Congratulações. A loteria de outubro foi concluída. Seu nome foi selecionado. Compareça ao Ministério da Admissão no Posto da Fronteira de Grestin para relocação imediata. Um apartamento será providenciado para você e sua família em Grestin Leste. Glória à Arstotzka.
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (366 análises) - 93% das 366 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Extremamente positivas (15,483 análises) - 96% das 15,483 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 8/ago/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Papers, Please

PROMOÇÃO DE FÉRIAS! A oferta acaba em 4 de julho

-50%
$9.99
$4.99
 

Análises

“Buy, study, and share this game as an example of video games as true art.”
BUY – Ars Technica

“..it is absorbing, brilliantly written and causes you to question your every instinct and reaction - both in the game and in real life.”
9/10 – Eurogamer

“Papers Please is a fantastic idea, beautifully executed.”
8.7/10 – IGN

Sobre este jogo

Congratulações.
A loteria de outubro foi concluída. Seu nome foi selecionado.
Compareça ao Ministério da Admissão no Posto da Fronteira de Grestin para relocação imediata.
Um apartamento será providenciado para você e sua família em Grestin Leste.
Glória à Arstotzka.



O país comunista Arstotzka terminou uma guerra de seis anos com o vizinho Kolechia e reclamou sua metade da cidade de fronteira Grestin.

Seu trabalho como inspetor de imigração é controlar o fluxo de pessoas que entram na parte de Arstotzka da cidade. Em meio à multidão de imigrantes e visitantes buscando por trabalho estão contrabandistas, espiões e terroristas.

Usando apenas os documentos fornecidos pelos viajantes e os sistemas primitivos de inspeção, busca e verificação de digitais do Ministério de Admissão, você deve decidir quem pode entrar em Arstotzka e quem será recusado ou preso.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    Mínimos:
    • SO: Windows XP or later
    • Processador: 1.5 GHz Core2Duo
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: OpenGL 1.4 or better
    • Armazenamento: 100 MB de espaço disponível
    • Outras observações: Minimum 1280x720 screen resolution
    Mínimos:
    • SO: OSX Mountain Lion (10.8)
    • Processador: 1.5 GHz Core2Duo
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: OpenGL 1.4 or better
    • Armazenamento: 100 MB de espaço disponível
    • Outras observações: Minimum 1280x720 screen resolution
    Mínimos:
    • Processador: 1.5 GHz Core2Duo
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Armazenamento: 100 MB de espaço disponível
    • Outras observações: Minimum 1280x720 screen resolution
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (366 análises)
Todas:
Extremamente positivas (15,483 análises)
Últimas análises
Gabycho
( 9.3 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
"Documentos, por favor."

Pega documento, verifica, questiona, carimba, PRÓXIMO!
Não tem visto, recusado, volta. Pulou o muro, terrorista!
Um monte de pixels, um monte de texto, atividade repetitiva.

Mesmo assim, Papers, Please, consegue prender graças à uma narrativa da sua sobrevivência versus a moral de como lidar com centenas de imigrantes. Vale a pena salvar um casal que vai morrer se não passar e deixar sua família com fome por isso? A lei deve ser seguida à risca? Você vai orgulhar sua pátria e ser um bom Arstotzkano?

Bom, não importa. Seus documentos parecem estar em dia.
Glória a Arstotzka.
lyrryl
( 8.9 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
Who would have thought that being in charge of a border crossing would be quite so interesting. Honestly, the game is fantastic, fairly easy to learn how to play and run with (although I ran into some problems with reconciling discrepancies when they started cropping up and got a few citations for failing to clear them). The game's amazingly simple design masks some fairly tough moral choices that need to be made through the course of your day. Ultimately, I would say the reviews of the game are not hyperbole and the game is worth it at full price let alone if it is on sale.
Faravahar1200
( 16.1 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
This game it is not just about inspecter of border but it also test your pride in many ways be good person or a bad person everything is up to you and it feels like an epic Role playing game .

Sometimes at work you get to confront many difcullty choises like someone ask you to serve justice or save their lifes while at your job and you can only have this type of choises only in story which makes me be in love with this game and be proud to play it over and over


I proudly give this game ten out of ten with epic Persian hug
†enacity
( 3.4 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
This game a wonderful art style! The pixelated style and unique color scheme work beautifully to make a world full of suprisingly realistic people!
BellPrincess
( 3.1 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
Fun game, but haven't bothered to pick it up again since the first week I got it. Not saying it's a bad game, just that I can get bored really easy.
yrml
( 3.1 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
Produto recebido de graça
Glory to Artstotska! (or however it's spelled...)
Bought this game at random. Didn't know what to expect. Got hooked. Played the entire weekend. Truly enjoyed every minute of it.
This is one of the rare gems of Computer Games Past. Graphics... shtonk! Sound.... shtonk! Action.... shtonk! Gameplay.... is ther best in Tomania!! See shtrafen! See shtrafen meet ther best army in ther world!
(Okay, I will now contiue in non-Tomanian-language)
This is one of the rare gems which remembers what computers games should be like. It has an addictive gameplay and a very simply yet effective idea. You are a border guard at a fictional country in the 80s. Are you corrupt? Are you a fascist? Will you support a terrorist group?
All the while you have to concentrate and check everything.
I recommend this game 100%
Glory to Artoska! (I still don't know how it is spelled...)
UnEthical
( 0.7 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
Too hard, and just plain old boring.
treeman503
( 4.0 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
This is not part of my replay review series, if you want more of those, check out my Glitchspace review.

Overall, this game looks like it is the most boring possible game in existence. I LOVE IT. This game is a great game with new gameplay that looks boring, but they somehow manage to make it fun to play. I wasn't going to buy this game, but I read some reviews on it, and one of my friends wanted me to get it, so I bought it. That was a great decision. Not quite as great as when I bought Kerbal Space Program, but still very great. Overall, this has great gameplay (even though you never leave the room), and they manage to sqeeze a story, funds management, upgrades, and unique personalities into this game. It is great all around, and it is a nice challenge to try to make it all the way through.

tl;dr I love this game, and they manage to squeeze a story and many extra aspects into this game.

Pros:
+ Good Story
+ Unique Personalities
+ Unique Gameplay
+ Great Soundtrack
+ New and imaginative ideas

Cons:
- Steep learning curve

8/10
Confetti Terrorist
( 3.5 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
Surprisingly addictive for such a simple task.
Yablko
( 1.7 horas registradas )
Publicada: 1 de julho
A good video game.
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
8 de 8 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
22.2 horas registradas
Publicada: 25 de junho
UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE!
O jogo mostra o cotidiano na fronteira de um país com um regime totalitarista da região do leste europeu onde as pessoas recebem apenas o suficiente para sobreviver(na verdade muito menos que isso)

Você vai se ver em diversas situações diferentes desde ajudar na revolução contra o regime de seu país até escolher se vai gastar seu dinheiro com alimentação ou remédios para sua família.

Utilize armas quando necessárias, lide com terrorismo, tire raio-x das pessoas que vão cruzar a fronteira, se você vai deixar as pessoas passar com documentos falsos ou até mesmo contrabando é uma escolha sua. Todas as suas ações terão consequências no decorrer dos dias.


Falta no jogo ainda a opção de jogar com o joystick. O que facilitaria em muito a velocidade de comandos para quem não gosta de usar mouse e teclado. Também seria ótimo uma versão em que o tempo do jogo fosse menos acelerado, o tempo é seu maior inimigo no jogo.

O jogo contém diversas conquistas.

O grande bônus de Papers, Please é derrubar o mito que "jogos se medem por seus gráficos"

Vale cada centavo investido! Diversão garantida!

Gráficos 10
Som 10
Controles/jogabilidade 7.5
Diversão 10

Ficou com alguma dúvida sobre o jogo? Mande uma mensagem: FB.com/Sakura.Kojima.X
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
11.5 horas registradas
Publicada: 25 de junho
É um jogo simplesmente maravilhoso! Nele você sempre se questiona sobre qual decisão tomar e isso te leva a caminhos distintos, dá pra perder várias horas pra explorar tudo o que o jogo tem para oferecer.

Diversão 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
18.8 horas registradas
Publicada: 28 de junho
Produto recebido de graça
Eu adooooro este game!
Do que se trata: Você é um 'inspetor' de um posto de imigração e você controla a entrada de todos! Verifica se o passaporte é válido, se está vencido, se o documento de trabalho é falso, se a altura na identidade está correta (sim, já tomei penalidade por conta disso! hahaah!), etc. E, no final de cada dia, você recebe uma quantia em dinheiro para pagar suas despesas diárias (vai chegar ao ponto de: pagar o remédio do seu filho ou deixar sua família passando fome, por exemplo).
Você tem várias possibilidades de "fim".
Vale cada centavo!!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
96 de 101 pessoas (95%) acharam esta análise útil
85 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
15.1 horas registradas
Publicada: 12 de junho
Played with a mate while drinking.
Made a replica rule book on scrap piece of paper to process faster.
Reached 18 Checks in one day.
Realised East/West Grestin = East/West Germany.
Played as fascists.
Son is sick far too often.
Did not pay for his medication.
Died on his birthday.
Had enough money for level 5 apartment.

10/10
Glory to Arstotska.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
131 de 171 pessoas (77%) acharam esta análise útil
155 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
1.0 horas registradas
Publicada: 25 de junho
I imagine this is where the UK is headed after the Brexit. Too soon?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
40 de 41 pessoas (98%) acharam esta análise útil
9 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
19.5 horas registradas
Publicada: 5 de junho
"Papers, please."
[See a discrepancy]
[Ask to the owner of the papers]
"That is new to me."
"Denied!" * pop *
[Person goes away]
"NEXT!"


Papers, Please is the one of the best game I've ever played. You and your family are moving to Arstotzka, a fictional country in the east Europe, and you are responsible for monitoring the border.

With the 'simple' premisse to verify fake passports, you must to be attentive, any miss and you will be notified and after two notifications, the next will be deducted from your paycheck. Still, you need to pay the bills, like the house rent, heating, food for your family and, if necessary, medicines.

The best part of the game is the immersion, you feel like you are in the game. At any time, a unexpected event can happen and you must to do something - will you let pass a woman that, if she returns to her home country, she will die? Or how you react if a misterious guy needs your help? The game has several endings. Any choice that you do, it will influence throughout the history.

Papers, Please is a unique and indispensable game.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
54 de 63 pessoas (86%) acharam esta análise útil
99 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
22.5 horas registradas
Publicada: 25 de junho
Trump Wall Simulator: 2016
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
18 de 23 pessoas (78%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
10.5 horas registradas
Publicada: 18 de junho
I must congratulate Lucas Pope for being able to turn a mundane task into an entertaining experience. Never in my life I would have guessed I'd someday enjoy to examine passports and permits.

However, I am probably one of the few people not able to see a deeper message to this game. Ok yeah, dictatorship sucks, but we all know that. It doesn't really give you another point of view in the matter. Also, I did not feel some sort of conflict. If I deny someone, so what? There's one point in the game where you know that if you deny the woman ahead of you, she will be killed in her country. That's the only time you may feel a dilemma. I never thought I'd say that and I'm really sorry to do so, but the problem here is the graphics. There's just a bunch of pixels in front of me, not displaying any emotion whatsoever. I don't know what's wrong with me since everyone seem to be able to feel empathy toward those characters, but I really didn't care about her. It was a spoiled opportunity to make me infringe the strict rules of my country.

Also, the other side of the dilemma is supposed to be your family. If you don't do well your job, like if you accept someone that you shouldn't, you won't provide enough money to make them survive. This would be great if I felt attachment toward my family. The thing is that the only time you "see" your family is between two days, on a static screen that displays "Mother-in-law", "Uncle", "Wife" and "Son". Yeah, you don't get to see them, and you don't even know their name. So what if "Uncle" die? Will I grieve?

As much as I love minimalism and believe graphics are not what make a game good, this game really would have benefit from better aesthetics. Regarding its emotional impact and its political statements, there is room to improvement.

In the end, I still recommend it because I love it very much as a GAME; sadly, it will not be more than that for me.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
13 de 16 pessoas (81%) acharam esta análise útil
13 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
13.7 horas registradas
Publicada: 28 de junho
I came here for trump jokes.
I got a post brexit UK sim.

10/10 still politicaly relevant
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
10 de 11 pessoas (91%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
22.4 horas registradas
Publicada: 4 de junho

--PROS--
' Way more fun than I had anticipated.
' Replay value is quite high.
' Great for those who want to focus.
' Perfectly executed.
' No glitches/bugs.
' Requires a keen eye at all times.
' Bulletin changes daily, so expect everything.
' Decisions are hard to make, such as: money, working with EZIC, granting access or denial, and some others.
' Music fits the atmosphere like a puzzle.
' 20 different endings which require being careful/aware.
' Terror attacks and checking those for weapons and/or contrabands.
' Wanted criminals add another element of alertness.

--CONS--
' The 'Unlimited' mode is extremely boring.
' The only persuasive story was the man and his murdered daughter - everything else left no impact.

9.5/10.0
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada