* OBS. ESTE JOGO EXIGE UM CONTROLE PARA SER JOGADO * Guia dois irmãos numa viagem épica ao estilo de conto de fadas, da autoria do visionário realizador sueco, Josef Fares, e do famoso estúdio de desenvolvimento, Starbreeze Studios. Controla os dois irmãos em simultâneo, ao experimentares o inédito jogo cooperativo no modo individual.
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (320 análises) - 93% das 320 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Extremamente positivas (22,323 análises) - 95% das 22,323 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 3/set/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Observação: Brothers - A Tale of Two Sons requires a controller to play

Comprar Brothers - A Tale of Two Sons

 

Atualizações recentes Ver todos (3)

21 de abril

70% Off this week on Brothers: A Tale of Two Sons!

An emotional and breathtaking tale that captured the hearts of millions of players worldwide. Critically acclaimed and winner of multiple awards, including 2013 DICE Award for Best Downloadable Game and BAFTA Award for Innovation.
Brothers: A Tale of Two Sons is a referential title for player culture.

11 comentários Leia mais

Análises

“"Brothers: A Tale of Two Sons is an exquisitely told story set in a world overflowing with personality. It’s an immersive, emotional gem that’s not to be missed."”
4.5/5 – Adventure Gamers

Sobre este jogo

* OBS. ESTE JOGO EXIGE UM CONTROLE PARA SER JOGADO *

Guia dois irmãos numa viagem épica ao estilo de conto de fadas, da autoria do visionário realizador sueco, Josef Fares, e do famoso estúdio de desenvolvimento, Starbreeze Studios.

Controla os dois irmãos em simultâneo, ao experimentares o inédito jogo cooperativo no modo individual.

Resolve quebra-cabeças, explora vários locais e luta contra chefões, controlando cada irmão com um manípulo analógico.

Um homem que luta pela vida. Desesperados para curarem o seu pai doente, dois filhos só têm uma opção: têm de embarcar numa viagem para encontrar e trazer a ""Água da Vida"". Para sobreviverem, terão de confiar um no outro.
Um tem de ser forte quando o outro é fraco, corajoso quando o outro é temeroso, têm de ser… irmãos.

Esta é uma aventura que jamais irás esquecer!

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • SO: Windows XP SP3
    • Processador: 2.4 GHz Dual Core Processor
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce 8600 /ATI Radeon HD 2600
    • DirectX: Versão 9.0
    • Armazenamento: 2 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Initial installation requires one-time internet connection for Steam authentication; software installations required (included with the game) include Steam Client, DirectX 9, Microsoft .NET 4 Framework, Visual C++ Redistributable 2010, and AMD CPU Drivers (XP Only/AMD Only)
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (320 análises)
Todas:
Extremamente positivas (22,323 análises)
Últimas análises
DDuDDu
3.2 horas registradas
Publicada: 22 de agosto
É um excelente jogo,sua trama pode parecer simples,dois irmãos se aventurando para encotrar uma árvore da vida e salvar o pai.
Mas dentro deste contexto tem uma historia emocionante e triste a ponto de me fazer chorar,tem que ser muito bom para eu chegar á isso hehe,e que envolve companheirismo,perdas e superações.
A jogabilidade é extranha e ao mesmo tempo inovadora,simplificando,é um cooperativo para uma pessoa só.
Cada analogico controla um dos personagens e devem executar varios puzzles,por exemplo,o irmão mais novo não nada então ele deve se segurar no mais velho que nada para assim atravesar um rio.
Os graficos são lindissimos,mesmo para um jogo de 2013,e diversos momentos eu simplesmente parei para admirar a grandiosidade das paisagens.
Musicas são boas,mas nada que fique na cabeça,o interessante é que não tem dublagem,os personagens emitem sons mas mesmo assim você entendo tudo que está acontecendo.
Meu único problema com esse jogo é sua duração,terminei ele em 3 horas e mesmo que eu pqgue todas as conquistas não acho que chegue as 4 horas e meia.
Resumindo,para quem gosta de uma boa historia e jogabilidade um tanto diferente,compre.
Fidelis
4.4 horas registradas
Publicada: 21 de agosto
O jogo é meio curto e triste, mas é massa!
Geekzilla
3.5 horas registradas
Publicada: 19 de agosto
Comprei esse jogo por indicação de um amigo que falou que o jogo é absurdamente magnifico.

Confesso que me surpreendi quando iniciei o jogo primeiramente pela forma de jogar e depois pela fotografia utilizada em todas as paisagens.

Brothers - A Tale of Two Sons narra uma história bacana de dois irmãos que vão em busca da cura do pai através de dicas de personagens do jogo onde você não encontra desafios não muito complicados mas eu confesso que controlar cada personagem com um direcional diferente e ao mesmo tempo torna o maior desafio do jogo e acredito também que torna a jogabilidade agradável e totalmente divertida.

O que gostei: Paisagens magnificas e cores excepcionais, controle individual para cada irmão onde as vezes você acaba trocando e fazendo besteira!, obstáculos inteligentes onde o modo cooperativo é totalmente necessário.

O que não gostei: Acredito que ele poderia ser um pouco mais extenso, pois quando estamos acostumados com o controle o jogo acaba, mas isso não é um item para tirar nenhum ponto desse jogo magnifico.

Pontuação: 10/10
Slayer™
9.5 horas registradas
Publicada: 9 de agosto
JOGO MT BOM.TEM UMA EMERSIVIDADE INCRIVEL!VC PARECE QUE ESTÁ VIVENDO COMO OS IRMÃO.ERA DO Q A SOCIEDADE PRECISAVA!A PALAVRA QUE EU DOU PARA ESSE JOGO É:EMERSIVO!
D.VARU-chan
2.8 horas registradas
Publicada: 9 de agosto
QUE



JOGO



BURRO

SnakeCrypt
4.0 horas registradas
Publicada: 2 de agosto
Interessante, desafiador, bem construído, história fascinante, com um tom triste.

10/10 Magnífico.
Nina
7.1 horas registradas
Publicada: 2 de agosto
Ótimo jogo, um dos melhores que já joguei.
Miktronix
5.7 horas registradas
Publicada: 25 de julho
Este é sem dúvida um dos melhores games que eu já joguei na minha vida. É curto, porém empolgante, emocionante e vale cada minuto jogado!
Eduguest
3.0 horas registradas
Publicada: 23 de julho
gostei muito do game
só poderia ser mais longo
acaba sendo bem facil terminar
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
7.1 horas registradas
Publicada: 2 de agosto
Ótimo jogo, um dos melhores que já joguei.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.2 horas registradas
Publicada: 22 de agosto
É um excelente jogo,sua trama pode parecer simples,dois irmãos se aventurando para encotrar uma árvore da vida e salvar o pai.
Mas dentro deste contexto tem uma historia emocionante e triste a ponto de me fazer chorar,tem que ser muito bom para eu chegar á isso hehe,e que envolve companheirismo,perdas e superações.
A jogabilidade é extranha e ao mesmo tempo inovadora,simplificando,é um cooperativo para uma pessoa só.
Cada analogico controla um dos personagens e devem executar varios puzzles,por exemplo,o irmão mais novo não nada então ele deve se segurar no mais velho que nada para assim atravesar um rio.
Os graficos são lindissimos,mesmo para um jogo de 2013,e diversos momentos eu simplesmente parei para admirar a grandiosidade das paisagens.
Musicas são boas,mas nada que fique na cabeça,o interessante é que não tem dublagem,os personagens emitem sons mas mesmo assim você entendo tudo que está acontecendo.
Meu único problema com esse jogo é sua duração,terminei ele em 3 horas e mesmo que eu pqgue todas as conquistas não acho que chegue as 4 horas e meia.
Resumindo,para quem gosta de uma boa historia e jogabilidade um tanto diferente,compre.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Análises mais úteis  No geral
88 de 91 pessoas (97%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
3.4 horas registradas
Publicada: 5 de janeiro de 2015
Brothers é um game de aventura que já começa com um diferencial bacana, no jogo controlamos 2 personagens ao mesmo tempo (os irmãos) em uma jornada para chegar até a Árvore da Vida.

No jogo não há diálogos, na verdade os irmão apenas emitem sons, o jogador entende tudo pelos gestos que eles fazem durante sua jornada, no jogo é necessário o uso de um controle já que cada irmão é controlado por um analógico, não é fácil, mas com o tempo acostuma.

Brothers é composto por puzzles a todo momento, como por exemplo, enquanto um irmão distrai um certo inimigo o outro tenta chegar a um local, coisas desse tipo mas que são sempre divertidas. O jogo também tem simplesmente um visual deslumbrante, um cenário mais lindo que o outro contando com montanhas, geleiras, vilas e etc... Os efeitos visuais são muito caprichados, efeitos de água e iluminação são de impressionar qualquer jogador (rende ótimas SS kk).

O Game é curto, não passa de 4 horas de duração, porém são 4 horas que com certeza vão fazer você sorrir e se emocionar, Brothers – A Tale of Two Sons é um jogo simples mas belíssimo que com toda certeza vale a pena ter na sua biblioteca.

Nota: 10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
79 de 82 pessoas (96%) acharam esta análise útil
3 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
4.8 horas registradas
Publicada: 10 de outubro de 2015
Belo e marcante

Brothers - A Tale of Two Sons é um indie de aventura, com visão em terceira pessoa, que mostra a jornada de dois irmãos em busca de uma cura para seu pai doente. Desenvolvido pelo estúdio Starbreeze Studios AB e distribuído pela 505 Games, lançado em agosto de 2013 para as plataformas PC, Xbox 360 e PS3, ganhando uma versão para a nova geração em agosto de 2015.

Brothers é um game ímpar, sua primeira particularidade, que o torna quase que único, é a sua jogabilidade, nele você deve controlar de forma simultânea os dois protagonistas, cada um deles através de um dos analógicos do controle, tornando indispensável o uso de um joystick, cada irmão deve realizar uma ação, na maioria das vezes de forma cooperativa, para poder resolver os pequenos puzzles e avançar na campanha. O interessante é que ao movimentar os dois personagens simultaneamente com os dois analógicos, causa uma imensa estranheza e desorientação, testando de forma constante a destreza e coordenação do jogador. Algo que foi feito de forma proposital, uma vez que isso reafirma uma das principais mensagens que o game busca passar, o cooperativismo, mesmo que de forma solo, é impossível avançar sozinho, os dois garotos irão, juntos, passar por cada desafio proposto.

O segundo aspecto em que o game se destaca é a sua ambientação e visual. O game apresenta gráficos cartunescos, que impressionam e encanta por serem preenchidos por uma bela arte. O jogador percorrerá, pequenas vilas, montanhas, cavernas, florestas e ruínas, cenários belos e detalhados que encantam ao serem explorados, principalmente por apresentar uma serie de criaturas que contribuem com o tom de fabula que a aventura apresenta. Prepare-se para encontrar trolls, aranhas, gigantes e outras criaturas mitológicas que dão um toque todo especial e cativante ao game.

Mas o aspecto mais cativante e marcante de Brothers é sem sombra de dúvida, sua belíssima história. Já no início da trama somos apresentados a dois importantes dramas dos protagonistas, o primeiro é o fato da mãe dos garotos ter morrido em um trágico acidente e o segundo, para deixar tudo ainda mais trágico, é que o seu pai está gravemente doente. O interessante é que tudo é narrado de forma visual, não há diálogos, os personagens até conversam, mas em uma língua incompressível, no melhor estilo The Sims, fazendo com que o jogador preste bastante atenção no que está sendo mostrado na tela. Com isso a trama gira em torna da forma que os protagonistas lidam com seus sentimentos em relação a tudo que viveram e enfrentam em sua jornada. Os últimos momentos do game são extremamente marcantes, passando ao jogador uma serie de emoções, de acordo com a sua percepção das mensagens que o jogo passa ao ser finalizado.

O game ainda garante algumas surpresas, como as interações dos dois personagens com o ambiente, que são executadas através de um único botão, que não se resumem a resolução dos puzzles, mas também a pequenas e engraçadas interações com o cenário, como por exemplo balançar uma velinha sentada em uma cadeira, ou observar as belas paisagens do game, acomodados em bancos. O interessante é que as conquistas do game são relacionadas justamente sobre tais interações, fazendo com que a exploração se torne indispensável.

O game é curto, podendo ser finalizado entre três a quatro horas, porem o tempo de duração da campanha está na medida certa, uma vez que não deixa o game cansativo e contribui com a excelente narrativa.

Brothers - A Tale of Two Sons é um excelente game, com uma jogabilidade peculiar, que desafia a coordenação do jogador, uma ambientação belíssima e uma história marcante. Uma belíssima fabula, que fala sobre companheirismo, amor, culpa, perda e amadurecimento. Um game que sem sombra de dúvida merece ser jogado, ou melhor, ser sentido.

Informações adicionais:
Nota geral: 10.
Tempo para finalizar a campanha: 04 horas.
Conquistas desbloqueadas: 12 de 12.
Dificuldade: Fácil, extremamente fácil.
Fica a dica: Busque joga-lo do início ao fim, em uma única partida, isso pode deixar a experiência mais tocante.
Vale o preço? Sim! Vale o preço full.
Modo de jogo: Exclusivamente Singleplay.
Imagens durante a jogatina: Clique Aqui.
Idioma: Português.

Análise publicada originalmente no Blog PortoHQ .
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
59 de 60 pessoas (98%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.8 horas registradas
Publicada: 30 de dezembro de 2013
Um jogo com jogabilidade que da um nó em sua cabeça (em um bom sentido) você ter que controlar dois personagens ao mesmo tempo é bem divertido, os quebra-cabeças deles não são tão difíceis ah dificuldade fica mesmo pelo fato de ter que movimentar os irmãos.

Outro ponto que me surpreendeu foram os gráficos que são simplesmente lindos, em alguns pontos eu parava para olhar um pouco, ele também tem elementos que você fica impressionado como algumas coisas gigantes, não entrarei em detalhes =)

O ponto negativo desse jogo é o seu tamanho, em apenas 3horas de jogo eu fechei-o para minha tristeza, porem vale muito a pena. E para quem gosta de uma trilha sonora muito elaborada não ira ver isso aqui, o jogo é embalado por sons naturais do ambiente e as músicas aparecem mas em cenas de ação
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
60 de 62 pessoas (97%) acharam esta análise útil
Recomendado
16.4 horas registradas
Publicada: 7 de julho de 2014
Jogar Brothers - a Tale of Two Sons é como entrar em um parque de diversões sensorial em que você controla os brinquedos. Além de ter otimos gráficos e uma trilha sonora impecável , ele é um mundo incrivel - embora tenha pouca "ação" - o que te faz querer jogar até o fim é simplesmente querer saber o final da história.... A cada dialogo e ambiente novo a história vem tendo sentido e quem joga é como se estivesse lendo um livro , cada passo é uma pagina lida ! O jogo é tão incrivel que você não precisa de legendas para compreender a belissima história que o jogo possui. Os personagens falam seu próprio idioma e não possuem legendas em suas falas. Eu não sei dizer em qual momento o jogo chega ao seu ápice, talvez logo no Menu.... E isso continua até o jogo acabar. Brothers é de longe um dos melhores jogos que eu ja joguei em toda minha vida, e com certeza foi o melhor Coop local que eu ja joguei. Recomendadissimo pra quem procura um jogo fora do contexto, nada de armas, barras de vida, inventário, ou carros para assaltar !

Gráficos: 5.0 / 5.0 ................................ "A profundida do campo é uma das mais realista que eu ja vi"
História: 5.0 / 5.0 .................................. "A história concerteza é o ponto mais forte do jogo."
Som: 5.0 / 5.0 ....................................... "A trilha sonora nos envolve ainda mais à historia do jogo
Jogabilidade: 5.0 / 5.0 ........................... "Desafios bem inteligentes e um Coop impecável."

----------------------------------Nota Geral: 6.0 / 5.0 (f*ck the rules)----------------------------

Pontos Negativos:
O jogo tem fim.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
54 de 57 pessoas (95%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.9 horas registradas
Publicada: 27 de janeiro de 2014
Um jogo que consegue te envolver emocionalmente, com um epilogo que faz você se arrepiar e se emocionar com o controle.

Brothers - A Tale of Two Sons, não é um jogo complicado com puzzles complicados, ele foi feito para contar uma história, é um game linear, uma boa dica explore tudo o que for possível, não só pelos achievements, mas sim para entender o que os produtores quiseram passar com a jogabilidade inovadora do game, sim a jogabilidade surpreende por ser um coop single player. Mas feito de forma muito inteligente, pois o irmão mais velho é controlado pelo esquerdo no qual estamos mais habituados e já temos uma excelente coordenação e o irmão mais novo, mais desengonçado é controlado pelo direcional direito, onde ainda estamos aprendendo e vamos ganhando mais coordenação conforme jogamos.

O jogo é curto pode ser facilmente finalizado e platinado em até 3 horas se você for um bom explorador. Isso deixa um vazio, pois você quer ir um pouco além, você passa por belíssimas paisagens e pode tirar screenshots maravilhosas, as cores foram muito bem pensadas além do game ter sombras muito bem projetadas de acordo com a iluminação.

A trama é simples e para alguns até clichê, você vai se sentir no cinema mudo, com gestos fortes e sons onde você facilmente identifica o que tem de ser feito, seus puzzles como dito não são complexos, pois não é isso que o jogo quer passar, mas sim o apego emocional, me emocionei jogando pois lembrei de um amigo.

A trilha sonora é um ponto muito forte do jogo eu adorei. Os gráficos não são os melhores em termos de CG, mas dentro do contexto são espetaculares, você vai se encantar a cada montanha escalada, rios, oceanos, bosques, cidades e por aí vai.

Se pintar uma promoção não percam tempo, comprem e joguem vocês vão se emocionar com esse jogo.

Como disse este foi o único game que conseguiu me emocionar com o controle, e você só vai poder entender isso jogando.

Nota Geral: 10
Jogabilidade: 10
Gráficos: 10
História: 10
Música: 10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
58 de 67 pessoas (87%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.7 horas registradas
Publicada: 27 de junho de 2014
Brothers: A Tale of Two Sons é um jogo de aventura, recebido muitíssimo bem pela crítica, desenvolvido pela Starbreeze Studios e publicado pela 505 Games, lançado para PC em setembro de 2013. Nessa aventura, você controlará dois irmãos em um mundo construído pelo cineasta Josef Fares, tendo como objetivo uma experiência e viagem inesquecíveis.

O ponto mais forte do jogo é definitivamente a sua mecânica: ela exige que você controle os dois irmãos, essa exigência que requer um controle para que a mecânica possa ser bem explorada. Há a opção de jogar com teclado, porém não é exatamente ideal à experiência. Infelizmente, a dificuldade da obra não está presente nos puzzles, que são extremamente fáceis e repetitivos, mas a mecânica dificultará resolvê-los até que você a domine, que confudirá muito durante a adaptação. Além de sua mecânica, o visual e os detalhes por todo seu mundo são também surpreendentemente magníficos. Composta por Gustaf Grefberg - responsável também pela trilha sonora de The Darkness, Enclave etc. -, a trilha sonora é excelente, trabalhando muitíssimo bem em conjunto ao cenário e o seu visual.

O jogo infelizmente é muito curto, mas apresenta um ótimo enredo, principalmente por sua representação, cuja história não é retratada por diálogos: há conversas entre os personagens e os NPC, porém não é possível compreender as falas. O que permite ao jogador compreender a história é a maneira como os eventos são apresentados e como os personagens interagem durante os diálogos, com gestos e encenações a fim de retratar seus objetivos e desejos. Justamente por ser curto - tendo em média 3h e 3h30 de duração -, os eventos que ocorrem durante a história não são devidamente explorados.

  • Considerações finais:

Brothers: A Tale of Two Sons é um excelente jogo e, apesar de ser curto, oferece uma ótima experiência ao jogador por ser um jogo extremamente inovador em sua mecânica e em seus elementos. Extremamente recomendado aos fãs de jogos indie e àqueles que estão à procura por uma experiência diferenciada.

Informações adicionais:

» Curadoria Gamers do Brasil.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
47 de 53 pessoas (89%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.5 horas registradas
Publicada: 11 de outubro de 2014
Que game interessante!
Possui uma narrativa simples e uma aventura relativamente rápida, mas que explora diversos locais diferentes, mesmo que de forma linear, até chegar ao seu objetivo.
Como já sabem, esta é a história de dois irmãos em uma aventura para encontrar a cura para seu pai que está muito doente. A aventura é curta e bem simples, e sem grandes dificuldades nos puzzles. Logo, você jogará de forma bem fluída sem perder muito tempo e sem quebrar muito a cabeça.

Mas simplicidade, em um jogo, nem sempre significa que ele seja ruim. O game vem pra mostrar uma história de um mundo mítico repleto de obstáculos onde, somente com a ajuda de alguém é possível vencer.
A mensagem que o game trás é a importância da família: a cooperação, a confiança, o desejo de ajudar, desejo de ficar mais forte e ultrapassar seus limites.

  • Sobre a jogabilidade, é possível que no começo você fique perdido no controle dos personagens, mas depois você pega o jeito e entende como a mecânica do game funciona. Mas ainda é possível que você cometa algumas confusões ao longo do percurso. Cada irmão tem suas qualidades e suas fraquezas, você deve interpretar a situação e agir de acordo. E no fim você se diverte bastante.
    O jogo exige um controle para melhor experiência, e de fato é mais fácil. Testei jogar um capítulo inteiro no teclado, onde o game exigia muitas ações, e não senti muita dificuldade, mas é complicado (é ruim quando necessário girar alguma manivela). Então não pense que, se você não tem um controle, não poderá jogar.. Mas é verdade que é mais fácil jogar com controle. Esteja certo disso.

  • Os gráficos são fruto da Unreal Engine, logo podemos imaginar que é possível ter cenários e detalhes incríveis, certo? É isso mesmo! São cheios de cores e detalhes, tornando a aventura ainda melhor. Iluminação, texturas, tansparência, fluidez e leveza. Sim, além de tudo, o game muito leve.

  • A trilha sonora não é algo incrível e, na verdade, nem precisaria ser. Os sons e músicas se encaixam perfeitamente com cada situação ou ação. Você fica mais envolto dos sons ambiente (vento, pássaros, etc..). Na minha opnião, ficou perfeito do jeito que está.

  • O sistema de conquistas Steam oferece 12 achievments bem fáceis de conseguir: exige apenas que você explore a área do game e interaja com certos personagens. Em um gameplay é possível completar todas as conquistas. Senão, você tem a opção de escolher os capítulos das fases e procurar o achievment.

Eu curti o que o game veio para mostrar e certamente o recomendarei aos meus amigos, assim como foi recomendado a mim por muitos. E, com certeza você fará o mesmo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
36 de 36 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
3.4 horas registradas
Publicada: 29 de março de 2015
"Brothers - A Tale of Two Sons" foi com certeza a melhor e mais prazerosa experiência que eu já tive com um jogo. Foi o primeiro jogo que me fez ir do início ao fim da campanha em uma única jogada, pois eu não conseguia desgrudar os olhos dessa bela obra de arte. O clima de fantasia do jogo é envolvente, mágico e surpreendente. Seus desenvolvedores estavam realmente inspirados ao criarem esse jogo. Não tem como não se envolver, acreditem.

Primeiramente cabe ressaltar que o jogo é original, diferente de tudo que já vi nesses vários anos de vida gamer. No jogo você controla ao mesmo tempo dois irmãos, que saem em busca da árvore da vida, a fim de evitarem que o seu pai passe dessa para melhor. A jogabilidade é tão original quanto o jogo, pois você controla os dois personagens ao mesmo tempo, um com cada direcional analógico (ah, o controle analógico é requisito obrigatório!), onde ambos se cooperam com o objetivo de alcançarem as diferentes áreas do jogo.

Em "Brothers - A Tale of Two Sons" você pode interagir com quase todo o ambiente, sendo essas interações as chaves para se alcançarem todas as conquistas do jogo. Os quebra cabeças (puzzles) são um show à parte. Juro, tudo é extremamente original e único. Nada de um ficar abrindo a porta para o outro passar... as coisas nesse jogo acontecem de forma surpreendente, pois a interação com o ambiente e com os seus diversos personagens são a chave para o sucesso.

Por final, arrisco em dizer... ou melhor, confirmo sem sombra de dúvidas em declarar que "Brothers - A Tale of Two Sons" foi um dos melhores e mais prazerosos jogos que já tive a oportunidade de jogar. Não tem como não ficar admirado com o trabalho realizado no desenvolvimento do jogo. O único ponto negativo é que o jogo uma hora acaba... e você vai ficar na esperança de aparecer algo tão bom assim, nem que seja daqui uns 10 anos!!!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada