After returning to the quiet streets of Paris to pursue a life of painting, Gus Macpherson could not escape his true art…
Análises de usuários:
Todas:
Neutras (127 análises) - 51% das 127 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 1/nov/2002

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Post Mortem

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Still Life Collection

Inclui 3 itens: Post Mortem, Still Life, Still Life 2

 

Análises

“Beautifully conceived and just as well executed.”
88% – ActionTrip
“A creepy, challenging, intelligent and atmospheric thriller.”
75% – JustAdventure
“Tells a compelling story in an interesting way, and offers some novel twists on the occult murder theme.”
87% – PC Gameworld

Sobre este jogo

ENTRE NUM PURO SUSPENSE ONDE NADA É O QUE PARECE!

Após retornar às quietas ruas de Paris para seguir uma vida de pintura, Gus Macpherson não pôde escapar da sua verdadeira arte…

O ex-detetive de Nova Iorque encontra-se em serviço mais uma vez, quando contratado por uma mulher sensual para investigar os horrendos decapitamentos da sua irmã e do seu cunhado. Nas sombrias e misteriosas ruas de Paris e atormentado pelo seu sexto sentido clarividente, Gus desvendará uma conspiração escrita em sangue, com rituais e artefatos tão antigos quanto o próprio tempo.

Características principais:

  • Cistas panorâmicas estonteantes em 360º.
  • Personagens ricos e intrigantes.
  • Ambiente detalhado e realista.
  • Múltiplos caminhos de jogo integrados à história.
  • Quebra-cabeças originais e criativos.
  • Prólogo do jogo de aventura Still Life.

Requisitos de sistema

    • Operating system:Windows® XP / Vista™ / Windows® 7
    • Processor:1.0 GHz CPU
    • Memory:512 GB
    • Hard disk space:1GB
    • Video:Video Card with 64MB dedicated memory
    • Sound:Sound card with DirectX 9.0c support
    • DirectX®:9.0c
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Todas:
Neutras (127 análises)
Últimas análises
kaji-san
( 22.5 horas registradas )
Publicada: 3 de abril de 2015
Ele não é um jogo perfeito, possui falhas, mas está longe de ser ruim.
Pra quem jogou esse, é obrigatório que jogue a sequela Still Life, ele melhorou em todos os aspectos os defeitos que notei em Post Mortem.
Marvelous
( 6.9 horas registradas )
Publicada: 7 de agosto de 2014
Análise sem spoiler
Post Mortem é um jogo point and click em primeira pessoa de aventura e investigação.
Este é o primeiro game da série de Still Life
Cronologia:
1º Post Mortem
2º Still Life
3º Still Life 2

*História: O jogo se passa em Paris em 1925 (4 anos antes de Gustav ir para Praga em Still Life). Gustav McPherson é um artista que pinta quadros e também trabalha como detetive. Ele aceita um caso da morte de um casal que foi assassinado em um hotel. O caso é muito mais profundo do que parece, envolve até uma sociedade secreta. Mas não vou entrar em detalhes para não estragar. A história é muito boa e possui várias surpresas e reviravoltas.
Quando você chegar no hotel, o recepcionista vai perguntar quem é você. Você pode dizer que é um agente de seguros, um detetive ou então um jornalista.
Basicamente o jogo tem 2 caminhos:
1º Agente de seguros
2º Detetive ou jornalista
O seu gameplay vai ser afetado pelo caminho que seguir e as escolhas nos seus diálogos também alteram o jogo.
O jogo tem múltiplos finais, porém são 2 principais e os outros são apenas detalhes que mudam. Um é bom e o outro é ruim. Não sei dizer se tem a ver com o caminho que você escolhe. Eu fui pelo 2º caminho e de três finais que fiz, todos foram bons.

*Ambientação e trilha sonora: São boas, os cenários são bem feitos para a época do lançamento e as músicas combinam.
Tem também algumas CG's no jogo que são legais até, mas não envolvem muito.

A dificuldade dos puzzles é moderada. Teve alguns em que tive que procurar detonado, achei até que o jogo tinha bugado, mas não. Fechei o jogo com cerca de 7 horas.
O jogo valeu a pena pra mim, apesar de alguns problemas que tive para resolver alguns puzzles. Gostei muito de ter esse lance de escolha e afetar em parte os diálogos e gameplay.
Se tiver alguma dúvida ou quiser completar algo, é só comentar.
Análises mais úteis  No geral
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
6.9 horas registradas
Publicada: 7 de agosto de 2014
Análise sem spoiler
Post Mortem é um jogo point and click em primeira pessoa de aventura e investigação.
Este é o primeiro game da série de Still Life
Cronologia:
1º Post Mortem
2º Still Life
3º Still Life 2

*História: O jogo se passa em Paris em 1925 (4 anos antes de Gustav ir para Praga em Still Life). Gustav McPherson é um artista que pinta quadros e também trabalha como detetive. Ele aceita um caso da morte de um casal que foi assassinado em um hotel. O caso é muito mais profundo do que parece, envolve até uma sociedade secreta. Mas não vou entrar em detalhes para não estragar. A história é muito boa e possui várias surpresas e reviravoltas.
Quando você chegar no hotel, o recepcionista vai perguntar quem é você. Você pode dizer que é um agente de seguros, um detetive ou então um jornalista.
Basicamente o jogo tem 2 caminhos:
1º Agente de seguros
2º Detetive ou jornalista
O seu gameplay vai ser afetado pelo caminho que seguir e as escolhas nos seus diálogos também alteram o jogo.
O jogo tem múltiplos finais, porém são 2 principais e os outros são apenas detalhes que mudam. Um é bom e o outro é ruim. Não sei dizer se tem a ver com o caminho que você escolhe. Eu fui pelo 2º caminho e de três finais que fiz, todos foram bons.

*Ambientação e trilha sonora: São boas, os cenários são bem feitos para a época do lançamento e as músicas combinam.
Tem também algumas CG's no jogo que são legais até, mas não envolvem muito.

A dificuldade dos puzzles é moderada. Teve alguns em que tive que procurar detonado, achei até que o jogo tinha bugado, mas não. Fechei o jogo com cerca de 7 horas.
O jogo valeu a pena pra mim, apesar de alguns problemas que tive para resolver alguns puzzles. Gostei muito de ter esse lance de escolha e afetar em parte os diálogos e gameplay.
Se tiver alguma dúvida ou quiser completar algo, é só comentar.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Recomendado
22.5 horas registradas
Publicada: 3 de abril de 2015
Ele não é um jogo perfeito, possui falhas, mas está longe de ser ruim.
Pra quem jogou esse, é obrigatório que jogue a sequela Still Life, ele melhorou em todos os aspectos os defeitos que notei em Post Mortem.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada