Experience what it’s like to be Batman and face off against Gotham's greatest villians. Explore every inch of Arkham Asylum and roam freely on the infamous island.
Data de lançamento: 26 Mar 2010
Marcadores populares para este produto:
Assistir ao vídeo em HD

Comprar Batman: Arkham Asylum GOTY Edition

$19.99

Sobre o jogo

Critically acclaimed Batman: Arkham Asylum returns with a remastered Game of the Year Edition, featuring 4 extra Challenge Maps. The additional Challenge Maps are Crime Alley; Scarecrow Nightmare; Totally Insane and Nocturnal Hunter (both from the Insane Night Map Pack).
  • Utilize the unique FreeFlow™ combat system to chain together unlimited combos seamlessly and battle with huge groups of The Joker’s henchmen in brutal melee brawls
  • Investigate as Batman, the WORLD’S GREATEST DETECTIVE, by solving intricate puzzles with the help of cutting edge forensic tools including x-ray scanning, fingerprint scans, ‘Amido Black’ spray and a pheromone tracker
  • Face off against Gotham’s greatest villains including The Joker, HARLEY QUINN, POISON IVY and KILLER CROC
  • Become the Invisible Predator™ with Batman’s fear takedowns and unique vantage point system to move without being seen and hunt enemies
  • Choose multiple takedown methods, including swooping from the sky and smashing through walls.
  • Explore every inch of Arkham Asylum and roam freely on the infamous island, presented for the first time ever in its gritty and realistic entirety
  • Experience what it’s like to be BATMAN using BATARANGS, explosive gel aerosol, The Batclaw, sonar resonator and the line launcher
  • Unlock more secrets by completing hidden challenges in the world and develop and customize equipment by earning experience points
  • Enjoy complete superhero freedom in the environment with the use of Batman’s grapnel gun to get to any place you can see, jump from any height and glide in any direction

Requisitos de sistema

    • OS: Vista/XP
    • Processor: 3Ghz Intel or AMD or any Dual Core
    • Memory: 1GB Ram(XP)/2GB Ram
    • Graphics: PCI Express SM3 NVidia 6600/ ATI 1300
    • DirectX®: 9
    • Hard Drive: 8GB free space
    • Sound: Any onboard sound card
Análises úteis de usuários
44 de 47 pessoas (94%) acharam esta análise útil
396 produtos na conta
37 análises
19.3 hrs registradas
Em mais de 70 anos de Batman, o personagem atravessou a Segunda Guerra Mundial, a euforia utópica dos anos 50, a contracultura dos anos 60, o pessimismo crônico pós-Vietnã dos anos 70, a truculência dos anos 80, a hiper-truculência dos anos 90 e o estupor pós-11 de Setembro dos anos 00. Muitas épocas, muitos batmen. Ele já teve um cachorro, ele já teve pelo menos quatro Robins, ele já teve (pelo menos) um filho. Já quebrou a coluna, já morreu uma dúzia de vezes, já voltou uma dúzia de vezes. Foi amigo do Superman, bateu no Superman, apanhou do Superman. Já teve seis filmes nos últimos vinte e poucos anos e diversos desenhos animados. Foi protagonista de uma série de TV que marcou uma geração.

Batman AA mergulha fundo no folclore do Homem-Morcego e é uma referência para todos os batmen. Há algo ali do seriado de TV, das animações recentes, da graphic novel do mesmo nome, tudo ajuda a compor o universo surreal que o herói habita. E o jogo vai além, ao acrescentar habilmente seus próprios elementos e assim, conquistar seu lugar na mitologia do Batman. Estão plenamente justificados os troféus do Charada, as dentaduras ambulantes do Coringa e até os morceguinhos que aparecem quando um bandido é nocauteado.

Ainda que boa parte dos movimentos de luta do personagem sejam pré-programados pelo jogo, quem comanda o combate é mesmo o jogador. Se não prestar atenção na posição dos inimigos e em seus diferentes tipos de ataque, Batman não irá vencer sozinho. É uma interface que parece fácil de aprender, mas é difícil de dominar e exige dedicação.

Cada confronto com um "chefe" traz a dose certa de desafio e deslumbre por se estar enfrentando um dos grandes oponentes dos quadrinhos. Ao contrário de tantos outros jogos, estes momentos não apelam para elementos alienígenas à jogabilidade anterior e, mesmo o combate final, combina magistralmente recursos já aprendidos ao longo da aventura. Quanta diferença para Risen e sua conclusão... A destacar em Batman: Arkham Asylum também são os embates com o Espantalho. Apesar de eu odiar aquele tipo de perspectiva, sou obrigado a bater palmas pelo sopro de criatividade para resolver o dilema de um vilão cujo poder reside em sua capacidade de perturbar a mente. A reencenação da cena de abertura, enlouquecida pelo gás do medo, e a sequência da morte dos pais de Bruce Wayne merecem figurar entre os grandes momentos da narrativa dentro dos jogos eletrônicos.

Em 19 horas de jogo eu realizei uma jornada épica, desde o humilde início com poucas habilidades e um certo desconforto com os comandos até o pleno controle da máquina de combate ao crime chamada de Batman. Uma jornada que começou com os instintos do super-herói o impelindo a escoltar o Coringa e terminou com o mais retumbante soco da história das histórias em quadrinhos. Cada minuto desta aventura transpirou o impacto que apenas uma lenda poderia proporcionar. Não houve um instante em que eu duvidasse que Batman fosse capaz. Ao final da saga, escrita pelo próprio mestre Paul Dini, veterano do personagem, temos um epílogo que exibe a preocupação da desenvolvedora em mais do que apresentar um bom jogo, mas também em contar uma boa história. Vemos Batman e Gordon trocando palavras e a demonstração clara que a cruzada do Cavaleiro não possui pausas ou data para chegar ao fim. E ainda tem uma cena ao final dos créditos...

Originalmente publicado em: http://blog.retinadesgastada.com.br/2011/06/jogando-batman-arkham-asylum-conclusao.html
Publicada: 28 novembro 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não
14 de 14 pessoas (100%) acharam esta análise útil
63 produtos na conta
13 análises
42.7 hrs registradas
Minha principal recomendação é jogar esse jogo antes de qualquer outro da série. Foi um jogo que tirou o Batman do ostracismo nos jogos, com um sistema muito atrativo, um jogo bem desenhado, com grandes referências e atividades razoavelmente diversificadas.
Porém sendo o primeiro, um tipo de experimento, sofre de algum tateamento que não levou ao caminho correto. Movimentação pelos mapas é cansativo ao extremo e a inteligência artificial no combate é falha. Pra descrever precisamente é uma inversão de valores em que o Batman é o fortão burro que bate em todo mundo e os bandidos são lutadores habilidosos, coisa que foi (extremamente bem) arrumada no jogo seguinte da série.
Continua sendo um grande jogo, com muita diversão, mas a inferioridade à programação dos mais novos pode estragar o prazer, se jogados fora de ordem.
Publicada: 26 novembro 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não
15 de 16 pessoas (94%) acharam esta análise útil
54 produtos na conta
7 análises
26.4 hrs registradas
9/10 otimo game, história muito boa e puzzes bem legais que garantem otimas horas de diversão!
Publicada: 27 novembro 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não
7 de 8 pessoas (88%) acharam esta análise útil
26 produtos na conta
5 análises
10.9 hrs registradas
MUITO BOM VALE A PENA
Publicada: 28 dezembro 2013
Você achou esta análise útil? Sim Não
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
383 produtos na conta
18 análises
15.1 hrs registradas
Batman: Arkham Asylum é um daqueles games que marcaram época e que definiram um gênero de jogo. O que falar??? Que a história é simplesmente fantástica, juntamente com o enredo do jogo? Que os gráficos são excelentes? Que a jogabilidade te faz sentir o próprio homem morcego???? Não... Basta resumir que você terá vontade de jogá-lo até descobrir todos os enigmas do Charada! E agora que o jogo possui versão Steam e tudo que se tem direito, como cartas e conquistas, o jogo conseguiu se superar, tanto que me fez jogar até conseguir todas as conquistas.... E que venham as conquistas de Batman: Arkham City, Batman: Arkham Origins, Batman: Arkham Knight...
Publicada: 7 março 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não