No fim do ano de 1993, os Estados Unidos lançaram uma operação militar dupla na capital da Somália, Mogadíscio. Agentes da Força Delta e Patrulheiros do Exército foram mandados para capturar os senhores da guerra somali e restaurar a ordem.
Análises de usuários:
Todas:
Muito positivas (85 análises) - 97% das 85 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 24/mar/2003

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Delta Force — Black Hawk Down

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Delta Force Platinum Pack

Inclui 2 itens: Delta Force — Black Hawk Down: Team Sabre, Delta Force: Black Hawk Down

Comprar NovaLogic Multiplayer Mayhem

Inclui 3 itens: Delta Force: Black Hawk Down, Delta Force: Xtreme, Joint Operations: Combined Arms Gold

Comprar NovaLogic Everything Pack

Inclui 15 itens: Armored Fist 3, Comanche 4, Delta Force, Delta Force 2, Delta Force Land Warrior, Delta Force Xtreme 2, Delta Force — Black Hawk Down: Team Sabre, Delta Force: Black Hawk Down, Delta Force: Task Force Dagger, Delta Force: Xtreme, F-16 Multirole Fighter, F-22 Lightning 3, Joint Operations: Combined Arms Gold, MiG-29 Fulcrum, Tachyon: The Fringe

 

Sobre este jogo

No fim do ano de 1993, os Estados Unidos lançaram uma operação militar dupla na capital da Somália, Mogadíscio. Agentes da Força Delta e Patrulheiros do Exército foram mandados para capturar os senhores da guerra somali e restaurar a ordem. Experimente o combate intenso da Operação Restore Hope (Restaurar Esperança) neste inovador jogo de tiro em primeira pessoa. Participe como um agente da Força Delta em varias incursões audaciosas e intensas contra os opressores senhores de guerra somali, dentro e aos arredores de Mogadíscio.
Características
  • Entre em combate corpo a corpo em um labirinto de ruas ou atire à distância com as armas de longo alcance características da Força Delta
  • Abra fogo com armas pesadas montadas em helicópteros Black Hawk ou em Veículos Militares
  • Equipe-se com um arsenal de armas modeladas autenticas as usadas nas ruas de Mogadíscio
  • Novo sistema de Inteligência Artificial controla trabalho em equipe sem precedentes e inimigos que irão habilmente caçá-lo
  • Lute através de uma variedade de missões interessantes, cada uma com múltiplos objetivos
  • Ação multijogador sem parar e em larga escala, pela rede local ou pela NovaWorld
  • Desenvolvido em um novo motor de jogo, otimizado para utilizar as mais novas tecnologias de processadores e gráficos 3D
  • Feito com orientação de assessores das Unidades de Operações Especiais (Special Operation Forces) para a inserção de estratégias, situações e detalhes realísticos

Requisitos de sistema

    • OS: Windows 2000, XP & Vista
    • Processor: Pentium III 733MHz or better
    • Memory: 256MB minimum
    • Graphics: Direct3D with 32MB or better
    • DirectX®: DirectX version 8.1 or higher (included)
    • Hard Drive: 860MB Free
    • Sound: DirectX-compliant
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Todas:
Muito positivas (85 análises)
Últimas análises
SkeletoN™
( 1.5 horas registradas )
Publicada: 1 de dezembro de 2015
Me lembro das horas gastas na Lan House jogando esse game. recomendo demais. 10/10
Noob
( 0.1 horas registradas )
Publicada: 9 de agosto de 2015
Esse foi um jogo que joguei entre 2007 e 2009 e foi pra mim um dos melhores da época!
Quando lançaram no Steam comprei na hora esse grande jogo!

Recomendo!
Godo
( 4.3 horas registradas )
Publicada: 19 de dezembro de 2014
O conflito de Mogadíscio, depois do Vietnã, foi uma das batalhas mais violentas envolvendo combate urbano a curta distância (ou seja, soldados contra soldados, sem tanques ou coisas do tipo), deixando 4.000 somalis mortos. Em 1991 o ditador \ Presidente da Somália chamado Siad Barre caiu, ou seja, sem um representante do povo o país caiu na anarquia (até porque quem o derrubou foi o ''Congresso Unido da Somália'', um grupo paramilitar, em paralelo com o outro grupo ''Front Democratico da Somália), em 1991 o acúmulo de várias facções era tão grande (verdadeiras tribos, mas armadas até os dentes) que o país praticamente se converteu em uma verdadeira trincheira gigante, a ajuda humanitária dos países não chegava (já que praticamente todo o país pertencia as facções e ninguem queria estrangeiro atrapalhando), em 1992 a ONU resolveu agir (após aceitar uma proposta ) aprovando uma ''intervenção'' no país (que praticamente mergulhou no caos), o conflito resultou em sua fase mais alarmante quando em 1993, um grupo de rangers resolveu atacar as facções unidas para capturar o Senhor da Guerra Mohammed Farah Aidid (líder do Congresso Unido da Somália).
O problema é que Mogadíscio é a capital, todas as facções querem, 18 soldados americanos foram mortos, a estação americana foi bombardeada por um morteiro e dois helicópteros UH-60 Black Hawk foram abatidos pelas forças rebeldes de Mogadíscio, o corpo de um deles fora capturado pelos rebeldes Mogadíscios e arrastado com correntes pelo pé pelas ruas, a opinião pública ficou chocada com o ato, os americanos se retiraram as pressas do país e juraram nunca mais se envolver em questões de conflito africanas (inclusive isso refletiu no Massacre de Ruanda, que deixou de 500 mil a 1 milhão de mortos por pura negligência da ONU).
Ironicamente, assim como no Vietnã, os Estados Unidos também se viram forçados a abandonar o país devido a forte crítica da opinião pública e a morte de jovens soldados americanos a troco de nada (nada que desse lucro pra eles óbvio), tudo isso pode ser visto no filme ''Black Hawk Down'' (Falcão Negro em Perigo).

Pontos positivos:


- Delta Force no seu melhor estilo
- Missões baseadas em fatos reais, desde a chegada em Mogadíscio até o ''suposto'' fim de Adid
- Jogar com uma equipe ao invés de sozinho
- Possibilidades de dar ordens a seus soldados (ordens básicas, corra, avance, espere, recue, cubra-me)
- Variedade de armas, você pode escolher as armas que usará antes de começar cada missão, desde rifles de sniper, metralhadoras comuns, pesadas, fuzis e pistolas, também bombas e uma bazuca.
- Apesar do jogo ser antigo, as favelas de Mogadíscio foram muito bem representadas, os caminhos apertados mostram muito bem a apreensão de encontrar um inimigo que aperte o gatilho primeiro do que você.
- Missões rápidas, que não cansam o jogador, você pode salvar o jogo (tem limite de save, de 5 a 10 por fase)
- Òtima dublagem, em momentos retrata bem a situação dos soldados em uma terra estranha cercados de inimigos

Contras:

- Não há a possibilidade de pegar as armas dos inimigos e eles também não dropam munição, então seja tático, é possível encontrar caixas com munições, mas é fácil passar dispercebido
- Não tem checkpoint, morreu e não salvou? Já era, volta pro começo.
- Certas fases tem um número mínimo de vezes que pode salvar, então pode ser meio frustrante ter que decorar a fase pra saber quando e onde salvar
- O multiplayer (que não era grande coisa) morreu junto com a GameSpy
- Certas situações podem ser frustrantes, os bot's do jogo são ligados no modo ''kill kill'', ele anda até você e dispara ao menor ruído que você fizer, o problema é que em certos momentos do jogo eles acabam saindo dos lugares mais inusitados (voce passar por varias salas e esquece de uma com um inimigo, esse inimigo vai te seguir em 90% das vezes pra te metralhar pelas costas quando vc tiver lá na frente).
- Apesar de ser ambientado no conflito, o game é uma matança desenfreada de somalis do início ao fim, se você é muito sensível a esse tipo de coisa (soldados americanos matando pessoas de chinelo e ak 47 nas mãos) provavelmente não vai gostar


Mohammed Farah Aidid morreu em 1998 devido a um ''conflito entre gangues'' (pelo menos é o que informaram pra imprensa), a vitória dos rebeldes somalis nas costas dos Americanos, apesar de ter sido uma ''Vitória pírrica'' (uma vitória que custou muitas vidas e prejuízos extremos para a população) foi uma maneira de mostrar ao mundo a brutalidade e a miséria que o continente africano possuía, e que no fim das contas, isso era puro reflexo de toda a exploração que países maiores fizeram no passado, infelizmente.
Atualmente Mogadíscio vive um governo federal de transição (porém ainda divido entre insurgentes), pois foi ''governado'' por senhores da guerra até 2006, nessa mesma época viveu mais um período brutal de guerra, dessa vez entre soldados Etíopes e o Conselho Supremo das Cortes Islâmicas que controlava a região, até a chegada da União Africana em 2008, porém o fanatismo islâmico e as inúmeras facções ainda assombram o país.
Análises mais úteis  No geral
24 de 26 pessoas (92%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
4.3 horas registradas
Publicada: 19 de dezembro de 2014
O conflito de Mogadíscio, depois do Vietnã, foi uma das batalhas mais violentas envolvendo combate urbano a curta distância (ou seja, soldados contra soldados, sem tanques ou coisas do tipo), deixando 4.000 somalis mortos. Em 1991 o ditador \ Presidente da Somália chamado Siad Barre caiu, ou seja, sem um representante do povo o país caiu na anarquia (até porque quem o derrubou foi o ''Congresso Unido da Somália'', um grupo paramilitar, em paralelo com o outro grupo ''Front Democratico da Somália), em 1991 o acúmulo de várias facções era tão grande (verdadeiras tribos, mas armadas até os dentes) que o país praticamente se converteu em uma verdadeira trincheira gigante, a ajuda humanitária dos países não chegava (já que praticamente todo o país pertencia as facções e ninguem queria estrangeiro atrapalhando), em 1992 a ONU resolveu agir (após aceitar uma proposta ) aprovando uma ''intervenção'' no país (que praticamente mergulhou no caos), o conflito resultou em sua fase mais alarmante quando em 1993, um grupo de rangers resolveu atacar as facções unidas para capturar o Senhor da Guerra Mohammed Farah Aidid (líder do Congresso Unido da Somália).
O problema é que Mogadíscio é a capital, todas as facções querem, 18 soldados americanos foram mortos, a estação americana foi bombardeada por um morteiro e dois helicópteros UH-60 Black Hawk foram abatidos pelas forças rebeldes de Mogadíscio, o corpo de um deles fora capturado pelos rebeldes Mogadíscios e arrastado com correntes pelo pé pelas ruas, a opinião pública ficou chocada com o ato, os americanos se retiraram as pressas do país e juraram nunca mais se envolver em questões de conflito africanas (inclusive isso refletiu no Massacre de Ruanda, que deixou de 500 mil a 1 milhão de mortos por pura negligência da ONU).
Ironicamente, assim como no Vietnã, os Estados Unidos também se viram forçados a abandonar o país devido a forte crítica da opinião pública e a morte de jovens soldados americanos a troco de nada (nada que desse lucro pra eles óbvio), tudo isso pode ser visto no filme ''Black Hawk Down'' (Falcão Negro em Perigo).

Pontos positivos:


- Delta Force no seu melhor estilo
- Missões baseadas em fatos reais, desde a chegada em Mogadíscio até o ''suposto'' fim de Adid
- Jogar com uma equipe ao invés de sozinho
- Possibilidades de dar ordens a seus soldados (ordens básicas, corra, avance, espere, recue, cubra-me)
- Variedade de armas, você pode escolher as armas que usará antes de começar cada missão, desde rifles de sniper, metralhadoras comuns, pesadas, fuzis e pistolas, também bombas e uma bazuca.
- Apesar do jogo ser antigo, as favelas de Mogadíscio foram muito bem representadas, os caminhos apertados mostram muito bem a apreensão de encontrar um inimigo que aperte o gatilho primeiro do que você.
- Missões rápidas, que não cansam o jogador, você pode salvar o jogo (tem limite de save, de 5 a 10 por fase)
- Òtima dublagem, em momentos retrata bem a situação dos soldados em uma terra estranha cercados de inimigos

Contras:

- Não há a possibilidade de pegar as armas dos inimigos e eles também não dropam munição, então seja tático, é possível encontrar caixas com munições, mas é fácil passar dispercebido
- Não tem checkpoint, morreu e não salvou? Já era, volta pro começo.
- Certas fases tem um número mínimo de vezes que pode salvar, então pode ser meio frustrante ter que decorar a fase pra saber quando e onde salvar
- O multiplayer (que não era grande coisa) morreu junto com a GameSpy
- Certas situações podem ser frustrantes, os bot's do jogo são ligados no modo ''kill kill'', ele anda até você e dispara ao menor ruído que você fizer, o problema é que em certos momentos do jogo eles acabam saindo dos lugares mais inusitados (voce passar por varias salas e esquece de uma com um inimigo, esse inimigo vai te seguir em 90% das vezes pra te metralhar pelas costas quando vc tiver lá na frente).
- Apesar de ser ambientado no conflito, o game é uma matança desenfreada de somalis do início ao fim, se você é muito sensível a esse tipo de coisa (soldados americanos matando pessoas de chinelo e ak 47 nas mãos) provavelmente não vai gostar


Mohammed Farah Aidid morreu em 1998 devido a um ''conflito entre gangues'' (pelo menos é o que informaram pra imprensa), a vitória dos rebeldes somalis nas costas dos Americanos, apesar de ter sido uma ''Vitória pírrica'' (uma vitória que custou muitas vidas e prejuízos extremos para a população) foi uma maneira de mostrar ao mundo a brutalidade e a miséria que o continente africano possuía, e que no fim das contas, isso era puro reflexo de toda a exploração que países maiores fizeram no passado, infelizmente.
Atualmente Mogadíscio vive um governo federal de transição (porém ainda divido entre insurgentes), pois foi ''governado'' por senhores da guerra até 2006, nessa mesma época viveu mais um período brutal de guerra, dessa vez entre soldados Etíopes e o Conselho Supremo das Cortes Islâmicas que controlava a região, até a chegada da União Africana em 2008, porém o fanatismo islâmico e as inúmeras facções ainda assombram o país.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
20 de 20 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
0.1 horas registradas
Publicada: 9 de agosto de 2015
Esse foi um jogo que joguei entre 2007 e 2009 e foi pra mim um dos melhores da época!
Quando lançaram no Steam comprei na hora esse grande jogo!

Recomendo!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
7.9 horas registradas
Publicada: 15 de dezembro de 2015
Good
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
1.5 horas registradas
Publicada: 1 de dezembro de 2015
Me lembro das horas gastas na Lan House jogando esse game. recomendo demais. 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada