William "Bill" Sherman has a problem - he's dead. Blown to pieces by his own C4 payload, which he wanted to eliminate a South American druglord with on behalf of some shady secret service people.
Análises de utilizadores:
No geral:
Praticamente negativas (168 análises) - 33% das 168 análises de utilizadores sobre este jogo são positivas.
Data de lançamento: 27 Out, 2009

Inicia a sessão para adicionares este artigo à tua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo.

Idioma "Português (Portugal)" não disponível
Este produto não está disponível no teu idioma local. Verifica a lista de idiomas disponíveis antes de fazeres a compra.

Comprar Painkiller: Resurrection (NA)

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Painkiller Complete Pack

Inclui 14 itens: Painkiller Hell & Damnation, Painkiller Hell & Damnation: City Critters, Painkiller Hell & Damnation: Demonic Vacation at the Blood Sea, Painkiller Hell & Damnation: Full Metal Rocket, Painkiller Hell & Damnation: Heaven's Above, Painkiller Hell & Damnation: Medieval Horror, Painkiller Hell & Damnation: Operation "Zombie Bunker", Painkiller Hell & Damnation: Satan Claus DLC, Painkiller Hell & Damnation: The Clock Strikes Meat Night, Painkiller Overdose, Painkiller Redemption, Painkiller: Black Edition, Painkiller: Recurring Evil, Painkiller: Resurrection

 

Acerca deste jogo

William "Bill" Sherman has a problem - he's dead. Blown to pieces by his own C4 payload, which he wanted to eliminate a South American druglord with on behalf of some shady secret service people. The fact that he accidentally blew a bus full of innocent civilians into the Great Beyond has given rise to an all new problem - Hell doesn't exactly have any problems with claiming his soul. But now Bill's in purgatory and he's caught the eye of heaven's warriors. He's been offered a chance to make good the havoc he wrought using his quite special skills. And with weapons of course. Bizarre weapons. Crazy weapons...

The Game

Developed by Homegrown Games with former developers and modders from the previous Painkiller games in collaboration with Studio Med-Art and with a Catholic priest advising, Painkiller Resurrection combines rock-hard, no-frills action and an exciting story with painstakingly researched details. In a bizarre world influenced by medieval ideas about hell and purgatory and Dante's Inferno, the mixture of fast, straightforward levels and enormous, explorable regions containing the worst scum of any hell provides a unique gaming experience.


  • Unique storyline told using top quality "graphic novel" style cutscenes
  • Completely reworked "Painkiller 2.0 engine" with shader effects, weather systems, a superb physics engine, and ultra-fast netcode, including an anticheat system
  • The best weapons from all of the Painkiller titles + new, inventive tools of death
  • Classic-style FPS levels and enormous, explorable areas provide varied gameplay
  • Countless eSports-grade multiplayer modes with numerous new and updated maps

Requisitos do Sistema

    • OS: Windows XP / Vista / 7
    • Processor: 2.4GHZ+ (per core)
    • Memory: 2GB or better
    • Graphics: Radeon 3800 / Geforce 7800 or better
    • DirectX®: 9.0c (included)
    • Hard Drive: 6GB
    • Sound: Required
Análises de clientes
Sistema de análises de utilizadores atualizado! Fica a saber mais
No geral:
Praticamente negativas (168 análises)
Publicadas recentemente
D00M
8.0 hrs
Publicada: 2 de Novembro de 2014
Este é o primeiro jogo da série painkiller que eu joguei (justamente por ter recebido a pior avaliação dos usuários do Steam). Fiquei curioso e resolvi jogá-lo primeiro.
Prós:
- Apresentação muito semelhante à apresentação de Max Paine (história em quadrinhos).
- "Mundo aberto" (para disfarçar a linearidade do jogo) encoraja exploração ao encontro de segredos.
- Armas satisfatórias.
- Após tu pegares uma quantidade de "almas", tu sais explodindo todos os inimigos a tua volta.
- Cenários criativos, gigantes (na maioria das vezes) e desolados (semelhante a alguns jogos de terror).
Contras:
- O jogo trava com frequência e as vezes sai sozinho " do nada".
- Inimigos aparecem repentinamente (inclusive atrás de ti em lugares estreitos).
- O projeto das fases pode ser confuso muitas vezes.
- A história do jogo é muito simplista e faz o jogo parecer mais curto do que realmente é.
- A bússola presente no jogo não funciona por boa parte do tempo e quando funciona, indica direções incorretas muitas vezes.
-Trilha sonora deixa a desejar.
- Tempo de carregamento muito longo (chega até 1 minuto e dez segundos para carregar um fase).
- Muitas vezes, lutar contra certos bandos de inimigos (com armas de fogo) é mais difícil do que lutar contra os chefões (que são muito fáceis).
Conclusão: Eu não sei que nota dar para esse jogo mas ficaria em torno de 4 a 7 de 10. Isso vai depender muito das tuas expectativas sobre o jogo. Mas com certeza absoluta vale muito a pena pegá-lo com 75% ou mais de desconto já sabendo dos defeitos dele. Agora se tu pegares o jogo com preço cheio esperando um Half Life 2 da vida, aí fica muito difícil gostar do jogo.
Análises mais úteis  No geral
Recomendado
8.0 hrs em registo
Publicada: 2 de Novembro de 2014
Este é o primeiro jogo da série painkiller que eu joguei (justamente por ter recebido a pior avaliação dos usuários do Steam). Fiquei curioso e resolvi jogá-lo primeiro.
Prós:
- Apresentação muito semelhante à apresentação de Max Paine (história em quadrinhos).
- "Mundo aberto" (para disfarçar a linearidade do jogo) encoraja exploração ao encontro de segredos.
- Armas satisfatórias.
- Após tu pegares uma quantidade de "almas", tu sais explodindo todos os inimigos a tua volta.
- Cenários criativos, gigantes (na maioria das vezes) e desolados (semelhante a alguns jogos de terror).
Contras:
- O jogo trava com frequência e as vezes sai sozinho " do nada".
- Inimigos aparecem repentinamente (inclusive atrás de ti em lugares estreitos).
- O projeto das fases pode ser confuso muitas vezes.
- A história do jogo é muito simplista e faz o jogo parecer mais curto do que realmente é.
- A bússola presente no jogo não funciona por boa parte do tempo e quando funciona, indica direções incorretas muitas vezes.
-Trilha sonora deixa a desejar.
- Tempo de carregamento muito longo (chega até 1 minuto e dez segundos para carregar um fase).
- Muitas vezes, lutar contra certos bandos de inimigos (com armas de fogo) é mais difícil do que lutar contra os chefões (que são muito fáceis).
Conclusão: Eu não sei que nota dar para esse jogo mas ficaria em torno de 4 a 7 de 10. Isso vai depender muito das tuas expectativas sobre o jogo. Mas com certeza absoluta vale muito a pena pegá-lo com 75% ou mais de desconto já sabendo dos defeitos dele. Agora se tu pegares o jogo com preço cheio esperando um Half Life 2 da vida, aí fica muito difícil gostar do jogo.
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada