A story-driven experience about two doctors traversing backwards through a dying man's memories, in order to artificially fulfill his last wish.
Análises de usuários: Extremamente positivas (14,637 análises)
Data de lançamento: 1/nov/2011

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar To The Moon

Pacotes que incluem este jogo

Comprar To The Moon Game and Soundtrack Bundle

Inclui 2 itens: To the Moon, To the Moon Soundtrack

 

Recomendado por curadores

"A story heavy RPG (puzzles instead of battles) where you must explore the memories of a dying man's life. A fantastically touching gaming experience."

Atualizações recentes Ver todos (2)

18 de fevereiro

(Free) 2nd Sigmund Minisode released

The new 20-minute short with Dr. Rosalene and Dr. Watts should now be updated into your Steam folder. c: It's currently Windows-only, but the Mac version should be incoming soon, with the Linux version sometimes this week.

Post & info here:
http://freebirdgames.com/2015/02/18/sigmund-minisode-2-released/

To play it, get the free DLC, and then launch the game manually from the To the Moon \ Minisodes folder in your Steam directory.
[Right click To the Moon from Steam library -> Properties -> Local Files tab -> Browse Local Files]

Hope you enjoy it!

29 comentários Leia mais

Análises

“How do I explain why it’s brilliant without spoiling what makes it so?”
9/10 – Eurogamer
“It’s simple, poignant, and full of heart.”
10/10 – GamePro
“To the Moon is a game you must play.”
8/10 – GameSpot
"It is no less than absolutely beautiful."
10/10 – PC PowerPlay
"I guess the music's kinda nice, but I think this game called A Bird Story ripped it off..."
-Developer's Aunt

Sobre este jogo

Dr. Rosalene and Dr. Watts have peculiar jobs: They give people another chance to live, all the way from the very beginning... but only in their patients' heads.

Due to the severity of the operation, the new life becomes the last thing the patients remember before drawing their last breath. Thus, the operation is only done to people on their deathbeds, to fulfill what they wish they had done with their lives, but didn’t.

This particular story follows their attempt to fulfill the dream of an elderly man, Johnny. With each step back in time, a new fragment of Johnny's past is revealed. As the two doctors piece together the puzzled events that spanned a life time, they seek to find out just why the frail old man chose his dying wish to be what it is.

And Johnny's last wish is, of course... to go to the moon.

Key Features

  • A unique story-driven experience
  • Innovative mix between adventure game elements and classic RPG aesthetics
  • Acclaimed original soundtrack that closely ties to the story
  • An espresso execution with zero filler and no time drains

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    • OS:Windows 98, XP, Vista, 7, 8
    • Processor:Intel Pentium III 800 MHz
    • Memory:512 MB RAM
    • Graphics:1024x768 High Color +
    • DirectX®:9.0
    • Hard Drive:100 MB HD space
    • OS: OS X 10.6.8
    • Graphics: OpenGL 2.0 capable graphics card
    • Hard Drive: 500 MB available space [/list]
    • OS: Major Linux Distribution from 2010
    • Graphics: OpenGL 2.0 capable graphics card
    • Hard Drive: 500 MB available space
Análises úteis de usuários
77 de 78 pessoas (99%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
3.8 hrs registradas
Publicada: 23 de novembro de 2014
Um amigo me disse: "Cara, joga esse game, é muito bom! Até chorei no final."

Fiquei cético. Duvido.

Eu não sou um cara muito sentimental. Pra arrancar uma lágrima do meu olho vai tempo.

Mas nos últimos 5 minutos desse jogo...MALDITOS NINJAS CORTADORES DE CEBOLAS INVISÍVEIS! MAL POSSO VER SEUS MOVIMENTOS!

Foi literalmente assim: Jogue, pense, jogue mais, resolva quebra-cabeças, jogue mais um pouco, chore, tente não chorar, chore muito.

Esse é aquele tipo de jogo que eu digo sempre aos que me perguntam :"Que tipo de game falta no mercado?"

Faltam games que evocam emoções. Não ódio e qualquer injeção de adrenalina. Isso qualquer FPS faz.

Eu digo outras emoções. Dessas que normalmente você não demonstra. É estranho, mas vale o esforço.

Recomendo imensamente esse jogo. Curto (como a maioria das boas histórias são), divertido e emocionante.

Nota = 1 Ornitorrinco de pelúcia / 10 (entendedores entenderão).
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
40 de 40 pessoas (100%) acharam esta análise útil
4.2 hrs registradas
Publicada: 11 de novembro de 2014
Qual seria seu maior desejo em seu leito de morte?

"To the Moon" lança essa questão, contando a história de dois cientistas cujo trabalho é realizar o maior sonho das pessoas poucos minutos antes delas morrerem, através da tecnologia, criando na mente de seus clientes a realização de seus sonhos, através de suas lembranças e experiências durante a vida, para que partam de maneira serena e realizada.

Mas o que não esperavam era encontrar tamanha dificuldade em realizar um sonho simples, que muitos de nós talvez já pensamos: ir até a lua (e quem sabe visitar seu lado negro, para tentar encontrar o lunático na grama). Esta é a trama principal (tirando o conteúdo do parentêses anterior, é claro =D), que se desenrola nas quatro horas aproximadas de duração do jogo, que possui o estilo dos RPG's 16bit, e é composto por puzzles simples, mas bem feitos.

Não há muito mais o que pontuar nesta análise, pois somente vivenciando esta experiência para se emocionar e tentar entender que, às vezes, para realizar um sonho, temos que ir muito mais além de nosso limite e de nossas vivências.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
29 de 30 pessoas (97%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
4.5 hrs registradas
Publicada: 7 de fevereiro
eu não pago por jogos pra eles me fazerem chorar :'(
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
21 de 21 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
4.8 hrs registradas
Publicada: 29 de dezembro de 2014
A experiência obtida...

To the Moon é um jogo onde você é levado a vivenciar a história de Johnny, um senhor de idade a beira da morte que tem seu ultimo desejo realizado pela dupla de médicos Eva e Neil, através de uma maquina ligada diretamente a sua memória.

Esse é aquele típico roteiro que não pode ser simplesmente colocado na categoria de game/jogo. To the Moon é um jogo sensacional, a qual eu tive o prazer de fechar, se enquadra muito mais em um Graphic Novel do que um game. O jogo é feito de muitas cutscenes a qual o dialogo é bem importante.

Uma amiga havia me recomendado esse game (Obrigado Ann!), comprei o game e cai a fundo na história. Em uma tarde eu fechei o jogo, sim, ele é bem curtinho (mas isso não vai diminuir nem um pouco sua experiência com o jogo).

Não existem grandes dificuldades nele, muito pelo contrário, os puzzles que aparecem no decorrer da história para se resolver são bem simples e facilmente você consegue resolve-los.

O jogo está disponível em diversas línguas isso incluí o Português-Brasil. Na versão Steam você irá precisar ir até sua biblioteca, clicar com o botão direito no game, propriedades, Idioma e aí selecionar Português-Portugal (o que de fato está errado, pois no jogo inteiro a tradução estava muito bem adaptada ao nosso idioma PT-BR, até mesmo nas piadas).

O que mais chama a atenção em To the Moon são as trilhas sonoras e o roteiro.

E que trilhas sonoras! O jogo se encaixa perfeitamente ao áudio, trazendo mais uma vez a sensação de que não estamos em um simples jogo e sim em um Graphic Novel. As músicas passam as mais distintas sensações dentro do jogo, alegria, tristeza e consegue penetrar lá dentro de sua alma se você mergulhar na história do jogo.

Sim meus amigos e amigas, eu me emocionei com esse game e algumas gotas se suor masculino escorreram pelo meu rosto. Hahaha! Estava tão adentro da história que foi sensacional ver o desfecho.

To the moon é um dos poucos jogos de hoje em dia que realmente emocionam pra valer. Esqueça qualidade gráfica e etc. nem sempre isso significa um bom jogo, jogue pela experiência que você vai ter, não pelo visual.

Afinal, a experiência com cada game que jogamos é o que importa não é? =)

Obrigado por ler essa crítica =)
Aqui é Vantore, desligando...
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
13 de 13 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
12.4 hrs registradas
Publicada: 6 de novembro de 2014
Praticamente vivo no skype conversando com amigos enquanto jogo, e durante o final desse jogo eis que surgiu o seguinte diálogo:
Eu: "snif"
Amigo: Não chore, cara.
(ele sempre me pergunta isso quando estou gripado com nariz escorrendo)
Eu: Tarde demais, cara. (com aquela voz tremida)

Enfim, esse jogo foi uma das experiências mais incriveis que já joguei. A história é realmente emocionante e é contada de uma forma tão genial, que você ignora os gráficos pixelizados.
Os personagens são muito carismáticos e os alívios cômicos são demais.
A trilha sonora é uma das mais espetaculares que eu já ouvi em um jogo, tão fascinante quanto a história.
A jogabilidade é um pouco travada se você optar jogar com o mouse, confesso que foi um pouco desconfortável jogar pelo teclado e os desafios do jogo eram bem fáceis.
Esse é um daqueles jogos que é apenas uma história interativa, porém, suas escolhas não interfere no resultado final, mas isso de forma alguma diminui a sua qualidade.
Sem dúvidas esse jogo se tornou uma experiência inesquecível para mim.

9/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
11 de 11 pessoas (100%) acharam esta análise útil
9.1 hrs registradas
Publicada: 4 de abril
Qual é o seu desejo?

No universo de To the Moon, há uma empresa chamada Sigmund que criou uma tecnologia que permite alterar as memorias das pessoas. Dois empregados dessa empresa, Dra. Eva Rosalene e Dr. Neil Watts, são contratados para realizar o maior desejo de Johnny, que é ir para a lua, mas ele não sabe porquê, a partir daí Neil e Eva, partem para a memoria de Johnny, para descobrir porquê ele quer ir para a lua e para realizar esse desejo.


O enrredo é o maior destaque, emocionante, misterioso, cheio de humor e reviravoltas, com certeza um dos melhores em um jogo indie. A trilha sonora é impecavel. A dificuldade é práticamente nula. O tempo de campanha leva de 4 á 5 horas. Os personagens são incríveis, dando destaque ao Dr. Neil Watts que é muito engraçado e faz muitas referências a jogos, filmes, series etc.

To the Moon é um dos melhores jogos indies que já joguei. Se você se emocionou com Shadow of the Colossus ou The last of Us, então prepare-se para chorar muito com essa maravilha.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
9 de 9 pessoas (100%) acharam esta análise útil
6.2 hrs registradas
Publicada: 26 de janeiro
To The Moon... ai ai...
Que jogo épico!
Neste jogo feito em RPG Maker, você assume o controle de 2... como posso dizer... 2 Médicos/Cientistas hehe
Mas quem são eles? Eles são uma dupla que realiza os sonhos das pessoas antes de elas falecerem.
Ta como assim? Não entendi direito...
Eles possuem um equipamento que entra nas memorias da pessoa, e lá eles conseguem alterar oque eles bem entenderem, eles praticamente brincam com a vida da pessoa, fazendo oque eles bem quiserem com as lembranças e as memorias do paciente.
Por isso eles são contratados para realizar o sonhos de pessoas a beira da morte, e aqui em To The Moon não é diferente.
Não quero contar muitos spoilers, mas o paciente tem o desejo de ir para lua, mas para eles conseguirem realizar o desejo dele, eles precisam se aprofundar nas memorias da pessoa para descobrir muitos detalhes antes de efetuar o ato com sucesso.
E ai que desenrola toda a historia.
A historia que o paciente passa ao longo dos anos da vida dele, é incrível e é impossível você zerar o jogo sem ao menos ter algum tipo de sentimento pela historia que esta por vir.
E para melhorar ainda mais, o jogo esta totalmente em PT-BR(se o seu vier em inglês, vá nas opções da Steam e mude o idiota do game para Português Portugal, mesmo mudando para PT-PT, ele vai ficar em PT-BR, fiquem tranquilos) isso facilita MUITO o entendimento dessa história incrível.
Vale muito a pena você jogar este jogo, ele é tocante e sensacional!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 8 pessoas (100%) acharam esta análise útil
5.6 hrs registradas
Publicada: 8 de fevereiro
Bom, joguem. História digna de filmes vencedores do oscar!
Vai fazer qualquer um derramar uma lágrima ali e outra aqui(ou muitas. xD).
Um jogo praticamente PERFEITO!

Nota 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
8.7 hrs registradas
Publicada: 22 de novembro de 2014
Como todos sabem, sou um PC gamer de carteirinha com direito a mais de 100 jogos no Steam — em que mais de 30 eu nem comecei a jogar ainda —, graças à diversas promoções que acontecem na própria plataforma de jogos. Além disso sou adepto dos Humble Bundles — para quem não conhece, são promoções que são vendidos pacotes com uns 10 jogos por um preço muito baixo (tipo US$ 7) para ajudar a caridade.

Com isso, venho lotando minha biblioteca de jogos, e recentemente tenho sido muito atraído por jogos indie. Jogos que são feitos de maneira totalmente independente e que por isso demandam uma mão de obra e amor pelo produto ainda maior por parte do desenvolvedor.

Na última promoção de verão do Steam, adquiri quatro jogos por R$ 17: Terraria, Don't Starve, N.P.P.D. Rush e To The Moon. Alguns são games indies já conhecidos pelo público e um completamente desconhecido do mundo inteiro, mas que tem uma temática alucinógena e estava por R$ 2 então... Porque não?

Então, resolvi começar a jogar To The Moon. Muitos amigos me diziam que era um jogo lindo, com uma história maravilhosa e que eu deveria jogar com um lenço do lado. Deveria ter escutado eles, afinal, nos últimos minutos do jogo, foi necessário e eu não tinha nenhum por perto.

Só a primeira parte da história...

A história começa simples e interessante: você controla dois cientistas que tem o trabalho interessante de realizar o último desejo das pessoas. Como? Elas entram nas memórias de cada um dos clientes para conhecer o histórico dela e os motivos desse desejo. Então, elas encontram a mesma pessoa na infância para alterar sua história. Parece confuso, né? Vou tentar explicar com o exemplo do jogo.

Logo no começo, os doutores Eva Rosalene e Neil Watts são contratados para realizar o último desejo de Johnny: ir para a Lua. Então, eles começam a explorar suas memórias para ver o motivo de querer fazer tal viagem espacial. Assim que descobrirem sua trajetória e o motivo da escolha, eles irão à sua infância para fazer com que ele tenha o desejo de ser um astronauta.

Porém, no caminho do conhecimento da vida de Johnny, os doutores se deparam com o amor da vida dele: River. Uma mulher que ele conheceu no colégio e que amou durante toda a sua vida. Ela tinha uma doença incurável e que fez ele fazer uma escolha terrível quando já era velho. O tratamento dela ou a realização do último desejo de River. Não vou falar mais para evitar possíveis spoilers e não estragar a graça de quem quiser jogar.

Por ser um jogo indie, não espere gráficos de última geração. To The Moon possui gráficos simples e quase 8 bits, com uma trilha sonora, que apesar de repetitiva, é muito atraente e gostosa de se ouvir. Como é dito no próprio jogo: "possui apenas duas notas que se repetem", mas é muito bom de se ouvir no repeat.

No final do jogo, lágrimas escorriam dos olhos — como todos os meus amigos haviam me alertado — e, agora, não vejo a hora de sair a segunda parte do jogo que já foi prometida. O pessoal da Freebird Games está de parabéns por criar um jogo tão bom como To The Moon. Se você quer saber: é uma obrigação jogar este game!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
11.0 hrs registradas
Publicada: 12 de fevereiro
Maldito joguinho que me fez expelir gotas de masculinidade pelos olhos!!! :'(

Emocionante, sensacional, com uma trilha sonora fantástica e um enredo completamente envolvente e que derrete até os corações mais gélidos (como o meu)!!! <3

10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
8 de 10 pessoas (80%) acharam esta análise útil
3.6 hrs registradas
Publicada: 16 de novembro de 2014
História: O jogo é uma volta ao passado de um senhor que está a beira da morte e que tem o sonho de ir para a lua, a partir dai dois cientistas começam a visitar suas memórias para tentar fazer esse desejo se tornar realidade.

Jogabilidade: Feito em RPG Maker e jogabilidade é andar, clicar nos locais certos e resolver alguns puzzles bem simples.

Gráfico: O gráfico é lindo demais, o desenvolvedor soube fazer com maestria o design de cada periodo de tempo em que você viaja, o unico contra é a baixa resolução por ser em RPG Maker, detalhe que se apaga no decorrer do jogo, devido a tamanha perfeição da narrativa da história.

Musica e Som: A trilha sonora no decorrer do jogo é perfeita, ficou perfeitamente conciliada com os momentos em que o personagem vai vivendo, e vai tirar algumas lágrimas dos seus olhos.

O que mais chama a atenção mesmo é o apelo emocional do jogo durante o desenvolver da história, sem duvida nenhuma você vai chorar nesse jogo.

O jogo é uma obra prima.

10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
4.7 hrs registradas
Publicada: 30 de dezembro de 2014
Sinceramente, eu não consigo encontrar palavras pra descrever o que foi esse jogo.

Me vi preso na historia e não consegui parar até finalizar ela, claro não é das mais longas porem é algo que realmente vale a pena cada minuto jogado.

A jogabilidade é boa, a trilha sonora eu simplesmente achei perfeita a carisma dos personagens é unica e o que faz o jogo ter um toque de humor pra não ficar muito massivo claro.

Bom, creio que pra quem admira um bom enredo e uma historia muito bem construida com personagens carismaticos e uma trilha sonora excepcional, To The Moon é o jogo que você sem sombra de duvidas precisa jogar.

Se você não é uma pessoa de "ferro" sem duvida irá demonstrar alguma emoção em algum momento deste game.

Fico por aqui e espero ter ajudado em algo com esse review :)
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
6.2 hrs registradas
Publicada: 12 de fevereiro
Que absurdo, não jogo video games pra ninjas virem cortar cebolas perto de mim.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
3.7 hrs registradas
Publicada: 24 de novembro de 2014
Jogo de gráficos e mecânica simples e bastante rápido... seria um péssimo jogo feito por algum amador se esse fosse o foco deste jogo.
O que enche os olhos em To The Moon é a HISTÓRIA! Em um mercado saturado de jogos anuais de esportes, corrida, tirro em primeira pessoal (Eu estou falando com vocês, Battlefield e Call Of Duty) e pseudo sandboxes repetitivos (Assassin's Creed anyone?), To The Moon se destaca!
Sua missão é realizar o desejo de um senhor em seu leito de morte através da manipulação de memórias (Algo no estilo do filme Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças). Seu desejo: Ir a Lua!
Com esse mote inicial, a história lindamente escrita pelos desenvolvedores acaba por envolver totalmente o jogador, que reconhece em si, nem que minimamente, todas as agruras passadas por aquele velho senhor.
Vários comentários sobre To The Moon citam que é um jogo bastante emotivo. E eu confirmo. É uma história triste e feliz, angustiante e esperançosa.
Recomendo de olhos fechados!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
7.9 hrs registradas
Publicada: 11 de janeiro
É... eu jurei que não ia chorar, mas os ninjas invisíveis cortadores de cebola não me perdoaram,Esse é um daqueles jogos Magníficos em que você se emociona do ínicio ao fim! vou fazer uma pequena análise minha.

Qual seria seu ultimo desejo,em leito de morte? qual seria seu sonho de vida?

A historia conta sobre 2 Cientistas chamados Neil Watts e Eva Rosalene,contratados pela Corporação Sigmund,uma agência de travessia de memórias, eles possuem uma maquina capaz juntar todas as informações de um indivíduo com uma espécie de ‘wiki’ de fatos históricos para traçar toda a história de vida do paciente, possibilitando os doutores viajarem por cada uma de suas memórias afim de realizarem os desejos de tal paciente.Seus Objetivos? realizar o sonho de pessoas que estão em seus ultimos dias, ou minutos de vida com essa tecnologia.
Porem eles conseguiram um Paciente chamado John... mas qual era o sonho de John? Sim... ir para a Lua!

Com essa tamanha dificuldade de realizar o sonho de John, Eva e Neil participam de uma grande aventura nas memorias de John, para descobrir o que levou ele a ter esse grande sonho.mas aí é que está o ponto chave... Porque ele não conseguiu esse grande desejo? houve algo em sua vida em que não deixou ele seguir esse desejo? E esse é o trabalho de Neil e Eva, como em um certo momento do jogo eles tentam descobrir qual o motivo de tudo, e para isso eles terão que tirar algo grande e imenso da vida de John, algo que foi importante para ele, desde a Infância, e até seus ultimos anos de vida.

To The Moon (Para a Lua) É um game espetácular,Incrivel, uma grande Obra de Arte!
Se você é uma pessoa que se emociona fácil...pode ter certeza que você vai terminar o jogo boiando em um Piscina de lágrimas.

Considero o melhor jogo que eu já joguei em minha vida! To the Moon é um Game que você deve jogar em um momento de Paz, sem barulhos... Apenas você, o Jogo e a sua fantastica Trilha sonora, Que me arrancou muitas lágrimas, sendo que eu sou uma pessoa bem difícil de chorar...

Historia- 10/10
Graficos-Simples mas mostra que um jogo simples pode trazer milhares de Emoções 10/10
Trilha sonora 10/10

Enfim, o jogo é 10, quando eu fechei o game me deu vontade de dar um abraço em cada um dos desenvolvedores da Freebird Games

Comprei o jogo pelo preço original, (tive conciencia que poderia ter promoçoes de ate 5 reais, mas esse jogo mesmo tendo apenas 3 horas e pouca de duraçao, ele mereçe o preço original!

RECOMENDADISSIMO!!!!!!!!!!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
5 de 5 pessoas (100%) acharam esta análise útil
5.5 hrs registradas
Publicada: 10 de fevereiro
Cara, me recomendaram esse jogo.. Faralam que é muito triste, pensei que era mentira! Resolvi jogar, e cara, como um jogo tão simples e lindo consegue fazer alguém chorar como um bebê. De verdade, um dos melhores jogos em 2D (rpg) que já joguei, recomendadissimo 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
5.9 hrs registradas
Publicada: 24 de dezembro de 2014
Eis um jogo que te prende pela estória, jogabilidade simples, mais para um Adventure Pont´n Click do que um RPG proproamente dito. trilha sonora muito boa também, bem confizente com o título. aprovado!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
10.2 hrs registradas
Publicada: 28 de dezembro de 2014
perfect ! ;^;
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
5.6 hrs registradas
Publicada: 11 de dezembro de 2014
To the moon, um jogo rico em história.

Nossa... não sei por onde começar a descrever essa obra de arte, do começo ao fim do jogo senti uma mesma vontade de jogá-lo, não que nem os outros jogos que no começo você quer jogar muito e ao passar das horas você já enjoa, To the moon te faz querer terminar o jogo pela história que é muito envolvente na minha opnião, te faz querer saber o que vai acontecer na proxima cena, a proxima fala do zoero Dr. Watts (que só conseguiu o emprego por que a sua parceira Dra. Rosalene colou as respostas pra ele :D ) e te faz querer prestar atenção em minimos detalhes para que nada da história passe despercebido, como muitos falaram em sua avaliação dizendo que choraram com o jogo e talz, se eu falasse o mesmo estaraia mentindo, nunca chorei com algum jogo e com esse não foi diferente, mas a historia dele é bem envolvente e ao mesmo tempo triste e curiosa, MUITO BEM ESCRITA por sinal, nunca fui fã de rpg do tipo, mas desse tenho orgulho de dizer que foi o melhor rpg que joguei em toda minha vida de jogos rpg desse tipo (já que não joguei muitos né kk), To the moon é mais história do que jogabilidade, não tem lutas ou ciosa do tipo, se você for comprar não jogue por "pedaços" tipo, a um hora jogo um pouco outra hora mais um pouco, se for comprar arrume um tempo para completá-lo naquele meso dia, ele tem um pouco mais que 5 horas ou menos, depende de você, mesmo quem não gosta de rpg do tipo recomendo esse pela história que na minha opnião é boa e envolvente.


10/10 awesome.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 3 pessoas (100%) acharam esta análise útil
4.4 hrs registradas
Publicada: 21 de dezembro de 2014
"To the Moon" é um jogo bem diferente que oferece uma história envolvente sobre a vida. A vida, suas memórias, nossas escolhas e nossos desejos. Com o nome sugestivo de "Sigmund", dois cientistas dessa empresa são contratados para realizar o último desejo de uma pessoa em seu leito de morte. Assim, inicia-se uma jornada pelos eventos marcantes e traumas dessa pessoa por uma espécie de projetor de realidade mental.

O estilo é RPG com gráficos bem rudimentares mas que não fazem a menor diferença uma vez que você se envolve com a história. A jogabilidade não é lá essas coisas e seus puzzles chegam a ser infantis, mas talvez foi essa a intenção mesmo: o gameplay ser um pano de fundo para uma das melhores histórias de jogo já criadas. Viraria filme fácil. Diálogos engraçados, interessantes, profundos e que no final do jogo só nos resta se emocionar e refletir sobre essa experiência. Na verdade eu me emocionei do início ao fim, mas o fim é muito especial... Arte e trilha sonora perfeita, com significado profundo, roteiro digno de grande produtora, só tenho o que parabenizar. Recomendo fortemente para quem se liga em enredo de jogo. 9/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada