O aclamado jogo que colocou o mundo em chamas. Mais o novo Episode IV: Thy Flesh Consumed. Os demônios vieram e os navais morreram. Exceto um. Você é a última defesa contra estas hordas vindas do inferno. Prepare-se para a mais intensa, mutante e sanguinolenta ação já vista!
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (80 análises) - 95% das 80 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Muito positivas (1,976 análises) - 91% das 1,976 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 30/abr/1995

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Ultimate DOOM

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Doom Classic Complete

Inclui 4 itens: DOOM II, Final DOOM, Master Levels for Doom II, Ultimate Doom

 

Sobre este jogo

O aclamado jogo que colocou o mundo em chamas. Mais o novo Episode IV: Thy Flesh Consumed.
Os demônios vieram e os navais morreram. Exceto um. Você é a última defesa contra estas hordas vindas do inferno. Prepare-se para a mais intensa, mutante e sanguinolenta ação já vista! O mundo virtual feito de texturas é tão real, que você não apenas joga DOOM - você o vive.
The Ultimate DOOM te leva além de qualquer coisa que você já tenha experimentado. Primeiro, você obtém os três episódios originais - São 27 incríveis níveis, com muitas explosões. Então ele realmente te leva longe com o mais novo episódio: Thy Flesh Consumed.
Agora você está morto. Justamente quando você pensa que está ficando bom em DOOM, você é acertado por Perfect Hatred, Sever the Wicked e sete outros níveis expert nunca antes vistos! Eles são tão difíceis, que os primeiros 27 níveis vão parecer uma voltinha no parque!

Requisitos de sistema

    Minimum: A 100% Windows XP/Vista-compatible computer system
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (80 análises)
Todas:
Muito positivas (1,976 análises)
Últimas análises
Fareslo
23.7 hrs
Publicada: 2 de agosto
Simplesmente DOOM
Para época foi algo revolucionário! Antes do Play Station, nenhum console conseguia rodar isso de maneira tão agradável qunato no PC, isso ajudou bem muito a tornar o PC uma das melhores plataformas para jogos, os sprites agora tinham mais perspectiva, mapas agora tinham rampas e escadas, e também não pareciam mais labirintos assim como no Wolfenstein 3D, agora a engine está mais moderna.
E como podem jogar algo tão simples hoje em dia com gráficos de papél? Felizmente os fãs ainda mantém essa dlicia em pé fazendo mapas e mods que afetam gráficos ou jogabilidade, etc..., engines (source ports) ainda mais modernos também, algumas que chegam até suportar modelos em 3D, mas pra mim (e pros outros também) embora o jogo use apenas sprites e não modelos em 3D chega a ser bastante agradável e até mesmo "bonito" :) , é muito divertido sair atirando em demônios com sua shotgun e também devastá-los em uma sala com uma Big ♥♥♥♥ing Gun.
Enfim, jogar Doom foi bom e sempre será :D
Murilo Marconi
7.4 hrs
Publicada: 3 de julho
Muito bom rever esse classico dos jogos!! porém pode tem complicações para rodar em windows 8.
Da um trabalhinho para arrumar tudo, mas vale a pena.
Metatron
8.6 hrs
Publicada: 11 de junho
Um clássico. Mt bom, recomendo!
LuizPauloAlcantara
9.0 hrs
Publicada: 26 de maio
*Versão Português-Br*

Recomendo esse Game!

História: Inexistente
Trilha Sonora: Boa
Jogabilidade: Ótima
Gráficos: Bom (O jogo tem mais de 20 anos)
Conquistas: Não Possui
Tempo Estimado para 100%: 9 horas (Dificuldade "Hurt Me Plenty")

Para quem gosta da Franquia, tem que Jogar.
Lembrando que o jogo possui mais de 20 anos...

*English Version*

I recommend this Game!

History: None
Soundtrack: Good
Gameplay: Great
Graphics: Good (The Game has over 20 years)
Achievements: Contains No
Estimated Time to 100%: 9 hours (Difficulty "Hurt Me Plenty")

For those who like the Franchise, you have to Play.
Remember that the Game has more than 20 years ...
Arctic_F0x
1.2 hrs
Publicada: 30 de janeiro
olha como so hipister to jogandu duum
⎛Ƈувєя☬Ɠ𝔬𝔱ђ⎞
5.1 hrs
Publicada: 26 de janeiro
Grande mestre dos gráficos, level design e do avanço do conceito, nós te louvaremos por séculos e séculos até o julgamento final. Quando a próxima geração estiver jogando video game através de implantes em seus cérebros, ou de mods que destroem completamente sua lógica salpicando-o com sangue brutal, saberemos que foi tu quem começou com o primeiro passo a nível internacional, virando febre e batendo todos os recordes, numa época que se sabia o que se fazia. Longa vida ao líder do gênero, primeira pessoa master nós louvamos. Vá de reto, demônio morto pra mim é entulho!

Mete bala no capeta ♥♥♥♥♥!
[FaZe] IsahannHan
10.3 hrs
Publicada: 22 de janeiro
Para a época, até mesmo nos dias de hoje, divertido pra caramba, te prende à tela do computador até você zerar o jogo. Contendo todas as 4 campanhas para o Doom, são no total 36 níveis, e dependendo da dificuldade colocada, mais monstros podem aparecer. Um jogo desafiante.

Vale a pena, mas cuidado usuários do Windows 8.1/10, pode não funcionar corretamente.
brenofrqm
12.6 hrs
Publicada: 14 de janeiro
melhor FPS de todos os tempos
Captain Falcon
15.0 hrs
Publicada: 30 de dezembro de 2015
DOOM é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS) desenvolvido pela ID Software (DOOM, Wolfenstein, Commander Keen, Quake; Hoje parte da Bethesda.) para MS-DOS em 1993, e depois portado para... Bem, MUITAS plataformas diferentes, como SNES, GBA, PS1 (melhor versão de console), Atari Jaguar, 32X, Saturn, 3DO (vale lembrar que eles tinham algumas fases diferentes da versão do PC) e, igual Wolf3D, tbm deve rodar em uma batata, até porque já conseguiram fazer ele rodar em uma impressora! (vale lembrar do port do Windows 95, onde tivemos uma propaganda feita pelo Bill Gates para promover ambos e LORD GABEN trabalhando neste port!). Este foi o primeiro jogo da Serie DOOM, tendo várias sequências e spin-offs.

O game foi produzido usando uma no Engine trabalhada por Jonh Carmack, a ID Tech 1 (Ou DOOM Engine para os mais... íntimos ( ͡° ͜ʖ ͡°) ) inspirada na engine de Wolfenstein 3D, mas desta vez o game o habilitava para SUBIR E DESCER DE LUGARES! (Next gen graphics, Dude!). O time de desenvolvimento de DOOM era basicamente o mesmo de Wolfenstein 3D, com alguns poucos novos membros da ID Software. Novamente, John Romero e John Carmack foram os grandes nomes do projeto.

Este game gerou muita polemica em seu lançamento, por conter conteúdo "Do demônho", "è cosa du Satã", "Para di joga iso muleke, ou vai se possuedo!", essas coisas que a gente ignorava (e continua ignorando :D) pra jogar em paz (ou guerra :P). Polemico ou não, o jogo é muito importante para a história dos games, pois foi a partir deste ponto que os FPS se tornaram um gênero "Mainstream" dos games. Vale notar que esta versão do DOOM (The Ultimate DOOM) já vem com a expansão que adiciona um novo episódio, que é bem difícil por sinal!

Outra coisa genial do game é a fanbase extremamente ativa do mesmo, que fazem fases (conhecidas como WADS), ports (ZDaemon, Eternity, Boom, ZDOOM...), mods (Brutal DOOM, Complex DOOM...) e muitas outras coisas incríveis (Covers, fanarts...). Até os dias de hoje, a fanbase ainda é muito ativa e fazem muitas coisas incríveis.

No game, você controla DOOM Marine (ou DOOM Guy, como prefirir. Juro que já vi gente brigando por isso :P). Você é um fuzileiro espacial que desobedeceu seu comandante que pediu a você atirar em civis, sendo deportado para Marte e obrigado a trabalhar para a UAC (Union Aerospace Corporation). Uma das luas de Marte, Phobos (que realmente existe! [Mais realistico q COD AW :P]), que também é controlada pela UAC, acabou tendo o contato terminado, além de Deimos (outra lua, tbm existe) ter desaparecido. Você, junto com soldados, vão investigar , mas todos acabam mortos, com exceção do Marine. Sozinho (a n ser q jogue Coop), você tem o objetivo de escapar de Phobos. No caminho, você vai ter que encontrar inimigos cada vez mais poderosos, armas mais destrutivas e chaves que servem para abrir portas até chegar no final das fases. Seus golpes funcionam de forma similar ao Wolfenstein 3D, de longe você tem menos chance de acertar o inimigo do que de perto.

O game possui 4 capítulos com 8 fases + 1 fase secreta cada, totalizando 36 fases, sendo 32 fases normais e 4 secretas. O tempo de campanha varia com o seu modo de jogar; Se você não for nas fases secretas e só querer terminar o game rápido, o game não deve durar mais de 8 horas. Se você procurar completar 100% em cada fase fazendo as secretas também, pode esperar mais de 15 horas (considerando, claro, que você não vai ver um detonado e que é a primeira vez sua jogando).

Jogabilidade 9,5/10
É muito boa mesmo sabendo que você não pode pular e nem olhar verticalmente (no caso, se você atirar e o inimigo estiver alguns degraus acima de você, a bala acaba indo na direção do oponente sozinha). Ela é rápida, precisa e boa de controlar, além de simples. O jogo conta com 7 armas além do soco e 10 inimigos contando os chefes. Uma diversidade boa que faz o gameplay ficar interessante até o fim. Vale lembrar que isto é 1993, minha gente.

Trilha Sonora 10/10
A trilha sonora de DOOM é uma das mais marcantes da história dos games. Graças a genialidade do compositor (Bobby Prince), o clima que cada uma te deixa combina muito bem com as fases que elas aparecem, ou seja, fases com muitos inimigos e poucos "puzzles" vai ter uma música mais de rock, já as fases com inimigos escondidos e cenário sanguinário vão ter músicas mais tensas e sombrias. Todas as músicas são muito marcantes. É algo genial, sem palavras.

Gráficos 9,5/10
Na época, estes eram os gráficos mais explodidores de mente, mesmo hoje com alguns mods e ports da para tirar um bom proveito na parte gráfica. Os cenários são muito bem trabalhados também, mesmo que nem sempre te de a sensação de "algo novo", principalmente no quarto episódio.

Otimização 10/10
Na época seu PC precisava muito bom (no minimo um processador Intel 386, ou recomendavelmente um Intel 486)... Hoje, você roda ele até em um (coloque aqui coisa besta para comparar com um PC podre). Poucos bugs existem, então isso n é um problema (principalmente se usar um source port).

Level Design 9,5/10
Muito bom, o jogo faz de tudo para te impressionar e criar um ambiente onde você precisa atirar e pensar, além de monstros muito bem posicionados. O problema cai novamente no quarto episódio, onde você já está completamente manjão do que acontece quando você pega uma chave :P.

Enredo 8/10
O game não possui um enredo super detalhado pois Carmack achava desnecessário games terem um (grande erro Carmack, grande erro), mas mesmo assim ele conta a trajetória do protagonista no fim de cada episódio. Este não é um game que você vai querer jogar pela história, e sim pelo gameplay mesmo. Mas não nego que o conceito da história é interessante.

Multiplayer 9/10
Este jogo foi o jogo pioneiro em Deathmatch (ou Free-for-all), podendo jogar via LAN ou, um tempo depois, por DWANGO (que era um serviço pago para jogar online). Embora fosse o primeiro, ele tinha um problema: Não existia mapas específicos para Deathmatch no jogo, ou seja, tinha que jogar os da campanha mesmo, sendo que quase nenhum mapa funcionava bem nesse modo (sorte que eventualmente as WADS começaram a sair :P). Também era possível jogar a campanha em modo coop, o que era legal.


GERAL 9,5/10
Um clássico eterno que, até hoje, mostra como os FPS evoluíram a partir de um ponto. DOOM é um dos jogos mais importantes da história, e ainda merece ser jogado.

You got the BFG9000! Oh, yes!
felipemartins_ce
11.1 hrs
Publicada: 27 de dezembro de 2015
Esse é o do jogo que separa os homens dos meninos.
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
23.7 horas registradas
Publicada: 2 de agosto
Simplesmente DOOM
Para época foi algo revolucionário! Antes do Play Station, nenhum console conseguia rodar isso de maneira tão agradável qunato no PC, isso ajudou bem muito a tornar o PC uma das melhores plataformas para jogos, os sprites agora tinham mais perspectiva, mapas agora tinham rampas e escadas, e também não pareciam mais labirintos assim como no Wolfenstein 3D, agora a engine está mais moderna.
E como podem jogar algo tão simples hoje em dia com gráficos de papél? Felizmente os fãs ainda mantém essa dlicia em pé fazendo mapas e mods que afetam gráficos ou jogabilidade, etc..., engines (source ports) ainda mais modernos também, algumas que chegam até suportar modelos em 3D, mas pra mim (e pros outros também) embora o jogo use apenas sprites e não modelos em 3D chega a ser bastante agradável e até mesmo "bonito" :) , é muito divertido sair atirando em demônios com sua shotgun e também devastá-los em uma sala com uma Big ♥♥♥♥ing Gun.
Enfim, jogar Doom foi bom e sempre será :D
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Análises mais úteis  No geral
15 de 15 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
8.7 horas registradas
Publicada: 31 de maio de 2015
Apesar da grande maioria dos jogos de DOS Box terem opções limitadas no Steam (não dá pra tirar screenshot com F12, não dá para abrir o chat com Shift+TAB e tampouco usar a opção de transmissão de jogatina), The Ultimate Doom ainda se mantem como uma das maiores pérolas dos FPS para computadores e mostra que apesar de grande parte dos recursos do jogo terem sido logo superados pelos seus concorrentes diretos na época, ainda assim você tem vontade de jogar e não tem aquela sensação de estar jogando algo que envelheceu mal.

O jogo é dividido em 4 episódios que podem ser jogados em qualquer ordem, mas é claro que para acompanhar toda a trama é necessário jogar na ordem certa. Explicando rapidamente a trama: a UAC estava experimentando um dispositivo de teletransporte entre 2 luas de Marte (Phobos e Deimos) e algo deu muito errado, abrindo assim um portal direto para o inferno. Os monstros que conseguiram passar dominaram esse portal e possuíram grande parte da tripulação da base, cortando comunicações com a base na Terra. O protagonista do jogo é o último fuzileiro vivo e deve passar por Phobos, Deimos e o próprio Inferno apenas para descobrir uma pequena surpresa no final - que nos leva diretamente ao segundo jogo.

Há uma variação boa de armas que cobre pelo menos 1 tipo de cada arma de fogo, além das Plasma Rifle e a poderosa BFG-9000 que só aparece no terceiro episódio. As fases também tem objetivos e design bastante variados, nunca ficando enjoativo mesmo depois de 10 anos jogando. As músicas são bem marcantes e a única reclamação aqui é que pelas limitações na época infelizmente eles não conseguiram colocar 1 música diferente por fase.

Outro ponto negativo, e aqui vale apenas para os compradores no Steam, é que as empresas que lançaram o jogo não trouxeram reais atualizações e o jogo não vai rodar diretamente no Windows Vista, 7, 8, 8.1 ou 10. Antes mesmo de começar o jogo é necessário ir no Fórum e buscar uma solução para editar as 2 .conf do jogo para ele poder rodar. Isso é uma pena, porque até suporte à Save na nuvem eles já adicionaram, então qual seria o problema de configurar o DOS Box para funcionar como deveria?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.6 horas registradas
Publicada: 28 de novembro de 2014
Um dos melhores jogos já criados.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
9.7 horas registradas
Publicada: 7 de outubro de 2014
Esse jogo é o mais loco de todos. Não tem como um FPS superar esse DOOM.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
10.3 horas registradas
Publicada: 22 de janeiro
Para a época, até mesmo nos dias de hoje, divertido pra caramba, te prende à tela do computador até você zerar o jogo. Contendo todas as 4 campanhas para o Doom, são no total 36 níveis, e dependendo da dificuldade colocada, mais monstros podem aparecer. Um jogo desafiante.

Vale a pena, mas cuidado usuários do Windows 8.1/10, pode não funcionar corretamente.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 6 pessoas (83%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.4 horas registradas
Publicada: 4 de junho de 2015
-What you got in there?
-In here.......? DooM

BANG THE BEST GAME WAS MADE
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
14.5 horas registradas
Publicada: 28 de abril de 2015
muito bom...
gostei...
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
15.0 horas registradas
Publicada: 30 de dezembro de 2015
DOOM é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS) desenvolvido pela ID Software (DOOM, Wolfenstein, Commander Keen, Quake; Hoje parte da Bethesda.) para MS-DOS em 1993, e depois portado para... Bem, MUITAS plataformas diferentes, como SNES, GBA, PS1 (melhor versão de console), Atari Jaguar, 32X, Saturn, 3DO (vale lembrar que eles tinham algumas fases diferentes da versão do PC) e, igual Wolf3D, tbm deve rodar em uma batata, até porque já conseguiram fazer ele rodar em uma impressora! (vale lembrar do port do Windows 95, onde tivemos uma propaganda feita pelo Bill Gates para promover ambos e LORD GABEN trabalhando neste port!). Este foi o primeiro jogo da Serie DOOM, tendo várias sequências e spin-offs.

O game foi produzido usando uma no Engine trabalhada por Jonh Carmack, a ID Tech 1 (Ou DOOM Engine para os mais... íntimos ( ͡° ͜ʖ ͡°) ) inspirada na engine de Wolfenstein 3D, mas desta vez o game o habilitava para SUBIR E DESCER DE LUGARES! (Next gen graphics, Dude!). O time de desenvolvimento de DOOM era basicamente o mesmo de Wolfenstein 3D, com alguns poucos novos membros da ID Software. Novamente, John Romero e John Carmack foram os grandes nomes do projeto.

Este game gerou muita polemica em seu lançamento, por conter conteúdo "Do demônho", "è cosa du Satã", "Para di joga iso muleke, ou vai se possuedo!", essas coisas que a gente ignorava (e continua ignorando :D) pra jogar em paz (ou guerra :P). Polemico ou não, o jogo é muito importante para a história dos games, pois foi a partir deste ponto que os FPS se tornaram um gênero "Mainstream" dos games. Vale notar que esta versão do DOOM (The Ultimate DOOM) já vem com a expansão que adiciona um novo episódio, que é bem difícil por sinal!

Outra coisa genial do game é a fanbase extremamente ativa do mesmo, que fazem fases (conhecidas como WADS), ports (ZDaemon, Eternity, Boom, ZDOOM...), mods (Brutal DOOM, Complex DOOM...) e muitas outras coisas incríveis (Covers, fanarts...). Até os dias de hoje, a fanbase ainda é muito ativa e fazem muitas coisas incríveis.

No game, você controla DOOM Marine (ou DOOM Guy, como prefirir. Juro que já vi gente brigando por isso :P). Você é um fuzileiro espacial que desobedeceu seu comandante que pediu a você atirar em civis, sendo deportado para Marte e obrigado a trabalhar para a UAC (Union Aerospace Corporation). Uma das luas de Marte, Phobos (que realmente existe! [Mais realistico q COD AW :P]), que também é controlada pela UAC, acabou tendo o contato terminado, além de Deimos (outra lua, tbm existe) ter desaparecido. Você, junto com soldados, vão investigar , mas todos acabam mortos, com exceção do Marine. Sozinho (a n ser q jogue Coop), você tem o objetivo de escapar de Phobos. No caminho, você vai ter que encontrar inimigos cada vez mais poderosos, armas mais destrutivas e chaves que servem para abrir portas até chegar no final das fases. Seus golpes funcionam de forma similar ao Wolfenstein 3D, de longe você tem menos chance de acertar o inimigo do que de perto.

O game possui 4 capítulos com 8 fases + 1 fase secreta cada, totalizando 36 fases, sendo 32 fases normais e 4 secretas. O tempo de campanha varia com o seu modo de jogar; Se você não for nas fases secretas e só querer terminar o game rápido, o game não deve durar mais de 8 horas. Se você procurar completar 100% em cada fase fazendo as secretas também, pode esperar mais de 15 horas (considerando, claro, que você não vai ver um detonado e que é a primeira vez sua jogando).

Jogabilidade 9,5/10
É muito boa mesmo sabendo que você não pode pular e nem olhar verticalmente (no caso, se você atirar e o inimigo estiver alguns degraus acima de você, a bala acaba indo na direção do oponente sozinha). Ela é rápida, precisa e boa de controlar, além de simples. O jogo conta com 7 armas além do soco e 10 inimigos contando os chefes. Uma diversidade boa que faz o gameplay ficar interessante até o fim. Vale lembrar que isto é 1993, minha gente.

Trilha Sonora 10/10
A trilha sonora de DOOM é uma das mais marcantes da história dos games. Graças a genialidade do compositor (Bobby Prince), o clima que cada uma te deixa combina muito bem com as fases que elas aparecem, ou seja, fases com muitos inimigos e poucos "puzzles" vai ter uma música mais de rock, já as fases com inimigos escondidos e cenário sanguinário vão ter músicas mais tensas e sombrias. Todas as músicas são muito marcantes. É algo genial, sem palavras.

Gráficos 9,5/10
Na época, estes eram os gráficos mais explodidores de mente, mesmo hoje com alguns mods e ports da para tirar um bom proveito na parte gráfica. Os cenários são muito bem trabalhados também, mesmo que nem sempre te de a sensação de "algo novo", principalmente no quarto episódio.

Otimização 10/10
Na época seu PC precisava muito bom (no minimo um processador Intel 386, ou recomendavelmente um Intel 486)... Hoje, você roda ele até em um (coloque aqui coisa besta para comparar com um PC podre). Poucos bugs existem, então isso n é um problema (principalmente se usar um source port).

Level Design 9,5/10
Muito bom, o jogo faz de tudo para te impressionar e criar um ambiente onde você precisa atirar e pensar, além de monstros muito bem posicionados. O problema cai novamente no quarto episódio, onde você já está completamente manjão do que acontece quando você pega uma chave :P.

Enredo 8/10
O game não possui um enredo super detalhado pois Carmack achava desnecessário games terem um (grande erro Carmack, grande erro), mas mesmo assim ele conta a trajetória do protagonista no fim de cada episódio. Este não é um game que você vai querer jogar pela história, e sim pelo gameplay mesmo. Mas não nego que o conceito da história é interessante.

Multiplayer 9/10
Este jogo foi o jogo pioneiro em Deathmatch (ou Free-for-all), podendo jogar via LAN ou, um tempo depois, por DWANGO (que era um serviço pago para jogar online). Embora fosse o primeiro, ele tinha um problema: Não existia mapas específicos para Deathmatch no jogo, ou seja, tinha que jogar os da campanha mesmo, sendo que quase nenhum mapa funcionava bem nesse modo (sorte que eventualmente as WADS começaram a sair :P). Também era possível jogar a campanha em modo coop, o que era legal.


GERAL 9,5/10
Um clássico eterno que, até hoje, mostra como os FPS evoluíram a partir de um ponto. DOOM é um dos jogos mais importantes da história, e ainda merece ser jogado.

You got the BFG9000! Oh, yes!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
9.0 horas registradas
Publicada: 26 de maio
*Versão Português-Br*

Recomendo esse Game!

História: Inexistente
Trilha Sonora: Boa
Jogabilidade: Ótima
Gráficos: Bom (O jogo tem mais de 20 anos)
Conquistas: Não Possui
Tempo Estimado para 100%: 9 horas (Dificuldade "Hurt Me Plenty")

Para quem gosta da Franquia, tem que Jogar.
Lembrando que o jogo possui mais de 20 anos...

*English Version*

I recommend this Game!

History: None
Soundtrack: Good
Gameplay: Great
Graphics: Good (The Game has over 20 years)
Achievements: Contains No
Estimated Time to 100%: 9 hours (Difficulty "Hurt Me Plenty")

For those who like the Franchise, you have to Play.
Remember that the Game has more than 20 years ...
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
10.7 horas registradas
Publicada: 31 de dezembro de 2014
Um ótimo clássico que não dei valor no passado. O jogo ao todo são 4 Episódios, no minimo umas 6 a 8 horas de jogo garantida, vale muito a pena a compra. Um FPS que merece ser ao menos conhecido por quem nunca jogou. Recomendo. ^^
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada