From the creators of Amnesia: The Dark Descent and Dear Esther comes a new first-person horrorgame that will drag you to the depths of greed, power and madness. It will bury its snout into your ribs and it will eat your heart.
Análises de usuários: Neutras (3,394 análises)
Data de lançamento: 10/set/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Amnesia: A Machine for Pigs

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Amnesia Collection

Inclui 2 itens: Amnesia: A Machine for Pigs, Amnesia: The Dark Descent

 

Recomendado por curadores

"A Machine For Pigs is a very different game than The Dark Descent. But it is not lacking in quality."

Sobre este jogo

O mundo é uma máquina. Uma máquina para porcos. Útil apenas para o abate de porcos.

Dos criadores de Amnesia – The Dark Descent e Dear Esther, o mundo recebe um novo jogo de terror em primeira pessoa que o apresentará às profundezas da ambição, do poder e da loucura. A Machine for Pigs não sairá da sua cabeça e devorará o seu coração.

O ano é 1899

O rico industrialista Oswald Mandus acorda em sua cama com febre e amaldiçoado pelos sonhos de um motor obscuro e infernal. Torturado por visões de uma expedição desastrosa ao México, enlouquecido pelos sonhos fracassados de uma utopia industriária, acometido por culpa e por uma doença tropical, ele acorda em um pesadelo. A casa está silenciosa, mas o chão sob ele vibra por causa de uma máquina infernal. Mandus só sabe que seus filhos estão em grave perigo e que cabe a ele salvá-los.

Principais características

  • Abordagem inovadora ao mundo de Amnesia sem renegar a origem.
  • A história mais obscura e horrenda já contada em um jogo.
  • Trilha sonora esplêndida criada pela premiada compositora Jessica Curry.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    Minimum:
    • OS: Windows Vista
    • Processor: CPU Intel Core i3 / AMD A6 de linha média ou equivalente.
    • Memory: 2 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 200 / AMD Radeon HD 5000 de linha média. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
    Recommended:
    • OS: Windows 7
    • Processor: CPU Intel Core i5 / AMD FX de linha superior ou equivalente.
    • Memory: 4 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 400 / AMD Radeon HD 6000 de linha superior. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
    Minimum:
    • OS: OS X 10.6.8
    • Processor: CPU Intel Core i3 / AMD A6 de linha média ou equivalente.
    • Memory: 2 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 200 / AMD Radeon HD 5000 de linha média. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
    Recommended:
    • OS: OS X 10.7.5
    • Processor: CPU Intel Core i5 / AMD FX de linha superior ou equivalente.
    • Memory: 4 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 400 / AMD Radeon HD 6000 de linha superior. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
    Minimum:
    • OS: Distribuição popular do Linux de 2010.
    • Processor: CPU Intel Core i3 / AMD A6 de linha média ou equivalente.
    • Memory: 2 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 200 / AMD Radeon HD 5000 de linha média. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
    Recommended:
    • OS: Distribuição popular do Linux de 2012.
    • Processor: CPU Intel Core i5 / AMD FX de linha superior ou equivalente.
    • Memory: 4 GB RAM
    • Graphics: NVIDIA GeForce 400 / AMD Radeon HD 6000 de linha superior. A Intel HD Graphics integrada deve funcionar, mas não tem suporte. Geralmente os problemas são resolvidos ao atualizar os drivers.
    • Hard Drive: 5 GB available space
Análises úteis de usuários
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
7.6 hrs registradas
Publicada: 5 de julho
Amnesia:A machine for pigs consegue entreter o jogador do começo ao fim com uma história assustadora,bizarra e interessante. Esse game é um sequência [mas não direta] do Amnesia:The Dark Descent. Houve algumas mudanças do primeiro game para o “A Machine For Pigs” mas não foram muito boas não, já irei explicar.
O game foi desenvolvido pela The Chinese Room que já tem no currículo um jogo atmosférico ao extremo, Dear Esther, os fãs já esperavam algo tão bom quanto o primeiro Amnesia que não foi feito pela Chinese Room e sim pela própria Frictional Games que apenas distribuiu esse segundo game.

O ano é 1899, século 19, a história começa com um homem acordando onde deve ser a sua casa, ele não se lembra de nada, [dur, Amnesia] apenas lembra dos seus filhos que desapareceu, aos poucos ele vai lembrando dos momentos antes de sua vida nos mesmos momentos que vai atrás de seus filhos. Uma pessoa misteriosa liga em um telefone e fala que para salvar as crianças ele tem que acabar com a inundação que aconteceu na “Maquina” e descer até as profundezas para achar seus filhos que estão em perigo.

A história é contada na maior parte do tempo por meio de cartas escrito pelo personagem [que não irei falar o nome para não spoilar] de meses e dias antes de sua “Amnesia”, um diário também auxilia o jogador a entender um pouco o personagem e também a continuar no jogo. O diário, diferente das cartas, são escritos em tempo real [no que o personagem está pensando naquele momento ou no que ele quer fazer para prosseguir.] Há também gravações feitas por 2 personagens que são ouvidas nos Fonógrafos que fica espelhado nos cenários, essas conversas foram feitas no passado e é muito importante para o desenvolver da história, e claro o cara do “telefone” que fala para onde o jogador tem que ir para salvar seus filhos.

A história é muito boa e bizarra como disse no começo, é meio complicada no começo como todo jogo de terror é, principalmente os que usam muito os recursos por cartas para contar a história, mas no todo é de boa para entender, não é algo muito complicado como outros jogos de terror, o primeiro Amnesia é bem mais difícil de compreender a história na primeira jogatina por exemplo.
As mudanças que não foram boas na verdade foram coisas que foi tirado e simplificado nesse segundo jogo, por exemplo: no Amnesia:The Dark Descent o jogador tem que ficar preocupado com a sua sanidade toda vez que presenciava um monstro ou algo “sobrenatural”, a sanidade do jogador abaixava obrigando o jogador a tomar remédios para diminui-la. Havia também um menu onde ficava itens de interesse, chaves ou qualquer outro item que fosse necessário para avançar no jogo, os puzzles também eram bem mais elaborado.
Deu para ver que os desenvolvedores simplificaram bastante o jogo no gameplay infelizmente, o jogo acabou ficando muito mais fácil e com puzzles bem medíocres.

Graficamente é bom em certos locais mas é inferior ao primeiro game principalmente no gráfico da água, a direção de arte compensa essa inferioridade nos gráficos.

A trilha sonora é um dos pontos altos do jogo, todos os games de terror tem que ter uma qualidade sonora bem alta, talvez seja o gênero que mais precisa ter uma trilha sonora tão bem trabalhada quanto a história e isso a The chinese Room fez com maestria, também já é conhecida pela qualidade sonora no Dear Easter [game que citei no começo da análise.]

O jogo dura em torno de 6 ou 7 horas.

O Ponto negativo do jogo é sua otimização, eu já disse que graficamente não é muito bom mas o jogo ainda é pesado ao extremo, certas partes o jogo simplesmente cai para 30 e são partes que não tem nada de relevante para essa queda drástica.

Mesmo com o gameplay simplificado a The chinese Room fez um trabalho fantástico no lado do terror, suspense e na trilha sonora [o essencial para um jogo de terror ser bom]. A direção de arte é muito boa e a “Maquina” é grandiosa e surreal, a história vai deixar o jogador ligado do começo ao fim.

A Machine For Pig é um fantástico game de terror que é obrigatório para todo fã de Survival Horror.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Frictional Games está desenvolvendo um novo jogo de terror chamado SOMA que parece estar fantástico, o jogo vai se passar em uma instalação submarina. Se espera que saia em setembro para PC e PS4.

A The Chinese Room está desenvolvendo um jogo que já apareceu na E3 chamado Everybody's Gone to the Rapture que parece ser ótimo, atmosférico e bem profundo, vai sair em Agosto, uma pena que só para PS4.

A Frictional Games criou dois jogos que todo fã de Survival Horror tem que jogar, Penumbra:Overture que foi o primeiro jogo da desenvolvedora, depois ela fez uma sequência, Penumbra:Black Plague. São dois jogos de terror obrigatório com forte influência em H.P Lovecraft, muita coisa do Amnesia foi um avanço das ideias de Penumbra.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
7.3 hrs registradas
Publicada: 24 de maio
Jogo é mais assustador que o anterior, entretanto tem menos puzzles. Recomendo jogar de noite e com fones de ouvidos, em ambiente silenciso.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 3 pessoas (67%) acharam esta análise útil
4.4 hrs registradas
Publicada: 25 de maio
A história do game é bem bolada, chega a mexer com a sua mente, mas só pelo ambiente de tensão, fora a isso, o game não me deu muitos sustos, e em relação ao tempo, eu esperava muito mais do que 4 horas de gameplay, acho que colocar um lampião infinito e o Mandus não perder a sanidade cada vez que se encontra com as criaturas ou fica no escuro são os unicos defeitos nesse game,mas é um ótimo game
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 3 pessoas (67%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
20.9 hrs registradas
Publicada: 15 de maio
Muitas pessoas criticam esse jogo mais ele pode não ser muito pesado mais pra mim já é suficiente para eu não jogar de madrugada. manhã, tarde e principalmente a noite !
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
46 de 70 pessoas (66%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
4.8 hrs registradas
Publicada: 12 de abril
I wanted to like this, I really did. But the troubles start before you've even properly begun. The game is full of bugs. Forums are filled with people (myself included) trying to figure work-arounds for issues like constant in-game lag (has nothing to do with the quality of your rig or having the necessary audio/video drivers updated), random graphic hitches that filter the screen in a blue, washed-out color, and audio stuttering. Some of the fixes work, though mostly for temporary periods. If you do manage to run the game properly after all that:

PROS:

+ The environment is great. The mansion is atmospheric, spooky and interesting to explore.
+ The voice acting is very good.

CONS:

- First and foremost: The game is just not scary. It's not Amnesia. It's Dark Esther. It's not survival and stealth, it's exploration. There's next to no tension.
- The tinderboxes (requiring you to work on conserving them for light) are gone. Instead you have a lantern that never goes out. Considering that the mansion is pretty well lit 90% of the time, I found I hardly needed to use it (even with Gamma turned down)
- The sanity system is gone, and with it the tense effort to remain sane in the wake of prowling monstrosities.
- The monsters. The pigmonsters are not scary. They're just silly looking. They don't pursue you with the intensity of the creatures in Dark Descent and you can look at them without fear of insanity, which whittles away the mysterious fear factor very quickly.
- The story is just dull. There is some possibility in the beginning that it might go in a certain, disturbing direction based on the narrative given, but it turns out to be pretty boring and a bit nonsensical. The characters just aren't very interesting. You don't really care very much.

For the money you pay, I really can't recommend this one. If you must, buy the steam code for it on 99Gamers for cheap, instead of throwing $22 out for it.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada