Portal™ é um novo jogo para um jogador da Valve. Estabelecido nos misteriosos Laboratórios Aperture Science, Portal é aclamado como um dos novos jogos mais inovadores no horizonte e oferecerá aos jogadores horas de jogabilidade única.
Análises de usuários: Extremamente positivas (19,376 análises)
Data de lançamento: 10/out/2007

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Portal

Pacotes que incluem este jogo

Comprar The Orange Box

Inclui 5 itens: Half-Life 2, Half-Life 2: Episode One, Half-Life 2: Episode Two, Portal, Team Fortress 2

Comprar Portal Bundle

Inclui 2 itens: Portal, Portal 2

Comprar Valve Complete Pack

Inclui 24 itens: Counter-Strike: Global Offensive, Portal 2, Left 4 Dead 2, Left 4 Dead, Portal, Team Fortress 2, Team Fortress Classic, Counter-Strike: Source, Counter-Strike, Counter-Strike: Condition Zero, Day of Defeat, Day of Defeat: Source, Half-Life 2, Half-Life 2: Deathmatch, Half-Life 2: Lost Coast, Half-Life 2: Episode One, Half-Life 2: Episode Two, Half-Life, Half-Life: Blue Shift, Half-Life: Opposing Force, Half-Life Deathmatch: Source, Half-Life: Source, Ricochet, Deathmatch Classic

Conteúdo adicional para este jogo

 

Recomendado por curadores

"A first-person physics puzzler developed by Valve. Use a Portal Gun to navigate a series of tests as a human lab rat, guided by the friendly A.I. GLaDOS"

Sobre este jogo

Portal™ é um novo jogo para um jogador da Valve. Estabelecido nos misteriosos Laboratórios Aperture Science, Portal é aclamado como um dos novos jogos mais inovadores no horizonte e oferecerá aos jogadores horas de jogabilidade única.

O jogo é projetado para mudar a forma com a qual jogadores se aproximam, manipulam e supõem as possibilidades num dado ambiente; semelhante a como a Gravity Gun do Half-Life® 2 inovou com novas formas de alavancar um objeto em qualquer situação.

Jogadores devem resolver quebra-cabeças físicos e desafios abrindo portais para manipular objetos, e eles mesmos, pelo espaço.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X

    Mínimo: Processador de 1.7 GHz, 512MB de RAM, Placa de Vídeo com DirectX® 8.1 (Requer Suporte para SSE), Windows® Vista/XP, Mouse, Teclado, Conexão com a Internet

    Recomendado: Processador Pentium 4 (3.0GHz, ou melhor), 1GB de RAM, Placa de Vídeo com DirectX® 9, Windows® Vista/XP, Mouse, Teclado, Conexão com a Internet

    Mínimo: OS X versão Leopard 10.5.8, Snow Leopard 10.6.3, 1GB RAM, NVIDIA GeForce 8 ou melhor, ou ATI X1600 ou melhor, ou Intel HD 3000 ou melhor, Mouse, Teclado, Conexão com Internet

Mods criadas pela comunidade For this game

Análises úteis de usuários
16 de 16 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
9.4 hrs registradas
Publicada: 18 de março
Portal é diferente e inovador. O jogo é uma mistura de puzzle (quebra cabeça) e ação. Ele se passa no mesmo universo de Half-Life. A protagonista chama-se Chell e ela é muda, o enredo do jogo é basicamente contado por uma "voz" chamada GLaDOS, que dá instruções para a protagonista. Pelo fato da protagonista não falar, pode parecer que o jogo tem um enrredo ruim, mas a historia vai ficando muito interessante, até chegar em um final surpreendente.

A Chell usa a 'portal gun', que é uma arma que lança um portal azul ou laranja, para passar pelas câmeras do jogo.
A dificuldade, no começo é muito baixa, e vai aumentando bastante conforme você vai passando.
Eu não vi nenhum bug no decorrer da campanha. A trilha sonora do jogo é muito boa, dando destaque para a música 'Still Alive' que é cantada pela GLaDOS nos créditos do jogo.
O jogo é curto, você consegue zera-lo em uma média de 3hs, em uma segunda jogatina esse tempo diminui muito.
Os gráficos do jogo são consideravelmente bons, levando em consideração o ano do lançamento.
O jogo tem uns desafios extras, como passar por uma câmara usando poucos portais, dando poucos passos ou em pouco tempo. E também tem as câmaras avançadas, que são as câmaras do modo campanha, com a dificuldade aumentada.


Portal é um dos melhores jogos de puzzles de todos os tempos e o preço do jogo é muito bom, a Valve fez mais um jogo com qualidade extrema, vale cada centavo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 13 pessoas (92%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
12.4 hrs registradas
Publicada: 7 de abril
Um dos jogos mais originais e criativo que já joguei, seu único defeito é o jogo ser curto.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 9 pessoas (89%) acharam esta análise útil
8.2 hrs registradas
Publicada: 5 de abril
Portal

Portal é um Puzzle em primeira pessoa desenvolvido pela amada Valve, foi lançado em 2007 e até hoje é jogado constantemente. O jogo mistura ação com puzzles onde o jogador deve usar uma arma especial chamada "Portal Gun" que emite dois tipos de portais (azul e laranja) e também a cabeça calculando seus passos para chegar até a poderosa GLaDOS.

O jogo consiste em vários enigmas que devem ser solucionados se teletransportando usando a "Portal Gun", que como o próprio nome diz é uma arma que cria portais em superfícies planas. A todo momento o jogador é desafiado pela GLaDOS onde deve completar as fases no "Aperture Science" usando a Portal Gun com a promessa de que se chegar ao fim ganhará um bolo. Um aspecto interessante é a física do jogo e sua jogabilidade (assim como todos os jogos da Valve), um bom exemplo disso é uma manobra muito usada onde deve-se pular de um local alto em um portal sobre o chão e emergir com alta velocidade sobre um segundo portal feito sobre uma parede, isto fará o jogador ganhar velocidade devido a gravidade representada também no jogo.

O jogo possui apenas 2 personagens, Chell (protagonista)e GLaDOS (um computador de inteligência artificial). A história do jogo é contada via mensagens de áudios ditas por GLaDOS e escritas em algumas paredes. O jogo se inicia com Chell acordando e ouvindo instruções e advertências de GLaDOS sobre testes que a mesma irá sofrer. Chell procede pelo "Enrichment Center" vazio e calada, sim, Chell não diz uma palavra se quer durante o jogo. Conforme passa pelas Câmaras de Testes, o jogador aprende novas tecnicas muito úteis que o ajudará durante sua jornada, seguindo sempre as ordens de GLaDOS. Ao final do jogo, Chell deve derrotar GLaDOS em um curto período de seis minutos ou ela matará a protagonista com suas neurotoxinas, Chell então deve atingir GLaDOS utilizando de suas próprias artimanhas e incinerando seus componentes em uma caldeira que deve ser ativada. A cena final, após um longo e rápido zoom pelas entranhas da instalação, mostra uma mistura de prateleiras ao redor de um Bolo Floresta Negra e um Cubo. As prateleiras contêm vários núcleos, alguns deles se acendendo antes de um braço robótico aparecer e apagar a única vela do bolo.

Portal ganhou vários prêmios, foi aclamado como um dos melhores e mais originais da década passada apesar de sua duração extremamente baixa. Com sua jogabilidade única e um enredo humorístico o jogo vem conquistando fãs até hoje, o jogo foi tão popular que levou a criação de merchandise oficial pela Valve, onde criam objetos de pelúcia encontrados no jogo como os vários cubos, a Portal Gun e o sonhado bolo.

São ao todo 19 fases para serem concluídas e mais algumas fases bônus encontradas no menu principal, onde o jogador é desafiado e deve passar pelas mesmas câmaras antes utilizando menos portais ou passar pela mesma no menor tempo possível. Possui também uma trilha sonora fantástica onde uma das músicas ficou famosa pelo sucesso do jogo, a "Still Alive", onde a mesma é tocada ao final do jogo já nos créditos. Por fim, Portal é um jogo extremamente simples em alguns quesitos, mas muito divertido e chama a atençao de quem o joga, se gostar do jogo procure jogar também sua sequência Portal 2 e quem sabe um dia Portal 3 né Dona Valve!?

Imagens
Vídeos
Artes

Prós Contras
Ótimos gráficos Pouca ação
Físicas realistas Baixa duração
Puzzles Enredo simples

Não é jogavel online, está em português de Portugal e possui sistema de conquistas.

4 coisas (comparado ao seu sucessor):

Coisa boa: Gráficos, câmaras de testes, uso de objetos e físicas super realistas.
Coisa ruim: Pouca ação, baixa duração e possui um enredo simples demais.
Coisa nova: Não há.
Coisa velha: História.

Metascore: 94/100
Minha nota: 90/100
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
3.2 hrs registradas
Publicada: 23 de março
Recomendação deste game passando por alguns tópicos, e com uma breve analise no final com a minha opinião.

Gráficos: A parte menos importante deste excelente game são razoáveis.

Audio: Razoável, com exceção para a glados que faz comentários muito engraçados (o game tem legendas em pt-br, que facilita para quem não manja de ingles)!

Jogabilidade: É aqui que o game se torna sensacional! A sacada de usar portais para passar pelos puzzles torna o game genial, assim como o uso de física.

Enredo: Praticamente inexistente (o que não faz falta no game)

Considerações finais: Um game com uma proposta diferente do comum, fechei em uma "jogada" e demorei pouco mais de 3 horas. Recomendo demais para quem gosta de games puzzle, ou mesmo para quem nunca jogou um, recomendo experimentar. Volta e meia o game está em promoção, então vale esperar um pouco.

Nota: 9/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
14.8 hrs registradas
Publicada: 2 de maio
*****
Portal is a puzzle game, one of my favorite kind. I started playing Portal 2 and I loved it. So I decided to give Portal a try. And I totally recommend it, if you're like me, and like the challenge of thinking different ways to move forward and find the exit. Not only that, but everything is very creative: the gameplay, the story, Glados, ... The music at the end, hilarious! Fun for Sure!

*****
Portal é um jogo de estilo puzzle, um dos meus favoritos. Eu comecei a jogar Portal 2 e eu adorei. Então, eu decidi dar uma chance a Portal. E eu recomendo totalmente, se você é como eu, e gosta do desafio de pensar diferentes maneiras de avançar e encontrar a saída. Não só isso, mas tudo é muito criativo: a jogabilidade, a história, GLaDOS, ... A música no final, hilário! Diversão na certa!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada