Experience what it’s like to be Batman and face off against Gotham's greatest villians. Explore every inch of Arkham Asylum and roam freely on the infamous island.
Análises de usuários: Extremamente positivas (9,431 análises)
Data de lançamento: 26/mar/2010

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Batman: Arkham Asylum GOTY Edition

 

Recomendado por curadores

"Ever wonder what it would be like to be in the shoes of Batman for a night? After playing this game, you won't have to imagine anymore."

Sobre este jogo

Critically acclaimed Batman: Arkham Asylum returns with a remastered Game of the Year Edition, featuring 4 extra Challenge Maps. The additional Challenge Maps are Crime Alley; Scarecrow Nightmare; Totally Insane and Nocturnal Hunter (both from the Insane Night Map Pack).
  • Utilize the unique FreeFlow™ combat system to chain together unlimited combos seamlessly and battle with huge groups of The Joker’s henchmen in brutal melee brawls
  • Investigate as Batman, the WORLD’S GREATEST DETECTIVE, by solving intricate puzzles with the help of cutting edge forensic tools including x-ray scanning, fingerprint scans, ‘Amido Black’ spray and a pheromone tracker
  • Face off against Gotham’s greatest villains including The Joker, HARLEY QUINN, POISON IVY and KILLER CROC
  • Become the Invisible Predator™ with Batman’s fear takedowns and unique vantage point system to move without being seen and hunt enemies
  • Choose multiple takedown methods, including swooping from the sky and smashing through walls.
  • Explore every inch of Arkham Asylum and roam freely on the infamous island, presented for the first time ever in its gritty and realistic entirety
  • Experience what it’s like to be BATMAN using BATARANGS, explosive gel aerosol, The Batclaw, sonar resonator and the line launcher
  • Unlock more secrets by completing hidden challenges in the world and develop and customize equipment by earning experience points
  • Enjoy complete superhero freedom in the environment with the use of Batman’s grapnel gun to get to any place you can see, jump from any height and glide in any direction

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
    • OS: Vista/XP
    • Processor: 3Ghz Intel or AMD or any Dual Core
    • Memory: 1GB Ram(XP)/2GB Ram
    • Graphics: PCI Express SM3 NVidia 6600/ ATI 1300
    • DirectX®: 9
    • Hard Drive: 8GB free space
    • Sound: Any onboard sound card
    Minimum:
    • OS:Mac OS X 10.9.5
    • Processor: 2.0 GHz
    • Memory: 4 GB RAM
    • Hard Disk Space: 10 GB
    • Video Memory: 256 MB
    • NOTICE:The following graphics cards are not supported: ATI X1xxx series, ATI HD2xxx series, Intel GMA series, NVIDIA 7xxx series, NVIDIA 8xxx series The following cards require you to have 8GB of system RAM: NVIDIA 3xx and Intel HD3000.
    Recommended:
    • OS:Mac OS X 10.10.3
    • Processor: 2.4 GHz
    • Memory: 8 GB RAM
    • Hard Disk Space: 10 GB
    • Video Memory: 1GB
Análises úteis de usuários
25 de 27 pessoas (93%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
19.3 hrs registradas
Publicada: 5 de janeiro
Nunca consegui me interessar muito por super-heróis e em suas intermináveis revistas com inúmeros universos alternativos, com N variações dos uniformes e feitos pelas mãos de trocentas pessoas diferentes. De bátima, só sabia que era um playboy maluco vestido de morcego (detalhe abundante nas magistrais chacotas do Coringa) que não matava ninguém, só descia o ♥♥♥♥♥♥.

Arkham Asylum, felizmente, não negligencia as pessoas alheias às suas décadas de existência e, além de apresentar o morcegão muito bem, também conta brevemente, através de fichas de personagens, o histórico de vários vilões (sendo os mais importantes aprofundados em fitas de gravação) e outros personagens mezzo secundários. Além de dar, é claro, informações bastante relevantes como... Cor dos olhos. Mais importante, AA é bom o suficiente para estimular a chegada de novos fãs do protagonista - ao menos, no mínimo, dos seus jogos recentes.

"AA foi um jogo bastante incrível no seu ano de lançamento" foi basicamente o que ouvi de dois amigos. Meu conhecimento de jogos baseado em super-heróis é tão pífio quanto das HQ's em si, mas com os Supermen 64 da vida, não duvido do seu impacto da época. É realmente bacana ver sua pesada influência em títulos posteriores, como Remember Me, e ver de como temos mais jogos licenciados de qualidade em comparação a 2009.

Mas, apesar do jogo ter me interessado o suficiente para continuá-lo, não gostei taaaanto de AA quanto acreditava baseando-me nos abundantes elogios que vi do título. No começo, em especial, sofri pra entender o sistema de combate do bátima. Ele não é tão fluído até você fazer um número mínimo de combos (8 ou 5, dependendo dos upgrades que pegar) e é surpreendentemente fácil perder o fio da meada se não estiver bem consciente do que está fazendo. Eu já estava me aborrecendo por interromper o combo só de contra-atacar desajeitadamente, em especial porque a única maneira de recuperar vida é ganhando pontuação por uma troca de sopapos bem-feita (que, aliás, tem a ideia sensacional de te mostrar uma cutscene em slow motion do Batman nocauteando o último inimigo tanto como recompensa quanto por sinalizar o fim de uma luta).

No geral, o jogo é, de fato, mecanicamente bem-feito. Gostei da visão detetivesca, apesar daquele treco te viciar rápido - principalmente se você quer pegar os coletáveis do cenário -, dos "poderes" em forma de dispositivos do morcegão, da maneira que ele plana quando se joga de uma grande altura (e quando não morre por cair fora do cenário pré-programado), etc. Fizeram até mesmo o trabalho de mostrar a roupa do Batman se desgastando gradualmente, quase como "marcas da guerra" para lembrar de seu heroísmo na luta contra o crime e dá até uma humanizada.

Uma coisa que me chateou um pouco foi o aspecto pseudo-metroidvania dos coletáveis. Existem locais que você só conseguirá alcançar com bat-engenhocas específicas das quais Batman se lembrará de pegá-las SOMENTE quando a história exigir para progredir (e não há sequer a desculpa de "não tem onde carregar", por exemplo). Como alguém cuja mão coça pra cada coletável que vê, essas limitações forçadas e artificiais me incomodaram substancialmente e a linearidade do jogo, embora não atrapalhe (até por ser semi-aberta em alguns lugares) e acabe rolando backtrack obrigatório mais próximo do final, o incentivo de explorar não é tão grande assim. Além disso, me deparei com cenários repetitivos em termos de abordagem; mais especificamente, de você voar de um lado para o outro usando gárgulas. Certo, também dá pra se esgueirar pelos tubos de ventilação e explorar outros andares em alguns casos, mas acho que poderia ter rolado ligeiras mudanças eventuais, como fizeram numa hora em que o Coringa manda plantar explosivos nelas. (uma mudança mecânica mais radical e um salto de dificuldade se você não souber o que fazer, mas é um exemplo anyway)

Quanto à história, eu juro que tentei me importar com ela no começo, mas não deu. Não me prendeu e acontece umas coisas meio questionáveis, embora não muito impressionáveis quando você lembra que é sobre um super-herói, afinal. Ela provavelmente faria mais sentido se eu lesse e gostasse da HQ, mas isoladamente, sem o suporte de fanservice, no geral achei bem qualquer coisa. A exceção mora nas excepcionais cenas com o Espantalho e PRINCIPALMENTE quando você presencia a morte dos pais de Bruce. O cenário surreal é muito bem construído e a empatia pelo personagem é muito grande. Essa parte é, sem dúvidas, memorável e creio que seja um marco narrativo dentro dos jogos eletrônicos.

Em suma, tirando alguns problemas do aspecto "jogo" e do plot, somado às minhas noobices, Batman: AA é, realmente, um ótimo jogo, e que certamente continuará sendo lembrado e jogado por mais alguns anos aí. Ele merece.

Que venha agora Arkham City!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
19 de 19 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
8.5 hrs registradas
Publicada: 30 de junho
Geralmente, quando termino um jogo ♥♥♥♥, faltam palavras para descrever a grande experiência que foi jogar uma grande obra. Batman: Arkham Asylum é um desses jogos.

O jogo começa com o Batman levando o Joker para Arkham Asylum, mas ele escapa e começa sua "festa"

Com um enredo muito bem trabalhado, você poderá explorar uma ilha (dividia em "asas": Norte, Sul, Leste e Oeste), contendo o Asylum, O Botanical Gardens, A Penitenciary e várias outras partes, com diversos Secrets expalhados pelo mapa, entre eles estatuetas e charadas do Enigma e Gravações de vilões internados.

Durante a gameplay você é provocado pelo Joker através da "rádio" do Asylum, enquanto enfrenta grandes e famosos vilõe como a Harley Quinn, O Scarecrow e até capangas com diferentes skills.

Cada vilão tem um estilo de luta diferente, cada um de uma maneira única, fazendo com que cada luta seja ♥♥♥♥.

A trilha sonora é expetacular, com músicas instrumentais sensacionais que dispensam comentários.

O jogo mesmo sendo de 2010 possui excelentes gráficos, bem detalhados, que junto com a tecnologia Physx da Nvidia fazem com que até andar perto de uma pilha de papéis seja bonito.

Durante a noite, o uniforme do Batman vai se "desgastando": Detalhes.

O sistema de combate é bom e simples: Você bate, contra ataca, se esquiva e nocauteia. Em inimigos especiais o combate se torna um pouco diferente, mas nada de outro mundo.

A inteligência artificial em combates stealth é muito interessante: Os capangas ficam com medo, atiram no nada quando apavorados, procuram pelo Batman e rodam pelo mapa, enquanto no combate "loud" eles estão focados em te bater, pegando armas do chão quando possível.

O único problema que tive com o jogo foi que após mais ou menos uma hora de gameplay eu não conseguia abrir o jogo: BmGame parou de funcionar. Mas após tentar vários métodos, era só simplesmente ter mudado o Physx do Alta para o Normal.

Você é o Batman por uma noite enfrentando super vilões e dando ♥♥♥♥♥da em todo mundo. Você resolve enigmas, pega secrets e solta ♥♥♥♥♥da em todo mundo. Você ganha XP, adquire Upgrades e solta ♥♥♥♥♥da em todo mundo. Por que diabos não comprar esse jogo ?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
19 de 23 pessoas (83%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
17.1 hrs registradas
Publicada: 6 de abril
grande jogo...estilo aventura,rpg,tiro,investigaçao,açao,luta.espetacular enfrentar diversos vilões no mesmo jogo.jogabilidade excelente e inovadora para época em que foi lançado e graficos surpeeendentes.RECOMENDADO!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 8 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
12.3 hrs registradas
Publicada: 9 de janeiro
Muito bom, um jogo ao nivel do batman.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
5.1 hrs registradas
Publicada: 16 de junho
Todos os elementos do universo Batman e traços da personalidade do herói e vilões estão fielmente representados. Roteiro primordial. Gráficos sensacionais. Ambientes amplos e sombrios. Lutas convincentes, cinemáticas e fluidas. Agrada até quem não é fã de quadrinhos.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada