Sharpen your axe, string your bow, brew your potions! Ancaria needs heroes like you. Grab your friends to join the resistance! The once peaceful land of Ancaria is in grave danger. The evil Ashen empire has enslaved its population and is using the orc-like Grimmoc to wipe out the Seraphim, who swore to protect it.
Análises de usuários:
Últimas:
Neutras (11 análises) - 63% das 11 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Neutras (687 análises) - 69% das 687 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 16/abr/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Sacred Citadel

Comprar Sacred Citadel 3-Pack

Includes three copies of Sacred Citadel - a copy for yourself and two copies to send to your friends!

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Sacred Franchise Pack

Inclui 9 itens: Sacred 2 Gold, Sacred 3, Sacred 3. Orcland Story, Sacred 3: Malakhim Hero, Sacred 3: Orc of Thrones, Sacred 3: Underworld Story, Sacred 3: Z4ngr13f Weapon Spirit, Sacred Citadel, Sacred Citadel: Jungle Hunt

 

Sobre este jogo

Sharpen your axe, string your bow, brew your potions! Ancaria needs heroes like you. Grab your friends to join the resistance!

The once peaceful land of Ancaria is in grave danger. The evil Ashen empire has enslaved its population and is using the orc-like Grimmoc to wipe out the Seraphim, who swore to protect it. In order to defeat the empire you will have to prove yourself as a warrior by riding terrifying mounts, acquiring earth shattering skills and looting powerful weapons and valuable treasures. Grab your friends and join the resistance!

Key Features:

  • Battle it out with up to 3 player co-op
  • Take charge of 1 of 4 unique playable character classes with their own set of skills
  • Explore the vast world of Ancaria
  • Ride thumping mounts and use devastating war-machines
  • Tons of loot!
  • Define your own fighting style with different weapon combinations

Requisitos de sistema

    Minimum:
    • OS:Vista/Win7
    • Processor:2GHz Dual Core
    • Memory:2 GB RAM
    • Graphics:Nvidia GeForce 8600 or better, ATI Radeon HD 2600 or better
    • DirectX:9.0c
    • Additional:GPU Memory: 256MB
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Neutras (11 análises)
Todas:
Neutras (687 análises)
Últimas análises
kakacraft_Gamer
0.4 hrs
Publicada: 17 de agosto
Luta
P Show
0.4 hrs
Publicada: 30 de julho
Comprei pra jogar coop local com a minha mulher, mas o game n reconhece os controles (tipo ps2 xingling). É o primeiro jogo q não reconhece, ou seja, uma bosta total!
SwBoss| CSGOFade.Net
1.8 hrs
Publicada: 1 de julho
LIXO DE ♥♥♥♥♥ ESSE JOGO, PQP, BOSTA DE JOGO MAL FEITO, NÃO DA PRA INICIAR O ONLINE
Bezourator
2.0 hrs
Publicada: 26 de junho
Bom pra jogar com os amigos : D
Vale a pena pegar em promoção : D
[cF] The_Fun_Too
4.6 hrs
Publicada: 7 de junho
Antes de mais nada, saiba que o gameplay é lento. Muito mais lento que qualquer outro jogo do mesmo gênero. No início isso é bem ruim, mas depois vc se acostuma e consegue algumas horas de diversão.

Sacred Citadel é m beat´em up com "elementos de RPG" interessante e divertido. Coloquei o RPG entre aspas porque apesar do jogo ter várias armas, poções, poderes especiais e etc, o fato de poder evoluir os atributos do seu personagem parece não fazer a menor diferença no jogo. Eu geralmente evoluo apenas um atributo até o máximo, no meu caso, joguei com o guerreiro, a medida que dava upgrade no seu ataque o dano continuava o mesmo. Somente as armas parecem fazer diferença no dano.

A história é uma das coisas mais idiota que já vi - tirando a de The Vanish of Ethan Carter - Um grupo de guerreiro parte a procura de um artefato e quando o encontra, seu INIMIGO os contrata para achar o outro artefato. Aí eles acham e fodem a ♥♥♥♥♥ toda....bla..bla...bla...

Mas mesmo considerando todos estes defeitos o jogo é legal. Graficamente é bem interessante e ter 4 personagens jogáveis e o COOP com mais 2 amigos, torna o fator replay bem interessante. Seria um sacrilégio comparar este jogo com Dust - An Elysian Tale, mas é mais ou menos algo neste sentido que você vai encontrar.
juninhoarrochando
20.1 hrs
Publicada: 8 de maio
muito bom esse jogo
recomendo
nivel elevado
tem 4 personagens,cada um com suas caracteristicas

varias fases
cenarios muito bonitos
Babilonia
13.1 hrs
Publicada: 6 de abril
Sacred Cidatel é um divertido jogo de ação com um gostinho de clássico de briga de rua dos anos 90. No estilo beat’n’up, de progressão lateral, o jogo inova trazendo alguns elementos de RPG, mas decepciona na história genérica e nada inspirada.

O plano de fundo diz respeito uma força do mal criada para invadir e dominar a cidade sagrada. No entanto, para derrotar os serafins protetores da cidade, seria necessário juntar dois artefatos antigos que estavam espalhados por todo o território. Com o início das buscas, os heróis surgem para impedir que tal atrocidade se concretize.

Sem nenhuma seriedade, a trama está lá só mesmo para dar sentido as acontecimentos, e o final é tão previsível quanto se pode imaginar. Nem mesmo nenhum dos personagens jogáveis recebe sequer um nome.

Pode-se escolher entre quatro classes distintas: Guerreiro, Arqueiro, Xamã e Mago. Mesmo que cada personagem tenha suas características próprias, eles usam a mesma armadura e armas, variando apenas a arma usada para o ataque especial, que é própria de cada classe. Os combos possíveis também não variam, com basicamente os mesmos botões pra todo mundo.

Existe, em cada um dos quatro capítulos, uma pequena aldeia onde é possível adquirir novos equipamentos para todos os personagens, além de fazer pequenas apostas em um NPC específico, que libera novos itens caso se cumpra a condição do desafio. No entanto, a maioria dos itens você encontrará durante o combate mesmo, pois cairão dos monstros abatidos.

Há também o sistema de experiência e níveis, em que cada nível rende 2 pontos de habilidade para serem distribuídos entre os 4 atributos básicos, que podem ser distribuídos da forma que melhor convier ao jogador.

Os capítulos são divididos em 5 fases, com vários mini chefes espalhados e um chefão no final da ultima fase. As lutas com eles são realmente interessantes, e requerem o uso de certa estratégia. No entanto, a maior parte do tempo estaremos a lutar com monstros genéricos com pouca variedade e de inteligência sofrível.

Também é possível revisitar fases já superadas para tentar melhores resultados na pontuação ou cumprir desafios, mas não há benefícios reais para quem se dispuser a fazer isto.

Um aspecto interessante do jogo é que a integralidade da sua campanha pode ser jogada de forma cooperativa, seja por meio da internet ou com amigos usando a mesma tela em cooperativo local. Porém causa estranheza o fato de haver suporte apenas para três jogadores, sendo que existem 4 personagens a serem escolhidos.

No geral, Sacred Citadel é um jogo que pouco ousou ao trazer uma baixa exploração da história e a falta de variedade do combate. Apesar disto, o sentimento de nostalgia e a possibilidade de campanha cooperativa são grandes trunfos, de forma que o jogo é divertido para se jogar com amigos em modo local, principalmente considerando a raridade de títulos com tal possibilidade na plataforma. BOM (7/10).
brunovsky
9.5 hrs
Publicada: 24 de março
Classifico este game como "um clássico moderno". Não traz necessariamente nenhuma novidade, mas possui várias fórmulas que deram certo em outros do gênero. Quatro classes, atributos para melhorar, combos para destravar e três podem ir para a luta no coop local (provavelmente online sejam três também). Gosta do gênero? Quer mais o quê? :P
rhap
0.5 hrs
Publicada: 3 de fevereiro
Gostei do jogo! Longe de ser difícil e cruel como Golden Axe, o jogo traz boas lembranças de uma época onde se zerava Cadillac & Dinosaurs todo dia e nunca cansava. O jogo lembra um pouco Dragon's Crown (que é superior) com sua possibilidade de repetir as fases, customização do personagem, cidade pra comprar equipamentos, etc. Vale o tempo gasto. E sério, tem uma hora que tocou a música tema de Golden Axe, não tô zoando HAHAHUIOE

Vi muita gente falando que não gostou, mas não entendi bem os motivos. Até achei o jogo fácil sim, mas vi gente reclamando "NOSSA UM BEAT EM UP QUE DURA 10 HORAS HOOOOOOOOOOOOOO". Sério mesmo que isso é ruim? Não dá pra entender iuaohuiaehuiea

Jogando o comecinho:
https://www.youtube.com/watch?v=X4Zek1TyR4A
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Análises mais úteis  No geral
15 de 17 pessoas (88%) acharam esta análise útil
Recomendado
13.5 horas registradas
Publicada: 28 de novembro de 2013
Levei 5 horas para zerar o jogo, e o terminei por volta do nível 32. Após matar o último chefe algumas vezes, notei que ainda havia um bom espaço para curva de aprendizagem: cada vez que eu o matava, fazia com escore maior, levando menos dano, e em menos tempo!
E nem tanto pelos itens que eventualmente caiam dele, mas sim porque eu bolava técnicas para desviar de seus ataques, maximizando meu dano enquanto atacava. Isso me deixou animado e feliz com a jogabilidade, pois notei que zerar não era o objetivo principal, e sim ser um jogador bom!
Depois também fui atrás das bets após zerar, para revisitar as fases passadas com um objetivo secundário definido. A maioria completei de primeira, com raras exceções, falhando o objetivo de escore numa das fases. Foi inclusive em função disso, tentando novamente, que descobri o combo aéreo, para tentar melhorar o escore. Ou seja, mais um aprendizado, impulsionado pelo próprio jogo!
Também, claro, há a possibilidade de criar um personagem novo, e descobrir toda a evolução do personagem e seus combos, e criar para ele um estilo de jogo único. E quem sabe, um dia, a loucura de resetar um personagem, só para fazer outra build de stats nele? Quem sabe…
Apesar de ter me frustrado no multiplayer, levando em conta seu singleplayer sólido, e imaginando que vão melhorar os problemas de multiplayer (e há sim muito espaço pra isso) com patches, fico esperançoso de ser um título que vingue por muito tempo.
Não posso de deixar de dizer que é um excelente título, de jogabilidade cativante e recompensadora, que vai entreter um bom fã de Beat’em up por várias horas – não só as 5 horas que leva-se para zerar.

Review completa em http://www.poepra2.com.br/blog/review-sacred-citadel/
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
13 de 14 pessoas (93%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
8.4 horas registradas
Publicada: 25 de outubro de 2014
Para quem tem saudades do bom e velho Golden Axe, esse jogo está na medida certa. Ele trás elementos de RPG, como escolha de armas, armaduras e também evolução do personagem. Mas se você é exigente e procura um jogo estilo Diablo ou Torchlight vai se decepcionar. O game é para um nicho que tem saudades da velha formula bater e correr.
Um ponto interessante é que o jogo trás uma vila com um mercado de compras de poções, armaduras e armas, além de uma área de apostas. Assim o jogador pode se preparar para cada missão. O jogo base trás 4 capítulos, a DLC Jungle Hunt vem com um adicional de 1 capítulo, recomendo a compra da DLC.

Pontos possitivos:
- Belos gráficos.
- Multiplayer online.
- Receita antiga de jogo de ação ao estilo do bom Golden Axe.
- Bom nível de dificuldade.
- Várias classes.
- Nunca é demais jogar novamente, mesmo após concluído.

Pontos negativos:
- É curto, cerca de 5 horas para concluir o básico.
- Música com loops repetitivos.
- Alguns bugs.
- Limitado até o nível 40 por personagem.

Considerações:
Vale a pena comprar, me trouxe a mesma sensação de quando jogava a saga Golden Axe nos anos 90. A minha única tristeza é que assim como os jogos dos anos 90 eram curtos, este também é.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 9 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
13.1 horas registradas
Publicada: 6 de abril
Sacred Cidatel é um divertido jogo de ação com um gostinho de clássico de briga de rua dos anos 90. No estilo beat’n’up, de progressão lateral, o jogo inova trazendo alguns elementos de RPG, mas decepciona na história genérica e nada inspirada.

O plano de fundo diz respeito uma força do mal criada para invadir e dominar a cidade sagrada. No entanto, para derrotar os serafins protetores da cidade, seria necessário juntar dois artefatos antigos que estavam espalhados por todo o território. Com o início das buscas, os heróis surgem para impedir que tal atrocidade se concretize.

Sem nenhuma seriedade, a trama está lá só mesmo para dar sentido as acontecimentos, e o final é tão previsível quanto se pode imaginar. Nem mesmo nenhum dos personagens jogáveis recebe sequer um nome.

Pode-se escolher entre quatro classes distintas: Guerreiro, Arqueiro, Xamã e Mago. Mesmo que cada personagem tenha suas características próprias, eles usam a mesma armadura e armas, variando apenas a arma usada para o ataque especial, que é própria de cada classe. Os combos possíveis também não variam, com basicamente os mesmos botões pra todo mundo.

Existe, em cada um dos quatro capítulos, uma pequena aldeia onde é possível adquirir novos equipamentos para todos os personagens, além de fazer pequenas apostas em um NPC específico, que libera novos itens caso se cumpra a condição do desafio. No entanto, a maioria dos itens você encontrará durante o combate mesmo, pois cairão dos monstros abatidos.

Há também o sistema de experiência e níveis, em que cada nível rende 2 pontos de habilidade para serem distribuídos entre os 4 atributos básicos, que podem ser distribuídos da forma que melhor convier ao jogador.

Os capítulos são divididos em 5 fases, com vários mini chefes espalhados e um chefão no final da ultima fase. As lutas com eles são realmente interessantes, e requerem o uso de certa estratégia. No entanto, a maior parte do tempo estaremos a lutar com monstros genéricos com pouca variedade e de inteligência sofrível.

Também é possível revisitar fases já superadas para tentar melhores resultados na pontuação ou cumprir desafios, mas não há benefícios reais para quem se dispuser a fazer isto.

Um aspecto interessante do jogo é que a integralidade da sua campanha pode ser jogada de forma cooperativa, seja por meio da internet ou com amigos usando a mesma tela em cooperativo local. Porém causa estranheza o fato de haver suporte apenas para três jogadores, sendo que existem 4 personagens a serem escolhidos.

No geral, Sacred Citadel é um jogo que pouco ousou ao trazer uma baixa exploração da história e a falta de variedade do combate. Apesar disto, o sentimento de nostalgia e a possibilidade de campanha cooperativa são grandes trunfos, de forma que o jogo é divertido para se jogar com amigos em modo local, principalmente considerando a raridade de títulos com tal possibilidade na plataforma. BOM (7/10).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 18 pessoas (67%) acharam esta análise útil
Recomendado
1.7 horas registradas
Publicada: 17 de maio de 2014
Good....
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
Recomendado
9.7 horas registradas
Publicada: 13 de maio de 2014
Jogo super divertido, trazendo a velha formula dos clássicos da era de ouro dos games. Sacred Citadel tem gráficos modestos, mas bonitos. Jogabilidade fluída e com ótima resposta dos controles(independente de usar gamepad ou teclado). Resumindo: quem como eu tem saudades de jogos como golden axe, street of rege, final fight e tantos outros que marcaram uma geração, não pode perder.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.6 horas registradas
Publicada: 7 de junho
Antes de mais nada, saiba que o gameplay é lento. Muito mais lento que qualquer outro jogo do mesmo gênero. No início isso é bem ruim, mas depois vc se acostuma e consegue algumas horas de diversão.

Sacred Citadel é m beat´em up com "elementos de RPG" interessante e divertido. Coloquei o RPG entre aspas porque apesar do jogo ter várias armas, poções, poderes especiais e etc, o fato de poder evoluir os atributos do seu personagem parece não fazer a menor diferença no jogo. Eu geralmente evoluo apenas um atributo até o máximo, no meu caso, joguei com o guerreiro, a medida que dava upgrade no seu ataque o dano continuava o mesmo. Somente as armas parecem fazer diferença no dano.

A história é uma das coisas mais idiota que já vi - tirando a de The Vanish of Ethan Carter - Um grupo de guerreiro parte a procura de um artefato e quando o encontra, seu INIMIGO os contrata para achar o outro artefato. Aí eles acham e fodem a ♥♥♥♥♥ toda....bla..bla...bla...

Mas mesmo considerando todos estes defeitos o jogo é legal. Graficamente é bem interessante e ter 4 personagens jogáveis e o COOP com mais 2 amigos, torna o fator replay bem interessante. Seria um sacrilégio comparar este jogo com Dust - An Elysian Tale, mas é mais ou menos algo neste sentido que você vai encontrar.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 5 pessoas (80%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.2 horas registradas
Publicada: 15 de junho de 2015
Jogo excelente trilha sonora perfeita grafico maravilhoso parece uma pintura serio mesmo jogabilidade e excelente e a melhor jogabilidade que ja vi em um beat'n up a historia do jogo e boa nada demais o jogo possui coop local e online esse jogo e ultra mega super blaster recomendado JOGUEM
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 5 pessoas (80%) acharam esta análise útil
Recomendado
24.5 horas registradas
Publicada: 19 de novembro de 2014
Excelente beat'em up que relembra os velhos tempos do Golden Axe, Captain Commando, Dungeons and Dragons e afins. Se você curte esse estilo vale a compra, bons gráficos e jogabilidade para a proposta do jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
10 de 17 pessoas (59%) acharam esta análise útil
Não recomendado
0.8 horas registradas
Publicada: 28 de novembro de 2015
Side scrollers não seu meu gênero favorito, mas já amei muitos deles, então decidir experimentar esse jogo que peguei em um bundle. Pela arte o jogo parecia bom, só enfrentei poucos bugs de resolução até realmente começar a jogar, o problema foi quando as fazes foram passando e o jogo se tornou totalmente enjoativo: não é que ele seja mau feito ou difícil/fácil demais, o problema é que o jogo só necessita que eu ande para um lado e derrote os inimigos, que mudam de skin e ficam mais fortes com o progresso e isso é TOTALMENTE chato pra mim, o tipo de jogo que parece que estou jogando por obrigação. Não é pra mim, talvez você goste. Boa sorte.
------------------------------
Side scrollers are not my favorite genre, but I've loved many of them, so I decide to try this game that I picked up in a bundle. The art style looked good, have only faced few bug (and fixes) to actually start playing, the problem is when you do start and the game has become totally boring: it's not that he's crapy done or hard / too easy, the problem is that the game only requires me to walk one way and defeat the enemies that change skin and get stronger with the progress and this is TOTALLY boring to me, the kind of game that I seem to be playing out of obligation. It is not for me, maybe you will like. Good luck.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada