Uncertain of his sister's fate, a boy enters LIMBO
Análises de usuários: Extremamente positivas (5,993 análises)
Data de lançamento: 2/ago/2011

Inicie a sessão para adicionar este jogo à sua lista de desejos ou dispensá-lo

Comprar LIMBO

 

Recomendado por curadores

"A sublime platformer with a subdued - but effectively haunting - atmosphere. Still one of the best of the famous indie darlings."
Veja a análise completa aqui.

Atualizações recentes Ver todos (1)

3 de julho

LIMBO available for Linux

We made a proper Linux/SteamOS port of LIMBO. Write to support@playdead.com for any issues with the game.

33 comentários Leia mais

Análises

“Limbo is as close to perfect at what it does as a game can get.”
10/10 – Destructoid
“The game is a masterpiece.”
5/5 – GiantBomb
“Limbo is genius. Freaky, weird genius. Disturbing, uncomfortable genius.”
5/5 – The Escapist
“Dark, disturbing, yet eerily beautiful, Limbo is a world that deserves to be explored.”
5/5 – Joystiq

Steam Big Picture

Sobre este jogo

Uncertain of his sister's fate, a boy enters LIMBO

Requisitos de sistema

PC
Mac
Linux
    • SO: Windows XP, Vista, 7
    • Processador: 2 GHz
    • Memória: 512MB
    • Espaço em disco: 150MB
    • Placa de vídeo: Deve ter sido lançada há 5 anos ou menos. Gráficos integrados e placas de baixo custo podem não funcionar. A placa precisa ter suporte ao Shader Model 3.0.
    • DirectX®: 9.0c
    Por favor, observe que LIMBO só funcionará em Macs produzidos de 2009 em diante.
    • Sistema operacional: OS X Snow Leopard versão 10.6.3 ou mais atual.
    • Processador: Intel Mac
    • Memória: 1 GB de RAM
    • Espaço em disco: 150MB
    • Placa de vídeo: Compatível com OpenGL 2.0 com 256 MB de memória RAM compartilhada ou dedicada (ATI ou NVIDIA)
    • OS: SteamOS, Ubuntu 12.04 or later, or otherwise compatible Linux distribution.
    • Processor: 2GHz
    • Memory: 1 GB RAM
    • Hard Disk Space: 150MB
    • Video Card: OpenGL 2.0 compatible video card with 256 MB shared or dedicated RAM
Análises úteis de usuários
31 de 34 pessoas (91%) acharam esta análise útil
6.2 hrs registradas
LIMBO é um side-scroller onde sua ideia principal é passar por puzzles, mas acompanhado de uma atmosfera fria e sombria, esse jogo tende a surpreender ainda mais com suas ideias "por trás das cortinas". Inovando com o clássico, essa pequena obra de arte é um desafio intelectual para qualquer um.

Sua história? Ele possui uma. É possível entendê-la? Talvez. Diferente de tudo, esse jogo não te dá dicas, muito menos suposições de o que está acontecendo ali. Do começo ao fim é uma busca interpretativa para se entender o que se acontece com o protagonista, batizado carinhosamente pelos jogadores de Nameless Boy. Existem inúmeras teorias diferentes criadas para explicar o jogo, nenhuma comprovada. O mais perfeito disso tudo, que cada jogador pode entender de uma forma diferente, baseado no que ele vê durante o jogo, e isso, é uma qualidade única de LIMBO, e a que mais impressiona.

Jogabilidade simples, fluída e direta. Você anda para duas direções e interage com objetos, que variam dependendo do desafio em questão. Essa simplicidade acompanhada de puzzles bem elaborados, é o suficiente para fazer seu cérebro fritar em algumas ocasiões. Alguns desafios são realmente dificeis, tanto intelectualmente quanto de forma ativa, pois morrer em LIMBO, é muito fácil.

Uma arte única. Completamente em preto e branco, LIMBO expressa tudo que você mais pode imaginar com apenas objetos negros e com um estilo de animação de desenho animado. Apesar de parecer fútil, é muito impressionante assim que se bate o olho. A direção de arte realmente impressionou a todos com esse formato único.

LIMBO, um jogo para aqueles que buscam um bom desafio intelectual, quanto para aqueles que gostariam de experimentar uma sensação única que o jogo passa. Embora seja dito isso, é extremamente recomendável a todos, pois uma obra de arte dessas, não pode ser desperdiçada por ninguém.

#Discussions_QuoteBlock_Author
Um jogo que possui poucos humanos, mas que excede em humanidade.
Publicada: 11 de outubro
Você achou esta análise útil? Sim Não
21 de 22 pessoas (95%) acharam esta análise útil
6.1 hrs registradas
Fantástico! Uma verdadeira obra de arte.

Ambientação com tema sombrio muito bem construída, sons muito bem adaptados. Consegue ser o tempo todo inovador, sem fugir de sua temática original. A cada puzzle uma nova surpresa e nada, nada de ser repetitivo.
Um dos melhores Indies que já joguei e com certeza um dos melhores do seu gênero.

10/10.
Publicada: 2 de junho
Você achou esta análise útil? Sim Não
10 de 12 pessoas (83%) acharam esta análise útil
0.3 hrs registradas
É um jogo que te prende do começo ao fim. A ansiedade em saber o que há na próxima tela, a sensação de solidão, aliada ao medo do que vai ter que enfrentar.... sim, faz o jogo ser épico. Os gráficos são lindos, simples para muitos, mas de uma beleza e profundidade inquestionáveis.
Publicada: 24 de junho
Você achou esta análise útil? Sim Não
5 de 6 pessoas (83%) acharam esta análise útil
1.5 hrs registradas
Sensacional.
Publicada: 17 de julho
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
10.9 hrs registradas
Limbo é um verdadeiro game onde você aprende a morrer, e uma game que não possui diálogos, Você controla um garotinho por cenários sem armas, você apenas pula e deve usar os elementos do jogo para sobreviver e, teoricamente, escapar dali. Limbo é desafiador e um dos jogos mais originais dos últimos tempos.
Como no Super Mario a missão em Limbo é resgatar a princesa que, no caso, parece ser a sua irmã.
E para enfrentar todos esses perigos você so tem que pular. O que vai faz a diferença é como você engana o cenário, usa os elementos a seu favor e sai por cima, com a satisfação de vitória, mesmo após ter sofrido como ninguém.

Recomendado!
Publicada: 13 de julho
Você achou esta análise útil? Sim Não
54 de 58 pessoas (93%) acharam esta análise útil
9.4 hrs registradas
Simplesmente fantástico! Vale muito à pena conferi-lo!
Belo, simples, desafiador e criativo. É um verdadeiro jogo arte que se torna totalmente envolvente e viciante.

"Limbo é um jogo com poucos humanos, mas que excede em humanidade"
Publicada: 25 de novembro de 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não