Play as the daemon-hunter Baron Dashforth in a side-scrolling co-op brawler set entirely on the grand spectacle of a theatre stage that rewards performance over pummeling. Perform shattering takedowns and reversals!
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (16 análises) - 81% das 16 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Muito positivas (496 análises) - 84% das 496 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 18/set/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Foul Play

Comprar Foul Play 2-Pack

 

Análises

“The best beat 'em up since Castle Crashers.”
Northernlion

“...one of the most charming action games of the year...”
9/10 – Gaming Nexus

“One hell of a performance.”
8.1/10 – IGN

Sobre este jogo

Play as the daemon-hunter Baron Dashforth in a side-scrolling co-op brawler set entirely on the grand spectacle of a theatre stage that rewards performance over pummeling. Perform shattering takedowns and reversals! Electrify the audience with devastating linked attacks as you have a friend join as sidekick Scampwick and use every stage-trick you know to bring the house down! Play out the most spectacular moments of the Baron’s life; improbable beasts, astonishing villainy and, at the heart of it all, the mysterious Foul Play!

Supporting Cast


  • 22 Incredible Acts: From the deserts of Cairo to the depths of Atlantis
  • Over 50 hideous enemies drawn from the Baron's recollections
  • Learn 12 Electrifying stage-tricks to bring the house down
  • Have a friend join as sidekick Scampwick in Local & Online Co-op modes
  • Beautifully animated scene changes re-create the Baron's adventure
  • Never before seen 'Daemon Diary' charts the discovery of Daemonology

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    Mínimos:
    • SO: Windows XP with SP3, Windows Vista / 7 / 8
    • Processador: 3GHz Intel or AMD CPU
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: GeForce 6200 / ATI Radeon X600 w/ 256 MB
    • Outras observações: Wired Xbox 360 Gamepad Recommended
    Mínimos:
    • SO: OS X 10.6
    • Processador: Duel Core Intel Core i5
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: Intel HD Graphics 4000
    • Outras observações: Wired Xbox 360 Gamepad Recommended
    Mínimos:
    • SO: Ubuntu 12.04
    • Processador: 3GHz Intel or AMD CPU
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: GeForce 6200 / ATI Radeon X600 w/ 256 MB
    • Outras observações: Wired Xbox 360 Gamepad Recommended
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (16 análises)
Todas:
Muito positivas (496 análises)
Últimas análises
Bruno A
( 7.4 horas registradas )
Publicada: 7 de julho
Que jogo divertido, com uma mecânica simple esse jogo de plataforma te prende, a história toda é contada como se estivessemos assistindo um teatro, várias vezes após matar um inimigo nós vemos ele se arrastando para fora do palco, algo muito comico. Vale a pena jogar.
zlmachado
( 0.1 horas registradas )
Publicada: 25 de junho
o jogo esta falando que o open gl nao inicializou como resolver esse problema
Larack
( 3.1 horas registradas )
Publicada: 27 de novembro de 2015
Ótimo jogo. Simples porém divertido. Recomendo.
Jean Dias
( 4.0 horas registradas )
Publicada: 2 de novembro de 2015
Foul Play é um incrível jogo independente que eu estava só aguardando uma boa sale para comprar, finalmente a sale chegou e consegui pegar ele por apenas 3 reais e vou dizer, que bela compra.

Foul Play é um clássico beat 'em up só que com um diferencial, o enredo dele é realmente muito bem escrito e até chega a prender o jogador para descobrir mais sobre o mesmo. O jogo possui uma ótima jogabilidade que é fundamental neste gênero e ótimos gráficos, tudo no jogo é muito colorido e bem destacado. A trilha sonora é muito bonita, os personagens são geniais, as batalhas são divertidas e o melhor de tudo: O jogo tem suporte a cooperativo local. Eu estou jogando este jogo com a minha namorada e estamos nos divertindo muito, é um jogo bem fácil de se jogar e sem muita dificuldade. O negócio é pegar o controle e descer a ♥♥♥♥♥da em geral.

Eu diria que Foul Play é um jogo curto, já que jogamos até o momento menos de 3 horas e já estamos no ATO 3 (de 5). Então minha recomendação seria aguardar uma sale.

Pontos Positivos:

+ Gráficos
+ Variedade de cenários
+ Personagens bem humorados e bem diferentes
+ Coop Local e Online
+ Trilha Sonora
+ Enredo simples, mas bem escrito.
+ Cartas Steam + Conquistas
+ Funciona em praticamente qualquer controle, seja ele genérico, de PS4 ou de 360.


Pontos Negativos:

- Curta duração
- Preço alto
- Muito, muito fácil (não que seja um ponto negativo, mas se você quer um jogo para jogar sozinho ou com amigos e ter dificuldade, este não é recomendado).

Foul Play é aquele tipo de jogo recomendado para jogar com sua namorada ou até mesmo com seu irmão que está começando nos games, ele não tem dificuldade mas não deixa de ser extremamente divertido.

Eu recomendo Foul Play!


Fyodo
( 0.3 horas registradas )
Publicada: 13 de setembro de 2015
Uma versão lenta e piorada (muito piorada) do castle crashers
Krow
( 15.3 horas registradas )
Publicada: 1 de setembro de 2015
Foul Play é daqueles jogos que eu nunca ouvi falar antes mas que me surpreendeu pela qualidade quando tive a oportunidade de joga-lo. É um beat’em up com diversos elementos clássicos do gênero, e até alguns pouco usados em outros títulos como barra de especial e equipamentos, trazendo também um sistema próprio de contra-ataque que possibilita diversas estratégias ao longo das fases.

O visual é um show à parte, literalmente já que se trata de uma temática completamente teatral. Todos os cenários são retratados como montagens de uma peça teatral e os personagens, heróis e vilões, são atores interpretando essa peça. Inclusive, agradar o público durante os atos de forma a empolga-los com sequências cada vez maiores e evitar danos é o grande objetivo.

Enfim, é um jogo muito legal, pena ser curto e de certa forma, um pouco fácil, mas compensa bastante pra quem gosta do gênero.
Skarnerinho
( 3.5 horas registradas )
Publicada: 20 de agosto de 2015
Obviamente com o controle fica mais fácil de jogar, mas o teclado não faz o jogo deixar a desejar =) recomendo
AldoRaine
( 5.2 horas registradas )
Publicada: 6 de julho de 2015
Foul Play é um game 2D onde você o atravessa executando combos para entreter o seu público. Obtendo um combo de 50 hits, seus telespectadores ficam em frenesi e jogam seus chapéus no ar. No entanto, se você começar a bater muitas vezes eles vão começar a vaiar você e, eventualmente, as cortinas são puxadas. Fim de jogo.

Ele pode ser um desafio. Você envia seus inimigos para o ar com ataques pesados, seguido de ataques leves. Tomando um único hit você perde a sua combinação, eliminando o seu sucesso. Você pode se mover de um inimigo para o outro para manter o combo aumentando. Na cena onde há vários inimigos, você pode jogá-los em seus companheiros, inclusive no ar e girando a bengala, é criada uma hélice para no final derrubá-los como uma raia no chão. Se você conseguir limpar o palco sem uma vez perder seu combo você é recompensado com uma cena perfeita.

O jogo suporta tela compartilhada e coop. O player 1 joga Baron Dashforth, o outro, seu ajudante Scampwick Steerpike. Juntos vocês jogam inimigos para o ar, constroem combos, executam piledrivers e, em teoria, têm maiores chances em derrotar as forças das trevas. Em teoria.

A configuração de teatro é perfeito. Cada nível é composto por várias mudanças de cena: Você luta através de uma Londres gótica, um fundo da arquitetura da cidade podem ser recolhida em momentos de ser substituído por um novo. Sua tela está sempre se movendo entre as lutas - os mares levantam, surgem navios, e, de forma brilhante, as coisas dão errado.

O jogo está repleto de idéias puras, piadas descartáveis ​​e pequenos detalhes. Você aprende movimentos chamados de "Air slam ou Think Twice" e o jogo é dividido em cinco jogos, cada um deles separados em diferentes atos. Cada ato leva cerca de 20 minutos para finalizar, e eles estão cheios de cenas de repetição.
No fim é um beat’n up como vários mas a diversão é garantida.

Ah, mencionei que roda em GNU/Linux? Maravilhoso né?

Minha nota?

7/10
xSonyBRx
( 3.0 horas registradas )
Publicada: 29 de junho de 2015
Foul Play jogo estilo castler crashers , graficamente claro , enredo clichê mais a ideia é boa , é um jogo diferente , com jogabilidade ok , trilha sonora enjoativa por ser apresentação em palco kkk não tem dublagem , gráficos cartonizado ok ...

Jogo pra passar tempo e jogar com alguém , infelizmente ele te passa sensação de rivalidade em co-op por causa dos pontos
Emoticon unsure
Mais é bacana , outro game terminado com minha esposa que amo muito! kakskas

Fiquei muito feliz pois tem legenda PT-BR obrigado aos produtores :)
ShadeBlack
( 1.0 horas registradas )
Publicada: 20 de junho de 2015
Jogo divertido, os combos que se dão pra fazer são muito loucos, fora que os diálogos e a história entre os personagens é marcante, com cada personagem com sua característica própria.
Análises mais úteis  No geral
16 de 16 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.6 horas registradas
Publicada: 27 de novembro de 2013
Como sou um grande fã de Beat’em Ups desde a época de Golden Axe, não tem como não ficar encantado com o jogo. Apesar de toda simplicidade, o jogo realmente tem algo mágico, que nos enfeitiça com o conjunto de seus gráficos e seu humor.
O combate é simples e intuitivo, com uma curva de aprendizagem amigável – especialmente para quem já é familiar ao gênero. A história também é um tanto interessante, o que é bem incomum para jogos do gênero.
Os únicos pontos fracos que considerei são a listagem de comandos mostrando botões do Xbox 360, a falta de drop-in, e a falta de exibição do ping no lobby online.
Ainda acrescento que o jogo poderia muito bem ter outro modo de jogo fora a campanha, visando outros tipos de desafio, que poderiam aumentar sua vida útil. Mas tudo bem, não chega a fazer falta, considerando o número de desafios que a campanha oferece.
Fora esses pequenos detalhes, não tenho do que reclamar: o jogo já me rendeu boas horas de diversão, tanto sozinho quanto acompanhado.
Resumindo: recomendo muito para jogadores casuais que apreciem humor, história e estilo nos jogos, e especialmente para fãs de Beat’em Ups, que irão achar os controles bem responsivos e poderão apreciar a liberdade de movimentação e de criação de combos nos combates.

Review completa em http://www.poepra2.com.br/blog/review-foul-play/
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.2 horas registradas
Publicada: 6 de julho de 2015
Foul Play é um game 2D onde você o atravessa executando combos para entreter o seu público. Obtendo um combo de 50 hits, seus telespectadores ficam em frenesi e jogam seus chapéus no ar. No entanto, se você começar a bater muitas vezes eles vão começar a vaiar você e, eventualmente, as cortinas são puxadas. Fim de jogo.

Ele pode ser um desafio. Você envia seus inimigos para o ar com ataques pesados, seguido de ataques leves. Tomando um único hit você perde a sua combinação, eliminando o seu sucesso. Você pode se mover de um inimigo para o outro para manter o combo aumentando. Na cena onde há vários inimigos, você pode jogá-los em seus companheiros, inclusive no ar e girando a bengala, é criada uma hélice para no final derrubá-los como uma raia no chão. Se você conseguir limpar o palco sem uma vez perder seu combo você é recompensado com uma cena perfeita.

O jogo suporta tela compartilhada e coop. O player 1 joga Baron Dashforth, o outro, seu ajudante Scampwick Steerpike. Juntos vocês jogam inimigos para o ar, constroem combos, executam piledrivers e, em teoria, têm maiores chances em derrotar as forças das trevas. Em teoria.

A configuração de teatro é perfeito. Cada nível é composto por várias mudanças de cena: Você luta através de uma Londres gótica, um fundo da arquitetura da cidade podem ser recolhida em momentos de ser substituído por um novo. Sua tela está sempre se movendo entre as lutas - os mares levantam, surgem navios, e, de forma brilhante, as coisas dão errado.

O jogo está repleto de idéias puras, piadas descartáveis ​​e pequenos detalhes. Você aprende movimentos chamados de "Air slam ou Think Twice" e o jogo é dividido em cinco jogos, cada um deles separados em diferentes atos. Cada ato leva cerca de 20 minutos para finalizar, e eles estão cheios de cenas de repetição.
No fim é um beat’n up como vários mas a diversão é garantida.

Ah, mencionei que roda em GNU/Linux? Maravilhoso né?

Minha nota?

7/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.1 horas registradas
Publicada: 26 de fevereiro de 2014
Foul play é um game muito bem feito, com excelentes acabamento gráficos e em idioma português que o valoriza.
Um jogo narrativo, que voce joga, e busca pelas informações da história de Baron Dashforth o caçador de demonios, tudo isso sempre com muito humor da platéia e dos figurantes do teatro. ( Trilha sonora por conta da platéia )

Recomendo.

Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 5 pessoas (80%) acharam esta análise útil
Recomendado
0.5 horas registradas
Publicada: 9 de julho de 2014
Ótimo jogo, boa música, boa jogabilidade, modos single, coop on/local, compatibilidade com controles genericos, muita ação, combos variados, boa historia, enfim... um ótimo jogo mesmo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
1.0 horas registradas
Publicada: 20 de junho de 2015
Jogo divertido, os combos que se dão pra fazer são muito loucos, fora que os diálogos e a história entre os personagens é marcante, com cada personagem com sua característica própria.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.7 horas registradas
Publicada: 19 de março de 2014
Esse jogo é um "Beat 'em up" bem divertido! Uma obra de arte que me lembrou os antigos filmes mudos com uma mistura de teatro e cartoon! O objetivo é descer a pancada nos inimigos, fazendo o máximo de combos diferentes e assim agradar a platéia do teatro, o jogo tem vária cenas divididas por atos, e nessas cenas atingindo 3 objetivos você ainda pode ganhar itens pra ajudar durante o jogo! Você pode escolher entre 2 personagens (O caçador de demônios Baron Dashforth ou seu ajudante Scampwick) e pode jogar partidas multiplayer em casa ou online com até 2 jogadores pra aumentar a pancadaria. Aprovado!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 4 pessoas (75%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
11.5 horas registradas
Publicada: 23 de janeiro de 2015
Gostei muito desse jogo. Bem criativo e envolvente. Historinha muito legal. As fases são executados como se fosse uma peça de teatro com a platéia vibrando a cada combo. Dá pra jogar sozinho, mas coop é muito melhor. Dá até pra jogar com a namorada! Hehehehe. Vale a pena tê-lo na biblioteca. Aproveite quando tiver uma promoção e compre.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
15.3 horas registradas
Publicada: 1 de setembro de 2015
Foul Play é daqueles jogos que eu nunca ouvi falar antes mas que me surpreendeu pela qualidade quando tive a oportunidade de joga-lo. É um beat’em up com diversos elementos clássicos do gênero, e até alguns pouco usados em outros títulos como barra de especial e equipamentos, trazendo também um sistema próprio de contra-ataque que possibilita diversas estratégias ao longo das fases.

O visual é um show à parte, literalmente já que se trata de uma temática completamente teatral. Todos os cenários são retratados como montagens de uma peça teatral e os personagens, heróis e vilões, são atores interpretando essa peça. Inclusive, agradar o público durante os atos de forma a empolga-los com sequências cada vez maiores e evitar danos é o grande objetivo.

Enfim, é um jogo muito legal, pena ser curto e de certa forma, um pouco fácil, mas compensa bastante pra quem gosta do gênero.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 3 pessoas (67%) acharam esta análise útil
Recomendado
1.3 horas registradas
Publicada: 6 de julho de 2014
Bem no estilo Castle Crashers, o jogo possui uma bela arte. A história é divertida e permite diversos detalhes que tornam o jogo uma experiência diferente.
Ex.: Como a história é interpretada em um teatro, ninguém morre de verdade, apenas se finge de morto e sai de cena (ou é retirado) quando ninguém está olhando.

Os diálogos são divertidos e complementam bem o jogo. O único ponto negativo nesse aspecto é que não existem vozes, o diálogo é todo em texto (mas textos curtos, frases em grande parte) e os personagens apenas emitem um grunhido. De qualquer forma isso não estraga a diversão.

Jogo altamente recomendado para quem gosta do estilo e gosta de um jogo mais 'descontraído'. Algumas pessoas dizem que chega a ser melhor do que Castle Crashers.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
Recomendado
0.8 horas registradas
Publicada: 1 de novembro de 2013
Beat 'em up, com uma pitada de humor e teatro.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada