A collection of 9 award winning indie games from the creator of "Binding of isaac" and "Super Meat Boy"!
Análises de utilizadores: Muito positivas (759 análises) - 86% das 759 análises de utilizadores sobre este jogo são positivas.
Data de lançamento: 31 Ago, 2012

Inicia a sessão para adicionares este artigo à tua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo.

Comprar The Basement Collection

 

Acerca deste jogo

The Basement Collection is a compilation of 9 award winning indie games by Edmund McMillen, creator of Super Meat Boy and The Binding of Isaac. All of the games featured in the collection have been revamped and updated, featuring bonus chapters, new music, art and other extras.

The Basement Collection includes:
  • Aether ( an exploration adventure game )
  • Time Fcuk ( a dark puzzle game )
  • Spewer ( a physics based platformer )
  • Meat Boy ( the super meat boy prototype )
  • Grey Matter ( an anti shooter )
  • Coil (an experimental game )
  • Triachnid (a physics based spider sim)

The collection also features 2 secret unlockable games and tons of unlockable comics, sketch books and even never before scene stock footage from Indie Game: The Movie.

Key Features

  • 8 full games, featuring new content, achievements and development extras.
  • 8 unlockable extras featuring bonus games, comics, sketch books and videos.
  • A full collection soundtrack, featuring over 30 full length tracks from games featured as well as fan made bonus tracks.
  • Over 30 minutes of audio interviews.
  • Over 20 minutes of video extras from Indie Game: The Movie, (15 minutes of never before scene footage).
  • Over 15 pages of development sketches and character designs.

Requisitos do Sistema

Windows
Mac OS X
    • OS: Windows XP, Vista, 7
    • Processor: 2.3 GHz Dual Core +
    • Memory: 4GB
    • Hard Disk Space: 1GB
    • Video Card: Nvidia 9800 +
    • OS: Snow Leopard 10.6.3, or later.
    • Processor: 2.3 GHz Dual Core +
    • Memory: 4GB
    • Hard Disk Space: 1GB
    • Video Card: Nvidia 9800 +
Análises úteis de clientes
27 de 45 pessoas (60%) acharam esta análise útil
41 pessoas acharam esta análise engraçada
8.4 hrs em registo
Publicada: 9 de Setembro de 2015
11/10 better than my uncles basement.
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
22.7 hrs em registo
Publicada: 26 de Novembro de 2015
Lots of games by a certain binded meaty man. With new chapters besides the origonal flash games you'll want to get it and play all of the games.
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 4 pessoas (50%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
26.7 hrs em registo
Publicada: 13 de Setembro de 2015
It's a fun little collection of games and special features, perfect for any fan of indie games. Sadly, the $5 only counts for the special features, as far as I know :P.
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
0.1 hrs em registo
Publicada: 26 de Novembro de 2013
Na indústria dos videojogos, em que predominam os "franchises" de grandes companhias, a edição de uma colectânea de jogos de um autor é um acontecimento raro, se não inédito. Apesar da esterilidade dos debates actuais sobre se os videojogos são ou não “arte”, há, no entanto, uma aceitação crescente de que a produção de um jogo pode ser um processo autorado.

A colectânea The Basement Collection reedita sete pequenos jogos desenvolvidos por Edmund McMillen entre 2006 e 2009. Esta surge, naturalmente, como uma oportunidade comercial para McMillen rentabilizar um conjunto de jogos há muito disponíveis em versões gratuitas, mas tem sobretudo a virtude de evidenciar a existência de uma marca autoral profunda nos jogos que já desenvolveu em parceria com outros autores.

Estendendo o que ele próprio diz sobre um desses jogos, Aether, a colectânea convida a entrar na mente de McMillen. E o que parece óbvio nela, ao jogar-se o conjunto, digamos, da sua obra? Que é uma mente obcecada em matar-nos através de um fascinante catálogo de monstros, demências e outras repugnâncias, muito devedor do escatologismo da animação de John Kricfalusi.

Desde a candura mórbida das primeiras histórias de banda desenhada inspiradas em memórias de infância (entre o confessionalismo autobiográfico de Harvey Pekar e o existencialismo do universo infantil de Charles Schulz) até ao cortejo de heresias que é The Binding of Isaac (em que o clímax é um matricídio), os trabalhos de Edmund McMillen ajustam contas com uma existência solitária no passado e tensões com o padrasto.

Além de ser uma oportunidade para se observar a construção de um universo pessoal consistente, The Basement Collection permite ainda confirmar a qualidade do trabalho gráfico de McMillen e testar as possibilidades dos jogos como animação interactiva (a Animation Magazine considerou-o uma das “estrelas em ascensão da animação” em 2006).

(Publicado em http://p3.publico.pt/vicios/hightech/4422/queres-ser-edmund-mcmillen)
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada
243 de 253 pessoas (96%) acharam esta análise útil
93 pessoas acharam esta análise engraçada
63.5 hrs em registo
Publicada: 28 de Outubro de 2014
Only for fans of Edmund Mcmillen.

Not recommended for people physically healthy and psychologically stable
Achaste esta análise útil? Sim Não Engraçada