Guide a group of rectangles through a series of obstacles, using their different skills together to get to the end of each environment.
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (58 análises) - 82% das 58 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Extremamente positivas (6,743 análises) - 95% das 6,743 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 12/nov/2012

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Comprar Thomas Was Alone

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Volume: Quadrilateral Edition

Inclui 4 itens: Volume, Volume - Making of eBook, Volume - Original Soundtrack, Thomas Was Alone

Comprar Thomas Was Alone + Volume PACOTE (?)

Inclui 2 itens: Thomas Was Alone, Volume

 

Análises

“For all its charm, Thomas is more than just the super-minimalist-yet-incredibly-engaging tales of a few plucky AIs. It's the story of games. Of how they get made and played, of the joys and frustrations they bring and of the thousands of tiny iterative processes that go into evolving single titles and the entire medium into their best forms.”
Evan Narcisse, Kotaku

“It proves that you don't need tens of millions of dollars and hundreds of staff to make a game story worth telling, just a good hook, an engaging vision, and a whole lot of heart.”
9/10 – Josh Tolentino, Destructoid

“The understated aesthetic design and unusual co-op puzzles will absorb you for the game’s duration – the wit and personality of the writing, though, will stay with you for much longer.”
8/10 – Keza MacDonald, IGN

Sobre este jogo

Thomas Was Alone, and then, Well, he Wasn't.

Thomas Was Alone is an indie minimalist 2D platformer about friendship and jumping and floating and anti-gravity. Guide a group of rectangles through a series of obstacles, using their different skills together to get to the end of each environment.
Listen to awesome music by David Housden. Jump over rectangles meticulously placed by Mike Bithell. Listen to voiceover read wistfully and a bit amusingly by Danny Wallace.


Thomas Was Alone tells the story of the world's first sentient AIs, and how they worked together to, well, not escape: Escape is a strong word. 'Emerge' might be better. 'Emerge' has an air of importance about it, while keeping the myriad plot twists and superhero origin stories you'll discover under wraps. We didn't even mention the bouncing. That'd be overkill.

Key Features


  • Beat 100 levels, and uncover the story of the AIs.
  • Utilize the unique skills of 10+ characters.
  • Immerse yourself in David Housden's critically acclaimed procedural score.
  • Chuckle along to Danny Wallace's narration.

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
    Minimum:
    • OS:Windows XP
    • Processor:500 Mhz
    • Memory:1 GB RAM
    • DirectX®:7.0
    • Hard Drive:400 MB HD space
    Minimum:
    • OS:OS X 10.5
    • Processor:500 Mhz
    • Memory:1 GB RAM
    • Hard Drive:400 MB HD space
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (58 análises)
Todas:
Extremamente positivas (6,743 análises)
Últimas análises
Hit Tria
2.3 hrs
Publicada: 16 de julho
Tão viciante <3
CaioVictorS
5.5 hrs
Publicada: 3 de julho
Jogo muito legal se curte estratégia, e muito bom pra platinar GG 10/10
FrankkTheGamer
7.8 hrs
Publicada: 19 de junho
Bom, essa é minha humilde análise desse jogo incrivel!

PONTOS POSITIVOS:

+ Trilha sonória genial
+ Jogabilidade perfeita
+ História Legal
+ Desafiante, faz você pensar
+ Roda em qualquer PC (Sim, roda mesmo)
+ Achei o jogo muito fofo <3

PONTOS NEGATIVOS:

- Ainda não achei nenhum :,)

CONCLUSÃO:

Vale muito apena, muito mesmo..
Ta esperando o que pra comprar?

Redmond™
2.3 hrs
Publicada: 13 de maio
Melhor Jogo, boa soundtrack, boa naração e até tem uma excelente historia

10/10
Thiago
5.7 hrs
Publicada: 22 de abril
Excelente jogo indie com gráficos minimalistas e desafio baixo, mas com uma grande história sobre amizade e sacrifício.

Os personagens são inteligências artificiais, represenadas por retângulos coloridos, mas cada um com personalidades e características únicas. Thomas é curioso, observador e adora conhecer IAs e coisas novas; Chris é cínico e odeia receber ajuda de outras IAs, apesar de constantemente necessitar de ajuda por sua baixa estatura e curto alcance de seu pulo; John é capaz de alcançar grande altura com seus pulos, e adora exibir suas habilidades e ajudar as IAs menores e menos capazes e se sente responsável por elas; e assim por diante.

As personalidades e pensamentos das IAs são brilhantemente expressadas pelo narrador do jogo, que, em conjunto com a belíssima trilha sonora, realmente faz você se importar com esses simples retângulos coloridos.

Esse é sem dúvida meu jogo indie favorito, altamente recomendado.
Disrond
1.7 hrs
Publicada: 19 de março
Nem eletricista meche com tantos feels.
x_PVictor
0.4 hrs
Publicada: 4 de janeiro
É mais que um jogo de paicência, é uma história tão bem contada que chega a ser quase um filme interativo.
Xandowsk
5.6 hrs
Publicada: 30 de dezembro de 2015
Uma brilhante aula de game design minimalista.

Estes carismáticos blocos irão lhe ensinar muito sobre a vida, seus percalços, o coletivo e valorizar cada vitória.
paccellifreire
7.8 hrs
Publicada: 21 de novembro de 2015
Jogo lindíssimo em sua arte retrô. Desafios simples, história perspicaz. Definitivamente, guiado pela história (story-driven).
Gordozão
4.8 hrs
Publicada: 23 de outubro de 2015
Sem dúvidas o melhor Indie Puzzle minimalista já feito. 10/10
Análises mais úteis  No geral
19 de 20 pessoas (95%) acharam esta análise útil
Recomendado
7.8 horas registradas
Publicada: 21 de janeiro de 2014
Thomas Was Alone é um puzzle que não é sobre o puzzle.

É um puzzle que é sobre como 7 blocos coloridos conseguem ganhar um nível de personalidade e profundidade, que vários personagens de obras gigantes, com roteiros super-complexos, nunca terão. É um puzzle sobre como 7 personagens conseguem transformar as mecânicas de um puzzle, em metáforas sobre os mais diversos aspectos da humanidade. É um puzzle sobre como é possível trazer metalinguagem para uma obra, sem parecer sarcástico ou irônico, mantendo o clima planejado e emocinando pela elgância. É um puzzle sobre como é possível ter muito com tão pouco.

Só que, Thomas Was Alone também é um puzzle sobre como uma história às vezes não tem a delicadeza de fechar na hora certa. É um puzzle sobre, talvez, um pouco de falta de audacidade na hora de fechar algo que estava sendo construído brilhantemente. É, ironicamente, um puzzle sobre como puzzles às vezes se extendem demais, só porque ainda não exploraram todas as mecânicas possíveis. É, irônicamente também, um puzzle sobre a falta de pretensiosidade.

Mas no final das contas, Thomas Was Alone acaba sendo um puzzle sobre como os pequenos defeitos de uma obra são esquecidos com o tempo e a única coisa que resta de verdade, é a lembrança da concepção e execução de uma ideia linda, emocionante e elegante em todos os sentidos.

É um puzzle tão brilhante na sua complexa simplicidade, que é de chorar.
É o puzzle dos puzzles.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
10.6 horas registradas
Publicada: 11 de abril de 2014
Jogo que voce acredita nao ser nada, mais quando voce começa a jogar é simplesmente ♥♥♥♥stico, jogo muito bom, a jogabilidade dele é incrivel, realmente um belissimo jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
6.2 horas registradas
Publicada: 30 de abril de 2014
É difícil classificar Thomas Was Alone.
É um jogo que é essencialmente sobre resolver puzzles, mas vai muito além disso.

Trata-se de um jogo fantástico que me prendeu desde o começo.

Além dos puzzles inteligentes e bem feitos, o game possuí um ótimo level design, ótimo som e o que é seu grande diferencial para outros games com puzzles: um excelente narrador que conta a história extremamente rica dos personagens.

Essa narrativa é o que faz toda a diferença no jogo. Através dela criamos um verdadeiro vinculo com os personagens.
É a grande magia desse game.

Difícil não notar que o jogo têm quase que 100% de avaliações positivas na Steam e um ótimo Metascore, principalmente por parte dos jogadores.

Uma pena o jogo ser um pouco curto e não ter nosso idioma. Ajudaria muito para quem não entende muito bem inglês entender a ótima história.
Apesar disso é perfeitamente jogável mesmo que você não entenda inglês.

É definitivamente um jogo que merece ser jogado e merecia muito mais destaque.

Meus parabéns e muito obrigado a esse brilhante desenvolvedor, Mike Bithell, por ter se dedicado tanto e ter sido tão criativo ao criar um dos meus jogos preferidos.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
10 de 10 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
5.6 horas registradas
Publicada: 25 de novembro de 2013
Thomas Was Alone pode enganar facilmente à primeira vista, mas é preciso apenas 5 minutos para demonstrar toda sua genialidade ao jogador. Com um design simples e minimalista, o jogo conta a história da I.A. Thomas. representada por um retângulo vermelho, que saiu de controle e tem de evitar ser deletada com a ajuda de algumas outras I.As. Cada personagem assume uma forma geométrica e cor diferente, tendo também uma habilidade única como pular mais alto ou passar em espaços pequenos. A verdadeira sacada aqui é mostrar como os personagens se relacionam entre si, seja em termos de jogabilidade ou narrativa.

Por mais que estejamos falando apenas de formas geométricas, Thomas Was Alone é um exemplo de construção de personagem dando personalidade e vida as pequenas formas. O jogador se apega com elas pois cada uma age e pensa de maneira diferente, porém sempre com um toque de humor a lá Douglas Adams -- algo que se torna mais poderoso na voz do britânico Danny Wallace (Shaun Hastings de Assassin's Creed), responsável por narrar todos os pensamentos dos personagens. A verdadeira recompensa em ir de um lado até o outro da uma fase é continuar ouvindo o belo e bem trabalhado roteiro do jogo que, em alguns pontos, se torna bem emocional, transmitindo felicidade e tristeza aos jogadores. É tão bem trabalhado que nos faz até mesmo esquecer que estamos nos apegando a formas geométricas.

Como um jogo de plataforma, Thomas Was Alone se sai bem, mas como uma experiência analisada por completo, é uma verdadeira obra de arte. A combinação de personagens ingênuos e carismáticos com uma trilha sonora que lhe dá um ar de descoberta é maravilhosa. Pode não ter tido o mesmo sucesso de outros indies como Minecraft ou Super Meat Boy, mas deveria. Muitos outros deveriam aprender com Thomas e seus amigos pois eles mostram que nem sempre é preciso gráficos super realistas ou até mesmo características físicas dos personagens para se construir um excelente jogo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
6.0 horas registradas
Publicada: 30 de dezembro de 2013
impressionante como retângulos e cubos podem ter tanto carisma! é um jogo cativante e divertido.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
2.7 horas registradas
Publicada: 13 de janeiro de 2015
Jogo FASCINANTE!

Jogabilidade fluída,

dificuldade moderadamente crescente,

gráficos simples mas fantásticos,

além da ótima física.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
4.2 horas registradas
Publicada: 27 de dezembro de 2014
Eis aqui uma narrativa sobre a eterna busca por um lugar no mundo. E, como a dinâmica do jogo demonstra, tudo fica mais fácil para nós e para as pessoas ao nosso redor quando não somos egocêntricos e irracionais. Este é um ótimo jogo com reflexões prazerosamente intermináveis.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 11 pessoas (82%) acharam esta análise útil
Recomendado
1.3 horas registradas
Publicada: 12 de agosto de 2014
Você pode achar que é só mais um jogo de puzzle ou mais um jogo idiota aqui na steam...
Porém, se você tiver a audácia de comprá-lo e jogar, vai perceber que é um jogo realmente muito inteligente. Além do design e trilha sonora serem bem agradáveis!
Sou suspeita pra falar, pois adoro jogos que me façam pensar e ~quebrar a cabeça~ para resolve-los e este jogo simplesmente me cativou.

Jogue e não irá se arrepender.
16,99 é um preço válido, mas espere as promoções de férias (junho/julho e dezembro) para poupar mais alguns reais!

Nota: 8/10
*Pra jogar sério, pra passar o tempo*

burn.it - DarkSide
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
7 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
1.7 horas registradas
Publicada: 19 de março
Nem eletricista meche com tantos feels.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
2.5 horas registradas
Publicada: 26 de julho de 2013
Thomas was alone é um puzzle-plataforma que lembra a safra jogos de flash pós-Portal e Braid, como The company of myself e Shift: é relativamente curto (menos de 2 horas), possui um tutorial enxuto e integrado à narrativa, minimalismo estético e um pouco de humor.

No jogo, você controla um grupo de retângulos e quadrados com formas e propriedades distintas, usando e combinando as características de cada um para avançar sobre os obstáculos e chegar ao final de cada fase. Uma narração em áudio fala sobre o que os personagens pensam, enquanto sugerem instruções em relação à mecânica de jogo.

A narrativa e a mecânica se integram bem e, mesmo com poucas frases sobre os personagens, eles parecem bem caracterizados e familiares até o fim da narrativa (mas os últimos dois capítulos, que servem de epílogo, não têm a mesma força dos demais).

Uma vez terminado o jogo, não há muito mais o que fazer: o tempo não é cronometado e os itens colecionáveis não dão nada além de achievements, então o único motivo para continuar jogando é a narrativa, que merece ser revisitada pelo menos uma vez.

Um jogo bastante simpático e bem elaborado, apesar da experiência curta.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada