Experience an amazing adventure in one of the most fascinating universes! Amidst conspiracy and betrayal, try to survive the orchestrated machinations around the Iron Throne.
Análises de usuários:
Últimas:
Neutras (41 análises) - 60% das 41 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Ligeiramente positivas (1,555 análises) - 70% das 1,555 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 7/jun/2012

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Indisponível em Português (Brasil)
Este produto não está disponível no seu idioma. Confira a lista de idiomas oferecidos antes de comprar.

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Game of Thrones Special Edition

Inclui 4 itens: Game of Thrones, Game of Thrones - Beyond the Wall (Blood Bound) DLC, Game of Thrones - Dog Pack DLC, Game of Thrones - Weapon Pack

Comprar Game of Thrones Bundle

Inclui 2 itens: A Game of Thrones - Genesis, Game of Thrones

 

Steam Big Picture

Sobre este jogo

ONE GREAT ROLE PLAYING GAME, TWO EPIC QUESTS

Experience an amazing adventure in one of the most complete and fascinating universes in medieval-fantasy literature. Game of Thrones is a great Role Playing Game that puts you at the core of a thrilling plot, where your fate will be guided by vengeance, allegiance and honor.

Play as two very different heroes across the two main quests leading you to the heart of mythical locations from Westeros. Amidst a background of conspiracy and betrayal, try to survive the orchestrated machinations around the Iron Throne.

Develop your characters, learn powerful skills, and participate in tactical and spectacular battles; sharpen your diplomacy skills to sometimes favor speech over violence. But more than anything, beware... all your actions may have heavy consequences on your adventure!

Key Features:

  • 2 original stories based on the universe of “A Song of Ice and Fire” by George R.R. Martin
  • Spectacular and tactical battles!
  • Many secondary quests to complete
  • Explore the mythical locations from the saga, and meet iconic characters

Requisitos de sistema

    • OS: WINDOWS XP SP3/WINDOWS VISTA SP2/WINDOWS 7
    • Processor: AMD/INTEL DUAL-CORE 2.2 GHZ
    • Memory: 2048 MB
    • Graphics: 256 MB 100% DIRECTX 9 AND SHADERS 3.0 COMPATIBLE. ATI RADEON HD 2600 XT/NVIDIA GEFORCE 7900 GTX OR HIGHER
    • DirectX®: 9
    • Hard Drive: 7 GB
    • Sound: DIRECTX 9 COMPATIBLE
    • Internet: INTERNET CONNECTION REQUIRED THE GAME ACTIVATION
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Neutras (41 análises)
Todas:
Ligeiramente positivas (1,555 análises)
Últimas análises
Vitor Medo
( 3.3 horas registradas )
Publicada: 7 de julho
Jogo muito bom para quem gosta de historias e entende das mecanicas de RPG de mesa. Graficos não são seu ponto forte, mas as batalhas tem uma mecanica interessante.
LuisHQ
( 26.6 horas registradas )
Publicada: 5 de dezembro de 2015
Um game ruim, com uma trama interessante.

Game of Thrones, RPG de ação em terceira pessoa, ambientado no incrível e fascinante mundo das Crônicas de Gelo e Fogo, desenvolvido pela Cyanide Studios e distribuído pela Focus Home Interactive. Lançado para PS3, Xbox 360 e PC, em maio de 2012.

Game of Thrones dispensa apresentações, uma das series, sem sombra de duvidas, de maior sucesso dos últimos anos, baseadas nos livros as Crônicas de Gelo e Fogo de George R.R. Martin. Seu rico universo de fantasia e intrigas políticas a tornam perfeita para se criar um incrível RPG, porem o que vemos no game da Cyanide Studios é algo vergonhosamente muito abaixo do esperado.

A trama gira em torno de dois protagonistas, Mors Westford, que se uniu a Patrulha da Noite para manter a sua família a salvo e Alester Sarwyck um nobre que após 15 anos no exílio retorna a Westeros. A historia envolve ambos os protagonistas nas intrigas políticas em torno do Trono de Ferro e conforme avança revela segredos sombrios do passado de ambos os protagonistas.

O primeiro grande defeito de Game of Thrones da Cyanide é a sua jogabilidade, o combate é extremamente lento e massante, busca emular alguns conceitos táticos utilizados em Dragon Age Orgins, mas os executa de forma errada, o personagem principal, assim que entra em combate, começa a atacar o inimigo mais próximo com golpes básicos, o jogador pode "pausar" o game para definir as ações do personagem e ativar os golpes especiais, assim como em Dragon Age, porem os comandos são lentas, as animações são monótonas, alem disso o nível de energia que permite utilizar as habilidades reduz rapidamente e demora em ser restabelecida, o que deixa os combate ainda menos dinâmicos.

Seu segundo defeito é sua estrutura de quests, o game é dividido em 15 capítulos, cada capitulo ocorre em uma localidade e com quests especificas, porem há muito poucas quests secundarias, que são facilmente concluídas, assim como a quest principal. Com isso o game fica extremamente linear prejudicando muito o fator de exploração e liberdade, o que considero fatores fundamentais para qualquer RPG.

E finalizando, temos a sua ambientação, que é muito pobre se levarmos em consideração que o jogo se passa em um universo tão rico como Game of Thrones, os locais que visitamos no decorrer do game são poucos e muito semelhantes entre si e isso se agrava ainda mais quando somos obrigados a retornar por diversas vezes a locais já conhecidos. Alem disso os ambientes são muito pouco exploráveis e não há absolutamente nada a ser feito alem das quests, contribuindo ainda mais com a sensação de linearidade do game. Nem mesmo os locais já conhecidos como Castelo Negro e Porto Real são minimamente interessantes, principalmente a capital do reino, que é vazia, cinza e monótona, não lembrando em nada a grande cidade mostrada na serie da HBO.

Seu único ponto interessante, que me fez continuar jogando até o fim, foi a sua historia. A trama é conduzida em paralelo, acompanhando a historia dos dois protagonistas e se torna cada vez mais interessante conforme se é revelado alguns segredos do passado dos protagonistas, ganhando maior ritmo após o capitulo dez, quando os protagonistas finalmente se encontram. A trama de forma inteligente mostra as intrigas políticas das casas de Westeros, trazendo alguns personagens conhecidos como Varys, Cersei e Mormont, e ainda faz algumas revelações interessantes sobre os ♥♥♥♥♥♥♥os do Rei Robert e a linhagem da casa Targaryen. Mas o que mais impressiona são as reviravoltas na trama, aliados se revelam inimigos e personagens importantes morrem de forma inesperada, tudo no melhor estilo Game of Thrones, alem disso os dois protagonistas são muito bem construídos e com motivações bem definidas. O personagem Mors, com toda a certeza é o protagonista mais interessante, um personagem forte, atormentado pelo seu passado, que descobre de forma trágica que seu sacrifício foi em vão, acompanhar a desenrolar da sua historia até o derradeiro confronto final é o melhor de todo o jogo.

Game of Thrones infelizmente é um game ruim, com uma jogabilidade mal executada, e pouquíssimo conteúdo a ser explorado, fazendo dele quase que dispensável para os apreciadores de RPGs de ação. Sua única qualidade está em sua historia, cheia de reviravoltas e com um final dramático digno das Crônicas de Gelo e Fogo.

Informações adicionais:
Nota geral: 5,0.
Tempo dedicado ao game: aproximadamente 24 horas.
Conquistas desbloqueadas: 34 de 50.
Dificuldade: Fácil.
Fica a dica: Se for jogar pela historia, seja firme pois ela só começa a realmente ficar interessante na metade do game e lembre-se sempre de repor as poções de cura, quando possível.
Gameplay: Clique aqui .
Imagens durante a jogatina: Clique aqui .
Vale o preço? Não, definitivamente não vale, pegue-o com no mínimo 75% de desconto.
Modo de jogo: Exclusivamente singleplayer.
Idioma: Inglês, sem tradução disponível no momento.

Análise publicada originalmente no Blog PortoHQ .
Poeta Morbido
( 32.2 horas registradas )
Publicada: 22 de novembro de 2015
Game of Thrones: The Role Playing Game tem um sistema de combate e movimentação fraco, mas se você passar por isso, verá a história ficar interessante com o passar do tempo. Com duas horas de jogo, você não se importará com o sistema de combate e movimentação, a história toma conta. No fim, você terá uma excelente história, jogabilidade um pouco travada, mas um jogo que vale a pena pelos personagens!
CobraHell♆
( 30.3 horas registradas )
Publicada: 10 de setembro de 2015
Divertido, mas voce deve comprar em promoção apenas, tipo pelo menos 50% off

o jogo é 10/7

"História legal",
mas um pouco sem nexo as vezes, pra quem leu o livro, se apenas viu a série nem nota as partes sem nexo
,igual acontece no jogo GOT da TellTale

e que bosta a voz da Cersei, se vc assistiu a Série ,provavelmente vai se incomodar como eu xD


DLC's:
Weapon Pack:

só vale a compra pq voce pode jogar com a Marreta do Robert Baratheon, pq as outras armas são "boas" durante pouco tempo, e o preço é "alto".

Dog Pack:

tem que comprar,sério!!!! pq o cachorro do Mors parece um alienigina,é o cachorro do Bebê gigante do Prometheus, pelo penos com esta dlc, vc pode trocar para um rottweiler ou outro dog que não sei a raça!


Vale a compra. da pra perder umas horas jogando tranquilo !
Beinotti
( 37.7 horas registradas )
Publicada: 6 de setembro de 2015
Pra quem gosta de jogos com historias interessantes, que tem fácilidade com o combate similar ao dragon age RECOMENDO, como eu gosto de dizer:jogo bom para dias chuvosos hahaha 8/10
Marcloure
( 31.6 horas registradas )
Publicada: 21 de julho de 2015
If you are looking for a game with awesome history, intense character development, and roleplay, Game of Thrones is great. But if you want action, game is combat similar to Dragon Age, so better you look elsewhere.

I have liked it a lot. The more you play, you discover the background of a tormented past, of sorrows carried by the characters.
Filaz
( 36.0 horas registradas )
Publicada: 20 de julho de 2015
Só compre se gostar do universo de Game of Thrones, conseguir entender as legendas em inglês, querer jogar algo novo ou estiver entediado e o jogo estiver em promoção. As DLCs são desperdicio total de $.
amadeobessa
( 33.9 horas registradas )
Publicada: 21 de junho de 2015
Para quem gosta da série ou dos livros, é uma boa pedida. Boa jogabilidade. Recomendo tranquilamente.
ricardobicca
( 3.9 horas registradas )
Publicada: 21 de junho de 2015
Pena,desperdício, são algumas paralavras que veêm a cabeça ao pensar nesse jogo. Apesar de ter gráficos bons, uma história inquestionavelmente boa, uma jogabilidade de média para baixa qualidade o maior desafio que me foi apresentado desde o primeiro click foi fazer esse jogo funcionar. Tenho mais horas procurando soluções para resolver bugs do que efetivamente jogando. Um desrespeito com quem paga por jogos originais justamente por procurar qualidade e um produto livre de incomodações técnicas.
Análises mais úteis  No geral
29 de 30 pessoas (97%) acharam esta análise útil
Não recomendado
26.6 horas registradas
Publicada: 5 de dezembro de 2015
Um game ruim, com uma trama interessante.

Game of Thrones, RPG de ação em terceira pessoa, ambientado no incrível e fascinante mundo das Crônicas de Gelo e Fogo, desenvolvido pela Cyanide Studios e distribuído pela Focus Home Interactive. Lançado para PS3, Xbox 360 e PC, em maio de 2012.

Game of Thrones dispensa apresentações, uma das series, sem sombra de duvidas, de maior sucesso dos últimos anos, baseadas nos livros as Crônicas de Gelo e Fogo de George R.R. Martin. Seu rico universo de fantasia e intrigas políticas a tornam perfeita para se criar um incrível RPG, porem o que vemos no game da Cyanide Studios é algo vergonhosamente muito abaixo do esperado.

A trama gira em torno de dois protagonistas, Mors Westford, que se uniu a Patrulha da Noite para manter a sua família a salvo e Alester Sarwyck um nobre que após 15 anos no exílio retorna a Westeros. A historia envolve ambos os protagonistas nas intrigas políticas em torno do Trono de Ferro e conforme avança revela segredos sombrios do passado de ambos os protagonistas.

O primeiro grande defeito de Game of Thrones da Cyanide é a sua jogabilidade, o combate é extremamente lento e massante, busca emular alguns conceitos táticos utilizados em Dragon Age Orgins, mas os executa de forma errada, o personagem principal, assim que entra em combate, começa a atacar o inimigo mais próximo com golpes básicos, o jogador pode "pausar" o game para definir as ações do personagem e ativar os golpes especiais, assim como em Dragon Age, porem os comandos são lentas, as animações são monótonas, alem disso o nível de energia que permite utilizar as habilidades reduz rapidamente e demora em ser restabelecida, o que deixa os combate ainda menos dinâmicos.

Seu segundo defeito é sua estrutura de quests, o game é dividido em 15 capítulos, cada capitulo ocorre em uma localidade e com quests especificas, porem há muito poucas quests secundarias, que são facilmente concluídas, assim como a quest principal. Com isso o game fica extremamente linear prejudicando muito o fator de exploração e liberdade, o que considero fatores fundamentais para qualquer RPG.

E finalizando, temos a sua ambientação, que é muito pobre se levarmos em consideração que o jogo se passa em um universo tão rico como Game of Thrones, os locais que visitamos no decorrer do game são poucos e muito semelhantes entre si e isso se agrava ainda mais quando somos obrigados a retornar por diversas vezes a locais já conhecidos. Alem disso os ambientes são muito pouco exploráveis e não há absolutamente nada a ser feito alem das quests, contribuindo ainda mais com a sensação de linearidade do game. Nem mesmo os locais já conhecidos como Castelo Negro e Porto Real são minimamente interessantes, principalmente a capital do reino, que é vazia, cinza e monótona, não lembrando em nada a grande cidade mostrada na serie da HBO.

Seu único ponto interessante, que me fez continuar jogando até o fim, foi a sua historia. A trama é conduzida em paralelo, acompanhando a historia dos dois protagonistas e se torna cada vez mais interessante conforme se é revelado alguns segredos do passado dos protagonistas, ganhando maior ritmo após o capitulo dez, quando os protagonistas finalmente se encontram. A trama de forma inteligente mostra as intrigas políticas das casas de Westeros, trazendo alguns personagens conhecidos como Varys, Cersei e Mormont, e ainda faz algumas revelações interessantes sobre os ♥♥♥♥♥♥♥os do Rei Robert e a linhagem da casa Targaryen. Mas o que mais impressiona são as reviravoltas na trama, aliados se revelam inimigos e personagens importantes morrem de forma inesperada, tudo no melhor estilo Game of Thrones, alem disso os dois protagonistas são muito bem construídos e com motivações bem definidas. O personagem Mors, com toda a certeza é o protagonista mais interessante, um personagem forte, atormentado pelo seu passado, que descobre de forma trágica que seu sacrifício foi em vão, acompanhar a desenrolar da sua historia até o derradeiro confronto final é o melhor de todo o jogo.

Game of Thrones infelizmente é um game ruim, com uma jogabilidade mal executada, e pouquíssimo conteúdo a ser explorado, fazendo dele quase que dispensável para os apreciadores de RPGs de ação. Sua única qualidade está em sua historia, cheia de reviravoltas e com um final dramático digno das Crônicas de Gelo e Fogo.

Informações adicionais:
Nota geral: 5,0.
Tempo dedicado ao game: aproximadamente 24 horas.
Conquistas desbloqueadas: 34 de 50.
Dificuldade: Fácil.
Fica a dica: Se for jogar pela historia, seja firme pois ela só começa a realmente ficar interessante na metade do game e lembre-se sempre de repor as poções de cura, quando possível.
Gameplay: Clique aqui .
Imagens durante a jogatina: Clique aqui .
Vale o preço? Não, definitivamente não vale, pegue-o com no mínimo 75% de desconto.
Modo de jogo: Exclusivamente singleplayer.
Idioma: Inglês, sem tradução disponível no momento.

Análise publicada originalmente no Blog PortoHQ .
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
27 de 28 pessoas (96%) acharam esta análise útil
Recomendado
28.7 horas registradas
Publicada: 16 de junho de 2015
Game of Thrones é um RPG baseado no universo das crônicas de gelo e fogo. A trama não coincide com a apresentada no seriado, mas é igualmente bem criada, surpreendente e impactante.

A história é dividida em várias tramas paralelas que se cruzam no decorrer do jogo, o que favorece ainda mais o nível de interesse do jogador.

O jogador terá o controle de dois personagens principais: o primeiro, Mors Westford, um night watcher que inicialmente é encarregado de localizar e punir desertores que abandonaram seus postos na muralha.

O segundo, Alester Sarwyck, herdeiro do trono de Riverspring, que retorna à sua terra natal depois de 15 anos de afastamento devido a morte de seu pai.

Uma das grandes sacadas é que os personagens que aparentemente não possuem nada em comum têm seus laços brilhantemente construídos no decorrer da campanha, que ainda nos trás vários outros personagens de destaque e várias reviravoltas.

O jogo tambem possui um esquema de decisões com influências diretas na trama, muito embora não sejam capazes de mudar a premissa principal.

Existem vários tipos de armas e armaduras, cada uma com suas particularidades, árvores de habilidades personalizáveis, estâncias de combate, e até pontos fracos/fortes balanceáveis como todo bom RPG deve ser.

O combate, no entanto, é um tanto quanto estranho. O personagem ataca sozinho, cabendo ao jogador simplesmente escolher quais habilidades usar.

Mas para isto, há toda uma estratégia envolvida, vez que escolhas certas com base na particularidade do inimigo em questão serão decisivas no resultado da batalha.

O mapa, curiosamente, é muito difícil de acessar, sendo que para abri-lo devemos entra em um sub-item do menu principal. Nada prático. O mini mapa no topo da tela também não ajuda pois não funciona. Aliás, nas verdade está mais pra um radar que um mapa propriamente dito, já que só mostra para qual direção está localizada determinado objeto.

Os cenários também não são lá grandes coisas, muito lineares e nada interativos. Os gráficos em geral são bem ultrapassados tendo em vista os jogos de mesma idade, além da movimentação dos personagens ser bem tosca.

Mesmo com a linearidade, e apesar de o jogo ter mais de 30 horas de duração, ele nunca ser torna cansativo. Pelo contrário, ao final, após presenciar um dos 4 finais disponíveis, a vontade é voltar e jogar alguma horas a mais para presenciar os outros 3.

Enfim, apesar da falta de qualidade técnica, a diversão proporcionada pelo jogo somada a trama de intensa qualidade o fazem ser recomendado para todos. Ou pelo menos para os que entendem inglês, já q o jogo não tem legendas. MUITO BOM (8/10).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
17 de 18 pessoas (94%) acharam esta análise útil
Recomendado
213.5 horas registradas
Publicada: 18 de agosto de 2014
Game of Thrones RPG foi um jogo muito criticado nos últimos tempos, mas eu discordo da maioria das criticas. Primeiramente, o jogo tem uma historia envolvente que pode ser comparada a serie/livro, é praticamente todo lore-friendly também, tem cenários muito bonitos (embora limitados) e variados, o sistema de RPG é muito bem balanceado e não está no jogo só pra ser chamado assim, como muito "rpgs" que saíram nós últimos tempos. O que na minha opinião levou as pessoas a criticar o jogo é o combate, que não me incomodou, embora pudesse ter sido mais trabalhado na minha opinião: O combate mistura o modo arcaico do primeiro Witcher com o modo tático de Dragon Age Origins, onde o tempo desacelera para você escolher as habilidades - e esta escolha deve ser tomada na hora certa, contra o inimigo correto, ou você dificilmente conseguira lutar satisfatoriamente. O combate do jogo é ruim para você? Eu acho que você só precisa de uma pouco mais de tática e pratica. Recomendo para todos que gostam de uma boa historia e um bom desafio.
--------------------------------------------------------------------
Game of Thrones RPG game was heavily criticized in recent times, but I disagree with most critics. First, the game has an engaging story that can be compared to series / book and its almost all lore-friendly too, have beautiful scenery (albeit limited) and varied, the RPG system is very well balanced and is not in the game just to be called so, as much "rpgs" who came out recently. What in my opinion led people to criticize the game is the combat, which did not bother me, although it could have been more polished in my opinion: Combat mixes archaic way of the first Witcher with the tactical mode Dragon Age Origins where time slows down for you to choose the skills - and this choice should be taken at the right time against the right enemy, or you hardly managed to fight satisfactorily. The fighting in game is bad for you? I think you just need a little more tactical and practical. Recommend to anyone who likes a good story and a good challenge.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
32.2 horas registradas
Publicada: 22 de novembro de 2015
Game of Thrones: The Role Playing Game tem um sistema de combate e movimentação fraco, mas se você passar por isso, verá a história ficar interessante com o passar do tempo. Com duas horas de jogo, você não se importará com o sistema de combate e movimentação, a história toma conta. No fim, você terá uma excelente história, jogabilidade um pouco travada, mas um jogo que vale a pena pelos personagens!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 14 pessoas (64%) acharam esta análise útil
Não recomendado
0.5 horas registradas
Publicada: 26 de maio de 2014
Extramamente mal feito e cheio de bugs. Mais um jogo ruim que se aproveita do sucesso de obras alheias para faturar encima dos fãs. Vergonhoso.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 7 pessoas (71%) acharam esta análise útil
Recomendado
8.0 horas registradas
Publicada: 19 de outubro de 2014
Games of Thrones segue a mesma linha de Of Orcs and Men e War Mars Log em relação na distribuição de atributos e compra de talentos/perícias quando o seu personagem avança de nível.

A diferença do game é que você poderá comprar vantagens e desvantagens; contanto que a distribuição dos pontos esteja balanceada.

Por exemplo, você poderá comprar a vantagem de ser um líder nato, mas possuir asma, alergia ou até mesmo alguma doença mental, que afetam de alguma forma o desempenho do seu personagem.

A jogabilidade do game exige mais do jogador, pois além de utilizar as teclas padrões de movimentação, você deverá utilizar o botão direito do mouse para movimentação da câmera.

Pra quem curte a série e RPG é uma boa pedida
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
Recomendado
38.5 horas registradas
Publicada: 13 de abril de 2015
7/10 ... o jogo surpreendeu, a história é interessante e adulta, a mecânica dos combates é simples, itens e skills tb deixam a desejar, mas no geral o jogo é legal.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 7 pessoas (43%) acharam esta análise útil
Não recomendado
2.7 horas registradas
Publicada: 20 de junho de 2015
Caça níqueis tentando se aproveitar do sucesso da franquia.

Tanto a história quanto a jogabilidade deixam muito a desejar. Comprei empolgado, e larguei rápido.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 7 pessoas (43%) acharam esta análise útil
Não recomendado
36.0 horas registradas
Publicada: 20 de julho de 2015
Só compre se gostar do universo de Game of Thrones, conseguir entender as legendas em inglês, querer jogar algo novo ou estiver entediado e o jogo estiver em promoção. As DLCs são desperdicio total de $.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 5 pessoas (40%) acharam esta análise útil
Não recomendado
5.7 horas registradas
Publicada: 29 de maio de 2015
Jogo tenebroso, terrível , eu não tenho nem palavras pra dizer como ruim é este jogo.
As mecânicas do jogo são muito limitadas e estressante, quando vc tem que lutar contra um cara mais forte que você ou se for mais de um então, terrível!

Você apenas irá curtir talvez o enredo, por se tratar do universo Game of Thrones , pois apesar de não ter personagens citados na série(A não ser alguns npc's), ele trás alguns personagens que estão ali em torno da historia, como por exemplo o Mors Westford que é um dos corvos, protetores da muralha do norte,
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada