Play the first game where the Mage is a total badass!
Análises de usuários:
Últimas:
Neutras (40 análises) - 60% das 40 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Neutras (1,769 análises) - 62% das 1,769 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 26/ago/2014

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Lichdom: Battlemage

 

Análises

“... the combat in Lichdom sets a new gold standard.”
Paste Magazine

“Remarkably robust spell crafting system and spectacularly entertaining combat.”
The Escapist

“Never has magic felt as powerful as it does in Lichdom.”
GameSpot

Sobre este jogo



Lichdom: Battlemage is a first-person caster that gives the Mage the spotlight in a way never before seen in games. With limitless magical power at your disposal and brutal enemies around every corner, victory hinges on a combination of skill and strategy. You must carefully craft a vast array of spells and learn to cast them in the heat of combat.

You are your spells! The Lichdom: Battlemage spell crafting system offers an enormous range of customization. Every Mage is the product of crafted magic that reflects the individual's play style. Whether you prefer to target your foes from a safe distance, wade into combat and unleash your power at point-blank range, or pit your enemies against each other, endless spell customization lets you become the Mage you want to be.


About Xaviant
Lichdom: Battlemage was developed by a team of industry veterans at Atlanta-based studio Xaviant. The team embraced community involvement through the Early Access program to ensure that Lichdom: Battlemage reached its full potential as a truly unique and exciting experience for players.

Check out great crafting guides here!

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • SO: Windows 7 32-bit/64-bit, Windows 8, Windows 8.1
    • Processador: 3.0 GHz dual core or better (AMD FX 4100 or Intel Core 2 Duo)
    • Memória: 4 GB de RAM
    • Placa de vídeo: DirectX 10 compatible with 512 RAM or better (Radeon HD4870 or NVIDIA 8800 GT)
    • DirectX: Versão 10
    • Armazenamento: 12 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Minimum spec assumes user runs the game at 1280x720 resolution with "Low" graphics settings.
    Recomendados:
    • SO: Windows 7 64-bit, Windows 8, Windows 8.1
    • Processador: 2.8 GHz quad core or better (AMD FX 8350 or Intel i7 860)
    • Memória: 8 GB de RAM
    • Placa de vídeo: DirectX 11 compatible with 2048MB RAM or better (Radeon HD 7950 or NVIDIA GTX 670)
    • DirectX: Versão 11
    • Armazenamento: 12 GB de espaço disponível
    • Outras observações: Recommended spec assumes user runs game at 1920x1080 resolution with "Very High" graphics settings.
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Neutras (40 análises)
Todas:
Neutras (1,769 análises)
Últimas análises
Night_Wolf
16.2 hrs
Publicada: 31 de julho
Bom jogo, não recomendado para quem cresceu criado por leite com pera.
Excelentes gráficos, ambientação.
Boa IA dos inimigos.
Variedades de feitiços.
Devido a campanha ser longa, vc consegue testar todos os tipos de feitiços, porém, mesmo assim as batalhas ficam muito repetitivas.
Visões magicas explicando a historia, muitas são inúteis ou desnecessarias e até mesmo irritantes (OBS: não tem como cortar).
Alguns bugs.
História com premissa boa, mas com desenrolar e final ruim.
Vale com Desconto.

Nota: 6/10
Cainã.reis
7.9 hrs
Publicada: 23 de julho
é um ótimo jogo, infelizmente quando jogo ele me lembro que :/ preciso de uma placa de video melhor
Paulo Canettieri
1.8 hrs
Publicada: 1 de julho
Nota: 7/10

Vamos lá pessoal. Eu decidi fazer logo essa crítica, sem muito tempo de jogo, mesmo porque eu fiquei muito tempo querendo comprar esse game e não o fiz por causa da critica da galera. Então vamos lá, vou pontuar todos os detalhes para vocês sobre o porque de eu ter dado "joinha" para o Lichdom.

Jogo linear?
Vi muita gente aqui reclamando "ah, o jogo é linear demais, e blá blá blá". Para quem não sabe, jogos lineares são aqueles em que você basicamente segue uma "reta", não tem caminhos a tomar. É claro que isso aqui não é o Super Mario Bros., existem salões aonde acontecem as lutas que são maiores e tal, mas isso não faz o jogo deixar de ser linear.

Eu acho muito estranho essa crítica negativa do pessoal falando deste ponto. Meu... o jogo foi feito para ser assim! Reclamar da linearidade do jogo é como ir na página do Skyrim e reclamar que ele "tem o mapa muito aberto", ou ir na página do Conuter Strike e dizer que "o jogo é basicamente só dar tiro e matar os inimigos".

Acorda meu povo! Ser linear é o intuito do jogo, não foi assim por preguiça do desenvolvedor, muitos RPGs antigos são lineares...

Ambientalização e gráfico.
P*rra... o jogo é muito f*da cara! É lindo, os cenários são muito bonitos, as magias são muito legais. Se você é do tipo que coloca a beleza em primeiro lugar nos jogos, então é um prato cheio.

Mecânica de luta, habilidades, etc.
Cara, a mecânica de luta, eu vou dizer que SIM, ela é um tanto enjoativa. Se você acha que vai vir de "peito aberto" pra cima dos bichos, socando magia na boca deles, pode esquecer! É um jogo pra quem tem calma, você precisa combar poderes, do tipo "congelar o inimigo e depois jogar uma spell de fogo nele".

Como todo mago, as habilidades tem um tempo de cast. Não existe cooldown (recarga das habilidades) ou falta de mana, mas o cast tem! Então, você já imagina que vai ter que ter paciência para matar os inimigos, ainda mais quando são muitos! Eu sou apaixonado por magias, então não tenho problema com isso, talvez os jogadores de FPS fiquem um pouco "put*s" nessa parte.

As habilidades você upa por usar! Quanto mais você usa, melhor ela vai ficando... Você vai ganhando mais habilidades ao longo do tempo e há a possibilidade de fazer "craft" de habilidades, o que aumenta o leque de possibilidades. Eu achei tudo bem f*da! Como eu disse ali em cima, você pode congelar o inimigo e depois dar um c*cete nele, pode ampliar seu dano através das magias também!

Não achei as habilidades "apelonas", por exemplo, você não consegue utilizar uma única magia que nem doido e pronto, todos morrem e fim de jogo.

O preço!!
Eu acho que a empresa exagerou em colocar o valor de R$72,99 (valor atual do dia que escrevi a análise), mas eu comprei na promoção de verão da Steam e não me arrependo. Paguei R$9,48! Digo que eu até pagaria mais, o jogo é muito bem feito e os desenvolvedores merecem esse reconhecimento, nem tanto pelo gráfico, mas por ser um jogo único e diferenciado. Mesmo assim, não acho que o jogo valha o preço sem descontos, daí fica "salgado" demais. :(

A dificuldade
Eu já comentei um pouquinho nos tópicos de cima. Não é um jogo fácil! Você vai precisar bater, se esquivar, esperar para o cast das suas magias concluir antes de lança-las. Ou seja... não é algo facilzinho, algo para você passar o tempo.

Há uma maneira de mudar a dificuldade no menu do jogo. São 4 dificuldades diferentes, o padrão do jogo é a 2ª maior dificuldade. Para quem entendeu o "espírito" do jogo, não vai achar que o game é a coisa mais difícil do mundo.

Garanto que a dificuldade é daquela que te faz "grudar" na cadeira, as vezes até sentir um arrepio depois de uma grande luta, o que é bem recompensador!

Bugs e derivados
Aqui no meu PC, que não é dos melhores, o jogo rodou perfeitamente com a qualidade no máximo! Não trava, não cai FPS, não congela, nada nada!

Não vi bug algum até o momento, nem algo que me faça ficar put* da vida com o jogo.

E aí? Vale a pena mesmo?
Eu achei que sim! Fiquei muito feliz com o jogo! Não vai esperando um jogo inesquecível, daqueles de chorar no final.

A única coisa que eu não gostei MESMO é não há uma música daquelas que te arrepie e te faça entrar mais no clima do jogo. Outra coisa que pode parecer estranha é que o personagem é meio durão/pesadão para andar, não sei, eu achei ele meio lento, talvez seja proposital para não ser fácil demais se esquivar das magias dos inimigos... Mas é claro, há como correr com o personagem.

Ah... quase me esqueci!
Não se esqueçam que esse jogo é indie, não foi nenhuma grande empresa que produziu, então estão mais do que de parabéns! xD
marcusbastos_br
11.6 hrs
Publicada: 13 de maio
Prós:
- Bons gráficos.

Contras:
- História desinteressante.
- Bugs.
- Muito repetitivo.
- Inimigos chatíssimos.
- Dublagem ruim.
Wallace Wells
7.6 hrs
Publicada: 22 de abril
OS MAGOS DO ISCAIRIM DEVERIAM SER ASSIM
-Gugafs[SC]
1.8 hrs
Publicada: 6 de abril
Um jogo em que voce é um mago, que não precisa de mana. E sai por ai soltando bola de fogo pra todo lado...
Abuductor
90.7 hrs
Publicada: 19 de fevereiro
Na verdade a recomendação é um "talvez". Vou mencionar alguns pontos que considero neutros, positivos e negativos. Aqueles com asterisco estão explicados no final.

    Neutros
  • É um jogo longo. Dependendo de como for jogado pode levar mais de 20 horas.
  • A história não é ruim, mas provavelmente não será algo que você lembrará depois de ter jogado.
  • Tem uma curva de aprendizado um pouco alta e gasta-se um bom tempo no inventário.*
  • Linear.*
  • O combate é repetitivo, mas divertido.*

    Positivos
  • Ótimos gráficos.
  • O jogo possui um modo Novo Jogo+.

    Negativos
  • O inventário normal poderia ter uma interface melhor. Ficar percorrendo uma lista de até 250 itens não é muito prático.
  • Pra aqueles que se importam com conquistas (achievements), algumas delas são demoradas de se conseguir e dependem de sorte.

Sobre a curva de aprendizado
Leva um pouco de tempo para se acostumar e entender como funciona o sistema de dano e magias — destruição, controle, maestria, apocalípticos, sinergias, etc. Por exemplo, o debuff de maestria é muito importante pra causar danos estupidamente altos nos inimigos, porém o jogo não explica muito bem como funciona.

Existe um inventário inteligente que faz o trabalho de fundir seus componentes para qualidades superiores (comum > incomum > raro, etc) e sugere/cria magias novas que ele considera mais fortes. Porém ele apenas cria magias do mesmo tipo: por exemplo, se um projétil de fogo com foco de destruição estiver equipado, o inventário só criará projéteis de fogo com foco de destruição.

Praticamente não usei esse inventário inteligente, portanto não posso comentar sobre a qualidade das magias que ele cria ou quais critérios são usados ao fundir componentes. O que posso dizer é que provavelmente gastei algumas horas no inventário normal durante uma partida completa (do início ao fim da história).

Sobre o jogo ser linear
Os mapas são enormes, com seções às vezes estreitas, às vezes amplas, mas são lineares. O jogo recompensa exploração através componentes para magias, desafios (que resultam numa boa quantidade de componentes) e textos relacionados com a história.

Sobre o combate ser repetitivo
TL;DR: só 9 magias podem ser equipadas (3 para cada "elemento"), existem apenas 7 variações de magias, desconsiderando o "elemento" e o "foco", e 12 sinergias (magias compostas de 2 "elementos" diferentes), mas o combate é divertido.

O personagem começa com 3 "elementos" iniciais — fogo, gelo e telecinesia — e outros 5 são destravados no decorrer da história. Apenas 3 deles podem ser equipados e cada um pode ter apenas 3 magias:
• Uma magia direta — projétil, raio ou esferas afetadas por gravidade
• Uma magia de área de longa distância — instantânea, armadilha ou persistente
• Uma magia de área ao redor do personagem (sempre instantânea), ativada com teleportes ou bloqueios precisos.

Cada magia pode ter 3 diferentes "focos": destruição (dano), controle (crowd control) e maestria (adiciona um debuff que aumenta o dano de outras magias, geralmente com algum efeito extra).

Além disso também existem sinergias, que são a combinação de 2 "elementos", mas só 12 combinações são possíveis.

Contudo, apesar de tudo isso, você não é encorajado a trocar os "elementos" pois cada magia criada é associada a um "elemento" específico durante sua criação. Ou seja, você não cria, por exemplo, um projétil com foco de destruição, você cria um projétil de fogo/gelo/raio/etc com tal foco. Não só isso, mas os "elementos" levam muito tempo para aumentarem de nível — usando apenas 3 "elementos", sem trocá-los em momento algum, nenhum deles chegou ao nível máximo ao terminar a história.

Magias à parte, existe uma quantidade razoável de inimigos e cada um deles pode ter um modificador extra como ataques mais rápidos ou aura de imolação, mas, dado a longevidade do jogo, a sensação de estar sempre enfrentando os mesmos inimigos é frequente.

O motivo de ter deixado como um ponto neutro é que apesar de tudo descrito acima, achei o combate divertido. Paralisar, congelar e explodir um grupo de inimigos, enquanto um tornado de fogo e gelo toma conta de outro grupo, seguido de um meteoro nos restantes, ou conjurar uma esfera de raio que segue e fere seus inimigos, enquanto eles correm de medo e enfrentam seu pequeno exército de mortos vivos é bem legal.
Natan
7.5 hrs
Publicada: 17 de janeiro
Lichdom: Battlemage

Meu avô fumou durante sua vida inteira.

Eu tinha cerca de 10 anos quando minha mãe disse a ele "Se você quiser ser no mínimo um orgulho para seus netos, você tem que parar!". Lágrimas escorreram dos olhos dele, ele se deu conta do que estava em jogo e tomou a decisão de parar imediatamente e definitivamente de fumar.

Três anos após isso, meu avô morreu de câncer de pulmão. Foi um ano triste, me destruiu completamente por dentro.

Minha mãe nesta época disse a mim "Por favor, nunca fume na sua vida. Olhe o que seu avô nos fez passar, não nos destrua como ele fez". Eu obviamente concordei, dediquei meu tempo a abdicar-me dos vícios de meu avô.

Em minha vida inteira nunca toquei em um cigarro.

Eu me arrependo de nunca ter fumado, já que jogar isto me deu câncer do mesmo jeito.
Thyrasgo
1.8 hrs
Publicada: 2 de dezembro de 2015
Bom Demais :3
Fodastico Man
6.4 hrs
Publicada: 20 de novembro de 2015
Em resumo é um jogo de tiro, ops magia.
Análises mais úteis  No geral
31 de 36 pessoas (86%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.9 horas registradas
Publicada: 27 de agosto de 2014
Se Unreal Tournament casar com Heretic o filho vai se chamar Lichdom. Gosto muito da jogabilidade desse jogo, que cresceu muito desde o ínicio no acesso antecipado. Cryengine, bons gráficos, audio competente e poucos bugs. Preço meio salgado ainda, mas recomendo experimentar quando cair em alguma sale, principalmente quem gosta de FPS.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
42 de 69 pessoas (61%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Não recomendado
6.6 horas registradas
Publicada: 3 de setembro de 2014
Enredo é tão enjoativo quanto a obra inteira.

Prós:

- Efeito das skills muito impactante.
- Boa jogabilidade.

Contra:

- Aventura totalmente linear.
- Todos os inimigos aparecem do nada.
- Pouca variedade de Skill, e upgrade delas são extremamente limitados.
- Enredo fraco.
- Pouquíssima variedade de inimigo e ações deles.
- Efeito sonoro pobre.
- Extremamente mal otimizado.
- Bosses sem emoção.
- Não existem equipamentos (Armas, armaduras, etc)

Preço cobrado dele atualmente é de R$72.99, a obra do jogo não vale o preço. Além do jogo apresenta uma péssima otimização, o jogo é totalmente repetitivo, tanto os inimigos, tanto os cenários, tanto a variedade das skills. Eu tenho uma fraqueza pelo tema Medieval, mas sem dúvida esta foi a pior cagada que já comprei do tema.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 10 pessoas (90%) acharam esta análise útil
Recomendado
21.3 horas registradas
Análise de acesso antecipado
Publicada: 25 de junho de 2014
It is a very good game. You know, being a wizard of unlimited power! honing their incredible magic and defeating monsters. I found witty and highly recommend it!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 10 pessoas (90%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
90.7 horas registradas
Publicada: 19 de fevereiro
Na verdade a recomendação é um "talvez". Vou mencionar alguns pontos que considero neutros, positivos e negativos. Aqueles com asterisco estão explicados no final.

    Neutros
  • É um jogo longo. Dependendo de como for jogado pode levar mais de 20 horas.
  • A história não é ruim, mas provavelmente não será algo que você lembrará depois de ter jogado.
  • Tem uma curva de aprendizado um pouco alta e gasta-se um bom tempo no inventário.*
  • Linear.*
  • O combate é repetitivo, mas divertido.*

    Positivos
  • Ótimos gráficos.
  • O jogo possui um modo Novo Jogo+.

    Negativos
  • O inventário normal poderia ter uma interface melhor. Ficar percorrendo uma lista de até 250 itens não é muito prático.
  • Pra aqueles que se importam com conquistas (achievements), algumas delas são demoradas de se conseguir e dependem de sorte.

Sobre a curva de aprendizado
Leva um pouco de tempo para se acostumar e entender como funciona o sistema de dano e magias — destruição, controle, maestria, apocalípticos, sinergias, etc. Por exemplo, o debuff de maestria é muito importante pra causar danos estupidamente altos nos inimigos, porém o jogo não explica muito bem como funciona.

Existe um inventário inteligente que faz o trabalho de fundir seus componentes para qualidades superiores (comum > incomum > raro, etc) e sugere/cria magias novas que ele considera mais fortes. Porém ele apenas cria magias do mesmo tipo: por exemplo, se um projétil de fogo com foco de destruição estiver equipado, o inventário só criará projéteis de fogo com foco de destruição.

Praticamente não usei esse inventário inteligente, portanto não posso comentar sobre a qualidade das magias que ele cria ou quais critérios são usados ao fundir componentes. O que posso dizer é que provavelmente gastei algumas horas no inventário normal durante uma partida completa (do início ao fim da história).

Sobre o jogo ser linear
Os mapas são enormes, com seções às vezes estreitas, às vezes amplas, mas são lineares. O jogo recompensa exploração através componentes para magias, desafios (que resultam numa boa quantidade de componentes) e textos relacionados com a história.

Sobre o combate ser repetitivo
TL;DR: só 9 magias podem ser equipadas (3 para cada "elemento"), existem apenas 7 variações de magias, desconsiderando o "elemento" e o "foco", e 12 sinergias (magias compostas de 2 "elementos" diferentes), mas o combate é divertido.

O personagem começa com 3 "elementos" iniciais — fogo, gelo e telecinesia — e outros 5 são destravados no decorrer da história. Apenas 3 deles podem ser equipados e cada um pode ter apenas 3 magias:
• Uma magia direta — projétil, raio ou esferas afetadas por gravidade
• Uma magia de área de longa distância — instantânea, armadilha ou persistente
• Uma magia de área ao redor do personagem (sempre instantânea), ativada com teleportes ou bloqueios precisos.

Cada magia pode ter 3 diferentes "focos": destruição (dano), controle (crowd control) e maestria (adiciona um debuff que aumenta o dano de outras magias, geralmente com algum efeito extra).

Além disso também existem sinergias, que são a combinação de 2 "elementos", mas só 12 combinações são possíveis.

Contudo, apesar de tudo isso, você não é encorajado a trocar os "elementos" pois cada magia criada é associada a um "elemento" específico durante sua criação. Ou seja, você não cria, por exemplo, um projétil com foco de destruição, você cria um projétil de fogo/gelo/raio/etc com tal foco. Não só isso, mas os "elementos" levam muito tempo para aumentarem de nível — usando apenas 3 "elementos", sem trocá-los em momento algum, nenhum deles chegou ao nível máximo ao terminar a história.

Magias à parte, existe uma quantidade razoável de inimigos e cada um deles pode ter um modificador extra como ataques mais rápidos ou aura de imolação, mas, dado a longevidade do jogo, a sensação de estar sempre enfrentando os mesmos inimigos é frequente.

O motivo de ter deixado como um ponto neutro é que apesar de tudo descrito acima, achei o combate divertido. Paralisar, congelar e explodir um grupo de inimigos, enquanto um tornado de fogo e gelo toma conta de outro grupo, seguido de um meteoro nos restantes, ou conjurar uma esfera de raio que segue e fere seus inimigos, enquanto eles correm de medo e enfrentam seu pequeno exército de mortos vivos é bem legal.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
1.8 horas registradas
Publicada: 1 de julho
Nota: 7/10

Vamos lá pessoal. Eu decidi fazer logo essa crítica, sem muito tempo de jogo, mesmo porque eu fiquei muito tempo querendo comprar esse game e não o fiz por causa da critica da galera. Então vamos lá, vou pontuar todos os detalhes para vocês sobre o porque de eu ter dado "joinha" para o Lichdom.

Jogo linear?
Vi muita gente aqui reclamando "ah, o jogo é linear demais, e blá blá blá". Para quem não sabe, jogos lineares são aqueles em que você basicamente segue uma "reta", não tem caminhos a tomar. É claro que isso aqui não é o Super Mario Bros., existem salões aonde acontecem as lutas que são maiores e tal, mas isso não faz o jogo deixar de ser linear.

Eu acho muito estranho essa crítica negativa do pessoal falando deste ponto. Meu... o jogo foi feito para ser assim! Reclamar da linearidade do jogo é como ir na página do Skyrim e reclamar que ele "tem o mapa muito aberto", ou ir na página do Conuter Strike e dizer que "o jogo é basicamente só dar tiro e matar os inimigos".

Acorda meu povo! Ser linear é o intuito do jogo, não foi assim por preguiça do desenvolvedor, muitos RPGs antigos são lineares...

Ambientalização e gráfico.
P*rra... o jogo é muito f*da cara! É lindo, os cenários são muito bonitos, as magias são muito legais. Se você é do tipo que coloca a beleza em primeiro lugar nos jogos, então é um prato cheio.

Mecânica de luta, habilidades, etc.
Cara, a mecânica de luta, eu vou dizer que SIM, ela é um tanto enjoativa. Se você acha que vai vir de "peito aberto" pra cima dos bichos, socando magia na boca deles, pode esquecer! É um jogo pra quem tem calma, você precisa combar poderes, do tipo "congelar o inimigo e depois jogar uma spell de fogo nele".

Como todo mago, as habilidades tem um tempo de cast. Não existe cooldown (recarga das habilidades) ou falta de mana, mas o cast tem! Então, você já imagina que vai ter que ter paciência para matar os inimigos, ainda mais quando são muitos! Eu sou apaixonado por magias, então não tenho problema com isso, talvez os jogadores de FPS fiquem um pouco "put*s" nessa parte.

As habilidades você upa por usar! Quanto mais você usa, melhor ela vai ficando... Você vai ganhando mais habilidades ao longo do tempo e há a possibilidade de fazer "craft" de habilidades, o que aumenta o leque de possibilidades. Eu achei tudo bem f*da! Como eu disse ali em cima, você pode congelar o inimigo e depois dar um c*cete nele, pode ampliar seu dano através das magias também!

Não achei as habilidades "apelonas", por exemplo, você não consegue utilizar uma única magia que nem doido e pronto, todos morrem e fim de jogo.

O preço!!
Eu acho que a empresa exagerou em colocar o valor de R$72,99 (valor atual do dia que escrevi a análise), mas eu comprei na promoção de verão da Steam e não me arrependo. Paguei R$9,48! Digo que eu até pagaria mais, o jogo é muito bem feito e os desenvolvedores merecem esse reconhecimento, nem tanto pelo gráfico, mas por ser um jogo único e diferenciado. Mesmo assim, não acho que o jogo valha o preço sem descontos, daí fica "salgado" demais. :(

A dificuldade
Eu já comentei um pouquinho nos tópicos de cima. Não é um jogo fácil! Você vai precisar bater, se esquivar, esperar para o cast das suas magias concluir antes de lança-las. Ou seja... não é algo facilzinho, algo para você passar o tempo.

Há uma maneira de mudar a dificuldade no menu do jogo. São 4 dificuldades diferentes, o padrão do jogo é a 2ª maior dificuldade. Para quem entendeu o "espírito" do jogo, não vai achar que o game é a coisa mais difícil do mundo.

Garanto que a dificuldade é daquela que te faz "grudar" na cadeira, as vezes até sentir um arrepio depois de uma grande luta, o que é bem recompensador!

Bugs e derivados
Aqui no meu PC, que não é dos melhores, o jogo rodou perfeitamente com a qualidade no máximo! Não trava, não cai FPS, não congela, nada nada!

Não vi bug algum até o momento, nem algo que me faça ficar put* da vida com o jogo.

E aí? Vale a pena mesmo?
Eu achei que sim! Fiquei muito feliz com o jogo! Não vai esperando um jogo inesquecível, daqueles de chorar no final.

A única coisa que eu não gostei MESMO é não há uma música daquelas que te arrepie e te faça entrar mais no clima do jogo. Outra coisa que pode parecer estranha é que o personagem é meio durão/pesadão para andar, não sei, eu achei ele meio lento, talvez seja proposital para não ser fácil demais se esquivar das magias dos inimigos... Mas é claro, há como correr com o personagem.

Ah... quase me esqueci!
Não se esqueçam que esse jogo é indie, não foi nenhuma grande empresa que produziu, então estão mais do que de parabéns! xD
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 20 pessoas (60%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Não recomendado
13.1 horas registradas
Publicada: 17 de maio de 2015
Jogo horrivel, só tem gráfico!
Os personagens não tem carisma nenhum, a história é muito mal contada, o gameplay linear e repetitivo sem emoção nenhuma. Os inimigos são iguais em todas as fases, só mundando as aparencias.
Da vontade de parar logo, nas duas primeiras horas. Eu tentei até finalizar, mas não conseguir por causa que o jogo é enjuento de mais!

Nota Geral: 4,5/10 (só pelos gráficos mesmo que a nota ficou alta assim)

Gráficos: 9/10
Jogabilidade: 7/10
História: 1/10
Diversão: 1/10 (isso é, se alguém gostar de ficar repetindo as mesmas coisas o tempo todo)
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Não recomendado
11.6 horas registradas
Publicada: 13 de maio
Prós:
- Bons gráficos.

Contras:
- História desinteressante.
- Bugs.
- Muito repetitivo.
- Inimigos chatíssimos.
- Dublagem ruim.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
3.8 horas registradas
Publicada: 7 de setembro de 2014
O jogo não funciona
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 3 pessoas (33%) acharam esta análise útil
Recomendado
20.1 horas registradas
Análise de acesso antecipado
Publicada: 14 de abril de 2014
Só estou achando um pouco mal colocada as areas de batalha. Joguei por 1 hora, vale lembrar que o jogo está na versão Alpha e que bugs podem acontecer frequentemente, mas vale lembrar que o preço tende a aumentar então recomendo pegar agora!

Esse jogo foca bastante no gameplay de mago e eu achei muito interessante, o problema é que a melhor magia - até onde eu cheguei - é a de gelo, fogo precisa de mais uns buffs.

Há um sistema de "criar magia" onde você pode melhorar os atributos da sua magia atual ou surgir com uma nova, que é muito interessante!

Os gráficos do jogo estão excelentes, level design também, apesar de ser um pouco linear.

EDITADO: Corrigi algumas coisas que falei, o jogo está muito bem polido e bem "smooth".
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
0 de 1 pessoas (0%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.1 horas registradas
Análise de acesso antecipado
Publicada: 27 de julho de 2014
bem,você é um mago, com poderes ilimitados,IA Otima!,dificuldade razoavel as vezes fica repetitivo mais se vc conseguir mata geral fica lecal
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada