A Halloween adventure from Tim Schafer's Double Fine Productions.
Análises de usuários: Muito positivas (1,660 análises)
Data de lançamento: 14/out/2011

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Comprar Costume Quest

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Costume Quest 1 & 2 Bundle

Inclui 2 itens: Costume Quest, Costume Quest 2

Comprar Double Fine Bundle

Inclui 5 itens: Brutal Legend, Costume Quest, Iron Brigade, Psychonauts, Stacking

 

Recomendado por curadores

"30fps lock. Genre: RPG"

Sobre este jogo

Costume Quest é uma aventura de Dia das Bruxas da Double Fine Productions de Tim Schafer. Neste RPG cativante, escolha seu herói e faça gostosuras ou travessuras por três belíssimos ambientes repletos do humor e enredo da Double Fine. Complete missões, faça seu grupo e colecione fantasias pelo caminho que lhe permitem se transformar em campeões poderosos e derrote os malignos Repugianos. Este conto festivo heroico capturará as imaginações de crianças, sejam de idade ou de coração.
Continue a aventura de Costume Quest com o conteúdo adicional Grubbins on Ice, incluído gratuitamente na versão de PC! Enfrente novos inimigos enquanto coleta novas missões, fantasias, selos de batalha e cartas arrepiantes de guloseimas. Ajude os monstros a destronar Araxia e devolver a paz à Repugia!

Requisitos de sistema

Windows
Mac OS X
SteamOS + Linux
    Minimum:
    • OS: Windows XP SP3
    • Processor: 1.4 GHz dual core CPU
    • Memory: 1 GB RAM
    • Hard Disk Space: 1.0 GB free hard drive space
    • Video Card: 256 MB GeForce 7600GS, Radeon X1600, or Intel HD Graphics
    Recommended:
    • OS: Windows 7
    • Processor: 2.2 GHz dual core CPU
    • Memory: 1 GB RAM
    • Video Card: 256 MB GeForce 220, Radeon 4550, Intel HD 3000 Graphics
    Minimum:
    • OS:Snow Leopard 10.6.8, or later
    • Processor: Intel Core Duo Processor
    • Memory: 2 GB RAM
    • Hard Disk Space: 700 MB HD space
    • Video Card: ATI HD 2600 / NVIDIA 8800GT / Intel HD3000 or better card with at least 256 MB VRAM
    Minimum:
    • OS:Snow Leopard 10.6.8, or later
    • Processor: Intel Core i Series Processor
    • Memory: 4 GB RAM
    • Hard Disk Space: 700 MB HD space
    • Video Card: ATI HD 4670 / Nvidia 285 or better with at least 512 MB VRAM
    Minimum:
    • OS:Ubuntu 12.04 LTS, fully updated
    • Processor: 1.8 GHz dual core CPU
    • Memory: 1 GB RAM
    • Hard Disk Space: 700 MB HD space
    • Video Card: 256 MB GeForce 8800, Radeon HD 2000, or Intel HD 4000 Graphics
      Open GL: 2.1
Análises úteis de usuários
12 de 12 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
12.6 hrs registradas
Publicada: 6 de julho
Costume Quest é o primeiro jogo da Double Fine que tive o prazer de experimentar. Originalmente, este era para ter sido o "jogo de Halloween" do meu filho, mas seu desinteresse inicial arrastou o título por quase um ano inteiro. Uma tremenda injustiça.

Sendo também o primeiro RPG do garoto, ainda que uma versão bem introdutório do genêro, os textos que precisam ser lidos por mim e traduzidos (com uma eventual perda de timing e contexto), a necessidade de realizar missões e explorar o cenário, aliados à falta de interatividade (ou seja, botões que ele possa apertar), causaram uma reação negativa a princípio. Outros títulos foram ocupando sua preferência e o tal "jogo do Halloween" ficou sendo empurrado para segundo plano por meses a fio.

Até que eu resolvi terminá-lo. O pouco que havíamos jogado juntos havia demonstrado um potencial. Não me arrependo da decisão.

A cada cenário novo ou fantasia nova desbloqueada, eu chamava meu filho. "Tem coisa nova no jogo do Halloween, você precisa ver". Ele foi se envolvendo, a fábula deliciosa da Double Fine foi reconquistando aquela impaciente mente de quase oito anos. Ele assumiu um papel mais participativo nos combates e foi se interessando pela história. Em duas semanas, se tanto, havíamos terminado não apenas a aventura principal como a expansão gratuita Grubbin's On Ice. Com direito a bronca no pai por ter ousado uma noite jogado sem sua companhia.

Costume Quest pode ser definido como um JRPG para iniciantes com charme transbordando para todos os lados e capaz de agradar a todas as idades. Na noite de Halloween, um casal de irmãos gêmeos que obviamente implicam entre si descobre um plano sobrenatural para roubar todos os doces da cidade. Um deles é raptado e cabe ao outro reunir pistas, fantasias, doces e aliados para uma missão de resgaste. Os combates acontecem em turnos e exigem que você aperte os botões certos nas horas certas para realizar ataques e defesas.

A grande sacada da Double Fine foi pegar uma mecânica típica do Oriente e moldá-la para caber como uma luva na história. Sabe aqueles RPGs com inúmeros aliados onde você precisa escolher com qual você vai andar, baseado em seus poderes dentro e fora do combate? Aqui isso se traduz em "fantasias": cada roupa especial simboliza um destes personagens. Acrescentando uma terceira camada, a "fantasia" também é o motor da fantasia de cada criança, que vê aquela roupa se transformando de verdade em uma imponente criatura capaz de superar os perigos da noite. Os poderes extras que eles podem utilizar são figurinhas de um álbum especial que as crianças vão colecionando. As moedas para comprar coisas? Doces é claro.

Trazendo três grandes áreas para explorar, Costume Quest se perde um pouco no uso de uma fórmula repetitiva. As missões são sempre as mesmas, só troca o ambiente. Essa tendência se repete em Grubbin's On Ice, que também traz três áreas, ainda que bem menores, visto ser uma expansão.

Mas esses defeitos não comprometem o conjunto da obra que tem personagens incrivelmente fofos, diálogos espertos carregados de ironia e referências (sem errar a mão), um sistema de batalha divertido e desafiador (principalmente nos chefes finais) e uma atmosfera mágica de molecagem.

O jogo termina com fotos de infância dos membros da equipe caracterizados para o Halloween, sinalizando a clara nostalgia que o título produz. É uma conexão que não se estabelece para nós, brasileiros, mas dá para sentir uma pontinha de inveja e entender o que a data significa para as crianças americanas.

Originalmente publicado em: http://blog.retinadesgastada.com.br/2015/07/jogando-costume-quest.html/#ixzz3f8pQF8VS
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
2.0 hrs registradas
Publicada: 9 de maio
Jogo muito bom. Recomendo
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
7.4 hrs registradas
Publicada: 14 de abril
Ótimo jogo.
Prós:
- RPG de turnos estilo Final Fantasy, com direito a ataques especiais
- Cada fantasia tem um tipo de ataque especial (Cura, escudo, destruição)
- Algumas fantasias podem ser utilizadas durante a exploração (gancho, patins e escudo por exemplo)
- Vem com DLC embutida
- Humor simples, mas funcional
- Conquistas fáceis e rápidas pra pegar - Tô com 100% em 7 horas e meia

Contras:
- Enjoativo depois e algum tempo
- Objetivos são repetidos ao longo do jogo (Achar 6 moleques escondidos, bater nas portas das casas pra pegar doces)

Recomendo \o
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
36 de 37 pessoas (97%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
7.2 hrs registradas
Publicada: 1 de junho
Costume Quest has a lot of good things going on for it. The game takes you on a journey of the imagination as some children’s quest for candy on one Halloween night quickly turns into something much more. Ultimately, this game is just very well done and has a “soul” that should easily appeal to a vast audience.

The level design is charming and exploring the maps is fun. The whole concept of “trick-or-treating” being a fundamental part of the gameplay is brilliantly done. The story is basically one giant trope, but the way it is told is delightful. The characters are likeable and the humor is clean but entertaining. Even the style in which you warp into old-school, turn-based battles is executed well and synergizes perfectly with the atmosphere of the game. This game is a quintessential example of how several good things can work together to create something great.

As I alluded to, one of the most charming aspects of Costume Quest is the way “trick-or-treating” in the game world is a central part of progressing the game. You knock on doors and are either given candy (treat) or have to fight a battle (trick). This leads to another splendidly charming feature of the game, which I also alluded to earlier: the battle warp-ins. Depending on what costumes your characters are wearing, they change from little kids into various gallant warriors with nothing but the power of their imagination. From there, the battles play out in the old-school, turn-based RPG style that was prevalent in the 90s.

Aside from that, you may also want to explore the levels, find secret areas, meet characters, and do side-quests and mini-games to gather more candy and collect the trading cards. There is plenty to do!

Costume Quest is a charming little game that makes for quite an enjoyable experience. As I said, I feel it can appeal to a wide audience. I would posit: if it sounds like the type of game you may enjoy, it will probably be a specific game you do enjoy… if you decide to get it.

Follow my curation page to see more of my recommendations!
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
23 de 27 pessoas (85%) acharam esta análise útil
16.2 hrs registradas
Publicada: 21 de maio
Costume Quest is a simple but well put together party based RPG game. You play the role of a child who is obsessed with halloween, and spends the night going around the neighborhood trick or treating to get his candy. At the beginning of the game, your twin sister is kidnapped and you embark on your journey to rescue her. Along the way you make friends with other trick or treaters who join your party.

While you are walking around the world, you are able to pick up extra candy, talk to the residents of the town and start battles with the bad guys. The combat system in Costume Quest is turn based, each of your characters will have their own costume which all have different powers. The combat is also primarily quick time events, which is normally not something I am a fan of, but it works quite well here.

The graphics are nothing special, but they do look pleasing and the cartoon style is something which fits the story and setting nicely. Sadly the audio in Costume Quest lets it down, there isn't any voice acting, and very little sound effects when you are walking around the world.

The game is set across four different levels, each of them has their own theme and style, with lots of different items and hidden locations to find in each of the levels, they feel plumped out and interesting to explore. I didn't find there to be any difficulty, you can complete the game without being beaten once, so maybe a New Game+ mode would of fixed that. I'm not sure why Steam has counted me having sixteen hours, as the game took me about five hours to complete along with the majority of all the side missions and achievements.

I only really ran into one technical issue, and that was frame rate, the Steam in game counter shows it running at 30 fps while walking around the world, while in the combat phases, this jumps up to 60 fps. I noticed some screen tearing with v-sync off, but this also may be an issue with my rig (I don't think it is considering the specs I run), but it was nothing major.

I can recommend Costume Quest, because I had a really good time playing, and it has a different take on the party based games, and for the full price of £6,99, you can't go wrong with the amount of content that is included.

If you found this review helpful, please consider giving it a thumbs up. You can also find more reviews over at http://www.completingthebackloggroup.com/

http://store.steampowered.com/app/115100

Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada