O Lorde da loucura Cthulhu estava pronto para imergir o mundo em destruição e insanidade, quando seus poderes foram selados por um misterioso feiticeiro. O único jeito de libertar-se desta maldição é se tornar um verdadeiro herói. Salve o mundo para então destruí-lo numa jornada épica ao estilo RPG-paródia de redenção, romance e loucura!
Análises de usuários: Muito positivas (2,177 análises)
Data de lançamento: 13/jul/2011

Inicie a sessão para adicionar este item à sua lista de desejos, segui-lo ou dispensá-lo

Pacotes que incluem este jogo

Comprar Cthulhu Saves the World & Breath of Death VII Double Pack

Inclui 2 itens: Breath of Death VII, Cthulhu Saves the World

OFERTA DA SEMANA! A oferta acaba em 6 de julho

 

Recomendado por curadores

"A classic RPG in the 8-bit style in which curiously, Cthulhu attempts to be the hero. Kinda..."
Veja a análise completa aqui.

Análises

"Então quando eu digo que Cthulhu Saves The World já é um dos meus jogos favoritos de 2011 você pode ter certeza de que eu não fui influenciado pela sua cópia incrivelmente precisa dos clichês dos JRPGs do início da década de 1990, música sintética estridente, menus robustos e tudo mais. É simplesmente um jogo muito inteligente e imensamente divertido e também é tanto um tributo honesto quanto uma paródia atrevida."
Eurogamer
"É raro achar um jogo que é divertido e genuinamente engraçado, e até agora Cthulhu Saves the World é ambos."
Joystiq

Steam Big Picture

Sobre este jogo

O Lorde da loucura Cthulhu estava pronto para imergir o mundo em destruição e insanidade, quando seus poderes foram selados por um misterioso feiticeiro. O único jeito de libertar-se desta maldição é se tornar um verdadeiro herói. Salve o mundo para então destruí-lo numa jornada épica ao estilo RPG-paródia de redenção, romance e loucura!

Elementos principais:

  • Espalhe a loucura por seus inimigos por pura diversão e lucro!
  • RPG old school misturado com modernos elementos de design!
  • 6 a 10 horas de aventura e alto fator de replay proporcionado por modos de jogo e dificuldades destraváveis!
  • Modo Highlander – Ganho de experiência é quadruplicado, mas apenas um personagem pode ser levado ao campo de batalha por vez!
  • Modo Score Attack – Ganhe pontos derrotando chefes no menor nível possível!
  • Overkill – Pule para o nível 40 numa única batalha! Perfeito para replays e experimentos!
  • Modo Cthulhu's Angels – Modo remixado com novos personagens jogáveis, novos diálogos, novos chefes, e mais!
  • Todos os elementos conhecidos e adorados de Breath of Death VII: The Beginning retornam – gameplay acelerado, sistema de combos, limitadores de encontros aleatórios, habilidades ramificadas e muito mais!

Requisitos de sistema

    • OS: Windows XP, Vista, 7
    • Processor: 1.6Ghz or higher
    • Memory: 1GB
    • Hard Disk Space: 200
    • Video Card: DirectX 9.0c compatible
    • DirectX®: 9.0c compatible
    • Sound: DirectX 9.0c compatible
    • Additional: Current version of Windows Media Player
Análises úteis de usuários
6 de 6 pessoas (100%) acharam esta análise útil
12.1 hrs registradas
Publicada: 21 de junho
No início eu estava incerto se este jogo valia ou não a pena, então o comprei na promoção por um preço baixíssimo. Basicamente você pode se movimentar por todo o mapa e Dungeons tranquilamente com seu personagem - Cthulhu - entretanto, as batalhas são por turno, ou seja, você seleciona seu ataque entre diversas opções para depois o inimigo atacar e assim por diante. Eu gosto de jogo assim, e este exige de fato muita estratégia para derrotar ondas de inimigos. Achei muito interessante o sistema de grupos, pois durante a história novos personagens vão se unindo na equipe e você pode usá-los em combate; no máximo 3 seguidores podem te ajudar por vez, sendo que você pode substituir um pelo outro no momento que desejar; em seu turno já é possível selecionar o ataque de Cthulhu e dos outros 3 membros da equipe antes dos monstros atacarem, mas isso não significa que todos os membros atacarão antes dos monstros em cada round. Também achei interessante a possibilidade de salvar o game a qualquer momento, facilitando em concluir ondas de inimigos. Eu digo ondas, pois em cada dungeon que você entra podem acontecer entre 15-50 batalhas, vistas no menuzinho ao apertar TAB. Uma vez que todas as batalhas foram travadas, você poderá andar pela Dungeon sem se preocupar, pois não aparecerão mais inimigos. Isso é bom e ao mesmo tempo é o maior ponto negativo do jogo, pois este se torna muito enjoativo no sentido de que em cada dungeon você terá que entrar em várias e várias batalhas, para depois enfrentar o Boss e partir para outra dungeon com mais dezenas de batalhas a serem travadas. O MP também se esgota, pouca coisa é recarregada após cada batalha, sendo necessário teleportar para cidade mais próxima e recarregar o MP em um Inn. Minha estratégia foi de lutar todas as batalhas logo no início da Dungeon (tem a opção "fight" no menuzinho) para depois poder percorrer ela inteira sem ser atrapalhado por batalhas randômicas. Para zerar o jogo no médio, como podem ver, leva cerca de 12 horas, e demorei para zerar como o jogo é muito repetitivo, pelo sistema de batalhas que citei por Dungeon, leva muito tempo e cansa ficar horas e horas limpando Dungeon atrás de Dungeon sem muita diferença de uma pra outra, de uma onda de inimigos para a outra, realmente cansa muito. Minha dica é jogar três ou quatro horas por semana, zerando o jogo aos poucos, pois mesmo sendo enjoativo é um jogo que vale muito a pena, é quase que um clássico. Digo isso principalmente pela história do game, pelos diálogos, é um jogo simplesmente genial que faz diversas sátiras e piadinhas com vários outros jogos, e você vai dar boas risadas enquanto zera; é interessante também ativar as dicas dos criadores, como explica muitas coisas dos bastidores do jogo.
Resumindo, o jogo é muito divertido e engraçado, com personagens marcantes e uma história diversificada e inesperada em certos pontos e previsível em outros; a jogabilidade é simples e intuitiva, e há uma grande variedade de ataques e métodos de batalha; alguns oponentes são apelões enquanto muitos Bosses são bem fracos, tornando o jogo fácil em certos pontos e muito difícil em outros; o gráfico é clássico e a trilha sonora é magnífica; os principais pontos negativos são: lutas e dungeons muito repetitivas; mapa confuso; MP esgota relativamente rápido.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
6 de 7 pessoas (86%) acharam esta análise útil
1.7 hrs registradas
Publicada: 28 de janeiro
Com a mesma proposta de Breath of Death VII, literalmente, até os mesmos sprites são utilizados em dungeons, cidades e etc. Justamente por ter experienciado o bastante deste produtor independente através de BoD VII, não me senti nem um pouco tentado á terminá-lo. Destaque para a trilha-sonora.
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
2 de 2 pessoas (100%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
2.0 hrs registradas
Publicada: 9 de fevereiro
Cthulhu fhtagn
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
3 de 4 pessoas (75%) acharam esta análise útil
1 pessoa achou esta análise engraçada
1.8 hrs registradas
Publicada: 24 de maio
interassante
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada
1 de 1 pessoas (100%) acharam esta análise útil
2.0 hrs registradas
Publicada: 15 de fevereiro
:]
Você achou esta análise útil? Sim Não Engraçada