Life has ceased. Man is but a myth. And now, even the machines have begun to fail. Lead Horatio Nullbuilt and his sarcastic sidekick Crispin on a journey through the crumbling world of Primordia, facing malfunctioning robots, ancient secrets, and an implacable, power-hungry foe.
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (18 análises) - 100% das 18 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Extremamente positivas (961 análises) - 98% das 961 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 5/dez/2012

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Primordia

 

Análises

"Terrific and incredibly polished. Something you can't afford to miss."
Indie Games

"The first graphic adventure game of recent memory to be truly worthy of being compared to the triumphs of the glory days."
Hardcore Gaming 101

"A gorgeous, clever, and melancholy science-fiction parable."
Adventure Gamers

"A witty, fun, challenging adventure with a marvellous host of likeable characters."
Strategy Informer

Sobre este jogo

What Happened to the Humans?

Set in a post-apocalyptic world strewn with cast-off machines, Primordia tells the story of Horatio Nullbuilt, a stoic robot who values his solitude and independence. Horatio spends his days studying the Book of Man, sparring with his droid companion Crispin, and tinkering with the airship they call home — a peaceful existence that becomes threatened when a rogue robot steals the energy source that the pair needs to survive.


When Horatio and Crispin’s search for energy brings them to the dazzling city of Metropol, the simple quest to recover their stolen power core leads to unexpected discoveries about Horatio’s origins and a new understanding of the legendary humans who walked the earth before him.

Key Features


  • An epic storyline about the extinction of the human race
  • Voiceover work starring fan favorite Logan Cunningham
  • Gorgeous post-apocalyptic setting
  • Optional puzzles - learn more about the world the more you play

Requisitos de sistema

    Minimum:
    • OS: Windows XP SP2 or above
    • Processor: Pentium or higher processor
    • Memory: 64 MB
    • Hard disk space: 1.5 Gb
    • Video Card: DirectX 5 or above compatibility
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (18 análises)
Todas:
Extremamente positivas (961 análises)
Últimas análises
CaveJohnson
11.8 hrs
Publicada: 21 de outubro de 2015
Joguei Primordia por que um dia joguei jogos como The Dig e Full Throtle. Esse tipo de jogo é pra quem gosta de imersão na estória, imaginar o que poderia ser feito em uma determinada situação. O grande problema é que ele exige que você leia, ouça e entenda totalmente a trama. Primordia tem um bom começo, mas peca um pouco do meio pro final onde você acaba perdendo a noção de qual seria a verdadeira missão do protagonista. No começo pensava que seria encontrar os humanos, no final não era nada disso.
Sir Miller Berto
5.2 hrs
Publicada: 11 de dezembro de 2014
Esse jogo é top.

Eu gostei muito do estilo do jogo, da narrativa entre os personagens e dos puzzles MUITO dificeis..
Bem, dificeis para mim, pois não sei muito jogar jogos de puzzle.

um dos meus jogos favoritos aqui na steam
Dou 10/10
Perfect
Didi
13.0 hrs
Publicada: 24 de agosto de 2014
Esse jogo é amor, só digo isso <3
Emperor Rajuma
8.8 hrs
Publicada: 1 de julho de 2014
Primordia, como já diz em sua página, é um jogo de aventura point e click.

O jogo se passa numa era pós-apocalíptica onde todos os humanos morreram e o que sobrou foi as suas criações, os robôs. A história se centra no robô Horatio Nullbuilt e seu amigo Crispin Horatiobuilt que viviam tranquilamente na nave de guerra destruída UNNIC ( leia-se unique). Tudo é paz mas quando em um dia um robô invade a nave, atira em Horatio e rouba a fonte de energia pertencente a ambos, eles se veem numa situação de complicada pois sem energia eles,eventualmente, irão morrer ( energia seria o equivalente de água para nos) por decidem ir atras do robo com a esperança de recuperar a sua fonte de energia. é com esse objetivo que eles são puxados para uma trama maior no que pode resultar em resultados dramáticos e mortais.

O jogo funciona como todo jogo point e click, você clica em um objeto e Horatio irá interagir com ele ou você clica em algum lugar e Horatio irá se mover até lá, é com essa mecânica que o jogador interage com o mundo e seus habitantes e resolva os quebra-cabeças do jogo.
Os quebra-cabeças variam de fácil até difícil e são de acordo com a temática do mundo ( criar equipamentos, consertar máquinas,etc) Um modo de ajudar o jogador a resolver os quebra-cabeças sem simplificá-los é através de Crispin, além de poder ser ordenado a interagir com o mundo, ele server como um ajudante, dando dicas para resolver os problemas. Não pense que ele fica o tempo todo dando dicas, se você ficar pedindo ajuda muito ( é so clicar nele) ele começara falar sarcasticamente que Horatio tá perdendo sua capacidade de pensar ou falar que não tem ideia. O sistema de dica de Crispin é regulado pelo tempo que o jogador demora para fazer progresso, indo de dicas vagas a obvias.
O jogo tem em torno de 7 finais com variações se o jogador fez aquilo ou isso, há personagens memoráveis, a história é boa e há uma sensação de satisfação quando você resolve um quebra-cabeça difícil ou quando você recebe o final que merece.
O mundo é bastante negro ( chega a lembra os primeiros Fallouts) a história me faz lembrar de Planescape Torment ( Horatio lembra muito o Nameless One mais para o final do jogo), a direção de arte é ótima, a musica é boa e os personagems são bem retratados.
Algumas coisas que eu pode afastar um jogador em potencial são os graficos, mas se você ira jogar um jogo de aventura gráfico é a coisa menos importante, e realmente precisa saber inglês para entender a história, as piadas, os dramas, praticamente tudo vai precisar de um conhecimento na língua inglesa para ser entendida.
Minhas críticas são que o jogo é curto, terminei ele em cerca de 8 horas, mas devido as finais múltiplos, os segredos e easter eggs fazem o jogador querer jogar mais de uma vez, o que pode aumentar drasticamente o tempo jogado mas uma jogatina realmente dura 8 horas ( há uma variação de tempo que depende o quanto o jogador leva para resolver um quebra-cabeça) Outra coisa seria que a história do mundo não é totalmente contada, o que é até bom pois deixa um mistério, mas é tão intrigante que não há outro modo a não ser querer saber mais ( os criadores até fizeram pequenas historias que exploram o mundo, é possível acha-las no site oficial em PDF ou no Youtube como Audiobooks mas é preciso saber inglês para entendê las). Minha última crítica, que é mais um elogio, é que ficou um gostinho de ''quero mais'' depois de eu jogar Primordia, se um dia tiver uma continuação ou outro jogo feito pelas mesmas pessoas já estou na fila de compra.

Resumindo: Vale a pena comprar Primordia, é um jogo excelente e interessante com uma história boa.
Piedoso
11.4 hrs
Publicada: 4 de janeiro de 2014
Primordia é um excelente Adventure para que já gosta do estilo. É uma ótima ficção científica e se destaca em relação aos outros jogos do estilo por não te forçar a seguir um caminho único, permitindo resolver os mesmos problemas de formas diferentes e possuir diversos finais que o jogador pode escolher.

Excelente visual e uma trilha sonora que lembra Blade Runner. Recomendo!
brunodolabela
7.6 hrs
Publicada: 31 de dezembro de 2013
Como disse o amigo Renato Paulo, um joguinho bem legal. Despretencioso, cheio de fererencias e com alta dificuldade.
ForgottenSouls
11.9 hrs
Publicada: 23 de dezembro de 2013
JOGO PIKA DAS GALAXIA
Bigbee KAMIzola
6.5 hrs
Publicada: 6 de junho de 2013
Não estava muito interessada em Primordia a princípio e nem me faria muita diferença se não tivesse ganhado a key no Be Mine 8. Mas do que pude ver até agora, ele é, sem dúvidas, um adventure muito interessante.

Apesar do visual desnecessariamente pixelado (não é como se o jogo se esforçasse a simular uma experiência retrô), suas cores predominantemente terroras em contraste com suas luzes azuis produz uma estética particularmente agradável. A dublagem também se destaca, especialmente as dos personagens principais - e Crispin está sendo um alívio cômico bem eficiente.

Não estou acostumada com adventures não-lineares e tô sofrendo um pouco por causa disso, heh. Mas ainda está sendo uma experiência interessante. Vale uma olhada.
samuel.casimiro
14.0 hrs
Publicada: 3 de janeiro de 2013
Um jogo cativante e caprichado. O roteiro é bem consistente e os diálogos são um show a parte. Pena que o jogo é curto.
Leemur
7.5 hrs
Publicada: 17 de dezembro de 2012
Muito bom
Análises mais úteis  No geral
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
6.5 horas registradas
Publicada: 6 de junho de 2013
Não estava muito interessada em Primordia a princípio e nem me faria muita diferença se não tivesse ganhado a key no Be Mine 8. Mas do que pude ver até agora, ele é, sem dúvidas, um adventure muito interessante.

Apesar do visual desnecessariamente pixelado (não é como se o jogo se esforçasse a simular uma experiência retrô), suas cores predominantemente terroras em contraste com suas luzes azuis produz uma estética particularmente agradável. A dublagem também se destaca, especialmente as dos personagens principais - e Crispin está sendo um alívio cômico bem eficiente.

Não estou acostumada com adventures não-lineares e tô sofrendo um pouco por causa disso, heh. Mas ainda está sendo uma experiência interessante. Vale uma olhada.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 13 pessoas (62%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.2 horas registradas
Publicada: 11 de dezembro de 2014
Esse jogo é top.

Eu gostei muito do estilo do jogo, da narrativa entre os personagens e dos puzzles MUITO dificeis..
Bem, dificeis para mim, pois não sei muito jogar jogos de puzzle.

um dos meus jogos favoritos aqui na steam
Dou 10/10
Perfect
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
11.4 horas registradas
Publicada: 4 de janeiro de 2014
Primordia é um excelente Adventure para que já gosta do estilo. É uma ótima ficção científica e se destaca em relação aos outros jogos do estilo por não te forçar a seguir um caminho único, permitindo resolver os mesmos problemas de formas diferentes e possuir diversos finais que o jogador pode escolher.

Excelente visual e uma trilha sonora que lembra Blade Runner. Recomendo!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
8.8 horas registradas
Publicada: 1 de julho de 2014
Primordia, como já diz em sua página, é um jogo de aventura point e click.

O jogo se passa numa era pós-apocalíptica onde todos os humanos morreram e o que sobrou foi as suas criações, os robôs. A história se centra no robô Horatio Nullbuilt e seu amigo Crispin Horatiobuilt que viviam tranquilamente na nave de guerra destruída UNNIC ( leia-se unique). Tudo é paz mas quando em um dia um robô invade a nave, atira em Horatio e rouba a fonte de energia pertencente a ambos, eles se veem numa situação de complicada pois sem energia eles,eventualmente, irão morrer ( energia seria o equivalente de água para nos) por decidem ir atras do robo com a esperança de recuperar a sua fonte de energia. é com esse objetivo que eles são puxados para uma trama maior no que pode resultar em resultados dramáticos e mortais.

O jogo funciona como todo jogo point e click, você clica em um objeto e Horatio irá interagir com ele ou você clica em algum lugar e Horatio irá se mover até lá, é com essa mecânica que o jogador interage com o mundo e seus habitantes e resolva os quebra-cabeças do jogo.
Os quebra-cabeças variam de fácil até difícil e são de acordo com a temática do mundo ( criar equipamentos, consertar máquinas,etc) Um modo de ajudar o jogador a resolver os quebra-cabeças sem simplificá-los é através de Crispin, além de poder ser ordenado a interagir com o mundo, ele server como um ajudante, dando dicas para resolver os problemas. Não pense que ele fica o tempo todo dando dicas, se você ficar pedindo ajuda muito ( é so clicar nele) ele começara falar sarcasticamente que Horatio tá perdendo sua capacidade de pensar ou falar que não tem ideia. O sistema de dica de Crispin é regulado pelo tempo que o jogador demora para fazer progresso, indo de dicas vagas a obvias.
O jogo tem em torno de 7 finais com variações se o jogador fez aquilo ou isso, há personagens memoráveis, a história é boa e há uma sensação de satisfação quando você resolve um quebra-cabeça difícil ou quando você recebe o final que merece.
O mundo é bastante negro ( chega a lembra os primeiros Fallouts) a história me faz lembrar de Planescape Torment ( Horatio lembra muito o Nameless One mais para o final do jogo), a direção de arte é ótima, a musica é boa e os personagems são bem retratados.
Algumas coisas que eu pode afastar um jogador em potencial são os graficos, mas se você ira jogar um jogo de aventura gráfico é a coisa menos importante, e realmente precisa saber inglês para entender a história, as piadas, os dramas, praticamente tudo vai precisar de um conhecimento na língua inglesa para ser entendida.
Minhas críticas são que o jogo é curto, terminei ele em cerca de 8 horas, mas devido as finais múltiplos, os segredos e easter eggs fazem o jogador querer jogar mais de uma vez, o que pode aumentar drasticamente o tempo jogado mas uma jogatina realmente dura 8 horas ( há uma variação de tempo que depende o quanto o jogador leva para resolver um quebra-cabeça) Outra coisa seria que a história do mundo não é totalmente contada, o que é até bom pois deixa um mistério, mas é tão intrigante que não há outro modo a não ser querer saber mais ( os criadores até fizeram pequenas historias que exploram o mundo, é possível acha-las no site oficial em PDF ou no Youtube como Audiobooks mas é preciso saber inglês para entendê las). Minha última crítica, que é mais um elogio, é que ficou um gostinho de ''quero mais'' depois de eu jogar Primordia, se um dia tiver uma continuação ou outro jogo feito pelas mesmas pessoas já estou na fila de compra.

Resumindo: Vale a pena comprar Primordia, é um jogo excelente e interessante com uma história boa.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
14.0 horas registradas
Publicada: 3 de janeiro de 2013
Um jogo cativante e caprichado. O roteiro é bem consistente e os diálogos são um show a parte. Pena que o jogo é curto.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
13.0 horas registradas
Publicada: 24 de agosto de 2014
Esse jogo é amor, só digo isso <3
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
11.9 horas registradas
Publicada: 23 de dezembro de 2013
JOGO PIKA DAS GALAXIA
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
7.6 horas registradas
Publicada: 31 de dezembro de 2013
Como disse o amigo Renato Paulo, um joguinho bem legal. Despretencioso, cheio de fererencias e com alta dificuldade.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
7.5 horas registradas
Publicada: 17 de dezembro de 2012
Muito bom
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Não recomendado
11.8 horas registradas
Publicada: 21 de outubro de 2015
Joguei Primordia por que um dia joguei jogos como The Dig e Full Throtle. Esse tipo de jogo é pra quem gosta de imersão na estória, imaginar o que poderia ser feito em uma determinada situação. O grande problema é que ele exige que você leia, ouça e entenda totalmente a trama. Primordia tem um bom começo, mas peca um pouco do meio pro final onde você acaba perdendo a noção de qual seria a verdadeira missão do protagonista. No começo pensava que seria encontrar os humanos, no final não era nada disso.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada