From the perilous battlefields of the fourth-grade playground, a young hero will rise, destined to be South Park’s savior. From the creators of South Park, Trey Parker and Matt Stone, comes an epic quest to become… cool. Introducing South Park™: The Stick of Truth™. For a thousand years, the battle has been waged.
Análises de usuários: Majoritariamente positivas (14,481 análises)
Data de lançamento: 3/mar/2014

Inicie a sessão para adicionar este jogo à sua lista de desejos ou dispensá-lo

 

Recomendado por curadores

"Probably the best licensed game since Riddick, a light RPG with good loot customisation and the crude humour you would expect from South Park. 30fps o_o"
Veja a análise completa aqui.

Sobre este jogo

From the perilous battlefields of the fourth-grade playground, a young hero will rise, destined to be South Park’s savior. From the creators of South Park, Trey Parker and Matt Stone, comes an epic quest to become… cool. Introducing South Park™: The Stick of Truth™.

For a thousand years, the battle has been waged. The sole reason humans and elves are locked in a neverending war: The Stick of Truth. But the tides of war are soon to change as word of a new kid spreads throughout the land, his coming fortold by the stars. As the moving vans of prophecy drive away, your adventure begins.

Arm yourself with weapons of legend to defeat underpants gnomes, hippies and other forces of evil. Discover the lost Stick of Truth and earn your place at the side of Stan, Kyle, Cartman and Kenny as their new friend. Succeed, and you shall be South Park’s savior, cementing your social status in South Park Elementary. Fail, and you will forever be known… as a loser.

Key Features

  • The Definitive South Park Experience
    Written and voiced by Trey Parker and Matt Stone, The Stick of Truth brings their unique brand of humor to video gaming.
  • An Epic Quest To Become... Cool
    Earn your place alongside Stan, Kyle, Cartman and Kenny, and join them in a hysterical adventure to save South Park.
  • Friends With Benefits
    Recruit classic South Park characters to your cause.
  • Intense Combat
    Arm yourself to the teeth with an arsenal of magical weapons and mystical armor.
  • South Park Customization
    Insert yourself into South Park with something like a billion character, clothing, and weapon combinations.

Requisitos de sistema

    Minimum:
    • OS: WindowsXP SP3, Windows Vista SP2, Windows 7 SP1, Windows 8 (both 32/64bit versions)
    • Processor: Intel Pentium Dual-Core E2180 @ 2.0 GHz or AMD Athlon64 X2 3800+ @ 2.0 GHz
    • Memory: 2 GB GB RAM
    • Graphics: nVidia GeForce 8800GT or AMD Radeon HD2600XT (512MB VRAM with Shader Model 4.0 or higher)
    • DirectX: Version 9.0c
    • Hard Drive: 6 GB available space
    • Sound Card: DirectX Compatible Sound Card with latest drivers
    Recommended:
    • OS: WindowsXP SP3, Windows Vista SP2, Windows 7 SP1, Windows 8 (both 32/64bit versions)
    • Processor: Intel Core2Duo E4400 @ 2.0 GHz or AMD Athlon64 X2 4400+ @ 2.3 GHz or better
    • Memory: 4 GB RAM
    • Graphics: nVidia GeForce 9800GT or AMD Radeon HD4870 (512MB VRAM with Shader Model 4.0) or better
    • DirectX: Version 9.0c
    • Hard Drive: 6 GB available space
    • Sound Card: DirectX Compatible Sound Card with latest drivers
Análises úteis de usuários
22 de 22 pessoas (100%) acharam esta análise útil
20.8 hrs registradas
Publicada: 25 de dezembro de 2014
Mesmo que você não seja fã do gênero RPG, e resalto isso pois muita gente não curte ou acha que esse tipo de jogo seria entediante, este jogo tem todo potencial para cativar e entreter, ele é bom não importa se você gosta ou não de RPGs, aliás não consigo pensar em um gênero que teria passado tão bem a experiência de "entrar na brincadeira" que esse titulo proporciona. Depois de alguns poucos minutos você já está completamente absorvido nas histórias e participando delas como um verdadeiro morador de South Park, em algumas horas você se sente de novo com 9 anos brincando na rua com os meninos como nos anos 80 e 90, será impossível não ter aquele sentimento de brincadeira com a galera de quando você estava na sexta série, mas agora com todo toque adulto que South Park tem. Personagens memoráveis, cenas engraçadíssimas e muitas, mas muitas risadas mesmo aguardam você nesse jogo épico.

Se você é fã da série... esqueça qualquer review e compre o jogo agora. Vários dos melhores episódios são missões no jogo, descubra desde os mistérios do Homem Urso Porco até onde vai a toca dos duendes ladrões de cueca, desbrave as longínquas terras do Canadá e conquiste a cidade!

Esse jogo vale cada minuto investido, sim! minuto, porque não será um jogo que você colocará na sua biblioteca e deixará parado. Pode comprar sem medo, mesmo que não seja fã de RPG, pois ele usa os elementos desse gênero de forma tão natural e divertida que será uma ótima forma de começar a se interessar também nesse tipo de jogo.

Então não perca a chance de jogar, não importa se você está lendo isso em 2014 ou no futuro, pois o jogo é estéticamente idêntico ao desenho, o que deixa ele atemporal.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
16 de 17 pessoas (94%) acharam esta análise útil
16.0 hrs registradas
Publicada: 29 de novembro de 2014
Muito bom, comédia total. Vale o investimento!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
15 de 16 pessoas (94%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
16.7 hrs registradas
Publicada: 7 de janeiro
Unica palavra que define esse jogo é simplesmente perfeito se você asiste ao episódios de south park, vai amar cada detalhe do jogo, porque o jogo é como se fosse um épodio do desenho, e vai reconhecer cada personagem e local do jogo, se você não acompanha mesmo assim vai gostar do jogo porque ele é bem divertido, embora o mapa pareça pequeno ele não é, é bem grande e com bastante lugares pra explorar,oque pode chegar a irritar as vezes é se perde na floresta, mais nada, a dificuldade do jogo é realativa, embora pareça que ele não tem dificuldade alguma, ele tem mesmo não sendo muito grande,o jogo é um RPG onde no começo você escolhe um classe que não pode ser mudada e possui uma arvore unica de skill, o jogo conta tambem com um sistema de nivel, skill ,em certas partes é preciso estrategia, durante a batalha eas vezes é preferivel você usar um equipamente de nivel inferior ao seu doque um do seu nivel
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
15 de 17 pessoas (88%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
19.1 hrs registradas
Publicada: 10 de dezembro de 2014
Vacas Zumbis Nazistas
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
10 de 10 pessoas (100%) acharam esta análise útil
13.0 hrs registradas
Publicada: 25 de dezembro de 2014
Como avaliar um jogo cujo proposito é ser totalmente ilógico e que mata qualquer bom senso em prol de um humor negro, cruel, surreal e satírico? Bem, aqui eis South Park: A Vareta da Verdade, definitivamente sendo maestral no que eles mais conseguem ser bons.

A história do jogo na verdade se consiste em duas, contando sobre um garoto novo que chega na cidade de South Park, depois de um passado completamente misterioso ( tal mistério totalmente non sense e engraçado no final ), e que encontra a turma já conhecida por quem acompanha a série. Logo eles se juntam a uma brincadeira que trava a luta entre elfos e humanos, e tal ambiente ficticio em um momento se junta com a realidade sobre os acontecimentos conturbados da cidade. Em determinado momento da história não existe mais o real e fictício, apenas aquela confusão regada a cenas cômicas e bizarras.

A jogabilidade consiste em um RPG muito bem elaborado e diversificado, com armas dignas e poderes extremamente bizarros. Ainda sim, em certos momentos tal diversidade não dá conta e o jogo tem breves momentos repetitivos, apesar de nem sempre isso ser evidente. A ambientalização também é boa, para um jogo completamente 2D, você consegue ir para vários lugares, deste torres negras até o interior do ânus de um gay sadomasoquista.

A interface do jogo não é das melhores, mapa confuso e menus parecendo feito para jogos antigos em Flash. Talvez tenha sido proposital, afinal estamos falando de produtores trolls.

A trilha sonora é boa, e se adapta muito bem as ocasiões. Musicas épicas em combates difíceis influenciam dando aquele momento épico sobre o jogo.

Em geral, é um ótimo jogo para quem curte humor negro e RPG, com uma história completamente sem noção e regada de situações surreias e cômicas. Tudo isso acompanham uma trilha sonora muito boa, uma ambientalização bacana e uma interface desagradante, mas útil.

PS: Não jogue se não curtir humor negro.
PS2: Nunca peide nas bolas de ninguém.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
12 de 14 pessoas (86%) acharam esta análise útil
11.4 hrs registradas
Publicada: 31 de dezembro de 2014
A análise poderia se resumir em uma palavra: ♥♥♥♥.

De forma mais básica,se tu curte o programa,você vai amar o jogo.
O jogo foi tão bem feito que as vezes eu tinha a sensação de estar vendo um episódio de South Park.
A trilha sonora do jogo é bem ♥♥♥♥,com tema RPG Medieval e é encaixada nos momentos certos.
Há bastante coisa para se fazer no jogo. Faltaram duas quests secundárias e talvez algumas outras,e zerei em 11 horas,então se tu for buscar todas as conquistas,itens,colecionáveis,etc,eu chutaria umas 13-14 horas de gameplay total.

Não há gráficos para se avaliar,até porque não há nem opções gráficas para se mudar. O único comentário que eu tenho sobre os gráficos,é que foram muito bem feitos,pois como dito anteriormente,as vezes se tem a sensação de estar assistindo um episódio do programa.

A jogabilidade é muito boa e a batalha por turnos é bem feita,há várias opções para montar uma estratégia e derrotar o inimigo.

O ponto que achei mais forte no jogo é o humor,que está presente em toda parte.
Andando pela rua explorando o cenário,fazendo uma quest,em uma batalha,sempre tem uma piada bem encaixada.
Claro,o humor é forte e se você já viu o programa e conhece o tipo de humor e não curte,passa longe desse game,mas se tu curte e dá risada com o programa,você vai amar o jogo. Detalhe que há legendas em português,o que é ótimo,e as legendas também são muito bem feitas.

O enredo é legal sim,tem muitas referências e é engraçado,na minha opinião.

South Park: The Stick of Truth é um jogo fenomenal,e na promoção é sem comentários,a melhor escolha é comprá-lo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
7 de 7 pessoas (100%) acharam esta análise útil
13.5 hrs registradas
Publicada: 6 de dezembro de 2014
Durante anos joguei os jogos da franquia South Park e em todos eles somente via empresas inescrupulosas querendo ordenhar dinheiros da franquia. Jogos péssimos, qualidade inexistente, história patética. Até o humor, que é a marca registrada do seriado era totalmente esquecido.

No entanto veio a Obsidian e nos presenteou com essa obra-prima dos videogames baseados em seriados/desenhos.

Não tenho palavras pra descrever a sensação. O mais próximo que possso chegar é "Parece que estou jogando um episódio de South Park!".

Se você gosta da série, esse jogo é um "must play".
Se você é um fã da série, largue o que estiver fazendo e jogue este jogo.
Se você não gosta de South Park, você provavelmente matou o Kenny...

Seu maldito!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
48.1 hrs registradas
Publicada: 2 de janeiro
Antes de mais nada, recomendo assistir os episódios 7 a 9 da 17° temporada, que introduzem a situação vista no jogo.
Bom, apesar de ter começado inspirado em Game of Thrones, o jogo finalizado está bem fiel a um RPG em turnos.

Adaptações aos poderes das classes estão bem imaginadas, como as magias elétricas do Mago e de Cartman. Cartman usa o V-chip do filme para lançar eletricidade, enquanto o mago usa uma bateria de carro. Butters tem o toque de cura com seu "tudo bem, amigão", Jimmy conta suas piadas para distrair os inimigos. Todos os "poderes" das classes de RPG são bem adaptadas de coisas das temporadas de South Park.

Aliás a classe Judeu que substitui Bruxo é uma grande adição, mostrando a influência de Eric Cartman.

O jogo tem uma característica que não sei se é qualidade ou defeito de ter alguns cenários que são acessíveis apenas temporariamente, e nos quais podem ser perdidos coisas importantes para completar as conquistas do jogo. O jogo pode ser terminado com tranquilidade ainda, mas as conquistas só poderão ser obtidas reiniciando ou carregando um jogo salvo. No meu caso eu fiz a história três vezes até completar todas as conquistas e adorei usar uma classe a cada vez.

Uma contra absurdo no jogo é não ter configuração de controles, o que torna desconfortável fazer algumas combinações de movimentos em certos pedaços do jogo. Especialmente porque você pode escolher derrotar a grande maioria dos inimigos em lutas de turnos ou usando o cenário contra eles, evitando combate direto. E dependendo da movimentação que causa a derrota por interação com o cenário, as posições dos botões fixas atrapalham demais.

Aliás, além da bela adaptação de poderes das classes, usando coisas do dia-a-dia de Southpark como elementos de RPG, existem ajudantes, especificamente Sr. Hankey, Sr. Escravo, Jesus e Kim Chi a personalidade Chinesa do psiquiatra maluco de Butters. Acho que não foram muito bem implementados, pois invocá-los é uma vitória instantânea, o que tira a necessidade de estratégia quando os chamamos e os torna proibidos em lutas de chefes. Melhor seriam ser super-poderosos, exisgir uso estratégico e assim serem disponíveis em chefes.

A primeira jogada pode ser meio sacrificada até que se aprenda como se desenvolve o jogo, mas nas jogadas seguintes o gerenciamento de inventário vai ficando menos complicado. O inventário além das poções que são usadas em combate possui equipamentos divididos em armas e armaduras, e uma extensa opção cosmética que não altera as ações do jogo, indo de cabelo a maquiagem, barba sinais na pele, e óculos .

As armaduras e armas possuem cada qual uma categoria de bônus, que podem adicionar uma variedade de extras, como danos elementais, dano extra, sugar vida em armas, e armaduras extras, recarregamento de PV e PiPi, dano ao ser atingido, entre outros para roupas.

Tanto os equipamentos, quanto as melhorias tem limitação de nível, fazendo com que os itens adquiridos necessitem de lutas para ganhar experiência e usá-los.

Mas experiência de lutas não é tudo em que se progride nesse jogo. Além das armaduras e armas, nível também aumenta o poder das habilidades de classe. Fazer amigos no facebook destrava poderes especiais, que aumentam os efeitos das ações do personagem. E por fim, progredir na história o leva a aprender meios novos de usar os peidos poderosos do personagem, conforme novos professores aparecem.

O jogo começa com a briga pelo Bastão da Verdade, enquanto apresenta os personagens, com o bastão passando mãos, e as coisas estranhas acontecendo por South Park, até que uma escalada de péssimos acontecimentos põem a cidade em perigo real, e as crianças se enxergam obrigadas a consertar tudo, enquanto os adultos discutem bobagens mais uma vez.

Lembram que eu disse para assistir os episódios da 17ª temporada antes de jogar? Pois então, ao fim do jogo você vai ver a história voltar ao eixo da série de TV. E isso tornará jogá-lo ainda mais divertido.

Esse jogo foi muito bem feito, com muito cuidado e demorou bastante para sair, pois estava programado pra ser assim, infelizmente o extenso período de desenvolvimento acabou cruzando com a falência da produtora THQ, o que aumentou em alguns meses o lançamento, até que a Ubisoft comprasse os direitos e desse o dinheiro para a Obsisdian terminar o serviço.

Compre assim que puder que vale muito a pena. ESPECIALMENTE se for fã da série.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
7.0 hrs registradas
Publicada: 14 de dezembro de 2014
Morri pra um rato.
10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
16.8 hrs registradas
Publicada: 9 de dezembro de 2014
O jogo ficou bem fiel ao desenho, para quem conhece e gosta da série, vale muito o investimento.
mas para quem não conhece a série, também vale a pena. É um jogo que nos prende desde o início, você fica curioso a cada cena que vai ocorrendo na pequena South Park, deixando você mais ansioso para cada momento.
é um jogo que não enjoa, mesmo sendo um RPG de Turno, pois é muito comum enjoar, mas no decorrer do jogo e aparecendo os seus companheiros, assim a mesclangem dos personagens no momento certo, sem que ter ficar com todos os personagens
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 6 pessoas (83%) acharam esta análise útil
11.4 hrs registradas
Publicada: 30 de novembro de 2014
Esse jogo é perfeito.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
13.0 hrs registradas
Publicada: 31 de dezembro de 2014
Um dos melhores jogos de 2014!

Engraçado demais! Vale cada centavo.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
21.4 hrs registradas
Publicada: 2 de dezembro de 2014
Um dos melhores jogos que joguei em 2014 ! Simplesmente Espetacular, muito DIVERTIDO e muito ENGRAÇADO ! BOM DEMAIS, porém é bastante caro, quem estiver interessado recomendo comprar em uma promoção :D
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
841 de 936 pessoas (90%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
20.1 hrs registradas
Publicada: 7 de novembro de 2014
Fantastic game. The whole way through, the experience feels like watching a really good South Park episode or South Park movie, and the game is a *really* solid RPG, to boot.

But the game isn't without its flaws. I want to spend a few paragraphs on some criticisms of the game, and then we'll talk about what makes the game awesome.

The game feels heavily "consolized." Loading screens are far more frequent than they should be and the controls often don't make much sense. Throughout the game your character will be taught "magic spells" from various NPCs. Each time you learn a spell, you are taught a series of controls to use that spell. However, these spells can be used both in and out of combat, and in both situations the controls are different from one another—and in neither situation is the spell invoked the same way the game inititally taught you!

Your out-of-combat utilities (like firing a ranged weapon at something in the environment or sending a buddy to perform a task) are equally awkward to select and use.

Now, here I should note that I played with a controller attached to a PC. I started the game with a keyboard/mouse but changed very, very early on to give my normal gaming posture a rest (I play games a lot with the keyboard/mouse), and also because South Park: The Stick of Truth seemed to be tailored more toward a controller. Perhaps the controls are better with a keyboard/mouse, but using a controller felt awkward in many parts of the game. But not in combat. In combat the controls felt great. More on that later, though.

On top of that, the game's humor can be off-putting in some parts. This isn't a real criticism so much as it is a warning—it IS South Park, after all! The show has a reputation of making comedy material out of even the most sensitive of topics, and this game also doesn't hold back. I like to think of myself as a fairly easy-going guy and I try not to take many things too seriously, but there were parts in this game that I felt myself somewhat rushing through or avoiding just to get away from an uncomfortable topic.

There's a lot of back-and-forth running around the map in this game, and loading screens are absolutely everywhere. The loading screens are a real slowdown.

So let's see. The loading screens, the really iffy controls in much of the game, and the warning about how the game remains very South Park in its humor are all the things I wanted to make sure to mention. So, now we can talk about the stuff that makes this game a fantastic one!

While moving on the map and navigating menus is often awkward with the game's controls, combat is something the game gets very, very right. As I mentioned earlier, this game is a very solid RPG, and The Stick of Truth's turn-based combat is airtight. This isn't your typical "select an ability and watch what happens" kind of turn-based combat. Here, you'll select an ability, and then you'll influence the outcome of the ability with some simple, but fun controls.

For example, Butters the Paladin has a "Hammer of Justice" ability. To use it, you select it and then choose a target. The game then has you rotate the left control stick in circles to make Butters spin (think Olympic discus tossing), and at just the right instant, press the A button. Succeed, and you'll deal bonus damage to the enemy! If you mess up, Butters will still deal damage, but not as much. Again, this is coming from the perspective of using a gamepad to control the game; I'm sure this is different for a mouse/keyboard, but the principle is the same.

Combat is filled with awesome stuff like this. When you are attacked, most of the time you are given the chance to block some of the enemy's damage by pressing A at just the right time. Some enemy attacks strike multiple times, requiring multiple well-timed blocks! Different enemy attacks have different timings as well, so you'll always need to be on your guard.

These combat mechanics make even turn-based combat a very active affair. The action is fast and challenging, so you'll need to be spot on with your controls. Thankfully, controls in combat are responsive and intuitive, and anytime there's some ambiguity about what to do in battle, there are useful tooltips and pop-ups to remind you of how to use an ability.

While combat is great fun, the game also very often presents you with multiple ways of dealing with foes. Sometimes you can distract them and sneak by. Other times you can use the environment to defeat your foes without having to confront them. Keen awareness of your surroundings and appropriate use of your abilities out of combat can speed up your progress and yield satisfying results.

It should be noted that if you sneak by enemies, you probably won't get experience for dealing with them. But in the cases where you can use the environment to defeat them, you'll be awarded experience as if you had battled them!

There are many quests to accomplish throughout the game, and a few side quests can be completed as you progress. As far as questing is concerned, it's your typical RPG fare—pick up a quest, complete the objectives, turn the quest in. The game does nothing to revolutionize questing, but it handles questing very well.

The story-based quests, however, are always greatly satisfying to accomplish because you are awarded not only with experience and often loot/money, but also with story exposition done in only the way South Park can. It really does feel like you're earning a little piece of a South Park episode or South Park movie when you complete a story quest.

The writing in the game is spot on. You'll get to watch the South Park characters you're so familiar with do the things they do, in the way they do them, while interacting with one another and with your character. I found the story largely fun and interesting.

I was often quite pleased with the developers' efforts to include as many South Park characters as they could in the game. This could not have been an easy task to accomplish, but the game is solid through-and-through with the show's characters, and because the show has been running so long, these characters bring with them their histories, backdrops, and references that the South Park fan should thoroughly enjoy.

Character customization is very in-depth for a game with such a simplistic visual style. You'll begin the game by choosing a class, and then customizing your looks. As the game progresses, you will find, like, a bajillion different ways to customize your charcter's costume ("gear"), hair, facial features, makeup, and accessories. You'll even find "strap-ons" (for weapons) and "patches" (for armor) that let you add significant bonuses to your gear, letting you really specialize or round out your character and playstyle.

I did make a warning above about the game's humor, but for South Park fans, that (most of the time) means you're in for more of what you enjoy about the show. There were plenty of times I found myself actually laughing out loud at the characters' antics; or at the writing; or at the timing of a joke; or just at South Park being South Park. It's a funny game.

There is also a difficulty slider bar. Early in the game I cranked the difficulty to max and didn't look back, and for me, it was quite rewarding. The window of opportunity to block enemy attacks seemed drastically smaller, necessitating more precise timing, and enemies often didn't go down without a fight. I had to stay on top of my gear choices and customize appropriately. Which buddy to bring into battle with me was also a serious consideration, and more than once I had to stock up on potions.

Overall, it's just a really solid RPG, and I'd strongly recommend it to any South Park fan. I could go on about it, but I feel I've covered most of the relevant aspects of the game, and apparently Steam has a character limit for reviews. :)
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
37.3 hrs registradas
Publicada: 3 de dezembro de 2014
Muito legal
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
18.3 hrs registradas
Publicada: 23 de dezembro de 2014
Um dos melhores jogos de 2014.
Trata-se de um RPG por turnos, com sistema de evoluçao de personagens, estória simples e engraçada e bastante sidequests divertidas.
Não custa lembrar que o jogo está em português (menus e legendas) coisa que faz toda diferença em um jogo como esses.
Altamente recomendado para fãs da franquia e de RPGs por turno.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
14.9 hrs registradas
Publicada: 19 de fevereiro
10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
44.5 hrs registradas
Publicada: 4 de dezembro de 2014
Jogo muuuito legal :3 interage bastante com a série
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
26.1 hrs registradas
Publicada: 24 de novembro de 2014
simplesmente ♥♥♥♥
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
42.6 hrs registradas
Publicada: 9 de dezembro de 2014
Muito engraçado, joguei pouco tempo mas já adorei este game.
Você começa o jogo como um garoto novato que foi morar em South Park, seu primeiro objetivo é fazer amigos.
Logo você encontra Cartman e sua galera e não importa o nome que você se dê ele passará a chamá-lo de babaca, ou algo do tipo. E começa a passar algumas missões para você fazer na cidade. É muito interessante e possui várias referências a capítulos da série. Está acontecendo uma espécie de live rpg em South Park e as batalhas acontecem entre humanos e elfos. Você pode escolher entre quatro classes para jogar: Guerreiro, Mago, Ladrão e Judeu, sendo que se você escolher essa última o Cartman adverte que jamais será seu amigo.
Bom jogo, muitos risos, valeu cada centavo! Nota 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada