) acharam esta análise útil
99.5 horas registradas
Publicada: 6 de janeiro de 2014
Sem dúvidas o melhor mmorpg f2p hoje em dia. Não é pay to win, é bem fácil de conseguir o que você consegue comprando. E não precisa chegar ao level máximo para se divertir. Tem raids e dungeons para todos os leveis.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
17 de 18 pessoas (94%) acharam esta análise útil
217.8 horas registradas
Publicada: 21 de março de 2014
Bem no estilo Wow, este MMO trás consigo a qualidade de jogo que um dia foi pago e agora é gratuito, você instala e joga sem pagar nada, e sem limite de níveis, e pode ou não adquirir com dinheiro real produtos da loja virtual do game, a maioria destes produtos podem também ser comprados com dinheiro do jogo e alguns espoliados.

A grande vantagem da loja virtual é: agilizar a aquisição de itens, adquirir itens personalizados e etc. Já a verão paga do jogo garante descontos na loja virtual, prioridade de conexão em servidores lotados, aumento na ganância de experiência e recursos do jogo e algumas outras vantagens.

A entrada deste jogo no steam foi um grande acerto em minha opinião, e vai divulgar ainda mais este título já reconhecido no mundo dos MMOs, no início da transição para free to play os servidores ficaram tão lotados que o lag desestimulava jogar, mas este problema já foi solucionado .

O Jogo é um pouco antigo mas o gráficos são bons, e muitas características facilitam o jogo em grupo, como poder reduzir temporariamente o nível do seu personagem para jogar com amigos em áreas de baixo nível.

Ainda não provei o PVP, mas em resumo ele é baseado em facções, e se escolher um servidor PVP as batalhas podem acontecer a qualquer momento em mundo aberto, cada vez que as duas facções se encontram, nos servidores PVE ou PVERPG por outro lado, você não pode ser atacado a menos que ative a opção pvp do seu personagem, garantindo um PVE tranquilo. Além disso, campos de batalhas específicos para Pvp garantem a diversão das facções mesmo em servidores PVE.

Também ainda não conheço a qualidade do endgame deste jogo, mas estou esperando algo muito variado como no Wow, com raids e muitas atividades para fazer quando chegar ao nível máximo do personagem.

Com quatro classes e algumas sub-classes para cada uma, além das diferentes raças, isso garante uma grande diversidade na criação dos personagem e as árvores de talentos são interessantes e complexas, com a possibilidade de utilizar uma construção de personagem pré-estabelecida onde o jogo acrescenta o pontos de habilidades para você, que ajuda muito a quem não conhece, não tem paciências, ou tempo de ficar pesquisando e testando as árvores.

E para os dias de preguiça estão as profissões, pescar, cozinhar, minerar, coletar plantas, esfolar animais, confeccionar armas e armaduras, poções etc etc.

Parece-me uma grande alternativa para quem quer jogar um MMO no estilo World of Warcraft e não tem possibilidade, ou não quer, ter de gastar com as mensalidades, porque por exemplo não vai ter muito tempo para disfrutar do jogo.

As atualizações continuam saindo com frequências e o jogo continua evoluindo mesmo sendo free to play. Vale a pena provar e jogar.

O único problema!
Não tem versão em português ou espanhol, para que não domina o inglês é uma empecilho que pode ser resolvido com a companhia de um amigo que possa esclarecer as dúvidas e explicar o mais importante.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
15 de 16 pessoas (94%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
36.4 horas registradas
Publicada: 13 de novembro de 2015
Um jogo bacana aos poucos estou aprendendo as mecanicas não sou muito experiente em mmorpgs mas esse me chamou atenção. Porem assim como muitos não tem opção de idioma, nada tambem que interfira com a diversao ainda mais com amigos fazendo party.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
297.1 horas registradas
Publicada: 25 de maio de 2014
Agora com mais tempo de jogo creio estar mais apto para realizar uma boa review para a comunidade.


- Jogabilidade excelente, mesmo para um tab target o jogo é muito divertido de se jogar, tudo isso devido a sua excelente movimentação e mecânica sem atrasos como existe em jogos tab target de baixa qualidade, Echo of Soul por exemplo.

- Não é pay to win, o jogo não é pay to win ou seja quem tiver uma carteira larga ou um cartão de crédito mais avantajado não irá lhe vencer porém desde o lançamento de Nightmare Tide creio que seja quase interessante a compra do pacote mais barato do jogo, o mesmo libera 2 slots de berloques que são importantes, principalmente se você quiser ser um raider. Caso deseje você provavelmente poderá comprar apenas os slots in-game, farmando platinum (moeda do jogo) e trocando por REX (créditos da loja).

- Excelente nível de conteúdo, o jogo é um espetáculo, principalmente na época que ele era pago, o conteúdo antigo é muito bem reaproveitado in-game, principalmente para mount/achiev/artifact hunting, isso me agrada demais.

- Eventos dinâmicos que tiram a mesmice de fazer mais do mesmo, não tenho muito a comentar sobre isso porém posso falar que além de excelente da muitas recompensas para o jogador, não só importantes para o jogador evoluir no conteúdo do game mas também montarias, títulos e etc.

- Dungeons e Raids muito bem feitas, não tenho muito o que falar aqui, não é como se as raids do jogo fossem uma ICC (Raid do WoW) da vida, mas a maioria chega bem próximo a isso.

- Gráficos excelentes, apesar do jogo ser antigo e usar uma engine um pouco velha ele consegue entregar excelentes resultados de efeitos de partícula, iluminação e sombreamento.

- BGs, as BGs do jogo são muito legais de serem feitas, o pvp tem um bom nível de ação.

- Atualizações constantes e interessantes que possuem um excelente nível de conteúdo são sempre inseridas no jogo, mesmo ele sendo um F2P praticamente não perdeu a qualidade que tinha quando era pago.


- O PVP é muito pouco revelante ao game, ele foca inteiramente no PVE e deixa isso bem claro conforme você vai upando, PVP é mais um agrado para os jogadores que enjoaram de fazer a mesma dungeon, embora ainda continue bom (principalmente as BGs) eu gostaria que colocassem arenas no game e um sistema de progressão PVP, assim como no WoW, não se tem necessidade de fazer um jogo com foco no PVP, até porque sabemos que boa parte da comunidade MMORPG (Principalmente NA) prefere conteúdo PVE.

- Engine é bugada, apesar de entregar um excelente resultado a engine do game pesa demais e é um pouco bugada, placas de vídeo atuais por exemplo não alcançam o resultado desejado as vezes até dropando de 60 fps jogando no ultra.

- O leveling do jogo está morto, os devs focaram demais no conceito de mundo vivo e esqueceram que um dia esse mundo vivo poderia morrer, os jogadores de level mais baixo ficam muito esquecidos no game, fazer um rift no lvl 35 por ex é praticamente impossível, pois você precisaria de no mínimo mais 2 ou 3 jogadores para fecha-lo, o que é raro de encontrar. Felizmente eles já estão dando um jeito nisso, colocaram no game uma instant adventure que te nivela ao nível 65 e deixa com que você faça conteúdo com jogadores do mesmo nível, a adventure também da um bom nível de XP e bons itens, o que é muito importante para progressão do char.


- Olha, o que posso lhe dizer que não curti tanto no no RIFT (Apesar de essa opinião ser mais neutra) foi que após o jogo se tornar F2P ele ficou com algumas restrições chatas, eu sinceramente não me importo, vejo um jogo como um produto, ainda mais um MMORPG que é um produto caro para desenvolver, o RIFT é um jogo de alta qualidade então eu investiria tranquilamente no pacote mais barato do Nightmare Tide, ele retiraria um bom nível de restrições do meu personagem e o resto eu poderia comprar tranquilamente por REX, comprando o mesmo com a grana que eu farmo in-game, aliás já tenho 600 de platinum no meu main e eu não farmo tanto porém faço muitos eventos,dungeons e questing.
Restrições chatas para personagens que nunca compraram nenhum pacote de expansão ou colocaram um pouco de "cash": Limite de apenas 3 bags, não pode usar a AH, pacote de souls é interessante ter, não influi direto no game, você pode jogar tranquilamente sem elas mas é sempre bom ter pois aumenta a sua capacidade de subclass, restrição de slot de berloque.


- Caso deseje efetuar um leveling mais eficiente use uma classe compatível com função de tanking ou healing, não se preocupe caso essa não seja a sua intenção de role, a primeira e segunda soul é baratinha e fácil de adquirir. (Soul seria equivalente a uma classe nova, você pode usar todas as subclasses da sua classe, algumas tem restrições de leveling e outras paywalls, você também pode adquirir essas classes bloqueadas com "cash" jogando e comprando o REX).

- Caso você queira levar o PVE do jogo mais a sério farme um pouco de platinum com questing e compre um REX, assim você pode desbloquear a AH e começar a comprar algumas outras coisas na loja que podem acelerar a sua progressão e até o leveling de alts (personagens secundários). Uma boa dica de rotação para seu farm seria. Desbloquear o uso da AH (Casa de leilão) > Retirar restrição dos slots de berloque > Algum tempo de patron, que aceleraria consideravelmente seu processo de leveling, principalmente de um ALT.


90 - Apesar de ter algumas restrições chatas o jogo tem um conteúdo de excelente qualidade, patchs constantes e uma comunidade saudável (Não se deixe levar pela comunidade do global, lá é um câncer gratuito em qualquer jogo F2P que eu tenha pisado).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 15 pessoas (80%) acharam esta análise útil
5 pessoas acharam esta análise engraçada
77.3 horas registradas
Publicada: 8 de janeiro de 2015
Um excelente MMORPG de 3º geração, super dinâmico e free2play!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 14 pessoas (79%) acharam esta análise útil
4 pessoas acharam esta análise engraçada
4.0 horas registradas
Publicada: 3 de janeiro de 2015
Melhor MMORPG que já joguei, porém o jogo e todo em ingles, quem nao souber vai ser mais complidado
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 9 pessoas (89%) acharam esta análise útil
65.6 horas registradas
Publicada: 30 de junho de 2014
Bom mmo, decente e com várias possibilidades. É o bom arroz-com-feijão para jogar online. Não chega a extorquir os jogadores no esquema pay-to-win, e as vendas de produtos cosméticos por $$ é razoável. O esquema de comprar e exandir sua própria dimensão pessoal para fazer roleplay é interessante. O jogo requer uma placa 3D boa.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 16 pessoas (69%) acharam esta análise útil
1.9 horas registradas
Publicada: 20 de março de 2015
É um pouco pesadinho , mas o jogo é muito bem feito! E tem muito gráfico
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 10 pessoas (70%) acharam esta análise útil
338.2 horas registradas
Publicada: 2 de julho de 2014
it's free ヽ(^o^)ノ
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Últimas análises
146.2 h
Publicada: 6 de outubro
É um bacana, tem uma boa proposta, mas infelizmente ESTÁ MORTO!
O jogo é uma porcaria em termos de otimização, parece que é um jogo feito por estagiario, vc pode ter o processador e a placa de video mais forte do mundo, que vai dar lag...
infelizmente jogaram fora todo o potencial do jogo, por não saberem programar.
110.5 h
Publicada: 28 de setembro
Muito bom! é uma pena não sair em portugês.
52.4 h
Publicada: 11 de setembro
Bom, essa análise ainda pode ser alterada caso eu venha a jogar o game novamente e caso ele consiga me surpreender... mas até onde joguei, não atendeu as expectativas apesar do mesmo possuir muitas idéias bacanas, porém não tão bem executadas como poderiam.

Vou ser bem direto:


-Sistemas de habilidades interessante.
-Eventos de invasões pelos mapas através dos portais RIFT (foi o primeiro jogo que vi com essa idéia)
-Open World bem ambientado
-Liberdade para andar livremente por qualquer lugar (se conseguir sobreviver)
-RAIDS são legais, voce pode entrar nelas desde o começo e sempre tem gente fazendo-as (porem elas cansam facilmente)
-possibilidade de reduzir seu level ou aumenta-lo para acessar algumas áreas mais cedo ou voltar para áreas que voce nao pode mais andar além de poder experimentar alguns beneficios do jogo como missões especiais. (porém isso também acaba perdendo totalmente o sentido depois de um tempo e level)
-Design dos chefes e mini chefes interessante.


-muita cópia de idéias do WOW (muitos jogos tentam inovar essas idéias mas acabam ficando iguais, enjoativas e sem sentido) e no RIFT elas realmente não fazem muito sentido.
-PVP entre raças também é algo comum hoje em dia, mas os servers do game andam tão vazios que o que voce acaba encontrando são NPCs apenas
-História fraca (apesar de não ter ido muito longe na "lore" desse game)
-Qualidade pobre das quests, basicamente o de sempre sem icentivar muito a exploração do cenario (basicamente foi um dos motivos que me fez parar de jogar depois do level 30)
-Quase tudo nesse game acaba se repetindo entre ações e exploração

Como todo o MMORPG, os ultimos mapas devem ser mais atrativos pela variedade de coisas que são possiveis de se fazer no geral, mas o game não me incentivou a ir mais longe que isso.


Apesar de ter alguns pontos positivos, ser open world (o que hoje em dia esta cada vez mais raro) muito bem ambientado, ter gráficos aceitaveis, um sistema interessante de habilidades e todo o pacote de entretenimento que a maioria dos mais bem sucedidos MMORPG tem, a equipe deixou muito a desejar no quesito diversão, no quesito de manter o jogador sempre surpeendido, de realmente fisgar o player a cada mapa novo explorado... as profissões apesar de voce poder pratica-las desde o começo, elas são inúteis com level baixo, as montarias apesar de ser algo interessante, elas são fracas até em niveis altos, o comércio do jogo é fraco, o PVP não experimentei muito até porque sou muito mais do PVE, Dungeons e eventos do que somente PVP, mas pelo o que li dentro do game tem uma boa proposta, porem faltam jogadores para fazer valer a proposta do game.
Facções inimigas os unicos jogos que vi isso ser muito bem executado e divertido foi o próprio WOW, Arche Age e AION, os outros games que joguei ficaram muito longe disso.

E por enquanto essa é a minha ánalise sobre RIFT, um game que eu esperava mais principalmente por parte da equipe ter vindo do próprio grupo de desenvolvedores do WOW, mas que infelizmente não souberam amarrar os pontos na campanha do game para que os iniciantes pudessem continuar jogando até o fim e então conseguirem se divertir a sua maneira como realmente deve ser a proposta de qualquer jogo...
8.6 h
Publicada: 9 de setembro
Esse jogo é simplesmente, MUITO BOM, único defeito pros colecionadores são as montarias (São "feias" se comparadas com a do Archeage [Mesma empresa que produziu o Rift e Trove])
1.0 h
Publicada: 8 de setembro
mt legal
9.2 h
Publicada: 25 de agosto
Otimo MMORPG recomendo pra quem gosta de de boas história e skills maravilindas e gráficos ótimos.
5.8 h
Publicada: 21 de agosto
very very good
6.7 h
Publicada: 21 de julho
jogabilidade bugada, ninjas in everywhere
2.4 h
Publicada: 20 de julho
Devia ser compativel com Windows 8
Elyon Saint
1.5 h
Publicada: 29 de junho
Não gostei