CONTRAST is a puzzle/platform game where you can move between a fantastic 3D world and a mysterious shadowy universe in 2D in the blink of an eye. Delve into a dreamlike and surreal 1920s world, inspired by the performance art world of vaudeville and film noir, and cradled by a smooth and sultry jazz ambiance.
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (55 análises) - 96% das 55 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Muito positivas (2,952 análises) - 90% das 2,952 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 15/nov/2013

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Contrast

PROMOÇÃO DE FÉRIAS! A oferta acaba em 4 de julho

-75%
$14.99
$3.74

Comprar Contrast: Collector's Edition

PROMOÇÃO DE FÉRIAS! A oferta acaba em 4 de julho

-75%
$19.99
$4.99
 

Análises

“The interaction is stellar”
IGN

“It’s as if Limbo and Bioshock Infinite had a baby while watching Pan’s Labyrinth”
VENTUREBEAT

Sobre este jogo

CONTRAST is a puzzle/platform game where you can move between a fantastic 3D world and a mysterious shadowy universe in 2D in the blink of an eye. Delve into a dreamlike and surreal 1920s world, inspired by the performance art world of vaudeville and film noir, and cradled by a smooth and sultry jazz ambiance.

In this universe, where the boundaries between showmanship, magic, intrigue and deception are blurred, you play Dawn, the imaginary friend of a young girl named Didi. You have the power to slip from the 3D dreamscape into the parallel 2D shadow world bound to it. Cast light on a shadowy story by manipulating light sources in the 3D world to distort, enlarge or stretch the 2D shadow world. Manipulating and shifting between light and shadow will be the key elements that you will need to use to solve our world of shadow-based puzzles and help progress Didi's story!

Key Features
  • Shift between the physical 3D world and the 2D shadow world, at any lit wall surface
  • Create unique shadow landscapes by manipulating light sources and real world objects, and use this ability to solve mind-bending puzzles
  • Experience a new story and world, exploring adult themes through a child’s eyes
  • Immerse yourself in a lush vaudevillian world of cabaret singers, circus performers, and magic

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • SO: WINDOWS XP SP2/WINDOWS VISTA SP1/WINDOWS 7/WINDOWS 8
    • Processador: AMD/INTEL DUAL-CORE 2.3 GHz
    • Memória: 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo: 512MB VRAM, COMPATIBLE DIRECTX 9.0C AND SHADER MODEL 3.0, AMD RADEON X2600 XT/NVIDIA GEFORCE 7900 GTX
    • DirectX: Versão 9.0c
    • Armazenamento: 4 GB de espaço disponível
    • Placa de som: DIRECTX 9 COMPATIBLE
    • Outras observações: The Original Soundtrack and the Programme (Artwork, Dev. Diary) will be placed in your CONTRAST folder in the Steam Directory: ...\Steam\SteamApps\common\Contrast\CONTRAST_Programme-OST
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (55 análises)
Todas:
Muito positivas (2,952 análises)
Últimas análises
EwertonLG
( 4.9 horas registradas )
Publicada: 24 de junho
Um jogo incrível com blowminds incríveis, um cenário incrivelmente trabalhado e cada detalhe revela uma história.
Não deixa nada a desejar como um game indie. Um pouco curto, mas isso não tira nenhum mérito do game. Estou ansioso pelos próximos projetos da empresa.
RBeen
( 5.3 horas registradas )
Publicada: 23 de junho
Holy cow, this game is amazing. It's like Mario and The Prestige, with a side of Casablanca. The only downsides are some minor technical issues (Vsync doesn't really work, and there's no way to force borderless windowed mode), and its short length. I had the game alt+tabbed for a sizable length of time, and got stuck on some puzzles, but I still completed the game with every collectible and achievement in less than 6 hours.
Guido
( 8.7 horas registradas )
Publicada: 21 de junho
I did kind of like it but it's a very short game. The story bit is OK enough but the ending gets spoiled later in the game. Also I felt there was not enought gameplay with all the cut scenes interrupting it constantly. I also often had weird glitches with the character just randomly poping out of shadows. I felt it all rather ruined the quite promising platforming experience.

All in all I guess I could reccommend it but do get it on a sale.
Vic Rattlehead
( 3.1 horas registradas )
Publicada: 19 de junho
Flawed, but interesting. The animations are dated, the levels pretty lifeless and the primary mechanic isn't used to its full potential, but there was a sequence or two I thought was interesting and I think games like this are important and should be experienced.
Connnr
( 0.4 horas registradas )
Publicada: 19 de junho
I don't know why it only says 23 minutes played... This game is great, a fantastic debut from Compulsion Games creators of the ever increasingly anticapated We Happy Few. Contrast owns unique gameplay in a uniquely styled world that tells it's story in a unique way. Whilst the game is very short its a lot of fun and a real gem from an indie gaming studio, Compulsion Studios proves they are a company worth supporting. Contrast also offers a great soundtack that fits perfectly in the enchanted 20's france, I'd love to see more games in this world being a big Jazz fan this game gave me a musical pleasure that I havn't found in a game sense.
Would reccoment to anyone who belives games don't need to sacragice gameplay in order to create a piece of great art, and I can't wait to delve into the world of We Happy Few.
Kega
( 3.3 horas registradas )
Publicada: 19 de junho
Got this on sale and finally play through it.

Is this a good game?
Well if I could, I would give it a netrual

But if you can get it on a sale, go for it. It will properly take you 2-4 hours to complete it.

The Good:
1) The mix with shadows are a fun and enjoyable
2) The artstyle is interesting and for me appealing
3) The puzzles are aren't hard or to easy - most will see the solution without to much hassle.
4) The english voice acting is pretty good

The Neutral:
1) The story is cute, but the ending is a bit disappointing

The Annoying:
1) Controls, controls and the bloody controls. This pulls the game down, for me. Almost to the point where I don't want to recommend it. The character seems floaty and often slide of things she should be able to stand on. Or falls through objects or out of shadows for no apparent reason. It makes the game more difficult than it has any right to.
And interacting with objects, is camera based - oh the camera.
2) The camera, isn't there to help you. It's doesn't follow your movement and often so close navigating is a pain. And best of all, when you want to interact with objects - the camera is the deciding factor which object is chosen.
Example: Lets say there are 2 objects, the character is standing facing object A the camera is slitghly turned to object B - Object B is the object that will be used.
I have spend just as much time playing camera man as controlling my character through the puzzles.


But in the end, it was a neat 3 hours in the company of Contrast.
Hope this helps you, in your quest for good games and sorry for any spelling mistakes :)
lemaborrodagoj
( 4.4 horas registradas )
Publicada: 18 de junho
It's a reeeeally great game.
Just it's too short.
And I didn't like that end.
But is really great game.
Chiken_Sammich
( 3.8 horas registradas )
Publicada: 17 de junho
Not a bad game. The controls/shadow mechanic can be a little wonky at times. This can make for some pretty frustrating moments, but still playable. Contrast has a lot of charm, likable characters & a decent story. Overall it's an enjoyable game, but $14.99 is a little high in my opinion. Good grab during a sale.
johndooley
( 3.0 horas registradas )
Publicada: 16 de junho
i bought this game as part of the focus selection pack. i would recomend it if it still existed. my first thoughts were "will i be playing as a prostatute?" but i relized thats not the case at all. This game has a great storyline with a 1940s like theme. The soundtrack is beautiful and i would certainly recommend this game.
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.8 horas registradas
Publicada: 9 de junho
This game throws you a curve ball, and it is awesome! The game itself is shocking short but for its small size it throws a sucker punch ending. In truth it only took my a couple hours to get through this game and get a majority of it's collectibles but in my opinion, this game is worth the money you spend on it.
It has a unique and artistic style on how they approach the characters and maps, not including the extremely unique way of game play.
I have seen and played regular games that focus on realism and games such as Limo that focus on shadows, but I have never played a game that focuses on both!
I give this game a 9 out of 10 and recommend others play it.
On a side note, if you play it you should attempt to find a majority of the collectibles because it helps with the backstory of the plot but it is not needed.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.1 horas registradas
Publicada: 19 de junho
Flawed, but interesting. The animations are dated, the levels pretty lifeless and the primary mechanic isn't used to its full potential, but there was a sequence or two I thought was interesting and I think games like this are important and should be experienced.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
8.7 horas registradas
Publicada: 21 de junho
I did kind of like it but it's a very short game. The story bit is OK enough but the ending gets spoiled later in the game. Also I felt there was not enought gameplay with all the cut scenes interrupting it constantly. I also often had weird glitches with the character just randomly poping out of shadows. I felt it all rather ruined the quite promising platforming experience.

All in all I guess I could reccommend it but do get it on a sale.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 4 pessoas (50%) acharam esta análise útil
Recomendado
0.9 horas registradas
Publicada: 15 de junho
Very nice game to be honest, got it for 2€ on ♥♥♥.
Recommendable
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Análises mais úteis  No geral
37 de 39 pessoas (95%) acharam esta análise útil
Recomendado
10.0 horas registradas
Publicada: 25 de novembro de 2013
Jogar com as sombras é simplesmente encantador.
É um jogo cheio de coração, beleza e alguns excelentes puzzles.
Explore um mundo de fantasia noir, inspirado no vaudeville dos anos 20, cheio de ilusão e performance.
Você joga como Dawn, a amiga imaginária da jovem menina Didi que tem o poder de alternar entre o mundo 3D ​​e uma sombra 2D. Descubra uma história sombria vista através dos olhos desta menina e ajude sua família conturbada refletidos neste mundo imaginativo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
20 de 22 pessoas (91%) acharam esta análise útil
Recomendado
3.4 horas registradas
Publicada: 6 de fevereiro de 2014
Contrast... Aquele típico game Indie que vem como uma ideia única.

Produzido pela Compulsion Games na toda gloriosa Unreal Engine 3 responsável pelos jogos mais belos na 7° geração. Contrast é um daqueles jogos Indies com uma ideia super promissora e um potencial enorme, porem o que podia ser um experiência totalmente nova acaba se resumindo em 3h de jogo com aquele gostinho de "JA?".

A historia se passa em torno de Didi, uma garotinha que apenas quer ver seus pais juntos e felizes. Apesar da historia ser sobre Didi ela não é a personagem jogável e sim sua "amiga imaginaria" chamada Dawn, juntas vocês descobrem furos na historia contata pela sua mãe em relação a seu pai e conflitos internos.

Seu gameplay é o diferencial, aquela ótima ideia que desenvolvedores Indies tem. Como você controla Dawn a mesma vive no mundo das sombras e pode alternar com o nosso, não enxergamos nenhuma pessoa alem de sua sombra (com exceção da Didi) e o jogo segue esta dinâmica de cenários em 3D nos possibilitando entrar nas sombras para então jogarmos em 2D. Os puzzles segue esta premissa, conduzimos objetos para refletirmos suas sombras e interagirmos com ela em 2D.

Sua historia é simples mas dramática, sua trilha sonora e ambientação são feitas estilo Paris nos anos 20 com melodias lindas. Suas texturas são bonitas porem faltou um polimento em certas partes.

Seu maior defeito é a duração, em apenas uma sentada você consegue finalizá-lo, tudo dependerá da sua persistência e inteligência para resolver os diversos enigmas que cercam os capítulos que são divididos em 3 atos, lembrando que dificuldade não elevada para entusiastas nesse estilo.

Jogo com um baita potencial, historia boa, gameplay inovador porem sofre com o fatores de um Indie, pelo preço atual não compensa as miseráveis 3h que ele tem, mas por outro lado pega-lo em uma promo com 50% e 70% do valor original compensa e muito sua ideia.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
20 de 23 pessoas (87%) acharam esta análise útil
Recomendado
6.1 horas registradas
Publicada: 23 de junho de 2014
Um excelente jogo e com uma história não tão clichê como aparenta.
A jogabilidade é divertida, porém peca em alguns momentos devidos a certos bugs que podem ser facilmente ignorados diante da complexidade dos cenários surreais e do complexo uso das sombras na dinâmica do jogo. Os gráficos são bonitos, mas não há nada de muito inovador. A obra prima de Contrast vai para sua história e apesar de muitos dizerem que era previsível eu discordo completamente porque a maneira como a história é tratada no jogo te faz sentir-se como se você fosse Dawn, a personagem principal, assim lhe fazendo muitas vezes imaginar o que vai acontecer depois de cada cena. Você sente realmente carinho e tristeza pelos acontecimentos que atingem os personagens que são muito carismáticos, cada um tem seu brilho próprio.
Com subliminares toques de feminismos você percebe que nenhuma mulher no jogo é tratada como um simples objeto (e que apesar de certos jogos serem "AAA" eles pecam miseravelmente nesse quesito), Kat tem uma história e é independente igual a Didi, ambas não precisam de nenhum auxilio para seguirem suas vidas e tem personalidades humanas.
Um dos personagens que mais me cativou foi Johnny que com suas falas e erros constantes me fazia além da pena sentir uma ligação emocional com o personagem, já que apesar de tudo ele poderia ser qualquer um de nós presos em um mar de má sorte.
Já em relação à música não há muito que se dizer, para bons apreciadores de Jazz é realmente um prato cheio. A melodia combina perfeitamente com o ambiente da época e você sente como se estivesse nas ruas daquele tempo.

Apesar de toda recomendação não considero um jogo obrigatório a se ter na lista de jogos, para os apreciadores do gênero é uma verdadeira obra prima e para os outros poderá ser uma agradável surpresa se souber apreciar a história com o seu jeito simples (para os mais críticos), porém cativante.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
16 de 16 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.3 horas registradas
Publicada: 14 de agosto de 2015
Contrast é um bom, mas não excelente, jogo de plataforma 2D/3D. A trilha sonora é muito boa e capta bem o clima dos anos 20, tempo no qual se passam os acontecimentos do game. A história é um pouco confusa e termina de forma inconclusiva (ou incompleta). O ponto fraco do game é sua duração; com apenas três capítulos o gameplay pode durar até 5 horas, dependendo do tempo gasto para desvendar os quebra-cabeças, que em suma não são complicados. O jogo possui um potencial que foi pouco explorado e sua mecânica de alternância entre plataformas 2D/ 3D é inovadora, podendo render muito mais que o resultado apresentado.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
29 de 41 pessoas (71%) acharam esta análise útil
Recomendado
19.5 horas registradas
Publicada: 15 de julho de 2014
Primeiramente não da pra não citar o fato de jogarmos com a Dawn que nos é apresentada como a amiga imaginária da nossa protagonista ( Didi ), bastante falastrona, engraçada certas ocasiões, e que tem de passar por diversas situações complicadas envolvendo sua família,
o que ao decorrer do jogo acabamos por entender..a Dawn a ajuda durante todo o game,
poucas são as ocasiões que e protagonista interfere diretamente.

a ideia de podermos interagir com um 'segundo' mundo, que é o das sombras, foi algo novo, que achei que estranharia, ou teria dificuldade ou algum sofrimento para lidar rs, mas pelo contrário, se tornou muito natural em pouco tempo de jogo, e os Puzzles que o game nos faz ter de lidar, não são difíceis [ eu não achei ], porém exige certa atenção e raciocínio especialmente nos últimos momentos do Game, que eles ficam um pouco mais complicados e se não pararmos, pensar.. etc. podemos ficar horas ali :D, as habilidades que vamos ganhando ao decorrer dos Atos, são bastante interessantes, destaque pra habilidade da Dawn similar
a do Flash ( só que não huahua )..
eu curti muito o design do Game, achei muito bacana, e por vezes que,
[ pra ser mais exato próximo ao fim do game ] temos que lidar com aspetos interativos de luz
e sombra, são muito interessantes e fazem o desafio dos puzzles mais legais.

único ponto negativo pra mim foi o fato de ser muito curto o Game, { tive que zerar/finalizar duas vezes pra ficar satisfeito kkkkk }, o mesmo acompanha uma trilha sonora impecável que se encaixa perfeitamente, e uma história bastante intrigante em alguns momentos e com um final.. bem não vou falar do final. ao terminarmos o Game, fica a sensação de é só isso ?, não tem mais ? uma sensação ruim, quando acabamos por gostar do Game e esperávamos uma jornada um pouco maior no mesmo..

em alguns momentos a jogabilidade é um pouco travada, falha ao entrarmos em contato com as sombras e lá se vai a Dawn caindo do precipício :/ , e existem alguns objetos que ficam bugados algumas vezes quando mais precisamos dos mesmos..
e outras simplesmente sem motivo.. porém, não tira o brilho do Game DE FORMA ALGUMA!!

Campanha: 8/10
Trilha sonora: 10/10
Gráficos/visual: 8/10
Arrependimento: de não ter comprado/jogado o Game antes.

Vale cada centavo mesmo fora de uma promoção!! :)
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 12 pessoas (100%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
4.6 horas registradas
Publicada: 2 de janeiro de 2015
Fantástico. Não é adjetivo usado de forma leviana. Contrast aproveita muito bem a Unreal Engine, associado a criatividade de seus produtores em trazer belos cenários, uso bem aproveitado do surrealismo. Você precisa parar para admirar tudo o que está em sua tela. Mesmo mecanismos complexos, como todas as roldanas de uma torre de relógio, funcionam muito bem. O soundtrack com a incrível voz da Laura Ellis traz uma ambientação ao cenário perfeita. A todo momento você se depara com lapsos de cenas em uma região iluminada com uma musica de fundo bem escolhida.

Ao que interessa, o gameplay também não deixa a desejar, comandos simples, fáceis de se executar. Mesmo a transição entre a forma sombra/real é bem simples, peca as vezes por um delay mas nada que atrapalhe a jogatina. Os pluzzes deixam a desejar um pouco, em uma sentada você consegue completar praticamente todos sem grandes dificuldades. Essa facilidade no entanto é compensada pelo cenário, conforme dito acima, e pela temática adulta.

Uma criança como um dos protagonistas? Sim. Mas tema adulto também. Os autores se aproveitaram a inocencia de uma criança, Diddi, para através dela criar uma temática adulta do sentido de existência. Apenas no final, na última cena, você então percebe que a realidade é diferente do que você pensou. Dificil de entender? Só jogando para saber. E mesmo jogando, pelos comentários aqui no Steam, algumas pessoas ainda não chegam a conclusão final. Enfim, joguem! Não é dinheiro no lixo.

Em spoiler um detalhezinho (da história) para se refletir:

Leia apenas se você já jogou:

Muitos concluem que Dawn era a assistente de palco desaparecida, vivendo no mundo das sombras. Agora o que muitos parecem não terem pensado ao final é: quem realmente era a estranha no mundo? Dawn ou Diddy? Ao final, Vincenty se materializa na frente de Diddi. Além disso por todo o cenário, na visão de Dawn, vemos apenas a Diddy. Seria ela a unica real, e todos os outros sombras, incluíndo seus pais? - O gostinho é: cade a continuação? jogo com muito potencial!


Por último, Contrast comete um deslize bem grande no tempo. Mesmo que você se dedique a fazer todos os feitos do jogo, não mais do que 4 horas são necessárias para chegar ao fim. Um deslize em um jogo com uma bela ambientação/potencial/história. Por outro lado, talvez seja melhor esse gostinho de "quero mais?". Indie do ano em minha opinião!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada