Work together or die alone in this epic quest to turn the tides in the War of the Ring.
Análises de usuários: Ligeiramente positivas (3,664 análises)
Data de lançamento: 1/nov/2011

Inicie a sessão para adicionar este jogo à sua lista de desejos ou dispensá-lo

Comprar Lord of the Rings: War in the North

 

Recomendado por curadores

"Latest rocket propelled grenade made by the computers."
Veja a análise completa aqui.

Sobre este jogo

The Lord of the Rings: War in the North is a co-op Action RPG that immerses you and your friends in a brutal new chapter in the War of the Ring. Snowblind Studios is in the unique position of drawing inspiration from both the literary and film rights to world of Middle-earth, allowing players to bloody their axes on a wide range of deadly enemies and traverse both established and never-before-seen locations. The result is a journey that is both epic and intimate, familiar yet unexpected.

Key Features:

  • Action Meets RPG - Intense, visceral, and satisfying combat. Rich, layered, and impactful character progression. In War in the North, you get both. Find and equip the best loot, upgrade your hero using a wide range of skills and items, and feel the intense satisfaction of rushing into real-time battles with friends by your side. Fight through the brutal realities of the war on all fronts that were brought to life in the lore. Immerse yourself and make your own mark on Middle-earth.
  • Co-op at its Core - Build your own fellowship of three heroes to confront the growing army in the North. The survival of your group and all of Middle-earth depends upon your uniquely skilled heroes working together. You must fight together or you will die alone, and these high stakes make the experience of playing together both socially engaging and incredibly satisfying. The first time you rescue a friend who has been grabbed by a troll and is desperately yelling for help, you will understand what we mean.
  • An Untold Story - While much attention and focus has been placed on the journey of the One Ring, the assault on Middle-earth hits all corners of the map. War in the North turns our attention towards an integral part of the storyline that is grounded in details within the books and various appendices. This is not someone else’s fight. This is your own effort to forage a way through the dark, dangerous, and unknown landscape, defending all that is yours. This is your war.

Requisitos de sistema

    Minimum:
    • OS:Windows XP, Windows Vista or Windows 7
    • Processor:Intel Core2 Duo 2.4 GHz or AMD 64 X2 4400
    • Memory:2 GB RAM
    • Graphics:2006 or later GeForce 8600 or Radeon HD 2600
    • DirectX®:dx90
    • Hard Drive:10 GB HD space
    • Sound:100% DirectX 9 compatible Audio Device
    Recommended:
    • Processor:Intel Core2 Duo 3 GHz or AMD X2 5000 or AMD Phenom X4 9600
    • Memory:4 GB RAM
    • Graphics:GeForce 2xx Series or Radeon HD 6xxx series or greater
    • DirectX®:dx90
    • Other Requirements:Broadband Internet connection
Análises úteis de usuários
41 de 42 pessoas (98%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
15.4 hrs registradas
Publicada: 10 de novembro de 2014
Apesar da crítica ter malhado o jogo, eu achei bom pra kct!
A mecânica do gameplay funciona bem parecida com o Dragons Age dos consoles. Com a diferença de que você não passeia pelo mapa enfrentando inimigos aleatórios até chegar ao objetivo, e nem fica perdido sem saber pra onde ir e o que fazer. O mapa é linear de certa forma, mas contempla backtraking para realizar side-quests que possam ter passado batido na busca pela main. A variedade de armas e itens é grande. A interação com os personagens famosos da saga LOTR é legal, e complementa alguns aspectos da história dos filmes e dos livros, apesar de ser repetitiva para quem tem profundo conhecimento do universo LOTR.
Existem habilidades a serem desbloqueadas conforme se sobe o level do personagem, você pode escolher controlar um entre os três personagens (anão, maga e ranger) em cada um dos capítulos conforme sua vontade.
Os inimígos se repetem boa parte das vezes, mas o desafiam cada vez mais conforme o andamento do jogo.
Os bosses são bem desafiadores, os gráficos apesar de datados (2011) são muito bons, a trilha sonora é digna de LOTR, as fases em boa parte tem uma boa dose de exploração do cenario, apesar de limitada.
Enfim, acredito que dentre os jogos da saga LOTR esteja entre um dos melhores. Não se compara ao novo Shadows of Mordor, mas achei melhor que o Third Age (batalha por turnos estilo FF), e pau a pau com os estratégicos BfTME 1 e 2 em matéria de desafio, história e apreço pela qualidade gráfica, de gameplay, e de ranativa.
Ainda preciso terminar o game, mas até onde joguei recomendo fácil.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
19 de 20 pessoas (95%) acharam esta análise útil
26.9 hrs registradas
Publicada: 29 de dezembro de 2014
Se você, assim como eu, é fã da terra-média, você obrigatoriamente precisa comprar este jogo. Porque além de uma breve viagem pelos locais sagrados do universo Tolkien, você também encontrará personagens famosos como Bilbo e Frodo Baggins (Bolseiro), Arwen, Aragorn e muitos outros que apenas aqueles que conhecem o livro ou o filme, reconhecerão de cara. E melhor, é possível dialogar com esses personagens e até fazer algumas missões alternativas.

Infelizmente a historia principal não tem nada a ver com os livros, é algo criado de forma completamente independente, mas que segue paralelamente com fatos mencionados no livro. O jogo começa exatamente pouco antes da chegada dos Hobbit’s a Bree, mais ou menos metade do primeiro livro (A Sociedade do Anel), e termina exatamente no momento da destruição do anel, perto do final do terceiro livro (O Retorno do Rei). A historia realmente não tem o poder de empolgar o jogador, não é algo que vai despertar curiosidade, talvez alguns gostem, outros não. Mas com certeza ela poderia ter sido melhorada... e muito.

Como já devem saber, trata-se de um RPG que pode ser jogado tanto sozinho, como em cooperativo (Três jogadores). Os personagens já são predeterminados e são eles: O Anão Farin (Campeão de Erebor), Eradan (Que é dá mesma raça que Aragorn, Guardião Dúnedain) e Andriel (Mestre das Tradições de Valfenda). Cada um deles possui habilidades diferentes que são melhoradas à medida que o jogador vai subindo de nível. A aparência dos personagens pode ser editada de forma básica em espelhos espalhados pelas cidades principais.

O nível de dificuldade do jogo é bem avançado, requer trabalho em equipe quase constantemente, não se trata apenas de um passeio pela terra-média. Esse ‘passeio’ pode ser brutal e até irritante pelas constantes batalhas repetitivas que acontecem conseguintemente. Além das constantes batalhas, é possível explorar os cenários que apesar de não muito abertos, possuem segredos e tesouros que só podem ser encontrados por determinado tipo de jogador (personagem).

‘O visual não é lá essas coisas’,... Pensei isso ao começar o jogo. Mas à medida que sua jornada vai seguindo, você vai descobrir lugares incríveis, cenários que realmente vão chamar sua atenção e fazer com que sua jornada pare por alguns minutos apenas para apreciar aquelas montanhas, ou aquele riacho descendo para um lago no meio das arvores. Cara, o jogo é lindo.

A duração dele não é lá essas coisas, é de aproximadamente 15 horas. Se bem que ele tem aquele gostinho de ‘quero mais’. Afinal, são 3 personagens.
Tive alguns contra tempos... O jogo utiliza seu próprio sistema de voz dentro do jogo, o que é bem irritante. A qualidade da voz fica com eco e não é possível desativar. Isso irritou bastante.
Para aqueles que possuem uma placa de vídeo AMD, tenho más noticias. Se prepare pare uma quantidade absurda de erros. Existe uma incompatibilidade gráfica do jogo para com os sistemas AMD, que vai fazer com que o jogo trave ou feche sozinho. Consegui terminar o jogo, mas isso deu dor de cabeça. E fiquem atentos para o sistema de salvamento. Caso você esteja jogando com um amigo, e o mesmo ‘caia’ ou dê erro no jogo. Ambos devem voltar para o menu do jogo. Juntar-se ao jogo de alguém em andamento, pode corromper seu jogo salvo e impedir que você libere as conquistas.

Então... É basicamente isso. Pelo que ‘percebemos’ durante o jogo, The Lord of The Rings: War in the North poderia ter sido um jogo épico, um jogo de cair o queixo, esse titulo realmente tinha o potencial para isso, mas não foi aproveitado de forma devida. Acho que esse é meu receio por jogos da terra-média. As pessoas se importam mais em vender o nome, do que proporcionar uma aventura épica ao jogador. Mas bom... Com uma boa companhia, pode ficar divertido. E muito divertido. Dei muitas risadas jogando. Como também ‘xinguei’ bastante. Conheci novos lugares, enfrentei adversidades que julguei impossível. Claro, sempre tem os ‘fodões’ que dizem que todo jogo é fácil. Mas para pessoas normais como eu, o jogo é bem difícil, e na companhia certa vai proporcionar uma aventura memorável por lugares incríveis, lutas absurdas, bugs grotescos e risadas descontroladas.

Espero que gostem do jogo como gostei. Na verdade de inicio não gostei. Mas depois achei divertido... Até que em certo momento nem via mais a hora passar. Aqueles que curtem a terra-média com certeza vão gostar. Os que não curtem, tratem de ler os livros ou assistir os filmes e quem sabe... Quem sabe, a terra-média pegue você de jeito, como me pegou.

The Lord of The Rings: War in The North 8/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
19 de 20 pessoas (95%) acharam esta análise útil
30.5 hrs registradas
Publicada: 11 de outubro de 2014
8/10
Prós:
. Bons gráficos / Good graphics.
. Ótima história / Exellent history.
. Se passa no mundo criado por Tolkien / Set in the world created by Tolkien.
. Um bom RPG, com co-op / A good RPG, with co-op.

Contra / Cons:
. As história dos protagonistas é fraca / The story of the protagonists is weak.
. Inimigos repetitivos / Repetitive enemies.
. Inteligencia artificial "burra" / dumb artificial intelligence.

Conclusão / Conclusion
Vale sim a pena jogar esse jogo pelo preço de 30 reais, mesmo com seus contras rende muitas horas de jogo e diversão, até pra quem não é muito fã da saga de O Senhor dos Anéis e gosta de RPG provavelmente vai curtir o jogo.
yes it is worth playing this game for his price, even with its cons yields many hours of play and fun, even for someone who is not a fan of the saga of The Lord of the Rings and like RPG will probably enjoy the game.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
19 de 22 pessoas (86%) acharam esta análise útil
66.0 hrs registradas
Publicada: 26 de novembro de 2014
Sim, o jogo tem muitos bugs!!! erro atrás de erro, chega ser uma piada, ele realmente não funciona bem com placas AMD. Todavia eu gostei da história dos 3 personagens, gostei dos cenários, dos vilões, os mapas são muito legais, as músicas são bonitas ao estilo mesmo de Senhor dos Aneis, tem muitas conversas interativas com vários personagens. Quando você vai upando os personagens, deixando mais forte, com vestimenta mais bacana, aprendendo novos ataques, fica realmente gostoso jogar, mesmo com os bugs. O nível mais hard do game não é hard quando seu personagem está com upgrade no máximo. hehehehhe A Elfa, o Anão e o Ranger, cada um tem seu estilo e poder, mas percebi que o Anão fica mais sinistro na história, ele tem ataques muito violentos e de dano letal.
Um jogo muito divertido para se jogar com os amigos.

https://www.youtube.com/watch?v=wI-tmw5vNGw&list=PLHjuc7fS3Yb3bo6TG4ZdyPCNeBC4kBFJi&index=22
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
18 de 22 pessoas (82%) acharam esta análise útil
15.8 hrs registradas
Publicada: 13 de janeiro
jogo muito bom porem nao é possivel finalizalo pois ele trava em placas da ATI só funciona em Nvidia e nao existe soluçao para solucionar esse problema em placas ATI só acho isso uma falta de respeito com o consumidor que compra um jogo e nao consegue jogar inteiro pois esta usando ATI e nao Nvidia até quando as empresas vao fazer isso?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
10 de 10 pessoas (100%) acharam esta análise útil
25.9 hrs registradas
Publicada: 27 de dezembro de 2014
Excelente jogo para quem curte jogos co-op do estilo RPG de ação e é fã do filme "O Senhor dos Anéis". Os personagens jogáveis não são os do filme, mas é possível encontrar com eles durante o jogo. Existe uma consideravel razoavel de habilidades para serem adquiridas, diversas armas e equipamentos para serem ganhados ou equipados. É aconselhavel jogar com alguém conhecido da lista de amigos. De aspecto negativo é o microfone dos outros jogadores ficarem ligados automaticamente durante todo o jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
37.4 hrs registradas
Publicada: 15 de outubro de 2014
Jogo bem feito com uma boa história, bom pra quem gosta da série The Lord of The Rings, entretanto não se pode pular os diágolos, oque torna ele cansativo, seu modo multiplayer não é oque eu esperava e por ultimo é um jogo repetitivo pelo numero de veses que você luta contra inimigos, so muda nos chefões. Recomendo só se você pegar um desconto nele, fora isso é gasto de dinheiro...
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
15.4 hrs registradas
Publicada: 18 de dezembro de 2014
Será se é um jogo bom? Muitas pessoas perguntam isso para quase todos os jogos que vão comprar mas que tem dúvidas,emfim para quem já viu todos os filmes de o senhor dos anéis e quer que esse jogo se pareça com o filme então você não irá gostar , porque só algumas partes do jogo aparecem no filme também, Mas simplesmente esse jogo é ótimo muitas pessoas dizem que não gostaram pela história ser diferente do filme. Falando dos personagens você pode escolher entre três que é um Humano(possui arco e espada), uma Elfa maga(possui um cajado) e o comediante do jogo claro o Anão que não podia faltar(possui uma besta e um machado boladão), Os personagens dos filmes não aparecem mas no jogo se fala em Legolas e Aragorn claro em Gandalf também só o vilão que continua o mesmo Sauron, por falar em vilão tem até uma parte que nós encontramos Smaug, mas minha parte favorita do jogo é quando vamos encontrar Hadagast o Mago e somos envolvidos por aranhas , Na minha opinião este jogo é o melhor senhor dos anéis lançado não só pelos personagens,e pela história mas também pela jogabilidade por você peder melhorar suas armas armaduras e etc.
Quem tiver em dúvida se vai comprar ou não,nem precisa pensar o jogo é ótimo comprem joguem e principalmente DIVIRTAN-SE.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
16.3 hrs registradas
Publicada: 6 de dezembro de 2014
Sempre tive desconfiança com esse jogo, era um título da minha biblioteca que eu sempre pensei 2x antes de instalar, porém tomei coragem, arrumei uma cópia para um amigo e começamos a campanha, e até que o game era jogável...nas primeiras 4 horas, o resto foi um martírio gigantesco, em poucos momentos fiquei realmente interessado em saber o que estava acontecendo ao redor (Já que por pura dedução você entende a história rasa) e quando me dei ao trabalho de ler os diálogos, cheguei a conclusão de que não tava perdendo nada, e no fim nem me sentia mais no universo do Tolkien (infelizmente), jogável, mas muito decepcionante pra quem espera uma história realmente paralela, esse game foi vendido como uma tremenda aventura paralela, então vou avaliar como a promessa, e não como só um game comum de hack'n slash.


Prós:

- Legendas em português
- Cooperativo funciona bem e dá mais graça ao jogo
- Variedade grande de armas e armaduras
- Você pode dar armas e armaduras para o Bot que te acompanha, e ele usa
- Encontrar Elrond e a Sociedade do Anel em Valfenda foi interessante
- Quests secundárias
- Os personagens da campanha foram muito bem feitos, o detalhamento da armadura e da pele é muito bom
- É possível mudar a aparência do seu personagem (mas não espere nada além de cor do rosto, cor do olho, cor do cabelo e tipo de cabelo)


Contras:

- Bate anda, bate, anda, bate, anda, sem mini-games, sem cenas diferentes, sem puzzles, tirando raros eventos quicktime que se resumem a clicar com o direito ou esquerdo do mouse, o game se resume a 3 personagens derrubando pilhas de inimigos ligados no modo ''kill'', chefes? Corre, bate, corre, bate, repita isso e zere o jogo.
- Personagens principais sem uma gota de carisma e interação, parecem 3 robôs colocados em uma história, raríssimas as cenas onde eles interagem, você sente mais empatia pelo vilão do que pelos heróis
- Sistema de cidades horrível, tirando o pônei saltitante, o resto das cidades do jogo inteiro são mortas, se resumem a 4-5 NPC's parados, 1 pra comprar armas\munições\poções (sim, tudo junto), e um ferreiro, demais NPC's recheados de diálogos inúteis
- E por falar em diálogos inúteis, se você leu os livros do Tolkien parabéns, se não leu, tanto faz, nesse jogo tudo pode ser resumido a ''Derrotem Angadur'', você tem uma única escolha perto do final do game (se ajuda ou não um Dragão), demais diálogos são tão ruins que até a sociedade do anel (frodo, gandalf e aragorn) parece um monte de gente que se encontrou em uma festa e decidiu seguir uma aventura
- O sistema de compra e venda nas lojas é horrível, ao invés de colocarem aquele menu clássico de uma janela ao lado
da outra (igual diablo 2), você precisa clicar pra comprar, depois sair do menu de compra e entrar no menu de venda,
o problema é que pra comparar as armas que você compra com as que você já tem, se voce tiver usando mais de uma arma, voce tem q ficar fechando e abrindo toda hora pra comparar
- Gameplay extenso, gigantesco e cansativo, prepare-se para ficar no minimo 15 horas batendo em inimigos que variam pouquíssimas vezes.
- Os personagens não mexem a boca quando falam durante o game, tirando nas cutscenes, é completamente bizarro ver um personagem com a boca fechada enquanto um diálogo corre
- Tirando Valfenda e Bri (ponei saltitante), os cenários são sem inspiração, se resumindo a cavernas com caminhos lineares, acampamentos minúsculos de humanos, é uma verdadeira ofensa ver o mundo vasto que Tolkien criou representado com caverninhas e caminhos quase retos até montanhas vazias
- O lance de história paralela não bate, Frodo e a Sociedade do anel levaram muito tempo para que o anel fosse jogado na montanha, nesse meio tempo eles lutaram, dormiram, batalharam em uma guerra e interagiram com o mundo ao redor (a perda de Boromir, Gandalf desaparecido, Faramir, Rohan, a guerra em Gondor) , se você contar o tempo que os 3 personagens do norte levam pra terminar a história, não faz sentido nenhum o lapso temporal entre as duas aventuras (a guerra no norte e a guerra direta contra Sauron), e mais, fica explícito que os criadores do jogo sabiam disso, por isso o game é tão extenso e cansativo, pois se tirassem os caminhos longos com batalhas repetitivas, no mínimo daria umas 9 horas de jogo ao invés de 15 que sua equipe leva para derrotar Agandur, e eu sei que isso é um jogo, mas foi prometido uma HISTÓRIA paralela, e não um bate-bate sem fim.
- Final péssimo e completamente esdrúxulo, que se resume a uma luta, uma cutscene de 1 minuto e meio e 3 minutos de diálogo que se resumem a ''Ae, matamos o boss final, vamo embora galera *end* ''
- Além das skills que seu personagem possui não é possível usar outros estilos de lutas, evoluir movimentos ou coisas do tipo, é a mesma mecanica durante 15 horas.
- O ''pós-jogo'' (ou seja, depois que voce zera), não te dá a escolha de continuar no mundo que você está e terminar as quests secundárias, ou seja, zerou? Volta pro começo da história. Achou ruim? F***-se.
- Não se engane com a sensação de liberdade\grandeza (oooh um mundo novo nao explorado) que o trailer e as fotos passam, no máximo voce irá fazer algumas quests secundárias, o caminho pelo mapa é todo linear
- Os gráficos dos cenários são horríveis, é bizarro ver personagens tão detalhados em ambientes mal modelados, inimigos entrando no chão, até problemas com


Confesso que esperei demais desse jogo, ainda mais por ser um entusiasta de Lord of the Rings, e o que ganhei foi uma experiência coop ótima, mas um universo in-game fraquíssimo, fiquei entusiasmado quando cheguei em Valfenda e encontrei Gandalf e Frodo, mas depois que saí de lá percebi que o jogo não ia mudar, Entre ''recomendado'' e ''não recomendado'' vou dar voto positivo por causa do cooperativo que funciona e dá vida ao jogo, mas se você quer um single player ao menos aceitável, compre Lego: Lord of The Rings, Shadow of Mordor ou Lego: The Hobbit e passe longe desse.
Joguei em coop zeramos, foi divertido? Foi, mas é mais um daqueles games que nunca mais vou jogar de novo, mas valeu a experiência no cooperativo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
9.9 hrs registradas
Publicada: 16 de outubro de 2014
Prato cheio para quem é fã da obra de Tolkien! :3
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 5 pessoas (80%) acharam esta análise útil
17.9 hrs registradas
Publicada: 11 de outubro de 2014
War in the North nos trás acontecimentos paralelos a história principal do Senhor dos Anéis. Quando da jornada da sociedade do anel rumo ao Sul, para destruir o anel nas chamas da Montanha da Perdição, a trinca de protagonistas de WITN segue em direção oposta, para cuidar de Agandaur, braço direito de Sauron.

A história é excelente, como é de se esperar que fosse vindo de uma obra baseado no universo Tolkien, sendo um prato cheio para os fãns da franquia e para aqueles que querem saber mais sobre os acontecimentos da Terra Média.

O jogo conta com um sistema de diálogos entre os personagens onde é possível escolher a resposta que melhor atenda suas expectativas. No entanto, com o passar do jogo, o jogador irá perceber que aquilo tudo não passa de enganação, já que seja qual for a resposta escolhida, a conversa sempre irá caminhar para a mesma direção e terá o mesmo desfecho.

A jogabilidade é simples demais, sendo que o personagem possui um golpe fraco e rápido e outro forte porém demorado. Tudo que se tem que fazer é alternar entre os dois até que seja possível executar o inimigo com um golpe mortal. Existem também aprimoramentos que pode-se fazer no personagem que habilitam habilidades especiais, e até mesmo a possibilidade de se usar um águia gigante.

O jogo é pensado para ser jogado de forma cooperativa com 3 pessoas, mas caso você resolva jogar sozinho, será acompanhado de 2 bots. No entanto, a inteligência artificial deles é um horror, de forma que ao final da fase nas estatísticas, você pode conferir que 80% pra mais dos danos causados foram feitos por você em detrimento dos seus 2 companheiros.

Além disso, eles têm uma mania irritante de querer levantar um companheiro caído na hora mais imprópria possível, de forma que acabam caindo também por ignorarem totalmente os inimigos durante o processo.

Por causa destas mazelas de seus companheiros, alguns trechos acabam se tornando exageradamente difíceis, de forma que você precisa usar artifícios, como por exemplo, lurar inimigos para conseguir passar, o que não seria necessário se você estivesse jogando com amigos.

Uma coisa chata é que embora voltado para o modo cooperativo, o jogo não permite que duas pessoas joguem em cooperativo local, cada um com seu controle sentados no mesmo sofá, mas só mesmo pela internet, o que é decepcionante.

No geral, WITN é um grande jogo, com uma excelente história, bom gráficos e áudio, mas subaproveitado em outros aspectos, como na simplicidade exagerada do sistema de combates, falta de locais para se explorar ou coisas para se fazer nas cidades. De qualquer forma, é um jogo que entrega considerável diversão. MUITO BOM (8/10).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
16.2 hrs registradas
Publicada: 7 de março
Jogo realmente muito bom, história épica, jogabilidade interessante e divertida, dificuldade desafiadora em alguns momentos, vários Bosses diferentes, muitos equipamentos e perks.... Enfim, me surpreendeu para um game do Lord of the Rings, fazendo jus ao nome que carrega. Posso destacar que gostei muito da história se passar simultaneamente com a aventura do filme e livro, tendo até contato com os persoagens da Sociedade do Anel, e várias referências estupefatas. Também gostei dos cortes de cena cinemáticos, ótimos para Screenshots inclusive. O vilão principal também é marcante, apesar de não aparecer muito durante o jogo em si. Os pontos que achei ruim, em contrapartida, são: modo Multiplayer vazio (ninguém mais joga pelo que parece); impossibilidade de finalizar algumas side quests após terminar a main quest, pelo jogo reiniciar e aumentar a dificuldade automaticamente; ausência de mecanismos superiores para o Final Boss, que de certa forma copiou o modo de atacar de praticamente todos os outros Bosses magos do jogo. Apesar de tudo, os pontos positivos ultrapassam os negavitos, e recomendo sim este belo jogo, que também é marcante pelos Criticals em câmera lenta e a possibilidade de arrancar as pernas, braços ou até mesmo a cabeça dos inimigos.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
71.0 hrs registradas
Publicada: 30 de março
Muito bug, mas eu gostei
Vale a pena se você gosta de RPG e/ou é fã de Senhor dos Anéis. (se você não gosta de um ou de outro, ou dos dois, pense duas vezes e veja mais análises). Mas já aviso: se prepare para muitos bugs, que podem até te obrigar a começar tudo de novo... (isso aconteceu comigo!)
"The Lord of the Rings: War in the North" é um jogo de ação com elementos de RPG. Tem um bom sistema de combate, mas este é um tanto desperdiçado com inimigos repetitivos. Funciona bem no single player, mas é mais divertido (e vantajoso) no multiplayer.
"War in the North", tem uma história original que acontece paralelamente aos eventos do livro e dos filmes.
Não é um game difícil, mas também não dá para avançar sem tropeços apenas amassando botões (alguns inimigos se fecham na defesa ou não acusam os golpes, caso dos trolls).
O jogo disponibiliza boa variedade de opções para atacar e vários tipos de equipamentos e combinações (espada com escudo, armas de duas mãos ou uma em cada braço, arco e flecha, besta ou magias, dependendo do personagem). Isso amplia o leque de estratégias, apesar de o jogo não ser tão exigente assim.
Outro destaque bem-vindo é o incremento do nível de violência, que deixa os combates mais viscerais - e mais próximo da linguagem dos filmes.
Agora, a cagada são os muitos bugs. E não é qualquer bugzinho não: é algo do tipo a porta por onde você veio se fechar e a porta por onde você seguir não abrir nem fodendo! Não aparece a cena seguinte para avançar na história, etc... Passei muita raiva! Mas sou fã sa série, fazer o quê?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
15.0 hrs registradas
Publicada: 1 de janeiro
Você "cai de para-quedas" no meio da historia do primeiro filme do "Senhor dos anéis" e vai ajudar um grupo de 3 herois na luta contra as forças do mal da terra média em uma trama paralela! Não há muita costumização aqui e a cada fase você pode assumir o papel de um anão guerreiro, uma elfa feiticeira ou um espadachim-arqueiro. Um game mais voltado pra aventura e ação com gráficos decentes, música legal, RPG simples, gameplay e desafios medianos.

Obs: Esse jogo vale muito a pena, principalmente no modo multiplayer, porém ele trava com placas de vídeo da AMD!!!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
5.9 hrs registradas
Publicada: 20 de dezembro de 2014
Um jogo simples, repetitivo, porém divertido.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
9.5 hrs registradas
Publicada: 30 de janeiro
jogo viciante
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
19.0 hrs registradas
Publicada: 22 de janeiro
O jogo é bom, mas tem muitos problemas de conexão. Os outros jogadores no modo coop ficam caindo direto e no mínimo alguns vão ficar com o save bugado.
Logo adiantando uma solução para isso, vocês terão que pegar o save do amigo. Entreguem suas armas para ele, assim terão como recuperá-la.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
49.0 hrs registradas
Publicada: 13 de janeiro
° 8/ 10
° Um ótimo jogo com uma fantástica campanha passada na Terra Média (mundo épico criado por J.R. R Tolkien) paralela a historia de O Senhor dos Anéis.
° Ótimos gráficos.
° Um ótimo RPG, com co-op.
_______________________________
° O único ponto negativo que não me agradou como eu esperava, foi à trilha sonora do jogo, os criadores podiam ter focado mais nesse aspecto.
- Mas resumindo, foi um excelente jogo e vale apena cada centavo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
25.8 hrs registradas
Publicada: 28 de dezembro de 2014
Ótima jogabilidade e menus bastante intuitivos, tornando as batalhas divertidas e os upgrades fáceis de serem feitos. Uma boa história, belo visual e som de qualidade mediana completam os pontos á favor desse título que, embora tenha um dos piores suportes multiplayer, pode ser classificado como um bom jogo da franquia "O Senhor dos Anéis".
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
24.7 hrs registradas
Publicada: 18 de março
You Shal Not Pass!!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada