Multiplayer Clássico da Valve de WWII - Agora disponível no Mac.
Análises de usuários: Muito positivas (3,609 análises)
Data de lançamento: 12/jul/2010

Inicie a sessão para adicionar este jogo à sua lista de desejos ou dispensá-lo

Comprar Day of Defeat: Source

PROMOÇÃO DE FIM DE ANO! A oferta acaba em 2 de janeiro

-50%
$9.99
$4.99

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Source Multiplayer Pack

Inclui 3 itens: Counter-Strike: Source, Day of Defeat: Source, Half-Life 2: Deathmatch

PROMOÇÃO DE FIM DE ANO! A oferta acaba em 2 de janeiro

Comprar Valve Complete Pack

Inclui 24 itens: Counter-Strike: Global Offensive, Portal 2, Left 4 Dead 2, Left 4 Dead, Portal, Team Fortress 2, Team Fortress Classic, Counter-Strike: Source, Counter-Strike, Counter-Strike: Condition Zero, Day of Defeat, Day of Defeat: Source, Half-Life 2, Half-Life 2: Deathmatch, Half-Life 2: Lost Coast, Half-Life 2: Episode One, Half-Life 2: Episode Two, Half-Life, Half-Life: Blue Shift, Half-Life: Opposing Force, Half-Life Deathmatch: Source, Half-Life: Source, Ricochet, Deathmatch Classic

PROMOÇÃO DE FIM DE ANO! A oferta acaba em 2 de janeiro

 

Recomendado por curadores

"Day of Defeat offers intense online action gameplay set in Europe during WWII."
Veja a análise completa aqui.

Sobre este jogo

Day of Defeat oferece uma jogabilidade de ação online intensa estabelecida na Europa durante a 2ª Guerra Mundial. Assuma o papel das classes infantry, sniper ou machine-gunner e mais. DoD:S inclui design de gráficos e sons melhorados para alavancar o poder da Source, a nova tecnologia de engine da Valve.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X

    Mínimo: Processador de 1.7 GHz, 512MB de RAM, Placa de Vídeo com DirectX® 8.1 (Requer Suporte para SSE), Windows® Vista/XP, Mouse, Teclado, Conexão com a Internet

    Recomendado: Processador Pentium 4 (3.0GHz, ou melhor), 1GB de RAM, Placa de Vídeo com DirectX® 9, Windows® Vista/XP, Mouse, Teclado, Conexão com a Internet

    Mínimo: OS X versão Leopard 10.5.8, Snow Leopard 10.6.3, 1GB RAM, NVIDIA GeForce 8 ou melhor, ou ATI X1600 ou melhor, ou Intel HD 3000 ou melhor, Mouse, Teclado, Conexão com Internet
Análises úteis de usuários
13 de 14 pessoas (93%) acharam esta análise útil
659.2 hrs registradas
Publicada: 1 de novembro
Bom, vou explicar como é o jogo. (Só fica legal depois das 500 horas)

1 - 6 Classes que variam de acordo com o time ( Rifleman / Assault / Support / MG / Sniper / Rocket )
2 - O pessoal precisa se comunicar toda hora, exige muito mais estratégia que o Counter-Strike
3 - Normalmente tem aqueles mapas mo zuados `-´ mas a maioria dos mapas é mais voltado pra simulação, como o Strand
4 - Existem 2 modos de jogo oficiais ( Captura / Demolição ), mas existem outros modos modificados, como o Gungame
5 - As armas são bem difíceis de jogar, algumas tem pouca precisão, pouco poder ou são muito lentas
6 - Os servidores brasileiros são muito bons, o pessoal é gente fina. ( Apesar de que só 1 server brasileiro lota )
7 - Diferente do CS, o DoD conta Frag também na Captura / Bloqueio de objetivos, fazendo com que fique mais competitivo.

Recomendo muito, como disse, só fica legal depois das 500 horas `-´
Você achou esta análise útil? Sim Não
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1.5 hrs registradas
Publicada: 7 de dezembro
Jogo muito bom, tem haver com a segunda guerra mundial. Um FPS que lembra muito Call Of Duty II mas este requer um pouco mais de paciencia e costume com o punho de mira, quando você atira com uma metralhadora (ou até mesmo uma pistola) sua mira levanta sozinha como se fosse o impulso que a arma dar, isso é bem realista. Cuidado com as granadas, se uma explodir perto de você, te deixa surdo por uns 3 segundos e distorce sua visão, isso é um "prato cheio" para os inimigos. No jogo é possivel deitar-se no chão, é uma boa dica para armar emboscadas em locais estratégicos. O cenário do jogo é muito realista, casas destruidas, barricadas, trens quebrados e etc... Não posso esquecer dos gráficos, os esgotos, as árvores, as destruições no cenário, as águas, não é um gráfico top (comparado com jogos de hoje, tipó Far Cry 4) mas é muito bom, evoluiu bastante desde o Day Of Defeat. Recomendo que joguem este jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 4 pessoas (75%) acharam esta análise útil
138.7 hrs registradas
Publicada: 2 de julho
♥♥♥♥
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 4 pessoas (75%) acharam esta análise útil
22.9 hrs registradas
Publicada: 29 de julho
Animel o jogo!
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
8.5 hrs registradas
Publicada: 23 de dezembro
Um jogo razoável, prefiro o day of defeat 1.3. Os gráficos e efeitos visuais são razoáveis tb. A jogabilidade é boa e o sistema de tiro horroroso! Mas acho que isso é comum na engine source.
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
2,811.9 hrs registradas
Publicada: 30 de novembro
O melhor jogo de todos os tempos .
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
10.7 hrs registradas
Publicada: 21 de dezembro
Sucessor do primeiro sucesso da franquia o Day of Defeat Source veio com o mesmo intuito ,trazer uma jogabilidade onde o companheirismo é a chave para a vitória final .Ele possui varias classes onde cada uma dá suporte a outra de variadas formas, por exemplo uma vez eu estava no time americano onde tentavamos buscar a ultima area alemã porém 2 posições de metralhadoras inimigas estavam dizimando nosso time, dae o player que era o official pediu por uma granada de fumaça e por fogo de cobertura para nossos soldados ,então eu arremessei a tal granada de fumaça então todos avançaram para cima da posição alemã onde todos eles foram mortos e graças ao trabalho em equipe de todos levamos a vitória .
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
275.7 hrs registradas
Publicada: 29 de novembro
Jogo fantástico...pena que está um pouco parado no tempo...porém tem uma jogabilidade bem real. Possui uma variedade de jogadores e possições a serem escolhidas, cada qual com seu tipo próprio de jogo. Uma boa estrágia da equipe para completar o cenário é o toque final para um grande sucesso na campanha.
Você achou esta análise útil? Sim Não
334 de 352 pessoas (95%) acharam esta análise útil
56.5 hrs registradas
Publicada: 19 de outubro
day of defeat was good

day of defeat source is great

day of defeat global offensive is in my dreams
Você achou esta análise útil? Sim Não
139 de 166 pessoas (84%) acharam esta análise útil
17.7 hrs registradas
Publicada: 12 de outubro
One of the best WW2 game since WW2 itself.
Você achou esta análise útil? Sim Não
152 de 194 pessoas (78%) acharam esta análise útil
0.2 hrs registradas
Publicada: 30 de outubro
Ran into the front lines, accidentally shot a teammate, and got kicked. Best 10 minutes of my life.
Você achou esta análise útil? Sim Não
86 de 99 pessoas (87%) acharam esta análise útil
76.2 hrs registradas
Publicada: 31 de outubro
Had a casual conversation with my friend when a bullet went through his head.

7/10 would witness again.
Você achou esta análise útil? Sim Não
55 de 59 pessoas (93%) acharam esta análise útil
20.4 hrs registradas
Publicada: 26 de novembro
I tried Day of Defeat: Source again recently and was expecting it to be dead. After all, the game is almost a decade old now. However, I was still able to find several populated servers at all hours of the day or night. Old age hasn’t killed DOD:S.

If anything age has worked in DOD:S’s favor. For example, it attracts an older and more mature crowd. I haven’t had to put up with as much drama or slurs from annoying prepubescent teammates as I do in more modern multiplayer shooters.

Another example of age helping the DOD:S experience is how “old school” it feels. Despite the WW2 setting, DOD:S plays more like an arena shooter from the 1990s than today’s super serious military shooters. Forget aiming down iron sights. Secondary fire for most weapons throws solid punch instead. Expect to spend a lot of time zipping about, shooting dudes with crosshairs, punching them for good measure, and laughing at the exaggerated ragdoll physics.

Day of Defeat: Source is not a masterpiece but it’s worth a look if you have a hankering for a shooter that isn’t too serious.
Você achou esta análise útil? Sim Não
72 de 89 pessoas (81%) acharam esta análise útil
6.5 hrs registradas
Publicada: 20 de outubro
cuz it's full of deutsch ppl that are really friendly and I like it. 11/10
Você achou esta análise útil? Sim Não
50 de 57 pessoas (88%) acharam esta análise útil
137.9 hrs registradas
Publicada: 17 de outubro
call of duty on the source engine for old people. 10/10 - highly recommended
Você achou esta análise útil? Sim Não
49 de 59 pessoas (83%) acharam esta análise útil
57.7 hrs registradas
Publicada: 26 de outubro
Do you love capturing flags and playing with middle age yankees escaping their horrible lives and families by recreating their war fantasies?

If yes, then you will love DoD:S!
Você achou esta análise útil? Sim Não
31 de 31 pessoas (100%) acharam esta análise útil
2.1 hrs registradas
Publicada: 15 de dezembro
We set out in the morning, warily checking windows, corners, anywhere the Germans could spring a trap or an ambush.

Johannson was in the lead, Garand at the ready and bayonet fixed improperly. Rook was shadowing him, double checking each spot that Johannson had checked before. I was in the middle with Peters, helping him carry the M2 Browning. And Stewart was in the rear, covering our backs with his Thompson at the ready.

It was quiet. Too quiet.

The bridge we had set out to capture was undefended, and we quickly set up a defensive position in case a German patrol stumbled upon us.

The sound started as a low rumble. We looked around, at each other, confused as to why the ground was shaking. It got louder, and we could soon hear the sound of people yelling. We readied our weapons, getting ready for the enemy to throw a grenade or fire a Panzershrek.

But nothing could prepare us for what happened next.

A giant tide of German soldiers, all carrying trench shovels and primed Steilhandgranates in their hands, came around the corner, rushing at us screaming at the top of their lungs.

We opened fire, but there were too many and we were quickly overrun.

Stewart was the first to go, having gotten overzealous with his Thompson. He had managed to push the wave of Germans back, when they surrounded him and began pummeling him to death with their shovels.

One of them, holding a grenade, charged Rook and Johannson from behind. They never saw it coming.

By now, it was only me and Peters, him firing his MG wildly at the advancing tide while I threw frag grenade after frag grenade. And then Peters started to run out of ammo.

Quickly, I rushed up to his position with a new box of ammunition, but by that time his gun had overheated and was virtually useless. He quickly pulled out his M1911, but it wasn't long before he too was buried under the mass of grey and black.

I was cornered, back against a locked door while I blasted soldier after soldier back with my Sniper rifle. But it was no use. They descended upon me, swinging shovels indiscriminately at my already bruised and battered body. They were relentless, beating me until at last, I succumbed to the darkness.

As my vision blurred, they stopped screaming long enough for one of them to say something to me.

Something that would shock me to the core.

He said:

"lol noob get rushed fggt"
Você achou esta análise útil? Sim Não
97 de 139 pessoas (70%) acharam esta análise útil
6.7 hrs registradas
Publicada: 11 de setembro
I became nazi again.
Você achou esta análise útil? Sim Não
39 de 47 pessoas (83%) acharam esta análise útil
4.3 hrs registradas
Publicada: 3 de outubro
Apparently not all Nazi's were zombies in WWII.
I learned something today.
Você achou esta análise útil? Sim Não
57 de 78 pessoas (73%) acharam esta análise útil
349.5 hrs registradas
Publicada: 20 de outubro
Looks like Nazi Germany needs some freedom.
Você achou esta análise útil? Sim Não