Sport and RPG elements have been combined with traditional fighting game mechanics for the first time, to offer unrivaled realism and challengingly brutal gameplay. Train until you sweat blood to increase skills such as endurance, speed, leg and arm strength.
Análises de usuários:
Todas:
Ligeiramente negativas (28 análises) - 21% das 28 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 12/jun/2014

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Martial Arts: Capoeira

 

Sobre este jogo

Sport and RPG elements have been combined with traditional fighting game mechanics for the first time, to offer unrivaled realism and challengingly brutal gameplay. Train until you sweat blood to increase skills such as endurance, speed, leg and arm strength. When you think your ready, take part in underground street fights for cold, hard cash. Strive to earn the right to call yourself…the most powerful Capoeira fighter in the World! Martial Arts: Capoeira, is based on Capoeira, a Brazilian martial arts. Capoeira is a Brazilian fight-dance, game, and martial art created by enslaved Africans during the 16th Century. Participants form a roda (circle) and take turns playing instruments, singing, and sparring in pairs in the centre of Martial Arts: Capoeira. The game is marked by fluid acrobatic play, feints, subterfuge, and extensive use of groundwork, as well as sweeps, kicks, and headbutts. Technique and strategy are the key elements to playing a good game. Martial Arts: Capoeira is at his base a classical beat’em up, but with a strong influence from RPG games where you can enhance and personalize the fighters. You will always face new challenges and new experience, as every time you create a new Career mode session, you have the opportunity to chose different approach and strategies, spreading skill points differently and challenging tournaments in different ways.

12 fighters with their own characteristics
13 real world locations
Exciting career mode
Customizable character development
Thrilling local multiplayer mode

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • SO: Win XP/Vista/7/8
    • Processador: Pentium III 800 Mhz or greater; Athlon 800 Mhz or greater
    • Memória: 1 GB de RAM
    • Placa de vídeo: nVidia GeForce 2 or equivalent ATI card or Higher
    • DirectX: Versão 9.0c
    • Armazenamento: 1 GB de espaço disponível
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Todas:
Ligeiramente negativas (28 análises)
Últimas análises
Anime is Trash
0.3 hrs
Publicada: 11 de junho de 2015
Eu nunca produzi tamanha quantidade de ♥♥♥♥♥ na minha vida quanto as horas de pupunha que tive com esse jogo.
Finalmente depois de anos trabalhando no MC Donalds, tive coragem de gastar minhas rendas mensais em algo além de cigarros e próteses de dedos indicadores, pude aproveitar de 20 minutos de jogatina produtiva, agora além de jiu jitsu e karatê praticado por monges judaicos da ilha de madagascar, tenho em mim um forte sentimento e vontade de aprender a capoeira, o maior patrimônio que nossos amigos escravos puderam deixar para as gerações futuras, agora sinto-me obrigado á aprender cada golpe de capoeira, sinto-me como Rocky Balboa quando aprendeu a cozinhar o peru perfeito, sinto-me fortemente ligado á capoeira, de tal forma quanto um pássaro sente-se atraído pelo canto de acasalamento de uma hiena, e tudo por uma pequena parcela da minha renda mensal, obrigado doutor.
artesequencia
0.3 hrs
Publicada: 9 de março de 2015
A jogabilidade e ruim, os gráficos são horríveis, os personagens tem nada de carisma, e a historia e tão ruim quanto o resto do jogo, não recomendo pegar esse jogo por mais de R$ 0,80. sobre mais considerando que o tempo de diversão que esse jogo proporciona e bem próximo de zero.
Nego Wilson
0.4 hrs
Publicada: 25 de fevereiro de 2015
Nunca vi um jogo de luta tão ruim igual a esse sinceridade 3/10.
O Trovador
4.1 hrs
Publicada: 8 de fevereiro de 2015
Eu gostaria de recomendar esse jogo. Mas não dá.

Não compre esse jogo. É decepcionante até para quem tem baixas espectativas.

Se quiser jogar algum jogo bom relacionado a Capoeira procure "Capoeira Fighter 3" é muito melhor e gratuíto, no maior estilo Street Fighter.

Ou então "Capoeira Legends" - não é um grande jogo, mas é gratuito, é brasileiro, é infinitamente melhor que este 'martial arts', não tem bugs e os desenvolvedores os respondem e-mails ou comentários no blog.

ANÁLISE

A proposta é interessante, mas infelizmente é muito mal trabalhada. A jogabilidade é interessante a princípio, mas depois a gente percebe que é simplesmente ridícula. É extremamente difícil acertar os golpes no oponente e daí a gente pode ficar minutos jogando sem acertar, nem receber golpe algum. E o problema não é o jogador, pois - por curiosidade - coloquei para assistir entre dois personagens controlados pelo computador e nenhum dos dois conseguia acertar golpe algum no outro - para ver quão crítica é a situação.

Existem 3 modos de jogo: Versus, História e Carreira.

No modo versus, embora tenha a opção de jogar Player vs Player, é simplesmente impossível jogar: porque? porque os comandos travam todos (exceto pelo botão Esc) na escolha do personagem.

O modo História é aquele modo normal dos jogos. O ♥♥♥♥ é que não importa qual personagem você escolhe para jogar, a história é sempre a mesma - com uma pequena variação de nada se você escolhe uma personagem feminina. Até a narração das vozes e as cut-scenes são as mesmas.

O modo carreira tem uma proposta interessante - em que você vai treinando o seu personagem (durante o mês fictício do jogo) para no fim do participar de uma luta e subir de ranking.

Só que é muito mal feito. Você não consegue melhorar a personagem de acordo com sua própria vontade, os status melhoram sozinho de acordo com a personagem que você pega.

Outro problema é que há 3 tipos de eventos "semanais" (treinamento, participar luta e assistir uma luta). Você pode participar de algum deles se quizer, mas não pode participar de dois eventos do mesmo estilo na semana. Por exemplo: se há duas lutas diferentes - time attack e a luta normal - você não pode fazer as duas lutas.

Mais um outro problema, ainda no modo Carreira: a proposta é interessante - você pode assistir uma luta de dois personagens controlados pelo computador e apostar em um que você acha que irá vencer. O problema? Não é possível pular a luta e ver logo o resultado. Se você quiser apostar para aumentar a grana, é preciso assistir a luta do início ao fim - e como eu disse lá em cima essa luta de PC vs PC pode durar muito... muito tempo.

Outra questão crucial para eu negativar é que o jogo só não tem mais bugs porque é um só. Volta e meia tanto o seu personagem quanto o do computador pode travar, enquanto a luta continua. Então seu personagem fica lá levando pernada e você não pode fazer nada. Outras vezes qualquer luta pode subitamente funcionar como se fosse time-attack - e como é difícil acertar a personagem oponente nesse jogo, o mais provável é que você volte para a tela inicial do jogo assim que acabar o tempo. Se isso acontecer, só reiniciando o jogo para voltar ao normal.

Outro bug bastante irritante é que o jogo costuma travar no modo tutorial. A câmera fica mostrando o mestre ensinando como é que joga eternamente, quando já deveria ter mudado para o jogador - para que a gente possa treinar.

Considerando que é um jogo de luta o jogo também carece na quantidade de golpes que é extremamente pequena. Não há comandos que se faça para dar golpes diferentes. Cada personagem tem uma quantidade muito limitada de golpes.

Mais um ponto negativo é que não é possível configurar as teclas. O jogo na verdade suporta controle (funcionou bem de XBox 360), mas a configuração dos botões é ridiculamente ruim e - como não é possível configurar isso - você não apenas fica preso a uma configuração ruim, mas também tem que descobrir na marra qual botão faz o quê.

Não costumo considerar isso como um fator importante, mas como esse jogo está em um estado tão ruim, acaba sendo um ponto a mais na minha não-recomendação:

A personagens são feias. E não são feias simplesmente por serem feias, mas porque os designers do jogo simplesmente não conseguiram fazer uma arte gráfica bonita. As personagens todas são ridícularmente feias.

A princípio eu gostei do jogo. Jogo de capoeira, bandeira do Brasil estampada na capa, boa trilha sonora (misturando capoeira e rap - lembrando o filme americano da década de 1990 "Only the Strong"), movimentos muito fluidos e realistas, as fases são todas bem desenhadas (diferente das personagens) e tem imagens bacanas e bonitas, o "ring" é de fato uma roda de capoeira... Várias coisas me fizeram gostar do jogo.

Mas isso foi depois de acostumar com isso e começar a jogar de verdade, quando me deparei com tantos bugs e com a péssima jogabilidade. Para completar mandei um e-mail para empresa que desenvolveu o jogo, pedindo ao menos que consertassem os bugs, mas até hoje (9/3/15) não fui respondido - o que aumenta a frustração.

Quero poder dar um jóia pra esse jogo, mas os desenvolvedores vão precisar trabalhar muito para lançar um patch que consiga deixar o jogo minimamente divertido.
Análises mais úteis  No geral
29 de 32 pessoas (91%) acharam esta análise útil
33 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
0.3 horas registradas
Publicada: 11 de junho de 2015
Eu nunca produzi tamanha quantidade de ♥♥♥♥♥ na minha vida quanto as horas de pupunha que tive com esse jogo.
Finalmente depois de anos trabalhando no MC Donalds, tive coragem de gastar minhas rendas mensais em algo além de cigarros e próteses de dedos indicadores, pude aproveitar de 20 minutos de jogatina produtiva, agora além de jiu jitsu e karatê praticado por monges judaicos da ilha de madagascar, tenho em mim um forte sentimento e vontade de aprender a capoeira, o maior patrimônio que nossos amigos escravos puderam deixar para as gerações futuras, agora sinto-me obrigado á aprender cada golpe de capoeira, sinto-me como Rocky Balboa quando aprendeu a cozinhar o peru perfeito, sinto-me fortemente ligado á capoeira, de tal forma quanto um pássaro sente-se atraído pelo canto de acasalamento de uma hiena, e tudo por uma pequena parcela da minha renda mensal, obrigado doutor.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
15 de 16 pessoas (94%) acharam esta análise útil
Não recomendado
4.1 horas registradas
Publicada: 8 de fevereiro de 2015
Eu gostaria de recomendar esse jogo. Mas não dá.

Não compre esse jogo. É decepcionante até para quem tem baixas espectativas.

Se quiser jogar algum jogo bom relacionado a Capoeira procure "Capoeira Fighter 3" é muito melhor e gratuíto, no maior estilo Street Fighter.

Ou então "Capoeira Legends" - não é um grande jogo, mas é gratuito, é brasileiro, é infinitamente melhor que este 'martial arts', não tem bugs e os desenvolvedores os respondem e-mails ou comentários no blog.

ANÁLISE

A proposta é interessante, mas infelizmente é muito mal trabalhada. A jogabilidade é interessante a princípio, mas depois a gente percebe que é simplesmente ridícula. É extremamente difícil acertar os golpes no oponente e daí a gente pode ficar minutos jogando sem acertar, nem receber golpe algum. E o problema não é o jogador, pois - por curiosidade - coloquei para assistir entre dois personagens controlados pelo computador e nenhum dos dois conseguia acertar golpe algum no outro - para ver quão crítica é a situação.

Existem 3 modos de jogo: Versus, História e Carreira.

No modo versus, embora tenha a opção de jogar Player vs Player, é simplesmente impossível jogar: porque? porque os comandos travam todos (exceto pelo botão Esc) na escolha do personagem.

O modo História é aquele modo normal dos jogos. O ♥♥♥♥ é que não importa qual personagem você escolhe para jogar, a história é sempre a mesma - com uma pequena variação de nada se você escolhe uma personagem feminina. Até a narração das vozes e as cut-scenes são as mesmas.

O modo carreira tem uma proposta interessante - em que você vai treinando o seu personagem (durante o mês fictício do jogo) para no fim do participar de uma luta e subir de ranking.

Só que é muito mal feito. Você não consegue melhorar a personagem de acordo com sua própria vontade, os status melhoram sozinho de acordo com a personagem que você pega.

Outro problema é que há 3 tipos de eventos "semanais" (treinamento, participar luta e assistir uma luta). Você pode participar de algum deles se quizer, mas não pode participar de dois eventos do mesmo estilo na semana. Por exemplo: se há duas lutas diferentes - time attack e a luta normal - você não pode fazer as duas lutas.

Mais um outro problema, ainda no modo Carreira: a proposta é interessante - você pode assistir uma luta de dois personagens controlados pelo computador e apostar em um que você acha que irá vencer. O problema? Não é possível pular a luta e ver logo o resultado. Se você quiser apostar para aumentar a grana, é preciso assistir a luta do início ao fim - e como eu disse lá em cima essa luta de PC vs PC pode durar muito... muito tempo.

Outra questão crucial para eu negativar é que o jogo só não tem mais bugs porque é um só. Volta e meia tanto o seu personagem quanto o do computador pode travar, enquanto a luta continua. Então seu personagem fica lá levando pernada e você não pode fazer nada. Outras vezes qualquer luta pode subitamente funcionar como se fosse time-attack - e como é difícil acertar a personagem oponente nesse jogo, o mais provável é que você volte para a tela inicial do jogo assim que acabar o tempo. Se isso acontecer, só reiniciando o jogo para voltar ao normal.

Outro bug bastante irritante é que o jogo costuma travar no modo tutorial. A câmera fica mostrando o mestre ensinando como é que joga eternamente, quando já deveria ter mudado para o jogador - para que a gente possa treinar.

Considerando que é um jogo de luta o jogo também carece na quantidade de golpes que é extremamente pequena. Não há comandos que se faça para dar golpes diferentes. Cada personagem tem uma quantidade muito limitada de golpes.

Mais um ponto negativo é que não é possível configurar as teclas. O jogo na verdade suporta controle (funcionou bem de XBox 360), mas a configuração dos botões é ridiculamente ruim e - como não é possível configurar isso - você não apenas fica preso a uma configuração ruim, mas também tem que descobrir na marra qual botão faz o quê.

Não costumo considerar isso como um fator importante, mas como esse jogo está em um estado tão ruim, acaba sendo um ponto a mais na minha não-recomendação:

A personagens são feias. E não são feias simplesmente por serem feias, mas porque os designers do jogo simplesmente não conseguiram fazer uma arte gráfica bonita. As personagens todas são ridícularmente feias.

A princípio eu gostei do jogo. Jogo de capoeira, bandeira do Brasil estampada na capa, boa trilha sonora (misturando capoeira e rap - lembrando o filme americano da década de 1990 "Only the Strong"), movimentos muito fluidos e realistas, as fases são todas bem desenhadas (diferente das personagens) e tem imagens bacanas e bonitas, o "ring" é de fato uma roda de capoeira... Várias coisas me fizeram gostar do jogo.

Mas isso foi depois de acostumar com isso e começar a jogar de verdade, quando me deparei com tantos bugs e com a péssima jogabilidade. Para completar mandei um e-mail para empresa que desenvolveu o jogo, pedindo ao menos que consertassem os bugs, mas até hoje (9/3/15) não fui respondido - o que aumenta a frustração.

Quero poder dar um jóia pra esse jogo, mas os desenvolvedores vão precisar trabalhar muito para lançar um patch que consiga deixar o jogo minimamente divertido.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Não recomendado
0.3 horas registradas
Publicada: 9 de março de 2015
A jogabilidade e ruim, os gráficos são horríveis, os personagens tem nada de carisma, e a historia e tão ruim quanto o resto do jogo, não recomendo pegar esse jogo por mais de R$ 0,80. sobre mais considerando que o tempo de diversão que esse jogo proporciona e bem próximo de zero.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Não recomendado
0.4 horas registradas
Publicada: 25 de fevereiro de 2015
Nunca vi um jogo de luta tão ruim igual a esse sinceridade 3/10.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada