O melhor amigo de Quico, o Monstro, é um animal enorme com dentes afiadíssimos, mas Quico não se importa com isso, e brinca com ele mesmo assim. Além disso, o Monstro tem um problema muito perigoso: ele é viciado em sapos venenosos.
Análises de usuários: Extremamente positivas (1,447 análises)
Data de lançamento: 18/abr/2013

Inicie a sessão para adicionar este jogo à sua lista de desejos ou dispensá-lo

Comprar Papo & Yo


Selecione uma opção de compra
 

Recomendado por curadores

"What begins as a puzzle platformer, and very much has its up and downs, becomes a series of brilliantly, beautifully, devastatingly evocative moments."
Veja a análise completa aqui.

Análises

“… one of the best games to come out this year.”
Kotaku

“One of the top ten games of 2012”
4.5/5 -TIME Magazine

“Papo & Yo, a lyrical tale of a boy and a monster, has set a new and altogether different standard in gaming for representing the world as it is.”
New York Times

Sobre este jogo

O melhor amigo de Quico, o Monstro, é um animal enorme com dentes afiadíssimos, mas Quico não se importa com isso, e brinca com ele mesmo assim. Além disso, o Monstro tem um problema muito perigoso: ele é viciado em sapos venenosos. Logo que ele vê um pulando, manda para dentro e entra em um estado de fúria violento, aí, ninguém, nem o Quico, está a salvo. Mesmo assim, Quico ama seu Monstro e quer salvá-lo. Como Quico, os jogadores construirão sua amizade com o Monstro solucionando quebra-cabeças e se aventurando por um mundo surreal e mágico. Os jogadores precisarão aprender a usar as emoções do Monstro, tanto as boas quanto as más, a seu favor se quiserem completar sua busca por uma cura para salvar o amigo.

Principais Características

  • Relacionamentos reais: por meio de uma mescla única de jogabilidade e narrativa interativa, os jogadores exploram o relacionamento complexo entre Quico, Monstro, Lula e Alejandra
  • Um mundo mágico: uma linda favela da América do Sul baseada no realismo fantástico que destaca obrais reais de grafiteiros famosos
  • Uma trilha sonora original cativante: um design de som emotivo criado do zero pelo compositor de origem venezuelana Brian D'Oliveira e La Hacienda Creative
  • Quebra-cabeças baseado no ambiente: explore e interaja com um mundo cheio de surpresas fantásticas para progredir em sua jornada
  • Uma história pessoal: inspirada pela infância tumultuada do diretor criativo Vander Caballero

Requisitos de sistema

    Minimum:

    • OS:Windows XP, Vista, Windows 7
    • Processor:2.2 GHz dual core or better
    • Memory:1 GB RAM
    • Graphics:NVIDIA GeForce 6800GT, ATI Radeon X1800 or better
    • DirectX®:9.0c
    • Hard Drive:4 GB HD space
    • Sound:Windows compatible sound card
    • Additional:Game supports Multi-Monitor

    Recommended:

    • OS:Windows XP, Vista, Windows 7
    • Processor:2.8 GHz quad core or better
    • Memory:3 GB RAM
    • Graphics:NVIDIA GeForce GTX 460, ATI Radeon HD 5870 or better
    • DirectX®:9.0c
    • Hard Drive:4 GB HD space
    • Sound:Windows compatible sound card
    • Additional:Game supports Multi-Monitor
Análises úteis de usuários
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
3.9 hrs registradas
Publicada: 6 de setembro
Um bom puzzle/platformer com um tema raro: abuso contado pela perspectiva do abusado. Com tanto jogo usando violência fora de contexto para agradar um público "adulto", Papo & Yo merece atenção.
Você achou esta análise útil? Sim Não
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
4.7 hrs registradas
Publicada: 20 de dezembro
Level Design, gráfico, história, soundtrack, o que n é perfeito nesse jogo?
O jogo conta o drama da vida do próprio desenvolvedor do jogo, Valter Caballero, que sofria com um pai alcólotra e que busca refugio e conforto em sua imaginação. Quanto mais avançamos no jogo, maior é a sua beleza, o jogo não cansa.

Puzzle divertidos, história linda, músicas de arrepiar, uma obra prima independente.
Você achou esta análise útil? Sim Não
5 de 6 pessoas (83%) acharam esta análise útil
12.9 hrs registradas
Publicada: 7 de novembro
To escrevendo isso um pouco pra extravazar meu desapontamento com o público jogador padrão atual. Papo & Yo pra mim foi uma experiência única e mto satisfatória. O jogo é mto bem feito em todos os aspectos técnicos e se destaca pela história e narrativa. Considerando isso não entendo como pode ser tão subestimado e pobremente avaliado, tanto pela crítica quanto pelo público. Jogos como Bayonetta e Call of Duty tem seu valor, mas quando comparo com jogos feito Papo & Yo simplesmente não consigo compreender como podem ser considerados tão superiores. Pra mim fica evidente qual tipo de jogo tem mais relevância e valor. "Ah, mas os puzzles são mto fáceis, o jogo não te desafia." Em nenhum momento achei o jogo chato apesar disso, até pq ele t prende em outros aspectos. Se vc achou o jogo chato é pq provavelmente VC é uma pessoa chata com uma visão simplória e superficial do mundo (pronto falei)
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
0.6 hrs registradas
Publicada: 29 de setembro
Sem comentários!
Vale cada centavo...

11/10
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
10.0 hrs registradas
Publicada: 17 de setembro
Jogo massa pacas... acredito que a história é boa pra crianças e adultos...
quanto ao jogo em sí... puzzles... divertidinho e muito bonito
vale muito a pena comprar... n me arempendo mesmo de ter escolhido entre ele e batman (mas acabei comprando batman posteriormente de qualquer forma)

vale a pena testar
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
3.6 hrs registradas
Publicada: 7 de outubro
òtimo jogo, linda história com personagens cativantes
Você achou esta análise útil? Sim Não
5 de 8 pessoas (63%) acharam esta análise útil
11.0 hrs registradas
Publicada: 7 de agosto
Okay.
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
0.2 hrs registradas
Publicada: 20 de agosto
Muito bom
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
3.9 hrs registradas
Publicada: 14 de agosto
Simplesmente surpreendente!!!
Nem lembro como ou quando adquiri este jogo, que estava lá "encostado" na biblioteca. E um dia, despretenciosamente decidi joga-lo e até agora ainda estou surpreso com sua qualidade, tanto técnica (gráficos e jogabilidade), quanto lúdica, o jogo tem roteiro, uma história que você persegue a todo momento (não é open world, mas e dai? Pelo menos você não fica perdido e tem um propósito a ser cumprido) e a simplicidade das ações e a "viagem" das soluções realmente tornam este jogo diferenciado.

Certamente haverá quem ache ele meio parado, e até infantil (Será?!), porém esta caracteristica light, te permite joga-lo com a familia, não te cansa e nem estressa, é divertido e não é tão "bobo" quanto Rayman pois o visual realista de bairros, humildes de qualquer parte do mundo geram uma sensação de realidade e apesar das soluções mirabolantes, não permite que o jogo torne-se um mundo de faz de contas.

Gostei muito,
Você achou esta análise útil? Sim Não
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
10.1 hrs registradas
Publicada: 25 de agosto
História excelente, gráficos ótimos, trilha sonora perfeita.

O jogo é bem infantil, tem vários quebra-cabeças para resolver mas a maioria bem simples, alguns são interessantes enquanto outros são chatos e cansativos. O personagem não morre de jeito nenhum!

A trilha sonora é bem emotiva e a história do jogo é muito legal, sem essas duas características o jogo não seria nem metade do que é.
Você achou esta análise útil? Sim Não
78 de 80 pessoas (98%) acharam esta análise útil
5.0 hrs registradas
Publicada: 13 de julho
I don't think a game has ever made me cry so much. Coming from a family with substance abuse, this game hit down to the core. It isn't a difficult game, but it has a beautiful and powerful story to tell.
Você achou esta análise útil? Sim Não
25 de 26 pessoas (96%) acharam esta análise útil
36.0 hrs registradas
Publicada: 9 de agosto
First of all, I have to mention that this is quite a powerful game and can have quite an impact on people if they have ever suffered with or been aroud substance misuse although it isn't primarily focused on this. The gameplay is incredible. There is lots to explore and lots of creative elements involved such as making things in order to help you through your journey. Without giving too much away, you feel very much like you are the character playing and you quite often feel what he is feeling. This did make me cry, I will be honest but I personally, love games that has such a powerful impact on me. It makes me want to play it again and again and I have already completed the game twice and itching to go back. It's easy to forget yourself and get totally immersed. If you like adventure and a taste for real life elements, give this game a try. It was suggested to me by a friend and I can't thank him enough for putting me in touch with this game. I highly recommend it and I'm very thankful to the developers for going to so much trouble and effort to make it an amazing experience for me.
Você achou esta análise útil? Sim Não
15 de 15 pessoas (100%) acharam esta análise útil
8.4 hrs registradas
Publicada: 20 de dezembro
Papo & Yo is a rare game that manages to perfectly represent what it is like to be a child and the effects of substance abuse by those closest to them. This surprised me, because it is hard to tell a story with such complex themes under the guise of a game with any degree of success. Yet Papo & Yo handles it beautifully, and crafts an emotionally rewarding experience that deserves to be played. It certainly has its problems, but it manages to entertain and engage the player from beginning to end.Throughout Papo & Yo you play as Quico, a young boy who explores a dream like interpretation of Brazilian styled favelas. Throughout the game you are accompanied by three characters. The first is Lula, a cute yellow robot who hangs on to Quico’s back throughout the game, and serves to help him navigate and solve the puzzles that he encounters throughout his journey. There is also a girl who uses chalk to bring buildings and other objects in the environment to life, and more often than not plays tricks rather than help. These two characters are the ones that actively communicate to you.And then there’s Monster, a giant pink beast who grunts and roars as he eats and sleeps. Despite his outward frightful appearance, he is actually quite peaceful more often than not.Papo & Yo handles the complexities of addiction and abuse extremely well, never going into lengthy explanations or long, dialogue encumbered scenes in order to convey its themes. Instead, the game mostly relies on the actions of the characters and the change in environments and scenery in order to communicate, which is a very welcome change.Throughout Quico’s journey, he will encounter puzzles of varying length and complexity that obstruct his path. What is most amazing about Papo & Yo’s puzzles is that they involve the environment in rather stunning and wonderful ways.Turning a switch can result in a building gaining legs and moving to another position, pulling a lever could turn a building sideways to unveil a hidden set of stairs, and lifting a box can create and move giant crates that could be used at your disposal. The mechanics and feel of Papo & Yo also deserve praise. The jumping and navigating of the world feels natural, and I always enjoyed how Quico interacts with his environment. The favelas are simply stunning to navigate and explore. The locations feel like they have been lived in, but also are off just enough that you can tell that it is in an imaginative world. The sounds that the environment makes as you solve puzzles and move about are a delight to listen to, and credit must be given to whoever designed the ambient sounds found within the game.Papo & Yo is a unique game. It handles its themes extremely well, and the world is simply amazing to behold. Though the game is not without its faults, chief among them a lack of difficulty and challenge, Papo & Yo should be played at least once. Trust me, the journey will be quite worth it.
Você achou esta análise útil? Sim Não
16 de 17 pessoas (94%) acharam esta análise útil
12.5 hrs registradas
Publicada: 31 de agosto
This game makes me feel so bad... in a good way.
Você achou esta análise útil? Sim Não
13 de 14 pessoas (93%) acharam esta análise útil
3.7 hrs registradas
Publicada: 23 de novembro
Moje česká recenze: http://www.playhit.cz/2014/11/papo-yo-utek-do-fantazie/

This game left me with my mouth hanging open, only able to make noises similar to "wow". Everybody, who has been cursed with an unreliable parent, will understand this game perfectly and remember it forever. It's an escape to a puzzle fanthasy world, where this boy Quico finds an answer to his unfair trouble. This game will give you more than just a few hours of fun. This is the case, where a game crosses the line and becomes art. 9/10
Você achou esta análise útil? Sim Não
7 de 8 pessoas (88%) acharam esta análise útil
7.5 hrs registradas
Publicada: 12 de agosto
Played through Papa & Yo today.Not a bad game. I remember the press on this being highly favorable. The gameplay wasnt really very challenging, but it was engaging enough to convey the story, which was obvious very quickly, so no worries about spoilers really...you (but really the guy who wrote the story) had an abusive alcoholic dad, and the torment of that upbringing haunted him throughout his life until he was finally able to let go of the fear and torment and move on with his life....that is pretty much the story in a nutshell. It is put forward in a very sensitive manner, and serves to explain the writers feelings without necessarily forcing them on you the gamer. So, I can see why people liked the game based on that. I think the gameplay was probably a 6 out of 10, but the story was more like a 7 out of 10, and the presentation was a 9 out of 10.
Você achou esta análise útil? Sim Não
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
9.4 hrs registradas
Publicada: 30 de novembro
A beautiful Platformer with such a matured theme very delicately handled, Kudos to the Developer! for an gaming art which portrays one of the spiteful facts of this miserable world.
Você achou esta análise útil? Sim Não
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
4.1 hrs registradas
Publicada: 18 de agosto
I was expecting this to be a small indie title that was rough around the edges, which is why it was such a surprise. This has the production values of a AAA title - whatever any of that means, but it would never be released and marketed as such. You'll see amazing, world-bending things, things that haven't really got an equivalent in other games.

But you'll also get the point, which is why this could never really be an AAA blockbuster. It's beautifully sad, and definitely not for everyone. Mindful of triggers due to the subject matter, but without spoiling anything, I'll just say that the ending is as redemptive as you want it to be.
Você achou esta análise útil? Sim Não
5 de 6 pessoas (83%) acharam esta análise útil
3.5 hrs registradas
Publicada: 17 de outubro
Papo & Yo is one of those titles that proves videogames are an art form. With heavy handed themes and light puzzle solving mechanics, this game speaks volumes to the artistic expression the creator was trying to convey. You can't say too much about it without spoiling the narratives intent. Play it!

8/10 Lulas!
Você achou esta análise útil? Sim Não
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
3.5 hrs registradas
Publicada: 24 de outubro
Pleasantly surprised. I love the way the kid's imagination is used to introduce game elements and portray a very sad story. Solid gameplay mechanics with enough variation throughout, and the music is very good as well. It's a looker too, I found the game is more beautiful than portrayed in the trailer.

If you like puzzle platformers and love a good story that is mostly told using mechanics, not words, then I can safely say you will enjoy this game.
Você achou esta análise útil? Sim Não