Get Batman: Arkham City and all DLC for one low price with the release of the GOTY Edition!
Análises de usuários:
Últimas:
Muito positivas (610 análises) - 94% das 610 análises de usuários dos últimos 30 dias são positivas.
Todas:
Extremamente positivas (16,199 análises) - 96% das 16,199 análises de usuários deste jogo são positivas.
Data de lançamento: 7/set/2012

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Batman Arkham City GOTY

Game of the Year includes Arkham City and all DLC!

 

Sobre este jogo

Batman: Arkham City builds upon the intense, atmospheric foundation of Batman: Arkham Asylum, sending players flying through the expansive Arkham City - five times larger than the game world in Batman: Arkham Asylum - the new maximum security "home" for all of Gotham City's thugs, gangsters and insane criminal masterminds. Featuring an incredible Rogues Gallery of Gotham City's most dangerous criminals including Catwoman, The Joker, The Riddler, Two-Face, Harley Quinn, The Penguin, Mr. Freeze and many others, the game allows players to genuinely experience what it feels like to be The Dark Knight delivering justice on the streets of Gotham City.

Batman: Arkham City - Game of the Year Edition includes the following DLC:

  • Catwoman Pack
  • Nightwing Bundle Pack
  • Robin Bundle Pack
  • Harley Quinn’s Revenge
  • Challenge Map Pack
  • Arkham City Skins Pack
[/b][/list]

Batman: Arkham City - Game of the Year Edition packages new gameplay content, seven maps, three playable characters, and 12 skins beyond the original retail release:

  • Maps: Wayne Manor, Main Hall, Freight Train, Black Mask, The Joker's Carnival, Iceberg Long, and Batcave
  • Playable Characters: Catwoman, Robin and Nightwing
  • Skins: 1970s Batsuit, Year One Batman, The Dark Knight Returns, Earth One Batman, Batman Beyond Batman, Animated Batman, Sinestro Corps Batman, Long Halloween Catwoman, Animated Catwoman, Animated Robin, Red Robin and Animated Nightwing

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
    • OS: Windows XP, Vista, 7
    • Processor: Intel Core 2 Duo 2.4 GHz or AMD Athlon X2 4800+
    • Memory: 2GB RAM
    • Hard Disk Space: 17 GB free hard drive space
    • Video Card: ATI 3850HD 512 MB or NVIDIA GeForce 8800 GT 512MB
    • DirectX®: 9.0c
    • OS: 10.7.5
    • Processor: Intel Core 2 Duo 2.0 GHz
    • Memory: 4GB RAM
    • Hard Disk Space: 16 GB free hard drive space
    • Video Card: 256MB VRAM
    • Other Requirements: The following graphics cards are not supported: ATI X1xxx series, ATI HD2xxx series, NVIDIA 7xxx series, NVIDIA 8xxx series, NVIDIA 9400, NVIDIA 320M, Intel HD3000 and Intel GMA series.
Análises de usuários
Sistema de análises de usuários atualizado! Saiba mais
Últimas:
Muito positivas (610 análises)
Todas:
Extremamente positivas (16,199 análises)
Últimas análises
ricardomal
21.4 horas registradas
Publicada: 22 de agosto
Os jogos do Batman produzidos pela Rocksteady transmitem uma grande sensação de imersão no mundo de Gotham e mais uma vez me sinto como assistir Batman pela primeira vez ou ler um ótimo quadrinho, porém com uma super trilha sonora.

A história segue sequência cerca de 1 e meio após Arkham Asylum, apesar de ser um jogo um pouco mais velho, vale muito jogar, pois tem qualidade ainda atual e vale como introdução para Arkham City. A mecânica de jogo se manteve com alguns upgrades e o mapa aumentou um pouco, mas nada muito grande.

Vale muito jogar, principalmente para os malucos (como eu) que são fãs do Batman. Só achei o final um pouco apelativo no sentido da história.
MrRuivo♫
19.0 horas registradas
Publicada: 20 de agosto
Muito bom! Recomendo!
since1979
30.9 horas registradas
Publicada: 20 de agosto
Batman: Arkham City realmente conseguiu bater seu antecessor, simplesmente eles conseguiram melhorar “quase” tudo que já era bom e ainda acrescentar mais.

A história do jogo é uma continuação do seu antecessor, Batman: Arkham Asylum.
Agora Batman está na cidade de Arkham tentando capturar os bandidos que fugiram de Arkham Asylum e tomaram conta da cidade, e é logico, enfrentando problemas com o Coringa e a Arlequina novamente.
Mais uma vez o jogo tem uma boa história, cenários muito interessantes, lutas empolgantes e mais arqui-inimigos como Doutor Freezer, Pinguim, Solomon Grundy, Cara de Barro, Chapeleiro Louco, Duas caras e outros. E como no primeiro game, cenas dignas de cinema.

O jogo tem bastante novidades, inclusive as missões com a Mulher Gato e com o Robin.
O que eu não gostei muito foi as charadas do Charada que agora além de serem 400 para o Batman e 40 para a mulher gato elas estão bem mais complexas, umas na verdade são um verdadeiro teste de paciência. Mas pelo menos desta vez existe uma compensação a mais, a cada quantidade de charadas recolhidas a gente consegue salvar um refém do Charada, mas mesmo com isso desta vez deixei de lado as charadas.

O que detestei mais uma vez foram os desafios, e dessa vez eles capricharam mesmo:
108 medalhas com o Batman,
108 medalhas com a Mulher Gato e
114 medalhas com o Robin.
Um total de 330 medalhas contra 48 do primeiro game.
Isso para mim é palhaçada, é uma tentativa imbecil de fazer o jogo sobreviver por mais tempo. Mas como eles aumentaram praticamente sete vezes o número de desafios é porque eu devo ser a exceção e a maioria dos games deve gostar destes famigerados desafios.

Diferente do primeiro game que decidi Platinar, este eu realmente deixei as proezas de lado, afinal, seriam muitas horas fazendo algo que realmente não seria prazeroso para mim. Zerei o jogo com um progresso geral de 86% e me dei por satisfeito. Os desafios... joguei por alguns minutos e abandonei. Rs.

Enfim, Batman: Arkham City sem dúvida é um jogo que vale a penar ser jogado. Com certeza ele garante boas horas de divertimento.

RECOMENDO!!!

Nota Geral: 9/10.
Pontinho
30.0 horas registradas
Publicada: 19 de agosto
Gostei muito, agora só esperar promoção pra comprar os outros jogos da franquia.
Vizier
31.9 horas registradas
Publicada: 17 de agosto
Segundo jogo da série e para mim, o melhor! Vale cada centavo.
lucas feitoza
43.5 horas registradas
Publicada: 17 de agosto
ótimo jogo, com otima jogabilidade, historia principal maravilhosa
clmdrpc
38.9 horas registradas
Publicada: 17 de agosto
demorei muito tempo rpa fazer essa analise motivo, no lançamento jogava esse jogo com versão jack,perola simplismente o melhor batman recentemente decidi jogar novamente,so faço uma paelo a Wb pois Batman arkhan kinight ta muito zoado e mal otimizado caprichem no proximo batman para PC pois esse aqui eo melhor de todos da serie.
Gabrielmegami
3.4 horas registradas
Publicada: 16 de agosto
Gostei muito do jogo. (pena que não é dublado^^)

Rodou bem na minha configuraçâo

Intel Core 2 Duo E7400 2.8Ghz, 3GB 333mhz de Ram
EVGA GT710 2GB, Placa mâe Positivo POS-AG31AP.
MatheusDavidReidel
40.0 horas registradas
Publicada: 15 de agosto
Curti bastante o game e ainda curto, gráficos bonitos , enredo bom, pra quem gosta de jogos de heróis Batman Arkham City é essencial na jogatina e na biblioteca. Ainda tem charadas pra você ir completando no decorrer do game o que aumenta ainda mais a vida util do jogo.
Mɍ.ƀᵾnnɏ
27.6 horas registradas
Publicada: 14 de agosto
Nunca pensei que gostaria tanto do Batman,olha que nunca fui muito Fã dos heróis da DC,vou jogar o arkham knight com toda certeza e vou dar uma lida nos HQs :P
Análises mais úteis  Nos últimos 30 dias
33 de 33 pessoas (100%) acharam esta análise útil
30 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
138.3 horas registradas
Publicada: 30 de julho
Neste joguinho o morcegão volta para as mais loucas, incriveis e mais alucinantes aventuras e vai se meter na maior confusao derrotando os maluqinhos mais batutinhas do pedaço ,coringa, charada, sr frio, pinguin, mas cuidado varias armadilhas esperam nosso herói nessa tremenda aventura.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
4 de 4 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
21.4 horas registradas
Publicada: 22 de agosto
Os jogos do Batman produzidos pela Rocksteady transmitem uma grande sensação de imersão no mundo de Gotham e mais uma vez me sinto como assistir Batman pela primeira vez ou ler um ótimo quadrinho, porém com uma super trilha sonora.

A história segue sequência cerca de 1 e meio após Arkham Asylum, apesar de ser um jogo um pouco mais velho, vale muito jogar, pois tem qualidade ainda atual e vale como introdução para Arkham City. A mecânica de jogo se manteve com alguns upgrades e o mapa aumentou um pouco, mas nada muito grande.

Vale muito jogar, principalmente para os malucos (como eu) que são fãs do Batman. Só achei o final um pouco apelativo no sentido da história.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
28.3 horas registradas
Publicada: 6 de agosto
Aguardei muito por este jogo e não me arrependi! Diversão garantida!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
30.0 horas registradas
Publicada: 19 de agosto
Gostei muito, agora só esperar promoção pra comprar os outros jogos da franquia.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
30.9 horas registradas
Publicada: 20 de agosto
Batman: Arkham City realmente conseguiu bater seu antecessor, simplesmente eles conseguiram melhorar “quase” tudo que já era bom e ainda acrescentar mais.

A história do jogo é uma continuação do seu antecessor, Batman: Arkham Asylum.
Agora Batman está na cidade de Arkham tentando capturar os bandidos que fugiram de Arkham Asylum e tomaram conta da cidade, e é logico, enfrentando problemas com o Coringa e a Arlequina novamente.
Mais uma vez o jogo tem uma boa história, cenários muito interessantes, lutas empolgantes e mais arqui-inimigos como Doutor Freezer, Pinguim, Solomon Grundy, Cara de Barro, Chapeleiro Louco, Duas caras e outros. E como no primeiro game, cenas dignas de cinema.

O jogo tem bastante novidades, inclusive as missões com a Mulher Gato e com o Robin.
O que eu não gostei muito foi as charadas do Charada que agora além de serem 400 para o Batman e 40 para a mulher gato elas estão bem mais complexas, umas na verdade são um verdadeiro teste de paciência. Mas pelo menos desta vez existe uma compensação a mais, a cada quantidade de charadas recolhidas a gente consegue salvar um refém do Charada, mas mesmo com isso desta vez deixei de lado as charadas.

O que detestei mais uma vez foram os desafios, e dessa vez eles capricharam mesmo:
108 medalhas com o Batman,
108 medalhas com a Mulher Gato e
114 medalhas com o Robin.
Um total de 330 medalhas contra 48 do primeiro game.
Isso para mim é palhaçada, é uma tentativa imbecil de fazer o jogo sobreviver por mais tempo. Mas como eles aumentaram praticamente sete vezes o número de desafios é porque eu devo ser a exceção e a maioria dos games deve gostar destes famigerados desafios.

Diferente do primeiro game que decidi Platinar, este eu realmente deixei as proezas de lado, afinal, seriam muitas horas fazendo algo que realmente não seria prazeroso para mim. Zerei o jogo com um progresso geral de 86% e me dei por satisfeito. Os desafios... joguei por alguns minutos e abandonei. Rs.

Enfim, Batman: Arkham City sem dúvida é um jogo que vale a penar ser jogado. Com certeza ele garante boas horas de divertimento.

RECOMENDO!!!

Nota Geral: 9/10.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
Recomendado
35.2 horas registradas
Publicada: 9 de agosto
I'M BATMAN!
Não se esqueça de jogar Arkham Asylum primeiro!

Simplesmente, o melhor jogo de super-heróis que já joguei. Ainda, a melhor experiência sobre Batman que já vivenciei! Você pode preferir os filmes de Nolan (fodásticos), as hq's, mas a série Arkham trás a mais próxima e imersiva sensação de ser o homem-morcego. E Arkham City só melhora mais ainda.

Desta vez, fora dos arredores do Asilo Arkham, mas na cidade de Gotham, Bruce Batman deve impedir os planos do Dr. Hugo Strange e seu misterioso 'Protocolo 10', acabar com a festa de Coringa, este com certos traços de sua última aventura no Asilo, e ainda combater outros diversos "amigos" de outrora. Até sobra um "cameo" pra Catwoman.
Além de simplesmente golpear capangas num dos melhores sistemas de luta já criados, Arkham City também trás ao jogador o lado mais passivo do herói, que pensa antes de atacar inimigos, analisa a situação para pegar inimigos de surpresa, do alto, invisível; investiga a cena do crime em busca de vestígios, com todos os seus gadgets, que deixam a coisa bem mais prazerosa. Aspectos que já estavam presentes no título anterior, mas desta vez com mais presença, e esta, mais aprimorada.
Com sua trilha sonora épica, sua ambientação profunda, seus gadgets, seu enredo mais que incrível, Arkham City é um título mais que indispensável, seguido da trilogia de Nolan pros mais novatos ou fãs de carteirinha.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 2 pessoas (50%) acharam esta análise útil
Recomendado
132.9 horas registradas
Publicada: 8 de agosto
this is nice game
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
Análises mais úteis  No geral
67 de 69 pessoas (97%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
Recomendado
77.2 horas registradas
Publicada: 1 de janeiro de 2015
Continuação direta de Batman: Arkham Asylum, aclamado game de 2009, Batman: Arkham City, produzido pela Rocksteady Studios, foi lançado em 2011 e foi considerado como um dos maiores lançamentos daquele ano. O game mostra Batman lidando com as consequência da criação de um bairro prisão em Gotham City.

Batman dispensa apresentação, o personagem que teve sua origem nos quadrinhos já se tornou um ícone da cultura pop, mas como a maioria dos personagens das HQs ele teve poucos jogos que fizessem jus ao seu rico universo, mas isso mudou em 2009, com o surpreendente Batman: Arkham Asylum, o game foi considerado simplesmente o melhor jogo baseado em um super herói e Batman: Arkham City conseguiu o improvável, superar o seu antecessor.

Tudo começa com Bruce Waine, identidade secreta de Batman, sendo capturado e aprisionado na cidade prisão Arkham City, pelo vilão Hugo Strange, que foi apenas citado no game anterior. Strange aparentemente tem o controle de Arkham e pretende colocar em pratica um misterioso plano chamado de protocolo 10. Apos conseguir se libertar, em meio ao caos de Arkham City, Batman vai em busca de respostas e descobre que Strange não é o único que almeja o controle de Arkham.

A Historia de Arkham City surpreende, a narrativa vai crescendo e se desenvolvendo conforme se avança na campanha principal e a adição de vilões clássicos do herói na trama torna a historia ainda mais interessante. Pinguim, Duas Caras e Sr. Frio são apenas alguns dos muitos personagens que aparecem na historia, todos com seu devido destaque e contribuindo com a trama de forma coerente e nunca de forma gratuita. Mas não tem como negar que o maior vilão é o Coringa, mesmo ele não sendo o principal vilão da trama, ele rouba a cena, sem sombra de duvida ele é o vilão mais carismático no universo dos quadrinhos e o desfecho da trama é surpreendente e impactante o suficiente para confirmar isso.

Uma grande mudança no game foi a ambientação, saímos da pequena ilha de Arkham Asylum do primeiro jogo e adentramos no mundo aberto de Arkham City, apesar de ser pequeno se comparado com os mapas de GTA, o cenário apresentado é grande o suficiente para garantir boas horas de exploração e há um punhado de missões secundarias que garantem que sempre haja algo a ser feito, missões essas que vão desde as intermináveis desafios do Charada a desvendar misteriosos assassinatos. Apesar de gostar de games com inúmeras missões e intermináveis horas de gameplay achei que o excesso do que fazer em Arkham City acabou prejudicando o envolvimento na trama principal, pois a todo o momento o game te enche de informações que inevitavelmente te levam a missões secundarias, tirando o foco da missão principal.

A jogabilidade teve melhorias consideráveis, apesar dos novos comandos inicialmente terem me causado certa estranheza, o sistema de combate continua extremamente intenso e gratificante, ficando ainda mais dinâmico com os novos "bat-assessórios" que vão desde bombas de fumaça a granadas congelantes. Outra novidade é a possibilidade de planar pelos cenários dando uma ótima opção para se mover com velocidade por grandes distancias. Mas a grande novidade fica com a adição na sensual Mulher-Gato na jogabilidade, em certos momentos você assume a vilã/heroína, que assim como Batman é extremamente ágil e oferece um verdadeiro espetáculo nos momentos de combates, apesar de ser um pouco mais frágil do que o homem morcego.

O visual do games esta ótimo, principalmente no que diz respeito aos personagens, todos estão muito bem detalhados e com um estilo próprio, até mesmo os bandidos comuns são bem trabalhados apresentando uma grande variação de modelos. Arkham City é densa e sombria, com um alto detalhamento dos seus ambientes cheios de referencias ao universo de Batman e a qualidade gráfica apenas aumenta a sensação de se estar em Gotham City.

A edição nacional de lançamento do game contou como brinde uma historia em quadrinhos com 148 paginas, escrita pelo mesmo roteirista do game, alem da DLC que permite jogar com o personagem Robin nos mapas de desafio, mas o principal detalhe dessa edição é que o game esta com as legendas traduzidas para o português, o que torna o jogo bem mais interessante e envolvente. A iniciativa da Rocksteady em traduzir o game só confirma que o mercado brasileiro de games finalmente esta ganhando a devida atenção das grandes produtoras.

Batman: Arkham City, com toda a certeza, esta entre os 5 melhores games de 2011, tem uma historia envolvente, com personagens cativantes, uma jogabilidade fluida, gráficos incríveis e com conteúdo suficiente para garantir mais de 30 horas de gameplay. A Rocksteady realizou um grande feito em superar as expectativas com seu novo Batman e com isso garantiu seu lugar entre os grandes estúdios de games da atualidade, gerando assim ainda mais expectativas para um futuro terceiro game.

"Não há nada de errado com você" - Batman
"Engraçado você dizer, mas de todas as pessoal você deveria saber. Que há muita coisa de errada comigo" - Coringa

Análise publicada originalmente no Blog PortoHQ: http://portohq.blogspot.com.br/ em 20 de julho de 2012.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
44 de 46 pessoas (96%) acharam esta análise útil
2 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
161.9 horas registradas
Publicada: 29 de abril
Arkham City An institute for the criminally insane

História

O enredo é excelente, se baseia na "A Queda do Morcego" onde em uma unica noite o Batman enfrenta varios vilões, a quantidade de vilões esta bem maior que Arkham Asylum, já que alem de ter melhor e mais detalhado enredo, agora possui missões secundarias, no qual são apresentados novos vilões, além daqueles que estiveram no jogo anterior, o jogo é menos monótono que Arkham Asylum, agora temos missões secundárias e uma nova personagem ao Jogo a Mulher Gato, no qual jogamos tem grande influencia na historia, o Coringa é genial a forma de que tudo acontece é "f*da", com certeza o enredo é o ponto mais forte do jogo.

Jogabilidade

A jogabilidade é um ponto forte na serie Arkham, no qual é referencia e usado por outros jogos como Middle-earth Shadow of Mordor e Mad Max, o jogo possui seu modo de batalha de ataque e contra-ataque que foi melhorado, agora esta mais suave e respondendo de forma mais realista, usando acessórios em batalha, golpes, deixa o jogo mais divertido, o modo stealph é excelente não temos algo como Metal Gear ou Splinter Cell, mas o jogo entrega o que promete, temos dutos de ar, gárgulas, equipamentos, isso possibilita diversas formas de acabar com os capangas, em geral a jogabilidade responde muito bem.

Gráficos e Ambientação

Tivemos um boa evolução se comparado a Arkham Asylum, os efeitos de luz, sombras, nevoa, fumaça é muito bom, dando destaque para a capa que se comporta muito bem a todos movimentos, tudo é detalhado, desde as roupas dos capangas, a propriá Arkham City, os prédios são muito detalhados, o estilo, as a gárgulas, dando o ar que Gotham tem, seu estilo gótico, os efeitos do PhysX são excelentes os panos, fumaça, tudo se mexe e se comporta bem, o efeito de DX11 não da tanto impacto, o gráfico é bom, e de longe um dos jogos mais bonitos de 2011.

Trilha Sonora e Dublagem

A trilha sonora é excelente o trabalho de Ron Fish e Nick Arundel foi excelente, cade musica tema é perfeita, a forma que é encaixada as musicas com a cenas é muito bom, intensifica os acontecimentos, a tilha sonora é muito boa, recomendo que escutem ela fora do jogo. A Dublagem é excelente, temos a mesma dublagem da seria animada Kevin Conroy como Batman e Mark Hamill como coringa, a dublagem é espetacular.

Trilha Sonora

Conclusão

O jogo de mostro bom em todos aspectos, e é, o jogo vale muito apena excelente roteiro, jogabilidade, graficos, dublagem, tudo foi muito bem feito, Arkham City é meu jogo favorito e grande parte de quem jogou coloca como um dos melhores jogos que já jogaram, em todos quesitos o jogo é espetacular, e concerteza não vai se arrepender de jogar.

Nota: 10/10
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
47 de 51 pessoas (92%) acharam esta análise útil
3 pessoas acharam esta análise engraçada
Recomendado
12.2 horas registradas
Publicada: 3 de julho de 2015
Com um enredo sensacional, Batman: Arkham City entra na minha lista de games favortios.

O jogo continua o enredo a partir do seu antecessor - Batman: Arkham Asylum - Com um enredo lotado de "Plot Twists" que faz qualquer fã de Batman ter ♥♥♥♥♥♥os nerds. Novamente você poderá enfrentar vilões icônicos em um grande mapa (Tamanho dos mapas: Arkham Knight > Arkham Origins > Arkham City > Arkham Asylum) com liberdade para ir onde quiser quando quiser, fazendo inúmeras missões secundárias e coletando troféis do Riddler.

A jogabilidade está muito semelhante ao Arkham Asylum mas com melhorias e adições. Combates "loud" estão precisos e fluídos, enquanto combates "stealth" possuem mais possibilidades de takedowns e mais ferramentas para dificultar e facilitar.

No game podemos jogar com vários personagens: Batman, Robin, Mulher Gato e outros nos mapas de desafios. A Mulher Gato possui uma jogabilidade muito interessante, pois ela é bem mais ágil que o Batman em combates "loud" e possui suas características no "stealth". Ambos possuem troféis do charada que só podem ser coletados por um ou outro, e no final da campanha podemos alternar em pontos de troca livremente entre ambos os personagens para terminar desafios e missões secundárias.

Os gráficos estão muito bonitos, com vários detalhes, efeitos de luzes, neve, água, partículas e uso e abuso do Physx.

A trilha sonora assim como em todos os games da saga Arkham é sensacional, dispensa comentários. Detalhe que a Mulher Gato possui uma trilha sonora bem ♥♥♥♥ única para momentos em que a controlamos.

Este jogo é simplesmente indispensável para qualquer fã de um bom enredo e principalmente para fãs do homem morcego. Sem mais.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada