Enfureça-se através de 32 mapas para um único jogador e mais 6 mapas de mata-mata cheios de puro terror, além de iluminação e sons totalmente imersivos. Arme-se para enfrentar o Ogro canibal, o demoníaco "Vore" e o indestrutível "Shambler" usando pregos letais, Raios violentos e abomináveis lançadores de mísseis e de...
Data de lançamento: 31 maio 2007
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar QUAKE

$9.99

Pacotes que incluem este jogo

Comprar QUAKE Collection

Inclui 8 itens: Quake III Arena, QUAKE, QUAKE II, QUAKE II Mission Pack: The Reckoning, QUAKE II Mission Pack: Ground Zero, QUAKE III: Team Arena, QUAKE Mission Pack 1: Scourge of Armagon, QUAKE Mission Pack 2: Dissolution of Eternity

Sobre o jogo

Enfureça-se através de 32 mapas para um único jogador e mais 6 mapas de mata-mata cheios de puro terror, além de iluminação e sons totalmente imersivos. Arme-se para enfrentar o Ogro canibal, o demoníaco "Vore" e o indestrutível "Shambler" usando pregos letais, Raios violentos e abomináveis lançadores de mísseis e de granadas.

Requisitos de sistema

    Minimum: A 100% Windows XP/Vista-compatible computer system
Análises úteis de usuários
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
35 produtos na conta
1 análise
0.2 hrs registradas
Quem n conheçe Quake não conhece nada!! Não sabe o que é sentir Ódio nem desejo de Vingança...
Publicada: 13 agosto 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não
158 de 179 pessoas (88%) acharam esta análise útil
371 produtos na conta
11 análises
5.0 hrs registradas
I'ts one of those old games where you kill armies of hell and then die from the fall damage later.

Classic/10
Publicada: 6 março 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não
76 de 81 pessoas (94%) acharam esta análise útil
126 produtos na conta
6 análises
5.2 hrs registradas
A true classic and an example of an fps done right. While visuals may have aged, the atmosphere is still great and the game has some of the best level design in an fps game. Definatly worth
Publicada: 16 abril 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não
42 de 44 pessoas (95%) acharam esta análise útil
117 produtos na conta
2 análises
30.3 hrs registradas
Quake is a masterpiece, plain and simple.

Quake may be one of my favorite games, but I'll try to make this review as unbiased as possible. Created in 1996, Quake was revolutionary at the time. Following after Doom (Both created by the wonderful ID Software), Quake took all of what Doom did right and pushed it into the third dimension. The levels, music, and enemies all go beyond the call of duty and make this game a timeless classic.

Quake is heavily inspired by the works of H.P. Lovecraft, creating a dark and medieval setting. The dark shades of brown, green and bright reds in later levels really play to this note. This is not just to play homage to Lovecraft, but it doubles up as a way to put the player into an uneasy, unfamiliar, and terrifying world. Playing the game in linear order allows you to slowly creep into these unfamiliar waters. The levels are easy to commute, and allow for minor exploration to find secrets and health/ammo packs. When you run into a group of enemies, you rarely feel unprepared. That's not saying that this game is easy, because it'll tear you a new one if you don't watch out. This game isn't about unfairly pairing you with hard enemies; it’s about a gradual learning curve that teaches you to manage ammo, health and enemies.

The enemies in Quake are also inspired by Lovecraft's novels. Otherworldly beings with a cameo appearance by the “Lord of the Wood” are just a sampler of what you are in store for. Like I touched on in my levels section, the enemies never feel too tough to beat. The first enemies you'll face are dogs and soldiers, gradually building up to Fiends, Shamblers, and Spawns (Seriously, ♥♥♥♥ these guys). You are introduced to new weapons semi-regularly, and are given a good amount of time to find out what to use on the different enemies. An example (and quick tip) are the Zombies. You can mow the Zombies down with your shotgun, but after awhile they will stand back up to fight. Then how do you kill them? When the level first starts you are given a grenade launcher. The first enemies you see? Zombies. With this new weapon already ready to fire, you unload on the group to find that you gib (kill) the zombies for good. From that point on you know how to dispose of them, and that you shouldn't waste your grenades on enemies other than zombies (with an exception for tougher enemies).

With this dark fantasy world coming together with the level design and enemies, there's one last piece missing. Music. The music in Quake was composed by Nine-Inch-Nails. I'm not sure that I can say much else than that. The music fits the game perfectly with eerie, yet appropriate tracks. Take a look at the nail gun ammo boxes for a subtle nod.

Nobody is perfect, and sadly this port isn't an exception to that rule. The Steam version of Quake comes without the classic Nine-Inch-Nails soundtrack, and the mouse is locked horizontally. This is quickly fixed however by downloading this fix from the community page - http://steamcommunity.com/sharedfiles/filedetails/?id=113166739

All in all, Quake is worth the $5 price tag. The amazing level design, challenging enemies, and great music all come together to create one of video game histories greatest. Never think that you are finished playing Quake. While the main story may have been finished, the lively modding community is doing its job to keep Quake alive. Brand new stories, fun game modes (Team Fortress 2 has roots set in Quake), and many more changes make this game that keeps on giving. I cannot recommend this game more, you'll have to try it for yourself.
Publicada: 9 julho 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não
19 de 24 pessoas (79%) acharam esta análise útil
1,204 produtos na conta
36 análises
4.4 hrs registradas
Favourite game of my childhood!
Publicada: 31 julho 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não
16 de 18 pessoas (89%) acharam esta análise útil
232 produtos na conta
28 análises
14.4 hrs registradas
No passado, muito antes de sequer saber o que era Steam, um dos FPS que eu mais gostava junto com Duke nukem, Serious Sam e Half Life era Quake, posso dizer que aproveitei bastante o Multiplayer do Quake III Arena e a campanha de Quake II, mas ainda sim era um certo peso na consciencia nunca ter fechado o primeiro jogo da franquia, esse que é um dos jogos mais revolucionários da história dos games e que é dever de qualquer jogador que se considere fã do gênero FPS.

Por onde eu posso começar a falar sobre Quake ? Bem, eu devo advertir que você com certeza vai sofrer, mesmo quem é veterano no gênero vai se deparar com armadilhas mortais, inimigos brutais que não vão medir esforçor para acabar com a sua existência, e em certos momentos você também irá enfrentar escassez de ítens.

Mas não é só dificuldade e frustração que Quake oferece, o jogo por mais desafiador que seja é muito divertido, pois tem um impressionante Level Design que irá deixar qualquer um que esteja jogando o game pela primeira vez de boca aberta com a criatividade da equipe da iD Software, pois por mais que o jogo não tenha muita variação de cenário ele nunca se torna cansativo pelas surpresas que você se depara ao longo dos 4 episódios (cada um tem em torno de 7 fases, só pra constar).

O Gameplay e gráficos são ótimos, foi o jogo que criou a base para a jogabilidade dos FPSs futuros, sobre os gráficos eu deveria advertir que é bom quem for jogar em máquinas atuais que busque um patch para deixar o jogo com suporte a Widescreen e resoluções que condizem com o padrão dos monitores atuais.

Um tesouro dos jogos de tiro em primeira pessoa, um jogo que sinto orgulho de ter finalizado, mais um jogo cinco estrelas da gloriosa iD Software, todos deveriam dar uma chance.

PRÓS:

+ Level Design Fantástico
+ Boa jogabilidade
+ Boa Longevidade e fator replay
+ Impressionante nos quesitos técnicos, Quake é pura inovação
+ Secrets!

CONTRAS:

- Pouca variação de cenário
- Alguns problemas com a Inteligencia Artificial
- O jogo possui apenas dois chefes, há apenas um no primeiro Episódio, e o Final Boss, deveria ter um para cada Episódio
- Vou dar mais um ponto negativo para um inimigo, que eu chamo de "Amoeba", ele é uma gosma azul que fica pulando de um lado para o outro e explode perto de você, ele só aparece no final do jogo, ele não é nem um pouco interessante em nenhum aspecto e é extremamente irritante, odiei todos os meus encontros com ele

Não costumo dar notas, mas por tudo que representa Quake e toda a contribuição para os jogos menos que 9 eu considero inaceitável. Eu gostei do clima de terror que o jogo possui, no final das contas se tornou meu jogo favorito da franquia.
Publicada: 31 janeiro 2014
Você achou esta análise útil? Sim Não