"Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends" introduces entirely new levels of fun to the refreshing gameplay vanquishing swarms of enemies with mighty warriors found in "Dynasty Warriors 8.
Análises de usuários:
Últimas:
Ligeiramente positivas (48 análises) - 70% das 48 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Muito positivas (2,789 análises) - 81% das 2,789 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 13/mai/2014

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

 

Análises

“The sheer weight of content that is packed into the game can't be understated.”
90 – http://www.digitallydownloaded.net/2014/03/review-dynasty-warriors-8-xtreme.html

“It's a great way to reincentivize the most enjoyable Warriors game since DW3, and it looks suitably pretty to boot.”
80 – The Escapist

“Without question the biggest, best looking, and most refined Warriors title on the battlefield”
80 – Push Square

Sobre este jogo

"Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends" introduces entirely new levels of fun to the refreshing gameplay vanquishing swarms of enemies with mighty warriors found in "Dynasty Warriors 8." In story mode, where you can immerse yourself in the vivid tales of the Romance of the Three Kingdoms, it is now possible to play as the mighty warrior "Lu Bu," and embark on a journey that depicts his way of life. Additionally, many new hypothetical scenarios to existing Romance of the Three Kingdoms battles have been added, as well as new playable characters, weapons types, growth/speedrun elements, and more! What's more, a revamped Ambition Mode and completely new Challenge Mode offer whole new ways to enjoy the "Dynasty Warriors 8" universe.

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • SO: Windows Vista, Windows 7, Windows 8
    • Processador: Dual core CPU 2.4 GHz or better
    • Memória: 256 MB de RAM
    • Placa de vídeo: NVIDIA® GeForce® 8600 or better
    • DirectX: Versão 9.0c
    • Armazenamento: 18 GB de espaço disponível
    • Placa de som: Standard audio device
    Recomendados:
    • SO: Windows Vista, Windows 7, Windows 8
    • Processador: Quad core CPU 2.8 GHz or better
    • Memória: 512 MB de RAM
    • Placa de vídeo: NVIDIA® GeForce® GTX 460 or better
    • DirectX: Versão 9.0c
    • Armazenamento: 18 GB de espaço disponível
    • Placa de som: Standard audio device
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Ligeiramente positivas (48 análises)
Todas:
Muito positivas (2,789 análises)
Últimas análises
vivi011108
( 39.7 horas registradas )
Publicada: 29 de junho
Great game, picked it up a few years ago in the sale. Hours of game play, clear graphics and great controller functionality. Definitely recommend to anyone that hasn't picked this up or is a fan of the series.
Cydro
( 4.3 horas registradas )
Publicada: 28 de junho
Some **♥♥♥♥♥ are saying that this is poor port becouse it has partial pad support. Nonsense! It took only 10min to look it up online console input's and use them.

Pc master race kek wew lad.

Game is good tho!
LOOK, IT'S ADAM!!!
( 0.8 horas registradas )
Publicada: 28 de junho
It is literally unplayable. It's a broken port, it's impossible to set any new keymaps due to a broken interface, and the existing ones are so unintuitive it makes the game a pain to play. Move on.
Aka HC
( 0.3 horas registradas )
Publicada: 28 de junho
The controls and setup is ♥♥♥♥ on pc and it is a walk through hell to chance the controls to something that MIGHT work...
Șitrus
( 30.9 horas registradas )
Publicada: 28 de junho
I think people need to understand that dynasty warriors is basically the same as Madden games, the changes that matter between versions are gameplay and engine. I think they did a pretty good job on this one. Doesn't feel sluggish or as boring as some of the previous versions did. The only thing I'm really bummed about is that the DLC never, EVER goes on sale. I recommend it to the people that will probably buy it anyway, because dynasty warrior games seem to have a polarizing effect and people either love them or hate them.
Jiktin
( 12.8 horas registradas )
Publicada: 27 de junho
The end is "pre-written" dose not matter how har you fight, if you fight with a champion that is supose to loose, you will loose....
then you can spend a ♥♥♥♥ loads of monney on outfits, that can NOT be used in story mode... so acording to me, useless.
I_Fight_in_the_name_of_Justice!
( 16.4 horas registradas )
Publicada: 27 de junho
♥♥♥♥ YOU LU BU AND AGAIN ♥♥♥♥ YOU LU BU
YOU SON OF A B*TCH
jarenedgar22
( 8.2 horas registradas )
Publicada: 27 de junho
so much butt rock!

10/10
res0bj501
( 38.2 horas registradas )
Publicada: 26 de junho
Although I love the series, did they really have to release PS3 port just so they can ride on sony's d1ck to maintain "exclusive" feel for PS4? consoles are toxic and they should be banned. o and dlcs are complete bs.
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
77 de 88 pessoas (88%) acharam esta análise útil
18 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
124.4 horas registradas
Publicada: 23 de junho
Why the hell you never give discount for costumes DLC?
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
18 de 20 pessoas (90%) acharam esta análise útil
4 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
160.7 horas registradas
Publicada: 24 de junho
How to infinitely enjoy this game

This should probably be listed as a guide, but this is the reason why I bought this game on PC. Because doing what I am about to list on my PS3 caused it freeze some times due to overwhelming Rage.

Before I list the steps to "infinitely" enjoying this game, you will need a few things.

First, a small list of skills that you need to level up (preferably max out):
1- Victory Cry. This skill will cause more power-ups to drop. (most Important skill)
2- Mighty Roar. Increases damage against officers.
3- Attack Boost. Extra damage.
4- Rage Springs. Makes filling the Rage gauge much easier.
5- Quick Learner. Get more EXP. (Optional)
Note: You can change skills mid level/combat/stage.

Optional
Second, Ma Chao's ultimate six-star weapon (Radiant Flash Spear) as a secondary weapon.
Note: I find it much easier to cleave through infantry using this weapon while on horse back and easier to defeat enemy officers with a counter by using Rage Mode (while on horse back as well).

A mount of your choice (I prefer Red Hare).

Finally, to unlock the Yellow Turben Conflict in free mode (play it once in story mode under Other).
Note: For some reason, this stage infinitely spawns soldiers in the area between the ramp and the eastern garrison.

Now, steps to enjoy infinitely enjoy this game:
1- Choose the stage Yellow Turben Conflict.
2- Side with the Yellow Turbans
3- Equip an officer of your choice with the skills and weapon mentioned before along with a primary weapon of your choice.
4- Begin the stage, select a track of your choice.
5- Mount your horse and make your way through the stage and clear all the objectives as fast as you can.
6- After defeating Cao Cao's and Liu Bei's forces, rush and make your way to the "Eastern Garrison" and stay between the garrison and the ramp.
7- Fill up your Rage Gauge (either with a Musou Attack or EX Attacks) and start your Infinite True Rage Run.
8- Keep an eye out for the Musou +1 power-ups as you defeat soldiers and keep picking them up as you go.
9- Make sure you dont run out of time. If the timer shows 5 minutes left, complete the stage.
Rinse and repeat.

Basically, I abuse this stage to max out levels on all officers.

Some of the best officers I have found for this are:
- Zhao Yun.
- Zhou Yu.
- Zhu Ran
- Huang Zhong.
- Gan Ning.
- Huang Gai (with Beach Boys - Surfin Usa playing in the background).
- Zhuge Liang (warning: unless you are epileptic). I AM DEAD SERIOUS ABOUT THIS GUY.

10/10 Would rage again.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 15 pessoas (73%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
171.2 horas registradas
Publicada: 16 de junho
Definitely the best in the series, but will be the last Koei Tecmo game I buy. They're basically saying '♥♥♥♥ you pc players'.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 4 pessoas (75%) acharam esta análise útil
Recomendado
55.8 horas registradas
Publicada: 7 de junho
Who is this Game For?
==================
There’s something sadistically enjoyable about killing thousands of warriors on the battlefield. Fans of Dynasty Warriors games will find it to be quite an enjoyable romp through the historical fiction Romance of the Three Kingdoms book.

Is it good?
=================
I don’t think I could coherently put into words how much fun each of the missions are in this game. For fans of the series (and the historical events the series is based upon) I have no doubt in my mind they would be happy with the game.

Does it have any problems?
========================
A big downside to the PC port is the unfriendliness of the control schemes. There are no button prompts for both keyboard and gamepad, and it makes the learning process a pain. Additionally, whilst playing co-op, two players have to share a keyboard. I don’t think I can remember the last game that delegated the arrow buttons and the number pad to player two.

Final Thoughts!
====================
Dynasty Warriors 8 feels like a fan service, almost to the point of frightening off new players. In my experiences with games that feature a huge character roster, you’re slowly introduced to the cast, allowing you to experiment and decide which character plays best for you. With 82 characters to select from, the inexperienced player will be overwhelmed by the choice. All said though, I was pleasantly surprised by how much fun I got from Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends. There is so much content that you could spend hours just trying to skim the surface.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.3 horas registradas
Publicada: 28 de junho
Some **♥♥♥♥♥ are saying that this is poor port becouse it has partial pad support. Nonsense! It took only 10min to look it up online console input's and use them.

Pc master race kek wew lad.

Game is good tho!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Análises mais úteis  No geral
52 de 66 pessoas (79%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
1.9 horas registradas
Publicada: 16 de maio de 2014
Já faz muito tempo desde que joguei o Dynasty Warriors 5, o qual foi o 1º que joguei no PS2 com meu personagem preferido Zhou Yu!

Simplesmente quando vi o DW 8 à venda não pude deixar de adquirir, amo este jogo e continua muito bom para jogar em 2 pessoas! Está rodando super bem em 1920x1080, só um momento o jogo quis ficar lerdo enquanto estava jogando em 2P, mas o duro está sendo acostumar com os botões A e B, porém isso se resolve alterando nas opções. Como faz muito tempo que não jogava os jogos desta série, pude ver que os gráficos do 8 estão realmente lindos no PC.

O mais divertido foi ver o Lu-bu e dar no pé!! rsrs...
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
39 de 49 pessoas (80%) acharam esta análise útil
Recomendado
24.2 horas registradas
Publicada: 18 de maio de 2014
Aviso: A Análise também fala sobre as versões de PS3/PS4/PS Vita


A série Dynasty Warriors começou como um Spin-off da série de estratégia Romance of the Three Kingdoms, no Playstation 1, mas não sendo um hack'n slash e sim um jogo de luta 3D. O jogo não é lá grandes coisas, e se compararmos com Soul Edge chega a ser desleal. No ano de 2000, no início da geração PS2 surgiu Dynasty Warriors como conhecemos. Intitulado Shin Sangoku Musou no Japão, e renomeado Dynasty Warriors 2 no ocidente, o jogo colocava você contra ONE MILLION TROOPS, e assim a Koei começou a imprimir dinheiro (ao menos no Japão). A série seguiu ao longo dos anos, e deu origem a diversos Spin-off's, como Samurai Warriors (Sengoku Musou), Dynasty Warriors Gundam (Gundam Musou), Fist of North Star: Ken's Rage (Hokuto Musou), Warriors: Legends of Troy (Troy Musou, baseado na guerra de Tróia) entre outros. Em 2013, a série chegou ao seu oitavo episódio, e nessa última semana, chegou aos PC's, e anteriormente ao PS4 e ao PS Vita, a versão definitiva de Dynasty Warriors 8, Dynasty Warriors 8 Xtreme Legends Complete Edition.

Situado no período dos Três Reinos (Período histórico da China entre 220 e 280 Depois de Cristo), quando a Dinastia Han chegava ao fim e diversos lordes disputavam o poder, mas apenas três deles conseguiram influência e prestígio o suficiente para se tornarem realmente imperadores da China. Esse período gerou um livro, que é até hoje considerado um clássico da literatura chinesa, chamado "Romance dos Três Reinos" (Sānguó Yǎnyì em chinês), em que mistura ficção e realidade. A partir daí, cabe a você, escolher um dos lados dessa briga, ou utilizar o protagonista cânone dessa versão, Lu Bu e trilhar seu próprio caminho rumo ao topo.

O jogo possui quatro modos distintos, e explicarei cada um a seguir:

O modo história, permite você escolher entre os Cenários de Lu Bu, Shu, Wu, Wei e Jin e você deve cumprir as missões principais para a facção escolhida triunfar. Você não terá um personagem fixo, mas sim um grupo de personagens que dependerá do capítulo jogado, então você pode começar com um personagem X e no capítulo seguinte ele não ser um personagem disponível, mas ele poderá voltar em um outro capítulo e assim até o final da Campanha.
O modo livre é bom para você aumentar o nível dos personagens. Nele, escolha qualquer personagem e lute em qualquer batalha, desde que ela esteja desbloqueada no modo história.
No modo Ambition, você deverá construir o palácio de Tongquetai e reunir aliados em combate, numa mistura de RPG, city building e estratégia, coletando recursos para fortalecer o palácio e os combates.
Já no modo Challenge, o jogador deve cumprir determinados desafios para conseguir armas mais raras, o que pode fazer diferença nos outros modos do jogo.

A mecânica de combate é a melhor da série Dynasty Warriors, certamente. Para os que não conhecem, explico: Há um botão de ataque fraco e um de ataque forte, combos com estes dois botões enchem a sua barra de Musou e sua barra de Rage. Quando a barra de Musou estiver cheia, há o botão de ataque Musou, que desncadeia um ataque devastador que te ajudará em boa parte das pelejas contra generais.

Com a barra de Rage cheia, apertando o botão de Rage, o personagem terá seus golpes mais fortalecidos e furiosos, além de habilitar um ataque Musou mais poderoso ainda. Nisso, há as montarias e o sistema rápido de troca de armas, que igualmente pode ajudar quando muitos inimigos te rodeiam, já que a troca de armas garante um ataque eficaz para derrubar os oponentes.

Ao contrário do que muitos pensam, Dynasty Warriors não se trata apenas de ir do ponto A ao B matando tudo em seu caminho, e nas batalhas, há quase um Real Time Strategy, já que na peleja, seus aliados podem pedir ajuda e muitas vezes os objetivos e condições de vitória são alterados e você tem que correr de um lado para o outro no campo de batalha, e sua fiel montaria terá de ser bastante utilizada.

Um dos melhores pontos de DW é a história, que sem brincadeira, faria George R. R. Martin (autor da série "As Crônicas de Gelo e Fogo") aplaudir de pé, já que estão presentes, intrigas políticas, traições, mortes (passando por vários capítulos, diversos personagens morrem), e digo aqui, que se tivesse putaria explícita, eu diria que o jogo foi completamente roteirizado pelo cara, e se você tiver paciência pra ler, apreciará a história.

Antes de continuar, apontemos alguns dos defeitos do jogo, na versão de PC lançada no Steam. Primeiro, o jogo não possui multiplayer online, apenas o cooperativo local, o que hoje em dia é praticamente impensável se tratando de um jogo grande, porém um Co-op local é excelente hoje em dia, quando as empresas focam justamente apenas no Online. Outra falha da versão de PC é que as huds das teclas, mesmo usando o controle oficial do Xbox 360 para Windows (que eu possuo), continuam sendo as do teclado normal. Nada que uma busca rápida na Internet não ajude a remapear os botões.

Graficamente, é impressionante. Há de se lembrar, que como o jogo permite centenas de inimigos na tela sem slowdown, Dynasty Warriors 8 pode não parecer tão impressionante quanto algum outro título do PS4, mas ainda assim é mais bonito que a versão de PS3 do jogo, contando com melhores texturas. A versão para computadores já é mais parecida com a do Vita e do PS3 e ela tem de ser um pouco mais flexível, já que seus requesitos são bem baixos para um jogo de 2014.
Os cenários do jogo são bons, e bastante variados por assim dizer, só haverá uma certa repetitividade nas campanhas, pois você jogará certas batalhas pelos dois lados, mas isso é o de menos, considerando o elenco do jogo, que com exceção dos soldados genéricos, são muito bem feitos e com detalhes que os distinguem de seus oponentes.
A maior parte das cenas do jogo é gerada em tempo real e o uso das câmeras nessas cenas e as transições para as batalhas, passa toda uma empolgação que se traduz no combate, que é o mais fluído de toda a série Dynasty Warriors, com toda certeza.
Por mais que você não curta a série Warriors em si, uma coisa que você deve admitir é que ela possui uma trilha explêndida, com temas que misturam instrumental clássico, um pouco de Tecno e Muito Rock, a trilha possui além de novos temas, a possibilidade de usar temas dos jogos anteriores da série no modo Ambition. A dublagem de Dynasty Warriors sempre foi algo um pouco controverso no ocidente, já que são muitos personagens e sempre há dubladores emprestando a voz a 2 ou mais personagens, mas aqui, os diálogos são muito bem executados na versão americana, e os mesmos contém emoção, algo que aparentemente os americanos não conseguem transmitir ao dublar obras japonesas.

Se você possui um Save de Dynasty Warriors 8 na sua conta da PSN e possuir um PS4 (eu duvido, mas há a possibilidade de isso acontecer), poderá levar seu save do PS3 pro PS4 na versão Xtreme Legends.

Finalizando, Dynasty Warriors 8 Xtreme Legends Complete Edition é o jogo definitivo para os fãs da série, com conteúdo o suficiente para lhe manter entretido por um bom tempo, independente de sua plataforma de escolha. O jogo está disponível para PC (Steam), PS4 e PS Vita (com multiplayer online entre PS Vita, PS4 e PS3) e no Playstation 3, apenas na versão Xtreme Legends comum.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
22 de 23 pessoas (96%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
30.3 horas registradas
Publicada: 27 de dezembro de 2014
Excelente jogo para quem curte as tradicionais sagas de Dynasty Warriors/Samurai Warriors/Warriors of Orochi. A história está bem elaborada e dinâmica. As batalhas possuem uma grande quantidade de inimigos (mais soldadinhos). Tem diversos heróis para serem escolhidos e o sistema de luta inclúi troca de armas durante a batalha (cada personagem leva duas armas). É possível jogar muito bem utilizando apenas o teclado para quem não tem controle (basta customizar do jeito que preferir). O único aspecto negativo que vi até o momento, é o modo co-op ser apenas local.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
18 de 18 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
50.0 horas registradas
Publicada: 16 de outubro de 2015
Simplesmente fantástico! Mais um jogo de sucesso da franquia Dynasty Warrios, como de costume o foco gira em torno da história da China e 5 exércitos: Wu, Shu, Wei, Jin e Lu Bu (e um extra denominado "outros", uma campanha curta que dá espaço para pequenos personagens) que possuem sua própria história e buscam pelo poder e domínio. Novos elementos foram adicionados tais como: Ambition Mode um modo aonde você cria e expande seu próprio empério, Challenge Mode um modo aonde você deve cumprir alguns desafios específicos para poder terminar uma tela, animais para montar e muito mais.

O ponto negativo ao meu ver é que o jogo se torna um tanto quanto monótono pois não oferece grande desafio (a não ser que você jogue uma campanha no nível Hard logo de cara, o que é praticamente impossível) e as telas são praticamente as mesmas e as melhores armas você consegue pegar com mais facilidade acima do nível hard (o que irá demorar um bom tempo). Aconselho a jogar umas 3 telas por dia para desestressar, afinal de contas se trata de um jogo do estilo "hack and slash" . Espere uma boa promoção, jogue sem pressa e divirta-se.

Avaliação final: 8/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
44.0 horas registradas
Publicada: 24 de janeiro de 2015
Uma épica aventura durante o período dos três reinos (220-280 d.C) baseada num romance chinês que mescla fatos reais e fictícios, fazendo com que a história apresentada no jogo seja de altíssima qualidade e extremamente cativante.

O jogo começa antes mesmo do estabelecimento dos três reinos(Wei, Shu e Wu) com a revolta dos turbantes amarelos e termina pouco antes da reunificação da China, quando da conquista de Shu pelo exército de Wei, restando apenas a queda de Wu, fato que se daria nos anos seguintes.

Embora a obra que inspirou o jogo se chame o "Romance dos três reinos", na verdade a china era controlada por dinastias de imperadores que lutavam para estender seu domínio sobre todo o país, cada um com seus ideais.

A campanha se divide em cinco partes, sendo que cada parte se encarrega da história de cada dinastia, salvo a primeira parte, em que vivenciamos os feitos do tirano Lu Bu (Wei teve duas dinastias que chegaram ao poder, sendo elas Cao e Jin).

Ao jogar cada uma das partes, vivenciamos as batalhas em que se envolveu aquele povo, e como lutavam entre si, por muitas vezes nos deparamos na mesma batalha, porém vista de ângulos diferentes.

Esta situação é curiosa, pois permite que façamos pequenas alterações na história real, por exemplo, deixando ou não determinado personagem morrer, sendo que algumas alterações são tão relevantes que se abrem rotas alternativas desbloqueando fases hipotéticas extras(batalhas que não aconteceram na vida real).

Os personagens são construídos com maestria, sendo que alguns causam ódio por suas ações e outros comoção ao morrer, de forma que o jogador é realmente envolvido nos acontecimentos ali apresentados.

Os gráficos não tão avançados não surpreendem, mas também não decepcionam, podendo ser considerados razoáveis. Já a trilha sonora é bastante empolgante, caprichada na guitarra bem no estilo anime japonês.

Há uma infinidade de personagens jogáveis disponíveis, com enorme variedade de armas, cada uma com sua habilidade especial, que se escolhida de acordo com a predisposição do personagem, pode se tornar ainda mais mortal.

Já os inimigos não receberam tanto capricho e são todos bem semelhantes e sem nenhuma inteligência. Apesar de existirem toneladas e mais toneladas deles espalhados pelo cenário, praticamente não oferecem perigo, salvo se estivermos falando de um oficial, que na verdade são os personagens jogáveis da dinastia inimiga.

Algo chato é que o menu de ajuste de controles é uma tortura para ser ajustado, já que não há como remover uma tecla que está em uso sem colocar outra no lugar, porém não se pode colocar outra no lugar, se esta também estiver em uso... Desta forma, caso o controle não tenha botões sobrando, não será possível redefinir as teclas...

Um outro fato ruim, mas que não deixa de ser curioso, é que, como a história é baseada em fatos reais, e os personagens envolvidos realmente existiram, foram mantidos os seus nomes verdadeiros. Até aí estaria tudo bem caso os nomes não fossem, Xu, Yu, Wu e por aí vai, de forma que os nomes muito parecidos se tornam confusos e difíceis de guardar, causando prejuízo ao entendimento da história.

No geral, Dynasty Warrior é um grande jogo, com uma surpreendente história e jogabilidade simples, divertida, mas repetitiva, pela falta de variedade somada a baixa inteligência dos inimigos. De qualquer forma, é um jogo recomendado para todos que apreciam o gênero. EXCELENTE (9/10).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada