Long, long ago, there was an ancient kingdom called Ys which prospered under the auspices of two heavenly Goddesses. Over time, the kingdom came to be known as Esteria, and its divine history was largely forgotten by all but the descendants of those who once preached the Goddesses’ will.
Data de lançamento: 14/fev/2013
Assistir ao vídeo em HD

Comprar Ys I and II Chronicles+

$14.99

Sobre o jogo

Long, long ago, there was an ancient kingdom called Ys which prospered under the auspices of two heavenly Goddesses. Over time, the kingdom came to be known as Esteria, and its divine history was largely forgotten by all but the descendants of those who once preached the Goddesses’ will. The only reminder of this lost lore was a cursed spire at the foot of a giant crater, which locals came to regard as “The Devil’s Tower.”


Eventually, the men and women who called Esteria their home began mining a uniquely radiant silver from the nearby mountains, and development boomed. Towns were built, and the land became rich with life.


Then, all at once, monsters began to appear. Only a few at first – but soon enough, the land was swarming with them, and the Esterians had no choice but to hide in fear, remaining ever vigilant just to stay alive.


Our story begins with a young man who’d heard rumors of these misfortunes, and strove to verify them with his own eyes; a brave swordsman with an adventurous spirit bolstered by his own youthful naiveté.


His name was Adol Christin.

With no regard for his own safety, Adol set sail toward Esteria through a heretofore impassable barrier of neverending storms. There, he was destined to become ensconced within a 700 year-old mystery that would ultimately take him to a long-lost land nestled amongst the clouds...

Ys I & II Chronicles+ is the most modernized and up-to-date remake of Falcom’s classic franchise-spawning action RPGs from 1987 and 1988. Come see how the story began, and witness the birth of a legend!

Key Features

  • Classic buttonless “bump” combat receives a full analog-enabled upgrade for gamepad users, and is augmented in Ys II by a robust magic system.
  • Soundtrack selectable from among the original 80s FM-synth, an early 2000s MIDI-style remix or a modern studio performance by Falcom’s in-house rock band.
  • Character art selectable from 90s-style portraits or more modern anime designs.
  • Four selectable difficulty levels and optional boss rush mode grant players a true old-school challenge (if desired).
  • Transform into a demon to speak with any and every standard enemy in the game, creating unparalleled depth that still impresses even to this day. (Ys II only)
  • Unique Steam Achievements plus Steam Cloud support and leaderboards.
  • Adjustable high-resolution PC graphics with a smooth, consistent framerate.
  • Greater viewing area than in previously-available Ys I & II Chronicles editions.
  • Decorative screen frames available from the earlier Japan-only Ys I & II Complete PC release, in addition to the more modernized full-screen viewport of previous Ys I & II Chronicles editions.

Requisitos de sistema

    Minimum:
    • OS:Windows XP
    • Processor:Pentium III 866 MHz
    • Memory:1 GB RAM
    • Graphics:64 MB VRAM, 3D accelerator compatible w/ DirectX 9.0c
    • DirectX®:9.0c
    • Hard Drive:2 GB HD space
    • Sound:Compatible with DirectX 9.0c
    Recommended:
    • OS:Windows XP, Vista, 7 (64-bit supported)
    • Processor:Pentium III 1.6 GHz or higher
    • Memory:2 GB RAM
    • Graphics:64 MB VRAM, 3D accelerator compatible w/ DirectX 9.0c
    • DirectX®:9.0c
    • Hard Drive:3 GB HD space
    • Sound:Compatible with DirectX 9.0c
Análises úteis de usuários
38 de 43 pessoas (88%) acharam esta análise útil
4.9 hrs registradas
Even on the easiest level of the game - it still has a high level of challenge and difficultly but the way you attack enemies is different - you must bump into them. A plus is that you can recover HP if you are standing still in most places. If you are familiar with Y's Book 1 and 2 on PC Engine, you have a pretty good feel for this story , however some elements have been reworked to provide an element of challenge in order to advance to specific portions of the game. Some early bosses - You will find out quickly that you have to level up so high in order to beat them. That may take a long time but in the end, your Gold Level will rise high and you can buy some of the more expensive items from the get go.

Another plus of this game is the choice of soundtrack. You have Chronicles, Complete and PC-88 to choose from. For nostalgic purposes I turn it on PC - 88 because I love the retro music.

Being that I own Y's Oath in Felghana and Y's Origin , I had to play this. I had realized that this was also released on PSP but never owned a PSP.

Beginners and seasoned Y's players will find a variety of stuff to do in both of these games and its a bargain for the price that was paid for the game. You don't see quality console RPG Games like this on PC that much.
Publicada: 14 de junho
Você achou esta análise útil? Sim Não
20 de 23 pessoas (87%) acharam esta análise útil
5.1 hrs registradas
This is a good game. I like the bump attack system. The bosses are challenging, and the story is good. The only downside to it is that it can sometimes be hard to figure out what to do in these two games, which is why I had to constantly refer to a walkthrough to beat these games.
Publicada: 19 de abril
Você achou esta análise útil? Sim Não
18 de 24 pessoas (75%) acharam esta análise útil
27.1 hrs registradas
Played this game on the PC Engine CD and it's nice to see it in Steam with update graphics, better movement, FMVs and revamped GUI.

Tread lightly specially in the final boss where the difficulty jumps from 5 to 10. It seems that the battle scenario writer is a bit S in nature.
Publicada: 17 de maio
Você achou esta análise útil? Sim Não
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
8.5 hrs registradas
An old school rpg with a unique style of combat that may not appeal to those used to turn based combat. In this you bump your character model into the enemy at angles and deal damage according to said angle, taking damage if they're directly facing you. Soundtrack is top notch, and the sprite work is pretty nice for a game over 30 years old. The story overall is your average fantasy tale, once you start playing it isn't hard to see where it's going to end. Worth picking this and the second game up for continuity, neither are particularly long, which is fine for the price you can pick both up for.

Since both games are tied to the same review apparently I'll continue with the second game. Like the first, the combat mechanic carries over using their bump system, so if you hadn't played the first which I'd recommend just for understanding the characters and what is going on with your situation, then you get to now. Honestly, this game is just more of the same and just finished the whole story off. If you liked the first, you'll like the second.
Publicada: 4 de agosto
Você achou esta análise útil? Sim Não
7 de 12 pessoas (58%) acharam esta análise útil
33.1 hrs registradas
This one is what many Jrpg/hack&slash games wish they could be when they grow up, what does Ys have to do with the actual games scene? the main fact that for the growns-up a game like this can't be fogotten even if they want to.
Having a vague clue about all their struggles and achievements(i mean,japanese team)is not even close what they really did, it goes beyond the pale, talking about it makes me really happy because the first time when i saw the game my
brother was like getting mad by a game called YS, hahahaha that was really funny, my oldest brother pretending to be a tough guy while his screams echoed all around, yelling at crt monitors was great, back in those days when the bosses were odd and hard,
not like today that all u have to do is hit a freakin button and kill one thousound monsters in a row, god bless you japanese people for showing these JRPGs games to the world, for if we didn't have Jrpgs maybe we wouldn't have nothing relationed with rpg in these days, the people cries out for more games like this and so do i, expressionlessly i leave here my condolences to producers, cheers to all falcom team!!!

I do recommend this Classic game, dig it guys!
Publicada: 23 de março
Você achou esta análise útil? Sim Não
17 de 17 pessoas (100%) acharam esta análise útil
12.6 hrs registradas
A serie de Action RPGs Ys, apesar de tão antiga e renomada quanto franquias como The Legend of Zelda e Castlevania, infelizmente nunca teve grande reconhecimento no ocidente. Apesar disso ela possui grande quantidade de jogos com qualidade incontestável, sendo obrigatória para qualquer fã de RPGs que se preze.

Ys I: Ancient Ys Vanished é o primeiro jogo da franquia, lançado originalmente pela Nihon Falcom em 1987, inicialmente para o PC-8801. Houve muitos relançamentos para as mais diversas plataformas ao longo dos anos, Ys I Chronicles + é a ultima e mais atualizada versão do jogo, lançada na Steam em fevereiro de 2013, numa coletânea contendo os dois primeiros jogos da serie, denominada Ys I & II Chronicles +.

O jogo narra as primeiras aventuras do jovem espadachim de cabelos vermelhos Adol Christian, grande protagonista da série. A aventura se inicia com Adol navegando pelo mar, rumo a ilha de Esteria a fim de investigar a violenta tempestade que apareceu na região, impedindo qualquer um de entrar ou sair do lugar, quando é subitamente pego por ela e tem sue barco naufragado e vai parar na ilha. Adol é salvo por Slaff, chefe da milícia da cidade portuária de Barbado, após acordar na casa de um medico, ele lhe explica que a tempestade apareceu a cerca de seis meses e junto com ela monstros e demônios começaram a assolar a região inexplicavelmente, Adol então decide ajudar a investigar o ocorrido. Durante a aventura ele vai receber a ajuda da cartomante Sara, que diz que ele vai desempenhar um papal fundamentou no destino de Esteria, e que para salvar aquele lugar ele precisar reunir os seis livros de Ys, que contam a história da ascensão e queda do reino de Ys, e assim se inicia a jornada de Adol.

A história pode parecer chicle para os padrões de hoje (considerando a época que ele foi originalmente lançado, não era), mas no decorrer da aventura a trama vai se tornando mais complexa. A história foi muito bem desenvolvida (como se espera em um bom RPG) e consegue prender o jogador do começo ao fim. Há também muitos personagens carismáticos e marcantes, muitos deles vão desempenhar um papel fundamental na história do jogo, que só é concluída no segundo capitulo da serie (Ys II Chronicles +), por isso é essencial se atentar aos acontecimentos durante o jogo.

Adol não possui falas, cabendo ao jogador entrar na pele do personagem, interagir com os NPCs e ler manuscritos para entender um pouco mais sobre os acontecimentos.

O jogo possui um mapa aberto, que pode ser explorado a qualquer momento pelo jogador, ou seja, você pode ir e vir passear pelas cidades, mapas e cavernas sem necessariamente ter que fazer isso em uma ordem especifica. Esse sistema de exploração foi muito revolucionário para a época, sendo Ys e The Legend of Zelda os pioneiros em oferecer esta possibilidade, mas assim como o titulo da BIG N você tem um sistema de quests bem linear, onde para avançar na historia é necessário cumprir um objetivo e só assim avançar para o próximo.

Como dito anteriormente Ys I teve diversas versões ao longo dos anos, com diversas melhorias, principalmente nas partes gráfica e sonora do jogo, mas um elemento que ficou intacto foi o sistema de batalha, que é o principal defeito do jogo. As batalhas acontecem em tempo real através de um sistema conhecido como Bump´n´Slash, onde não é preciso apertar um botão para atacar e sim ir em direção aos adversários, mas se você bater de frente com eles vai levar dano, sendo necessário escolher o melhor ângulo para desferir um golpe e sair ileso, isso pode parecer simples, mas dado o baixo HP do personagem e o alto poder dos adversários, recorrer a uma boa estratégia é essencial para não morrer, principalmente quando você estiver cercado.

Os monstros do jogo são relativamente fortes, sendo necessário treino e pratica para não morrer nos primeiros níveis. Mas o que faz o jogo ser realmente difícil são as batalhas contra chefes. Primeiramente você não pode acessar o menu, sendo assim não poderá trocar de equipamentos ou utilizar itens como nas batalhas normais, além disso os chefes são bem fortes e ágeis, o que requer do jogar muita habilidade e conhecimento prévio das mecânicas de cada um deles para poder se dar bem, isso vale para todos os outros jogos da serie Ys (os que eu joguei pelo menos).

O jogo é limitado a apenas 10 níveis que podem ser alcançados rapidamente pelo jogador, além disso, ha uma pequena variedade de equipamentos que você poderá comprar e/ou encontrar durante a jornada, isso inclui espadas, escudos, armaduras e anéis com efeitos variados e só. Há também alguns itens que você pode utilizar, mais a maioria será utilizada apenas em quests mesmo. Evoluir o personagem, e principalmente ter um bom equipamento vai ser essencial para progredir até o fim da aventura.

O grande destaque vai para a trilha sonora, eu posso falar que é uma das melhores trilhas sonoras que já tive o prazer de ouvir em um jogo, composta por ninguém menos que Yuzo Koshiro, responsável pelas músicas de jogos como Streets of Rage, Shenmue, Shinobi, alguns da franquia Sonic e a Castlevania. É realmente incrível como cada ambiente tem uma trilha sonora única que combina exatamente com o momento e lugar. Todas as músicas do jogo foram remasterizadas, melhorando e muito as versões originais, em todo caso é possível escolher entre as versões original (8 bits) e a da versão Complete (não remasterizadas), para ouvir durante a jogatina.

Ys I é relativamente curto, você pode termina-lo facilmente com 5 a 7 horas de gameplay na dificuldade normal, há também a dificuldade Nightmare para os jogadores mais dedicados. Ao terminar o jogo o modo Time Attack é desbloqueado, nele você deve derrotar todos os chefes do jogo no menor tempo possível, isso com níveis e equipamentos ajustados a cada adversário, por conta disso a dificuldade ao enfrenta-los se torna ainda maior.

A versão da Steam conta com sistema de conquistas e rank para o modo Time Attack, além de suporte a salvamento em nuvem. Além de uma boa gama de opções gráficas, podendo inclusive escolher entre os modos de exibição de tela e itens semelhantes a versão do PSP.

Apesar da serie Ys ser uma franquia antiga e ter jogos sendo lançados até os dias de hoje, ela ainda é pouco conhecida no ocidente, muitos ao ver o jogo com gráficos simples, podem ter o pensamento errôneo de ele ser apenas “mais um jogo indie com gráficos 16 bits”, quando ele não é um a coisa nem outra, realmente vale a pena dar uma chance ao jogo principalmente os fãns de RPGs clássicos. Ys I Chronicles + é com certeza um dos melhores RPGs que tive o prazer de jogar, a história, personagens e principalmente a trilha sonora são incríveis. O jogo possui alguns poucos problemas, como a jogabilidade datada e a dificuldade alta que podem afastar os jogadores mais novos, mas quem realmente quiser se aventurar pelo universo de Ys não vai se arrepender. Ys I & II Chronicles + pode ser adquirido na Steam por R$ 24,99 numa coletânea com os dois primeiros capítulos da serie, incluindo este e o segundo denominado Ys II: Ancient Ys Vanished – The Final Chapter.

O QUE PODE AGRADAR:

- História e principalmente trilha sonora magnificas.
- Visuais remodelados com sprits muito bem animados e artworks ótimas, tudo muito bonito e bem detalhado.
- Boa gama de opções gráficas opções de customização de Hud, para um jogo 2D.
- Um action RPG clássico, com todos os elementos que consagraram o gênero.

O QUE PODE DESAGRADAR:

- Jogabilidade arcaica para os padrões de hoje.
- A dificuldade alta, principalmente nas batalhas contra chefes.
- O jogo é relativamente curto, mas contando que vem dois jogos no pacote isso não chega a ser um problema.
- O jogo possui somente o idioma inglês, dificultando o entendimento da história para quem não tem domínio da língua.
Publicada: 15 de dezembro de 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não